Escolha uma Página
Visite a Noeland, Terra do Papai Noel em Holambra

Visite a Noeland, Terra do Papai Noel em Holambra

Conhecida como a Cidade das Flores, agora Holambra é também a “Terra do Papai Noel”. É lá que acontece a Noeland, um evento de Natal muito bacana, com mais de seis milhões de luzes, uma árvore de Natal de 30 metros de altura, pista de patinação e outras atrações natalinas que prometem agradar adultos e crianças!

A festa vai até o dia 23 de dezembro, na ExpoFlora, na tranquila cidade de Holambra, que fica a 130 quilômetros de São Paulo. Funciona de sexta a domingo, com horário de funcionamento das 13h às 23h. Os ingressos custam R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia).

Estive na Noeland com a família e me surpreendi. Chegamos por volta das 14 horas e saímos já era mais de 20 horas. Foi legal porque pudemos aproveitar as atrações de dia e ver as luzes natalinas à noite.

Veja no vídeo como foi a nossa visita a Noeland, em Holambra!

O lugar tem muitas atrações legais, boa parte delas paga a parte, e outras inclusas no valor do ingresso. Achei tudo muito bem organizado, com brinquedos interessantes para as crianças e boas opções para comer.

Minha filha, de seis anos, amou a pista de patinação no gelo (R$ 30, por 20 minutos). O legal é que tem instrutores que ajudam as crianças que não sabem patinar. Rapidinho ela aprendeu. Uma dica: se puder, eleve uma meia para que o patins fique mais confortável para calçar.

noeland holambra patinacao

Noeland tem pista de patinação no gelo (Foto: Passaporte Digital)

Já o meu filho, de quatro anos, curtiu a piscina de bolinhas com escorrega (R$10, por 10 minutos). Esse brinquedo é bacana também para bebês e crianças menores, porque os pais podem acompanhar sem pagar ingresso. Vi muitos bebês curtindo bastante!

Eles também foram em uma atividade chamada Sobre as Redes (R$ 10, por 15 minutos), que é uma espécie de “escalada” com redes parecidas com as de circo, depois desce por um escorregador. Gasta uma energia danada.

noeland holambra

Piscina de bolinhas de “neve” da Noeland, em Holambra

Na parte gratuita, tem as paradas de Natal, que são o desfile dos personagens da Noeland e, claro, do Papai Noel, um parquinho com escorregador e xícara maluca, chuva de “neve”, além de shows e oficinas que vão acontecendo em diferentes horários durante o dia. Recomendo pegar a lista de programação na entrada ou nas bilheterias dentro do parque.

No total, são cinco espaços temáticos repletos de cenografias e decoração natalina. São as áreas Noel Zoo, Play Noelito, Parque dos Dudu’s, Alpes de Noeland e o Vilarejo do Noel. A estimativa dos organizadores é receber cerca de 80 mil visitantes.

noeland holambra passeio com crianças

Play Noelito, uma das áreas de brinquedos gratuitas da Noeland (Foto: Passaporte Digital)

LEIA TAMBÉM: Parque Maeda, passeio gostoso em Itu

Para levar o visitante ao reino do Papai Noel, a Noeland terá 6 milhões de luzes de LED espalhadas em centenas de árvores que compõem o paisagismo de 30 mil m² do Parque da Expoflora.

Outro espetáculo bastante esperado é a participação da cantora Isa Pagnota, do The Voice Kids, que interpreta a personagem Snow Girl (Garota da Neve), no cenário Alpes de Noeland, em uma apresentação diária com elenco exclusivo e efeitos especiais, sempre às 18h.

noeland holambra - atores

Atores fazem shows e espetáculos teatrais na temporada de Natal de Holambra (Foto: Divulgação)

Claro que na terra de encantamento e magia, Papai Noel estava lá, recepcionando os visitantes e conversando com as crianças que poderão fazer seus pedidos e tirar fotos com o “bom velhinho”. Aliás, o Papai Noel foi muito simpático, ficou alguns minutos conversando com as crianças de forma exclusiva. Tem uma fila que vai liberando família a família para conhecer a sala do Papai Noel e tirar foto com ele.

Tem também o teatro Noel Hall, com diversas apresentações de música, dança e balé. No dia em que estivemos lá, assistimos a um show muito legal de músicas natalinas em ritmo de rock. Até as crianças curtiram, os papais mais ainda!

Outra coisa que achei legal foi a variedade de opções para comer. Tem praça de alimentação, com comidinhas mais populares (hot dog, batata frita, crepe, espetinho etc.), e também restaurante típico holandês, para quem prefere experimentar algo mais diferente. Tem ainda a Alameda dos Presentes, com diversas lojinhas, se você é daqueles que não resiste a uma comprinha.

A expansão da estrutura do evento é outro destaque. Em sua primeira edição, foram 20 mil m² de área decorada. Neste ano, serão 30 mil m² de decoração para que as pessoas vivenciem a magia do Natal.

noeland holambra

Árvore da primeira edição da Noeland, em Holambra (Foto: Divulgação)

Chuva de “neve” e outras atrações para crianças

Além da árvore de 30 metros de altura iluminada com 190 mil lâmpadas de LED, as crianças têm muitas atrações e atividades, como arvorismo, piscina de bolinhas, caminhadas sobre redes (como a dos trapezistas de circo), pista de patinação no gelo, trenzinhos, passeio de trenó e escorregadores e até chuva de neve.

Vale lembrar que cinco atividades são cobradas a parte: “Noeland: O Musical” (R$ 30,00), patinação no gelo (R$ 30,00), arvorismo (R$ 10,00), brincadeira sobre as redes – como a dos trapezistas de circo – (R$ 10,00), e passeio nos carrinhos elétricos (R$ 20,00).

noeland holambra

As crianças vão adorar a piscina com bolinhas gigante (Foto: Divulgação)

Confira os horários das principais atrações:

– Show Noeland, O Musical 
Espetáculo inédito com personagens e músicas exclusivamente desenvolvidas para o evento
Sessões às 15h e às 20h

– “Illumination”
Acendimento cadenciado das luzes
Sessões às 19h45 e às 22h45

– Parada de Natal
Às 16h30 e às 21h30

– Outras atrações de horários variados:
>> Chuvas de “neve”
>> Bolinhas de sabão
>> Apresentação de corais e espetáculos teatrais e e dança
>> Fanfarras e bandas
>> Contação de histórias e recreação

noeland holambra - parque

Parque das Flores foi iluminado e decorado para o Natal (Foto: Divulgação)

Campo de Flores de Holambra

Este ano, os visitantes têm a oportunidade de conhecer a “fábrica” das árvores de Natal, em Holambra, cidade que responde por quase a metade das flores e plantas ornamentais comercializadas no Brasil.

Além da produção das tuias holandesas e stricktas, espécie de pinheiros usados na decoração natalina, os turistas poderão passear por entre os canteiros coloridos de poisethias, marigolds, girassois, amaryllis, sunpatiens, lavandas e antúrios.

O passeio é organizado pela MPSTour e acontece somente durante a Noeland, com saídas a cada 30 minutos, às sextas e sábados, e à cada 15 minutos aos domingos, das 13h às 20h (três horas antes do encerramento do evento).

A visitação é na Fazenda Terra Viva, uma das maiores produtoras de flores e plantas ornamentais do país, com duração de 50 minutos. Os ingressos custam R$ 30,00 (individual).


Noeland Holambra

Data: de 23 de novembro a 23 de dezembro de 2018, de sexta a domingo
Horário: das 13h às 23h
Onde: Parque da Expoflora, em Holambra – Alameda Mauricio de Nassau, Centro
Ingressos: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)
Estacionamento: R$ 30,00
Informações e compra de ingressos no site do evento

noeland holambra

Noeland tem atrações para crianças e adultos (Foto: Divulgação)

Como chegar a Holambra

A cidade de Holambra está localizada na região metropolitana de Campinas, a 130 quilômetros de São Paulo, numa viagem de aproximadamente 2 horas.

O local recebeu o título de Cidade das Flores, por estar entre os maiores produtoras do Brasil. A festa mais famosa de Holambra é a ExpoFlora, que acontece geralmente em setembro.

Agora, organiza a Noeland, um evento natalino com muitas atrações para crianças e adultos.

Veja como chegar:

De carro a partir de São Paulo

Dá para ir pela Rodovia Bandeirantes ou Anhanguera.

Pela Rodovia dos Bandeirantes, siga até a cidade de Campinas. Ao chegar no entroncamento com a Rodovia Anhanguera no km 103 entre na Rodovia Dom Pedro I, siga até o km 134 (na placa está escrito saída 134), entre na Rodovia SP-340, sentido Mogi Mirim.

Se preferir a Anhanguera, siga até o km 86, sentido Mogi Mirim. Na Rodovia SP-340, que liga Campinas a Mogi Mirim, haverá placas indicando Holambra.

De ônibus de São Paulo

Da Rodoviária Tietê, saem ônibus diários para Mogi Mirim, parando na entrada de Holambra.

 

VEJA TAMBÉM: Fazenda Angolana em São Roque

 

 

Lençóis Maranhenses: quando ir e o que fazer no paraíso de dunas e lagoas

Lençóis Maranhenses: quando ir e o que fazer no paraíso de dunas e lagoas

Quem já viu pelo menos uma foto de Lençóis Maranhenses certamente vai incluir o destino no topo da lista de lugares para viajar. É realmente sensacional!

Os Lençóis Maranhenses são um dos principais destinos turísticos do Maranhão. Um dos mais famosos atrativos é o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, com suas dunas que chegam a 40 metros de altura formadas pela força dos ventos emolduradas pelas lagoas de água doce e cristalina.

O parque é uma unidade de conservação nacional composto por uma área de 155 mil hectares, às margens do Rio Preguiças, distribuídos pelas cidades de Barreirinhas, Primeira Cruz, Humberto de Campos e Santo Amaro do Maranhão.

Com essa imensidão, cada lagoa oferece uma paisagem diferente, um formato diferente, cor da água diferente. Geralmente, todas têm temperatura bem agradável e são ótimas para banho!

Para aproveitar melhor o paraíso de Lençóis Maranhenses é preciso saber quando ir e o que fazer por lá. Por isso, vamos às dicas.

Lencois Maranhenses

Pôr do sol no Rio Preguiças, em Barreirinhas: paisagem maravilhosa (Foto: Fred Schinke)

Lençóis Maranhenses: como chegar

Um dos locais com melhor infraestrutura turística para aproveitar os Lençóis Maranhenses é a cidade de Barreirinhas, a 260 km de São Luís. Em estrada de asfalto, a viagem dura, em média, 4 horas.

Você pode alugar um carro (prefira um 4x4 para circular depois para os passeios), ir de táxi, transfer de van (que pode ser contratado no aeroporto) ou de ônibus intermunicipal, que parte diariamente do Terminal Rodoviário da capital maranhense até Barreirinhas.

Uma das empresas que oferecem o serviço é a Cisne Branco Turismo. O trajeto de São Luís a Barreirinhas custa a partir de R$ 51. Os horários do trajeto de ida para Barreirinhas são às 6h, 8h45, 14h e 19h30. Os ônibus de volta partem às 6h, 9h, 14h e 18h45. O custo da passagem é de R$ 51.

Se tiver uma grana a mais, pode até ir de táxi aéreo, em um trajeto de 40 minutos.

Lencois Maranhenses

Melhor época para visita Lençóis Maranhenses é de junho a setembro (Foto: Alessandro Maltesta)

Lençóis Maranhenses: quando ir

Se quiser curtir a paisagem paradisíaca das dunas com e lagoas cheias dos Lençóis Maranhenses, a melhor escolha é fazer a viagem entre os meses de junho e setembro.

Neste período, as temperaturas podem chegar a até 37°C.

Entre janeiro e maio é o período de chuvas, época em que as lagoas estão se abastecendo de águas, portanto, a paisagem não fica tão bonita quanto na alta temporada.

No entanto, se sua viagem está marcada durante a seca, não fique triste. Ainda há alguns pontos do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses com maior chance de ver água, especialmente na cidade de Santo Amaro, onde as lagoas são mais profundas e resistentes à estiagem.

LEIA TAMBÉM: 7 DICAS ESSENCIAIS PARA QUEM VISITA O JALAPÃO

 

Lençóis Maranhenses: onde ficar

Como disse, Barreirinhas é a localidade da região mais estruturada para receber turistas, com boa variedade de hotéis e pousadas, restaurantes e agências de turismo. Sem contar que é a cidade mais fácil de chegar.

Outras opções para se hospedar seriam o povoado de Atins e a cidade de Santo Amaro, que é mais pacata, porém oferece acesso fácil às lagoas.

Lembrando que para ir aos principais passeios será necessário um carro com tração. Agências de turismo locais organizam o trajeto e levam os visitantes.

 

Lençóis Maranhenses: o que fazer

Para entrar no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, o visitante não precisa pagar qualquer taxa de ingresso. O acesso é feito por veículos conhecidos como ‘jardineiras’, caminhonetes adaptadas para levar passageiros na carroceria.

O passeio custa em torno de R$ 50 por pessoa, em grupos fechados (de até 10 pessoas).

1- Visita às lagoas

Lencois Maranhenses

Lagoa Bonita, em Barreirinhas, é passeio obrigatório (Foto: Fred Schinke)

É claro que a visita às lagoas é o principal atrativo da viagem aos Lençóis Maranhenses. Mas são inúmeras as opções. Portanto, a quantidade de visitas vai depender muito do tempo que ficar no destino.

Minha recomendação é em dividir as lagoas por cidade. Por exemplo, em Barreirinhas, não deixe de visitar a Lagoa Bonita e a Lagoa Azul. Já em Santo Amaro, vá à Lagoa da Betânia, Lagoa das Emendadas e Lagoa da Andorinha. Em Atins, não perca a Lagoa Tropical e a Lagoa da Lorena.

Se preferir, consulte uma agência de turismo local para ver quais lagoas têm mais a ver com o seu perfil de viagem 😉

O preço dos passeios variam de R$ 60 e R$ 120, conforme o roteiro e o tempo de duração. Tem tour de meio dia ou dia inteiro para diversas lagoas dos Lençóis Maranhenses.

2- Passeio de lancha pelo Rio Preguiças

Lencois Maranhenses

Passeio pelo rio Preguiças é ótima opção, mesmo em baixa temporada (Foto: João Paulo Sotero)

Os passeios de ‘voadeira’, como são conhecidas as pequenas lanchas com capacidade para até 10 pessoas, custam em torno R$ 80 por passageiro. Durante a viagem, a lancha pode atracar em alguns dos bancos de areia formados no meio do rio Preguiças.

3- Caminhada no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses

As caminhadas pelo Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses são feitas com guias e agências credenciados. Mesmo quando as lagoas mais famosas no parque estão secas, existem outras paisagens lindas de deserto com “focos” de oásis durante o percurso.

4- Passeio de boia pelo Rio Formiga

Lencois Maranhenses

Já pensou que delícia descer de boia pelo Rio Formiga (Foto: Rosanetur)

O Rio Formiga oferece uma ótima opção para se ter contato com a natureza, através de um passeio muito gostoso de descida de boia por suas águas. O bom é que este passeio pode ser feito também na baixa temporada, exceto em dias chuvosos.

5- Passeio pela orla de Barreirinhas

É bem gostoso caminhar pela Avenida Beira Rio, em Barreirinhas, com vários barzinhos e restaurantes, para todos os gostos e bolsos. Não deixe de provar o camarão no abacaxi e degustar uma caipirinha de caju!

6- Curta a praia de Atins

Lencois Maranhenses

Travessia entre Barreirinhas e o povoado de Atins (Foto: Fred Schinke)

Atins tem uma localização privilegiada para aproveitar Lençóis Maranhenses, pois fica entre o início das dunas e lagoas do parque, contornada pelo oceano de um lado e pela Foz do Rio Preguiças.

Se quiser curtir uma praia, aqui é o lugar!

Se preferir dormir pela região, há opções de hotéis pousadas e restaurantes no próprio vilarejo. A maneira mais rápida de ir de Barreirinhas para Atins é de lancha, saindo do porto de Barreirinhas.

LEIA TAMBÉM: Acre: passeio de balão pela Amazônia

7- Lagoa do Cassó

Esta lagoa fica no município Primeira Cruz, a … quilômetros de Barreirinhas. De águas cristalinas, a lagoa é ideal para atividades esportivas como windsurfe, caiaque e stand up.

8- Sobrevoo pelos Lençóis Maranhenses

Se você quiser ver essas paisagens paradisíacas de Lençóis Maranhenses de cima, a dica é investir em uma voo panorâmico pela região. O custo do passeio gira em torno de R$ 400 por pessoa, mas deve ser incrível né?

lencois maranhenses

A 250 quilômetros de São Luís, Lençóis Maranhenses ficam ainda mais bonitos de junho a setembro (Foto: EBC)

Lençóis Maranhenses: quanto tempo ficar

Realmente, são muitos os passeios pelos Lençóis Maranhenses. Para aproveitar tudo com calma, sugiro ficar pelo menos uma semana no destino. Se puder ficar mais, melhor ainda!

 

Lençóis Maranhenses: últimas dicas e recomendações

– Use sempre protetor solar;
– Leve repelente;
– Beba bastante água nos passeios, para hidratar o corpo durante a caminhada pelas dunas (principalmente);
– Leve bebidas e comidas para os passeios (nem sempre tem lugar para comprar);
– Leve sempre uma sacolinha para colocar seu lixo e levá-lo para o cesto mais próximo;
– Não é permitido entrar no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses com bebida alcoólica;
– Não entre no Rio Preguiças sem a certeza de que a área é segura para tomar banho;
– Leve uma quantia em dinheiro, pois não há caixas eletrônicos de todos os bancos;
– Não é recomendado fazer passeios às dunas por conta própria. Contrate somente guias autorizados.

 
 
 

Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
8 passeios imperdíveis em Nova York com crianças

8 passeios imperdíveis em Nova York com crianças

O que fazer em Nova York com crianças? Esta foi a pergunta de uma amiga pra mim alguns dias de viajar com o marido e a filha de 7 anos para a Big Apple!

Eu amo Nova York e já dei algumas dicas legais de passeio neste post aqui, mas agora o roteiro tem que agradar também (e principalmente) as crianças. E, para dizer a verdade, não faltam atrações bacanas para os pequenos por lá.

Há quem pense que Nova York com crianças seja uma roubada, mas eu penso totalmente diferente. Embora não seja uma Orlando com os encantos da Disney, a cidade agrada pais e filhos com atrações culturais, shows, entretenimento, passeios ao ar livre, zoológico, enfim, tudo o que os pequenos gostam em um só lugar.

Mas antes de falar das atrações de Nova York com crianças, preciso dar uma dica importante: não programe muitos passeios para o mesmo dia! Não dá para impor o ritmo de viagem de um adulto para os filhos, senão corre-se o risco de todos ficarem estressados.

Se estiverem cansados, dê uma pausa, volte para o hotel, descanse e continue no dia seguinte.

Se estiverem com fome, leve sempre alguma frutinha ou guloseima para enganar o estômago. E aproveite Nova York com crianças e tudo o que se tem direito! Vamos às dicas!

Passeios em Nova York com crianças

1- Museu de História Natural

IDADE RECOMENDADA: todas

Nova York com crianças Museu Historia Natural

O Museu de História Natural de Nova York, tem ossos de dinossauros e bichos empalhados que parecem reais (Foto: Corn Farmer)

Com tantos museus, é difícil escolher em qual ir primeiro, mas um que tem que entrar na lista de imperdíveis é, sem dúvida, o Museu de História Natural de Nova York, ou American Museum of Natural History (sim, é aquele do filme)! Os bichos empalhados parecem reais, tudo é muito divertido e curioso.

Se estiver em Nova York com crianças (ou mesmo sem elas), vale muito a pena visitar, especialmente se você se interessa pela história da evolução das espécies.

A parte que mostra os bichos marítimos, com uma baleia gigante, é realmente imperdível. Tem também fósseis de dinossauros e muito mais!

Reserve no mínimo uma tarde inteira para conhecer o museu. Se quiser ir mais a fundo, dá para passar o dia inteirinho por lá.

Onde fica: Central Park West & 79th St
Horário de funcionamento:
diariamente, das 10h às 17h45
Preço:
US$ 23 (adulto), US$ 13 (criança de 2 a 12 anos), US$ 18 (estudante e idoso)

 

2- Central Park

IDADE RECOMENDADA: todas

Nova York com crianças Central Park

Nova York com crianças tem que ter parque! O Central Park é o mais legal (Foto: Ep-Jhu)

Nova York com crianças tem que ter parque. E nada melhor do que o maior e mais incrível da cidade: o Central Park. Na verdade, eu precisaria de um post exclusivo para falar tudo que tem de legal lá. O Central Park é imenso! São mais de 3 quilômetros de pura diversão: dá para andar de bike alugada, andar de charrete, fazer um piquenique ou andar sem rumo mesmo.

Entre os pontos que considero mais legais para ir com crianças, especialmente as menores, é o carrossel antigo, de 1871. Ele fica perto da 64th Street. E é simplesmente encantador.

Em seguida, indico o zoológico, aquele que aparece no filme Madagascar. As crianças vão amar!

Nova York com crianças zoo

O zoológico do Central Park é demais para as crianças. Tem que ir (Foto: Meghan Hess)

Lá tem leopardo, leão marinho, pinguins, morcegos, macacos, pássaros, enfim, uma delícia! Para ficar mais fácil localizar o zoo dentro do parque, ele está entre as ruas 63rd e 66th. Funciona diariamente, das 10h às 17h. Preço: US$ 19,95 (adulto) e US$ 14,95 (criança de 3 a 12 anos).

Também não posso deixar de mencionar o passeio de charrete (240 Central Park South, em frente ao FedEx), embora seja um pouco caro, na minha opinião. Uma corrida de 30 minutos custa US$ 110 (para até cinco pessoas, sendo dois adultos e até três crianças). Recomenda-se reservar com antecedência aqui.

Também dá para passear de barco no lago, alugar uma bicicleta ou patinar no gelo (se estiver no inverno). Enfim, minha dica aqui é ir andando pelo Central Park e ir descobrindo a atração que mais agrada suas crianças.

LEIA TAMBÉM: DICAS PARA ECONOMIZAR EM NOVA YORK

 

3- Estátua da Liberdade

IDADE RECOMENDADA: a partir dos 4 anos

estátua da liberdade

Dá até para conhecer a Estátua da Liberdade de graça (Foto: Photorack)

Símbolo de Nova York, conhecer a Estátua da Liberdade é uma obrigação turística! As crianças, especialmente as maiores que já estudaram sobre o monumento na escola, ficam encantadas!

Infelizmente, desde o 11 de Setembro não dá mais para subir em sua coroa, mas dá para vê-la pelos pés! O ingresso incluindo a balsa e a parada até o monumento custa a partir de US$ 25. Mas se você quiser somente observá-la, tem uma balsa gratuita que leva até a Staten Island. Dela, dá para tirar fotos bem legais, sem ter que desembolsar nem um dólar.

LEIA TAMBÉM: O que fazer no verão de Nova York

 

4- Peça da Broadway

IDADE RECOMENDADA: a partir dos 4 anos

Ir a Times Square (de dia e à noite) é essencial para sentir o espírito nova-iorquino pulsar dentro da gente. E é no seu entorno que está também o distrito de shows da Big Apple.

Assistir a um musical da Broadway é um programaço em Nova York com crianças, mesmo que vocês não falem inglês. Entre os diversos espetáculos em cartaz, recomendo os tradicionais “O Fantasma da Ópera” e “O Rei Leão”. Só de ver a magia do show já vale muito!

Ah, como os ingressos são um pouco salgados, uma dica de ouro aqui é comprar nos quiosques da TKTs, com descontos de até 70%. Mas atenção, são vendidas entradas somente para o mesmo dia, mas vale a pena pela economia. Tem um quiosque bem estratégico localizado na Times Square.

LEIA MAIS: Guia de compras em Miami


5- Empire State Building

IDADE RECOMENDADA: a partir dos 6 anos

 

empire state

Empire State oferece uma vista maravilhosa de Nova York (Foto: Pixabay)

Embora seja um passeio típico dos adultos, o Empire State Building tem que estar no roteiro com as crianças.

Construído em 1931, o prédio ainda figura entre os principais pontos turísticos de Nova York. Sugiro visitar o Empire State Building (25 West 29th Street) ao entardecer, assim você tem a vista da cidade de dia e à noite. Tem duas opções: subir até o 86º andar (US$ 29) ou ao topo, no 102º andar (US$ 46).

O visual lá de cima é incrível!

VEJA TAMBÉM: HOTEL BARATO EM NOVA YORK

 

6- Museu das Crianças de Manhattan

IDADE RECOMENDADA: de 0 a 12 anos

Este foi um achado durante a minha visita a Nova com crianças! O Museu das Crianças de Manhattan não é tão famoso como o de História Natural, mas eu indico de olhos fechados. O espaço é supercultural e quase um refúgio para aquela pausa na agitação, inclusive muito visitado pelos moradores locais.

O Children’s Museum of Manhattan é uma atração fantástica para quem viaja a Nova York com crianças, além de ser muito educativo. Superinterativo, o museu tem exposições para todas as idades, inclusive para bebês.

Uma das atrações que mais me chamou a atenção foi a exposição sobre o mundo muçulmano. Tem um cenário, objetos e até um mercado onde as crianças podem brincar de comprar, vender e comercializar frutas, peixes, especiarias, cerâmica e tapetes. E até aprendem a escrever o nome em 21 idiomas.

Ah, e nem se preocupe com a questão do idioma. As crianças se entendem muito bem umas com as outras, em qualquer língua!

Onde fica: 212 West 83rd Street
Horário de funcionamento: de terça a sexta e aos domingos, das 10h às 17h, e aos sábados, das 10h às 19h. 
Preço:
US$ 14 (adulto) e grátis para crianças até 12 anos. Primeira sexta-feira do mês é grátis para o horário das 17 às 20h

VEJA MAIS: CITY TOURS GRATUITOS EM NOVA YORK

 

7- New York Aquarium

IDADE RECOMENDADA: todas as idades

Nova York com crianças - aquario

O Aquário de Nova York hipnotiza crianças de todas as idades (foto: Kimberly Coleman)

A atração não fica exatamente em Manhattan, mas vale a pena o passeio até o Brooklin. Tubarões, raias, tartarugas, leões-marinhos, enfim, tem de tudo no Aquário de Nova York. Sem contar os shows interativos. É muito legal e divertido, dá também para ver a alimentação dos animais.

Onde fica: Surf Avenue & West 8th Street, Brooklin
Horário de funcionamento:
diariamente, das 10h às 16h30
Preço:
US$ 29,95 (adulto), US$ 24,95 (criança de 3 a 12 anos) e US$ 26,95 (a partir de 65 anos)

 

8- Ripley´s Believe It or Not

IDADE RECOMENDADA: a partir dos 4 anos

Ripley’s Believe It or Not! em Nova York é um museu que traz muitas curiosidades sobre o nosso mundo de maneira bem interativa. Embora tenha em outras cidades, este é o maior da rede nos Estados Unidos.

Onde fica: 234 West 42nd Street
Horário de funcionamento:
diariamente, das 10h às 23h
Preço:
US$ 25,60 (adulto), US$ 19,20 (criança de 4 a 12 anos) – compra pela internet

 

VEJA MAIS:
ROTEIRO PRÁTICO DE NOVA YORK – LEIA AQUI

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com