Escolha uma Página
Programe-se para a Noeland 2019, evento de Natal em Holambra

Programe-se para a Noeland 2019, evento de Natal em Holambra

Vai começar o Noeland 2019, um evento de Natal superbonito e cheio de atrações na deliciosa cidade de Holambra, a 140 quilômetros de São Paulo.

Ano passado estivemos lá, CONFIRA NESTE POST COMO FOI.

A Noeland é o maior evento de Natal do interior paulista, realizado no Parque da Expoflora, em Holambra.

Tem diversas atrações para crianças, brinquedos, pista de patinação no gelo, piscina de bolinhas e, o mais legal, “tempestade de neve”. 

noeland holambra

Piscina de bolinhas de “neve” da Noeland, em Holambra

 

Além disso, o local é todo decorado com luzes natalinas e tem até a Casa do Papai Noel.

Durante o dia e à noite, há também paradas com desfile de personagens e, claro, do Bom Velhinho. 

Confira como foi a edição anterior da Noeland no vídeo:

 

Novidades da Noeland 2019

A Expoflora, que já cedia seu parque em Holambra para a realização do evento, assumiu a organização da terceira edição e incluiu novas atrações, como apresentações de grupos de dança pelo parque, coral nos janelões do sobrado holandês próximo aos restaurantes, um minissítio e um parque de diversões.

Para a Noeland 2019, haverá três amplos cenários temáticos que convidam os visitantes a viajar na imaginação e na fantasia: a Fábrica de Brinquedos, o Vilarejo e os Alpes, todos incluindo atrações recreativas em meio à decoração.

noeland holambra patinacao

Noeland tem pista de patinação no gelo (Foto: Passaporte Digital)

 

Também serão mantidos a chuva de flocos de neve e de bolhas de sabão e os principais personagens da Noeland – Noelito e Natali – que já conquistaram as crianças.  

💁 Dica da Alê: O lugar tem muitas atrações legais para crianças, porém boa parte delas é paga a parte, outras inclusas no valor do ingresso. Vá preparado.

Como Holambra é a cidade das flores, também serão expostas plantas cultivadas pelos produtores locais e indicadas para as festas de fim de ano.

Também na Noeland, os visitantes podem optar pelo Passeio Turístico a uma fazenda que produz árvores de Natal (tuias holandesas e stricktas) e flores diversas, onde serão instalados painéis interativos ao lado de canteiros coloridos para permitir selfies e fotos.

A cenografia, a ornamentação da Vila de Natal – terá mais de 23 mil adereços e iluminação de mais de 300 árvores com lâmpadas de LED.

noeland 2019

A decoração de Natal da Noeland é realmente o grande destaque do evento (Foto: Divulgação)

 

Ingressos promocionais

Já estão abertas as vendas do quarto e último lote de ingressos promocionais para a Noeland 2019. Para as compras antecipadas até o dia 20 de novembro, os ingressos custam R$ 29,00, metade do valor a ser cobrado na bilheteria do evento (R$ 60,00). Vendas no site www.ingressorapido.com.br.

 

Serviço: Noeland 2019

📅 Quando: de 29 de novembro a 29 de dezembro de 2019
Horário de funcionamento: de sexta a domingo, das 16h à meia-noite.
📍 Onde: Parque da Expoflora, em Holambra, a 140 quilômetros de São Paulo
💰 Preço: Até dia 20 de novembro, ingressos promocionais: R$ 29,00. Na bilheteria: R$ 60,00. Vendas no site www.ingressorapido.com.br.

 

MAIS PASSEIOS COM CRIANÇAS:

Parque Sabina tem dinossauros e pinguins
Conheça o Vale dos Dinossauros, em Olímpia
Um tour pelo Zoológico de São Paulo

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Conheça Joanópolis: Cachoeira dos Pretos e outros pontos turísticos

Conheça Joanópolis: Cachoeira dos Pretos e outros pontos turísticos

Você já conhece Joanópolis, cidade localizada no interior de São Paulo? Mais conhecida como a Capital do Lobisomem, é famosa por suas cachoeiras e por ser um refúgio na deliciosa Serra da Mantiqueira.

Joanópolis fica a 120 km de São Paulo, a aproximadamente 2 horas de viagem, com fácil acesso pela Fernão Dias e pela Dom Pedro I, quase na divisa com Minas Gerais.

joanopolis

Joanópolis, com sua paisagem deliciosa na Serra da Mantiqueira. (Foto: Caio Buni/Prefeitura de Joanópolis)

 

Sabe aquelas cidadezinhas de interior bem típicas, onde tudo acontece na praça da Matriz? Então, Joanópolis é assim, beeemm tranquila.

Por onde você anda, você encontra um boneco de Lobisomem para tirar uma foto. Conta a lenda, que ele costuma aparecer pelas noites de lua cheia na cidade. O fato é que o personagem já virou símbolo local e está por toda a parte, no centro, na lojinha que vende queijos, nos pontos turísticos, sempre tem um “lobisomem” para não te deixar esquecer a lenda mais intrigante de Joanópolis.

joanopolis sp

Junto com o Lobisomem, personagem lendário em Joanópolis (Foto: Passaporte Digital)

 

Entre as atrações mais famosas de Joanópolis estão a Cachoeira dos Pretos e a Cachoeira Escondida. Tem também diversas lojas de queijos, doces e artesanatos, para quem quiser levar uma lembrança do local.

Se for na época de Festa Junina, há muitos eventos gostosos na praça da Matriz, com barraquinhas e shows.

Veja algumas dicas de lugares legais para visitar em Joanópolis.

 

1- Cachoeira dos Pretos Joanópolis

joanopolis-cachoeira-dos-pretos

A mais famosa atração turística de Joanópolis: a Cachoeira dos Pretos (Foto: Divulgação/Prefeitura)

 

A Cachoeira dos Pretos é, sem dúvida, a mais famosa atração turística da cidade. Com sua queda de 154 metros, tem um volume de água que impressiona.

Se você visitar as outras cachoeiras, vai notar que esta é a que tem melhor estrutura turística, com restaurante, lanchonete, banheiros, loja de artesanato e estacionamento (R$ 10,00). Ah, não é permitido entrar com bebidas.

💁 Dica da Alê: Por ter essa infraestrutura, a Cachoeira dos Preto é também a atração mais movimentada da cidade, cheia de turistas aos finais de semana. Por isso, a minha dica é chegar cedo para aproveitar melhor o local.

Além da vista e do contato com a natureza, a Cachoeira dos Pretos também oferece algumas atividades para os visitantes (pagas a parte). Confira.

 

Principais atividades na Cachoeira dos Pretos

  • Tirolesa – R$ 15,00 por pessoa;
  • Passeio de jipe ao topo da Cachoeira – R$ 10,00 por pessoa;
  • Boia Cross – R$ 15,00 por pessoa;
  • Passeio a Cavalo – R$ 15,00;
  • Pedalinho – R$ 10,00 por pessoa;
  • Pista de MotoCross (para crianças) – R$ 10,00 por pessoa;

Preços sujeitos a alteração.

📍 Localização: Acesso pela estrada para São Francisco Xavier, no Bairro dos Pretos, Joanópolis (siga as placas a partir do centro da cidade, fácil acesso)
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 17h
💰 Preço: R$ 10,00 por adulto por carro

 

2- Cachoeira Escondida

joanopolis--cachoeira-escondida

Boa para banho, Cachoeira Escondida fica a 10 km do centro de Joanópolis (Foto: Passaporte Digital)

 

Essa é a minha cachoeira preferida em Joanópolis. Tranquila e ótima para banho, a Cachoeira Escondida está localizada a 10 km do centro da cidade, no Bairro dos Alves.

O acesso é bem fácil, com um trecho de 4 km por estrada de terra em boas condições. Ao chegar, não precisa fazer trilha ou caminhar muito. A cachoeira com suas lindas quedas d´água já estão a poucos metros do estacionamento.

Como fica em uma propriedade privada, paga-se R$ 5,00 por adulto para entrar. Conhecemos o sr. Djair, que é o dono das terras, uma simpatia. Não paga nada para estacionar.

 

Eu curti mais a Cachoeira Escondida do que a mais famosa, a Cachoeira dos Pretos, por ser mais sossegada e, principalmente, por ter uma piscina natural rasinha, excelente para as crianças.

Outra coisa legal é que dá para sentar em algumas pedras e sentir a queda d´água no corpo. Uma injeção de energia! Uma delícia!

joanopolis-cachoeira-escondida

Boa para banho, cachoeira Escondida é boa opção para adultos e crianças (Foto: Passaporte Digital)

A infraestrutura da Cachoeira Escondida ainda está em obra, mas já conta com banheiros e uma lanchonete. 

💁 Dica da Alê: Pode-se levar bebida e comida para consumo no local (não se esqueça de recolher o lixo na saída).

📍 Localização: Estrada bairro dos Alves, Joanópolis (siga as placas da Cachoeira Escondida a partir do centro, não tem erro)
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 17h
💰 Preço: R$ 5,00 por adulto. Estacionamento grátis.

 

3- Cachoeira dos Pires

joanopolis cachoeira dos pires

Cachoeira dos Pires é menor e sem infraestrutura (Foto: Passaporte Digital)

 

A Cachoeira dos Pires está localizada a 3,7 km do centro da cidade, no Bairro dos Pires, e tem livre visitação.

Não espere uma grande cachoeira ou uma estrutura turística. O local é mais “rústico” e simples que as outras duas cachoeiras da cidade.

Tem uma queda d´água maior e uma parte que dá para fazer um esquibunda e cair em uma pequena piscina natural. As pedras deixam a aventura mais “lisa”. Tem que se tomar um pouco mais de cuidado para não escorregar.

💁 Dica da Alê: Acho que a Cachoeira dos Pires só vale a visita se você estiver passando pela estrada local. Se for para tomar banho, prefira a Cachoeira Escondida. Se for para se divertir ou apreciar as quedas d´água, vá até a Cachoeira dos Pretos.

📍 Localização: Estrada bairro dos Pires, Joanópolis (só seguir as placas)

 

4- Empório Cachoeira

joanopolis sp emporio cachoeira

As delícias do Empório Cachoeira, no centro de Joanópolis (Foto: Passaporte Digital)

Sabe aquela conversa boa de interior? Assim foi minha visita ao Empório Cachoeira. O local vende de tudo, de queijos a lembrancinhas, com um atendimento muito gentil.

Conhecemos o dono da loja, o sr. Brás, que fez questão de explicar sobre a qualidade e origem dos produtos que vende. Gente, uma coisa mais gostosa que a outra. Queijos maturados, queijos da serra da canastra, doces artesanais, cachaças, vinhos e antepastos incríveis feitos pelo próprio sr. Brás. 

💁 Dica da Alê: Não deixe de provar a sardela e o tomate seco do Empório Cachoeira: os melhores que eu já provei.

Enfim, um lugar delicioso para fazer comprinhas e provar aquelas delícias de interior.

📍 Localização: Rua Cel. Alípio Cardoso, Joanópolis SP
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 18h

 

Onde fica Joanópolis

joanopolis cachoeira dos pretos

Cachoeira dos Pretos, principal atração turística em Joanópolis (Foto: Passaporte Digital)

Joanópolis é um município tranquilo, localizado na divisa entre o Estado de São Paulo e Minas Gerais (ao lado da cidade e Extrema).

Com um clima gostoso da Serra da Mantiqueira, a Capital do Lobisomem tem cerca de 12 mil habitantes, aquela gostosa comida caseira e a cultura da roça.

Município produtor de água conta com a maior porção de mata atlântica preservada da região, tem cachoeiras, picos e belas paisagens para apreciar.

 

Como chegar a Joanópolis SP

Partindo de São Paulo, siga pela Fernão Dias até Bragança Paulista. Entre no acesso à Joanópolis e siga por mais 18 km. A cidade de Joanópolis fica a cerca de 120 km da capital paulista.

 

MAIS CACHOEIRAS EM SÃO PAULO:

Conheça a Cachoeira Cassorova, em Brotas
O que fazer em Brotas em um fim de semana

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
O que fazer em Buenos Aires de graça

O que fazer em Buenos Aires de graça

Se a grana está curta e você não sabe ao certo o que fazer em Buenos Aires sem gastar muito, vou trazer aqui algumas dicas de passeios gratuitos para aproveitar ao máximo os dias na capital argentina.

Sabemos que Buenos Aires é um excelente destino para quem está com orçamento apertado. A cidade é barata para comer, se hospedar e sempre com muitas promoções de aéreo. Por isso, o brasileiro visita tanto BA.

Quando se fala em atrações gratuitas, sem dúvida, os passeios ao ar livre são a grande pedida, afinal Buenos Aires tem mais de 100 espaços verdes, que vão desde pequenas praças de bairro até grandes áreas protegidas.

Mas não é só isso. Tem muita coisa legal que dá para aproveitar na cidade.

 

O que fazer em Buenos Aires de graça

 

1- Casa Rosada

o que fazer em Buenos Aires de graça

Dá para visitar o interior da Casa Rosada, de graça (Foto: Passaporte Digital)

Sede do Poder Executivo, a Casa Rosada já é bem conhecida de todos os turistas, um dos cartões-postais mais famosas da Argentina, inclusive.

Mas o que você talvez não saiba é que dá para conhecê-la por dentro também, em um tour gratuito que acontece todos os sábados, domingos e feriados, entre 10h e 18h. Mas tem que reservar com antecedência neste site oficial.

💁 Dica da Alê: O passeio dura 60 minutos, com guias em espanhol (dá para entender bem) e inglês. Os grupos saem a cada meia hora. Aproveite, eu achei bem legal!

o que fazer em Buenos Aires

Turistas fotografam gabinete presidencial na Casa Rosada (Foto: Passaporte Digital)


📍 Localização:
Rua Balcarce, 50, Plaza de Mayo – Buenos Aires
Horário de funcionamento: sábados, domingos e feriados, entre 10h e 18h, com tours a cada meia hora
💰 Preço: grátis

 

2- Catedral Metropolitana

o que fazer em buenos aires-catedral

A bela Catedral Metropolitana, pertinho da Casa Rosada (Foto: Flickr/lukas_y2k)

 

Pertinho da Casa Rosada, em frente a Plaza de Mayo, a Catedral Metropolitana de Buenos Aires é belíssima por dentro e por fora, com suas colunas imponentes na fachada (mas parecidas até com uma construção ao estilo grego).

A primeira construção da igreja foi em 1593, mas a obra definitiva aconteceu em 1752, terminando 100 anos depois. Dentro da igreja, tem um mausoléu com os restos mortais do general José de San Martin e um altar barroco esculpido em madeira.

O local tem visitas guiadas em espanhol e outros idiomas, de segunda a sexta-feira, às 11h30.

📍 Localização: Esquina da San Martín com a Avenida Rivadavia (em frente a Plaza de Mayo) – Buenos Aires
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h e 18h30, com missas às 8h30, 12h30 e 17h30. Aos domingos, missa às 10h, 11h30 e 17h30. Museu, de segunda a sexta, das 10h às 14h
💰 Preço: grátis

 

3- Puerto Madero

o que fazer em buenos aires-puerto-madero

Delicioso caminhar por Puerto Madero, em Buenos Aires (Foto: Cristina Yuki Ota Cabrera)

Quando alguém pergunta o que fazer em Buenos Aires sempre tem um passeio por Puerto Madero. Este é um dos bairros mais legais da cidade, com uma espécie de calçadão margeando o rio, ótimo para caminhar em um fim de tarde.

LEIA MAIS: UM PASSEIO POR PUERTO MADERO

O destaque em Puerto Madero fica para a Puente de la Mujer. A obra, projetada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava, representa um casal dançando tango, onde o mastro branco simboliza o homem e a silhueta curva da ponte, a mulher.

📍 Localização: Gorriti Juana Manuela, 700 – Buenos Aires

 

4- Ecoparque

O que fazer em Buenos Aires de graça

O que fazer em Buenos Aires de graça? O Ecoparque, antigo zoo da cidade, é um lugar lindo (Foto: Divulgação)

O antigo zoológico da cidade de Buenos Aires está sendo transformado em um ecoparque interativo e educacional. Se estiver com crianças, não deixe de conhecer!

Atualmente, é possível visitar duas áreas prontas do parque. A primeira é próxima ao lago, onde você encontra patos, pavões e outras aves que circulam livremente. De outro lado, uma área com mais de 200 árvores e outras plantas nativas, em um bonito passeio em meio a fontes e esculturas.

📍 Localização: Avenida Sarmiento 2601, Palermo – Buenos Aires
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 17h
💰 Preço: grátis

 

5- Caminito

caminito_buenosaires

Caminito reúne tango, casas coloridas e restaurantes em Buenos Aires (foto: Tracey & Doug)

 

O que fazer de graça em Buenos Aires? O imperdível bairro Caminito é um dos lugares que não pode faltar no seu roteiro.

Caminito é a rua mais famosa da capital argentina e fica no bairro de La Boca. Trata-se de um lugar muito peculiar, com apresentações de tango ao ar livre, casas coloridas de madeira e chapa de aço e muitos restaurantes bacanas.

VEJA A MATÉRIA COMPLETA SOBRE CAMINITO AQUI

 

6- Feira de San Telmo

o-que-fazer-em-buenos-aires

A tradicional foto com a personagem Mafalda, nas ruas de San Telmo (Foto: Beatrice Murch)

Muito tradicional, a feira acontece no bairro de San Telmo, aos domingos entre 10h e 18h. É um programa perfeito para o final de semana e em que se encontra de tudo um pouco: roupas, calçados, bijuterias, comidas e principalmente antiguidades.

As lojinhas do bairro também são excelentes e têm muitos produtos legais para quem deseja fazer compras. Não se esqueça de tirar uma foto com a personagem Mafalda na esquina entre as ruas Chile e Defensa!

📍 Localização: Calle Defensa, bairro San Telmo – Buenos Aires
Horário de funcionamento: aos domingos, das 10h às 18h
💰 Preço: grátis

 

7- Livraria El Ateneo

A tradicional e mais famosa livraria de Buenos Aires, El Ateneo (Foto: Katie Wheeler)

Essa é a livraria mais linda que já vi até hoje! A livraria El Ateneo fica no antigo teatro Grand Splendid, com parte da arquitetura original preservada!

Além de comprar livros, o lugar tem um café e um espaço para livros infantis. Vale a visita, com certeza!

📍 Localização: Avenida Santa Fe, 1860 – Buenos Aires
Horário de funcionamento: de segunda a quinta-feira, das 9h às 22h, às sextas e sábados, fechamento à meia-noite e aos domingos, das 12h às 22h.
💰 Preço: grátis

 

8- Floralis Genérica

o-que-fazer-em-buenos-aires-floralis

Flor de 23 metros abre e fecha as pétalas conforme a luz do sol (Foto: Linda De Volder)

Ao lado da Universidade de Buenos Aires, no bairro da Recoleta, fica a escultura Floralis Generica, na gostosa Plaza de Las Naciones Unidas.

Desenhada pelo arquiteto Eduardo Catalano, a obra metálica em forma de flor de 23 metros de altura abre e fecha as suas pétalas, de acordo com a luz solar. Rende fotos superlegais.

📍 Localização: Av Pres Figueroa Alcorta, 2301 – Buenos Aires
💰 Preço: grátis

 

9- Museu Nacional de Belas Artes

o que fazer em buenos aires-museu-bellas-artes

Museu Nacional de Belas Artes é boa pedida para apreciar obras do mundo inteiro (Foto: Divulgação)

O Museu Nacional de Belas Artes é um dos mais importantes da América Latina, com a maior coleção de arte do país. Conta com obras de artistas argentinos e estrangeiros, como Berni, Alonso, Castagnino, Velázquez, Rubens, Pettoruti, Marc Chagall, Pollock, Amaral, Kandinsky, Klee, Portinari, Rivera, Degas, Gauguin, Goya, Renoir e Picasso. 

📍 Localização: Av. Del Libertador, 1473 – Buenos Aires
Horário de funcionamento: de terça a sexta-feira 12h30 às 20h30 hs. Sábados e domingos de 9h30 às 20h30. Fechado às segundas-feiras.
💰 Preço: grátis

 

10- Cemitério da Recoleta

o que fazer em buenos aires-cemiterio-recoleta-r maas

Para mim é um pouco estranho, mas há quem goste de visitar cemitérios (Foto: R Maas)

Pode parecer estranho, mas muita gente gosta de visitar esse cemitério que virou atração turística. Confesso que não é meu tipo de passeio, mas fica a dica caso queira conhecer.

O fato é que o cemitério da Recoleta guarda boa parte da história da Argentina. Há túmulos de personalidades do país que são verdadeiras obras de arte, com estátuas e mausoléus de mármore. É bastante visitada por profissionais de arquitetura.

📍 Localização: Junín, 1760 – Buenos Aires
Horário de funcionamento: diariamente, das 7h às 18h
💰 Preço: grátis

MAIS SOBRE BUENOS AIRES:

Explorando o bairro Caminito
Um tour em Puerto Madero
Visite a Casa Rosada, em Buenos Aires

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Um dia no parque Walter World, em Poços de Caldas

Um dia no parque Walter World, em Poços de Caldas

Quem vai a Poços de Caldas com crianças tem que ir ao Parque Walter World.

Localizado a 4 quilômetros do centro de Poços de Caldas, o Walter World parece aquele parque de diversões de antigamente, cheio de brinquedos clássicos, como carrossel, roda-gigante, bate-bate, splash, entre outros.

Este é um passeio que recomendo para passar o dia, ou pelo menos uma tarde. Não vá esperando um parque moderno, cheio de atrações radicais ou algo do tipo. É um lugar mais modesto e antigo, mas meus filhos de 5 e 7 anos aproveitaram bastante. 

 

 

Quem se hospeda em um dos hotéis da rede Nacional Inn tem entrada gratuita no Walter World. Eu fiquei no Vilage Inn, mas a gratuidade vale também para quem está no Golden Park e no Thermas Resort Walter World, que fica inclusive “dentro” do parque, com alguns acessos exclusivos.

VEJA COMO FOI MINHA ESTADIA NO HOTEL VILAGE INN ALL INCLUSIVE

Para quem não é hóspede, confira os valores de entrada no final deste post. O ingresso dá direito a brincar em todas as atrações, exceto o zoológico.

parque-walter-world-carrossel

Carrossel também tem no Waleter World (Foto: Passaporte Digital)

 

Para os adultos, duas a três horas são suficientes para curtir todo o parque. Apesar de ser grande, a maioria das atrações é voltada para crianças até 10 anos. 

O parque tem somente três brinquedos mais “radicais”. A montanha-russa do dragão, que fica logo na entrada, a outra montanha-russa de médio porte que fica bem no fundo do parque, e o barco viking, aqui chamado de barco pirata. 


Brinquedos do Walter World

Para as crianças, o parque Walter World tem atrações que agradam todas as idades, inclusive as menores de cinco anos. Meu filho amou o aviãozinho que a criança aciona um botão e ele sobe e desce, além do tapete voador e a xícara maluca. 

Já a minha filha de 7 anos curtiu a montanha-russa (ela foi corajosa e tinha altura para o brinquedo) e também foi mil vezes em um escorrega gigante que fica em uma embarcação antiga.

parque-walter-world

Parque Walter World tem uma área de brinquedos coberta, excelente para os dias frios (Foto: Passaporte Digital)

Ah, um ponto super positivo do parque Walter World é que ele tem uma área fechada excelente para os dias de chuva ou frio.

Nesta parte fechada, tem brinquedos para crianças até 90 cm de altura, entre eles xícara maluca, aviãozinho, carrinho bate-bate, brinquedão (tipo aqueles de shopping) e o cine 6D, que fiquei supercuriosa para conhecer. Você coloca os óculos e assiste ao filme, mas na verdade não achei nada de diferente dos 3D que já tinha visto.

💁 Dica da Alê: Leve dinheiro. Dentro do parque não é aceito nenhum tipo de cartão.

parque-walter-world-passeio-canoa

Passeio de canoa no lago do Walter World (Foto: Passaporte Digital)

 

Principais atrações do Walter World

  • Montanha-russa do Dragão
  • Roda-gigante
  • Monotrilho
  • Barco Pirata
  • Tapete Voador
  • Minitorre que despenca
  • Twister
  • Roda-gigante
  • Carrossel
  • Castelo Encantado (área fechada com brinquedos infantis)
  • Splash
  • Museu do Exército Brasileiro
  • Barco Pantanal
  • Maria-fumaça
  • Passeio de canoa
  • Bate-bate
  • Balãozinho
  • Montanha-russa
  • Zoológico

 

Museu do Exército

parque-walter-world-museu-exercito

Meu filhote e eu no Museu do Exército, que fica dentro do Parque Walter World (Foto: Passaporte Digital)

Uma das atrações que os adultos mais curtiram no Parque Walter World foi o Museu do Exército Brasileiro. Tem muitos tanques, carros antigos, uniformes e outros objetos que foram utilizados há décadas atrás.

A entrada ao museu é gratuita para quem está no parque. Vale dar uma passada e conhecer um pouco mais desta história.

VEJA MAIS: O QUE FAZER EM POÇOS DE CALDAS

 

Passeio de maria-fumaça

O parque também tem um passeio de maria-fumaça que sai a cada meia hora, com interrupção no horário de almoço.

É uma volta de trenzinho que dura aproximadamente 20 minutos e percorre algumas atrações do parque. As crianças curtiram bastante. Eu achei meio entediante, na verdade! rs…

parque-walter-world-zoo

Passeando pelo zoológico do Walter Park: área precisa de revitalização (Foto: Passaporte Digital)

 

Zoológico

Além dos brinquedos, o Parque Walter World tem um pequeno zoológico.

A atração é paga a parte (R$ 5,00 por pessoa). Sinceramente, não recomendo. Achei que tem poucos animais e o local parece um pouco abandonado. Não perderia tempo ali.

 

Onde comer dentro do parque

parque-walter-world-poços-de-caldas

Parque não tem muitas opções para comer. A dica é levar um lanchinho para a criançada (Foto: Passaporte Digital)

Para mim, a estrutura de alimentação foi um dos pontos negativos do parque, com poucas opções para uma refeição bacana. Por isso, eu aconselho levar um lanchinho ou guloseima para comer. 

A área que seria a praça de alimentação com comidas de diferentes países estava desativada quando estive no parque. Somente uma lanchonete estava aberta, próxima à entrada.

Em outros pontos do parque, você consegue comprar água, refri e sorvetes. Mas comida mesmo, eu não encontrei 🙂

 

Informações úteis Parque Walter World

📍 Localização: Av. Ver. Edmundo Cardilo, 3131, Jardim Del Rey – Poços de Caldas (MG)
Horário de funcionamento: aos sábados e domingos, das 9h às 18h (em alta temporada, aberto também em alguns dias da semana. Consulte o site do parque antes de ir)
💰 Valor do ingresso Walter World: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia, para crianças de 3 a 9 anos e idosos acima de 60 anos). Estacionamento: R$ 5,00 (carro de passeio)

 

MAIS SOBRE POÇOS DE CALDAS:

O que fazer em Poços de Caldas
Conheça o hotel all inclusive Vilage Inn, em Poços de Caldas

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
O que fazer em Poços de Caldas

O que fazer em Poços de Caldas

O que fazer em Poços de Caldas? Quem quer visitar essa pequena e charmosa cidade no sul de Minas Gerais vai encontrar pontos turísticos bem conhecidos e tradicionais, como o Palace Hotel, que já foi um luxuoso cassino na década de 1930, e o teleférico que dá acesso ao Cristo Redentor.

Localizada a 280 km de São Paulo, Poços de Caldas é uma excelente opção para passar um fim de semana ou feriado prolongado, recomendada tanto para famílias com crianças, como casais e grupos de terceira idade.

VEJA TAMBÉM: Um dia no Parque Walter World em Poços de Caldas

Conhecida como a “cidade da lua de mel” (o caso dos meus pais), é muito procurada por conta de suas águas sulfurosas, bem alcalinas e quentinhas, que podem ser encontradas em algumas fontes. Apesar do forte odor, me disseram que a água é limpa e possui características terapêuticas.

💁 Dica da Alê: Sinceramente, eu não bebi a água nem fiz a imersão. Mas quem quiser ter essa experiência pode procurar a Fonte Pedro Botelho ou a Fonte dos Macacos – recomendo verificar se a água é mesmo potável, ok? Já para o banho, o lugar indicado é a famosa Thermas Antônio Carlos. Esse eu queria fazer, mas não deu tempo.

Mas, afinal, o que fazer em Poços de Caldas? Reuni aqui algumas dicas, mas já posso adiantar que tem de tudo um pouco: pracinhas agradáveis, passeio de teleférico, cachoeira, tour de sabores pelo mercado municipal, parque de diversões das antigas e contato com a natureza.

A maioria dos pontos turísticos fica concentrada no centro de Poços de Caldas, a começar pela charmosa Praça Pedro Sanches. É tudo tão pertinho que dá pra conhecer a pé ou de charrete.

Alguns passeios, como a cachoeira Véu das Noivas e o Parque Walter World, já ficam um pouco mais afastados do centro. O ideal é visitá-los em outro dia do seu roteiro. Veja as dicas.

 

O que fazer em Poços de Caldas

 

1- Praça Pedro Sanches

o-que-fazer-em-poços-de-caldas

É claro que tiramos a clássica foto na pracinha de Poços de Caldas (Foto: Passaporte Digital)

 

Toda cidade de interior tem um praça. Em Poços de Caldas não é diferente. Com o famoso Palace Hotel de fundo, a praça Pedro Sanches é realmente uma gracinha.

Tem coreto, letreiro com o nome da cidade e, algumas vezes, rola shows de música e dança por ali. As crianças gostaram mesmo de ficar correndo pela praça e foram direto para o vendedor de sorvetes. Daqueles passeios simples, mas deliciosos de fazer.

📍 Localização: Praça Pedro Sanches, Centro – Poços de Caldas MG

 

2- Palace Hotel Poços de Caldas

o-que-fazer-em-poços-de-caldas-palace-hotel

Fachada do Hotel Palace, frequentado no passado por políticos e celebridades (Foto: Passaporte Digital)

 

Conhecida por suas águas termais, Poços de Caldas também ganhou fama na década de 1930 por conta do Palace Hotel, que naquela época recebia pessoas importantes da sociedade e da política brasileira, incluindo até o ex-presidente Getúlio Vargas.

Tendo até mesmo funcionado como um cassino em seu complexo arquitetônico, em 1946, com a proibição dos jogos, atraía casais em lua de mel.

Em 1989, o Palace Hotel foi tombado pela Constituição do Estado de Minas Gerais, sendo reconhecido como Patrimônio Histórico e Arquitetônico de Poços de Caldas.

📍 Localização: Praça Pedro Sanches, s/nº, Centro – Poços de Caldas – MG

 

3- Thermas Antônio Carlos

Thermas-Antonio-Carlos-Poços-de-Caldas

O Thermas Antonio Carlos oferece banho de águas termais (Foto: MG-7-IPTC Photo)

 

Poços de Caldas ficou famosa no Brasil inteiro por conta de suas águas sulfurosas, atividade que ainda acontece na cidade. E um dos lugares mais famosos e tradicionais para encontrar essas águas é o Thermas Antônio Carlos, em sua belíssima construção de 1931.

As águas das Thermas Antônio Carlos são alcalinas, bicarbonatadas e com predominância de enxofre em sua composição, o que significa que proporcionam banhos revigorantes e com propriedades terapêuticas.

Essas águas nascem do solo a uma temperatura de 45º C e chegam às banheiras, ofurôs e piscinas ainda bem quentes. Que tal experimentar? Eu fiquei com muita vontade, mas não consegui encaixar no roteiro, quem sabe na próxima né?

📍 Localização: Rua Junqueiras, s/nº, Centro, Poços de Caldas – MG
Horário de funcionamento: Terça a domingo, das 9h às 20h

 

4- Parque José Affonso Junqueira

o-que-fazer-em-poços-de-caldas-parque

Delícia caminhar pelo Parque José Affonso Junqueira, no centro de Poços de Caldas (Foto: Passaporte Digital)

 

Ao lado das Thermas Antônio Carlos fica o delicioso Parque José Affonso Junqueira. Com árvores centenárias, o lugar tem um Monumento à Bandeira, um parquinho infantil e a Fonte Luminosa.

É por ali que está também o famoso Calendário Floral, feito por flores e plantas que marcam a data e a estação do ano, com atualização diária.

📍 Localização: Av. Francisco Salles, s/nº – Centro, Poços de Caldas – MG
Horário de funcionamento: diariamente, 24h

 

5- Teleférico e Cristo Redentor de Poços de Caldas

Um dos passeios mais esperados da nossa lista de o que fazer em Poços de Caldas foi, sem dúvida, o teleférico.

É verdade que é um teleférico antigo, em uma cabine fechada para quatro pessoas, que corta a cidade em meio às casas e prédios.

O teleférico leva à Serra de São Domingos, em um percurso de 1.500 metros. No alto da montanha fica o monumento ao Cristo Redentor, a 1.600 metros de altitude. Sem contar a vista, que é linda!

💁 Dica da Alê: Leve uma blusa ou agasalho se for subir no teleférico. Fui no fim de tarde e passei bastante frio. Estava um dia lindo lá embaixo, mas no topo da montanha esfriou bem (sorte que tinha levado um moletom para as crianças).

📍 Localização: Av. Francisco Salles, s/nº – Centro, Poços de Caldas – MG
Horário de funcionamento: diariamente, das 12h30 às 17h (aos finais de semana, aberto a partir das 9h)
💰
Preço: R$25 (ida e volta)

 

6- Mercado Municipal

A visita ao Mercado Municipal é atração obrigatória em seu roteiro em Poços de Caldas.

São tantas banquinhas de queijos, doces e delícias que não dá para pular do roteiro.

Além de fazer a festa comprando tudo quanto é tipo de queijo, a gente ainda teve a grata surpresa de conhecer um café gourmet no segundo andar no mercado. Vale a pena conhecer.

📍 Localização: Rua Pernambuco, s/nº – Centro, Poços de Caldas – MG
Horário de funcionamento: diariamente, das 7h às 18h (aos domingos, fecha ao meio-dia)
💰 Preço: entrada gratuita, estacionamento pago (zona azul)

 

7- Fonte Dos Amores

A Fonte dos Amores é um daqueles passeios bem tradicionais em Poços de Caldas. O lugar tem esse nome por conta da estátua de mármore de dois jovens se abraçando.

Muitos visitantes vão até lá para interagir com os macaquinhos que pegam frutas dos visitantes. No meu roteiro, não deu tempo de ir, mas como é um lugar muito famoso, coloquei aqui para você anotar, caso queira conhecer.

📍 Localização: Rua Piauí, 1 – Centro, Poços de Caldas – MG
Horário de funcionamento: diariamente, das 8h30 às 17h30
💰 Preço: entrada gratuita

 

8- Parque Walter World

Sabe aqueles parques das antigas? Então, o Parque Walter World é daqueles lugares que parecem fazer você voltar ao passado.

O parque é uma graça. Tem carrossel, carrinho de bate-bate, splash, roda-gigante, montanha-russa, entre outras atrações deliciosas para ir com crianças. Meus filhos de 5 e 7 anos amaram.

O legal é que a entrada ao parque é gratuita para quem está hospedado em um dos hotéis da rede Inn. Eu estava no Vilage Inn e fui duas vezes ao parque (que fica praticamente na frente do hotel, dá para ir a pé).

LEIA MAIS SOBRE MINHA HOSPEDAGEM EM POÇOS DE CALDAS AQUI

📍 Localização: Av. Ver. Edmundo Cardilo, 3131 – Jardim Del Rey, Poços de Caldas – MG
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 17h30
💰 Preço: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia entrada). Menores de 3 anos entrada grátis

 

9- Cachoeira Véu das Noivas

A Cachoeira Véu das Noivas fica um pouquinho longe do centro da cidade. Por isso, o ideal é ir antes ou no final da viagem, para otimizar o roteiro.

Vindo de São Paulo, o ideal é fazer uma pausa antes de seguir viagem para o centro de Poços.

A cachoeira é bem bonita, mas não dá para nadar. Só para admirar mesmo.

A estrutura do local é boa e oferece estacionamento gratuito, quiosques com vendas de lances rápidos e bebidas, uma feira de artesanato (ótima para comprar lembrancinhas) e um passeio de trenzinho. As crianças curtiram bastante.

📍 Localização: Av. João Pinheiro (Parque Véu das Noivas), Poços de Caldas – MG
Horário de funcionamento: diariamente, das 8h às 17h30 (sábados, domingos e feriados, fecha às 18h)
💰 Preço: Entrada e estacionamento grátis

 

Compras em Poços de Caldas

o-que-fazer-em-poços-de-caldas-artesanato

Peças de artesanato nas lojinhas da Cachoeira Véu das Noivas (Foto: Passaporte Digital)

 

Quem vai a Poços de Caldas, com certeza vai ver em algum lugar lindos trabalhos de peças decorativas em vidro.

As fábricas/lojas de cristais São Marcos e Cá d’oro são as mais famosas por lá, e ficam no centro da cidade. Eles utilizam técnicas da cidade italiana de Murano para fabricar os cristais.

💁 Dica da Alê: Se quiser uma peça mais simples, no espaço de artesanato da Cachoeira Véu das Noivas tem trabalhos de artesãos locais bem bonitos (não resisti e comprei algumas peças).

Se estiver na cidade no domingo, vale uma visita à Fearpo, Feira de Artesanato de Poços de Caldas que acontece na Praça dos Macacos.

Para comprar queijos, recomendo o Mercado Municipal de Poços de Caldas, no centro. Lá você encontra também outros produtos típicos mineiros como doces, bebidas, manteigas, além de frutas, cereais e artesanato local.

 

Previsão do tempo Poços de Caldas

A cidade mineira de Poços de Caldas está localizada entre as montanhas a 1.200 metros de altitude, com temperatura média de 17º C ao longo do ano.

Fomos no final de julho, mês de inverno, e pegamos um solzinho ameno durante o dia (por volta dos 22 graus) e frio à noite.

 

Quando ir a Poços de Caldas

Poços de Caldas é uma cidade ótima para visitar aos finais de semana e feriados prolongados, em qualquer época do ano.

O inverno também é uma estação seca, onde quase não chove. O verão, embora faça bastante calor, ainda é mais fresco que em muitos lugares, principalmente pela localização montanhosa.

 

Onde ficar em Poços de Caldas

Um destino já bastante conhecido entre turistas brasileiros, especialmente os paulistas, Poços de Caldas tem mais de 50 hotéis, pousadas, chalés e hostels.

As tarifas mais econômicas você consegue no período de baixa temporada ou durante a semana. No inverno, os preços das diários costumam ficar mais salgados.

O centro é a região preferida pela maioria dos viajantes, principalmente para quem visita a cidade pela primeira vez. Quando estive lá, optei por um hotel all inclusive um pouco mais distante do centro e adorei a experiência no Vilage Inn (LEIA AQUI COMO FOI).

 

Onde comer em Poços de Caldas

 

Confesso que como eu fiquei em um hotel all inclusive, não experimentei muito a gastronomia de Poços de Caldas.

No entanto, no restaurante que conheci simplesmente amei a experiência. Próximo ao teleférico, o Becco Gastronomia é uma ótima pedida para quem quer comer bem, com pratos deliciosos. Comi um salmão com arroz negro que estava divino!

📍 Localização: R. Pernambuco, 431 – Centro, Poços de Caldas – MG

 

Como chegar a Poços de Caldas

Se você quiser passar um final de semana ou feriado em Poços de Caldas, veja quais os melhores caminhos para você chegar.

De São Paulo para Poços de Caldas: acesso pela Rodovia dos Bandeirantes/SP-348, BR-050/SP-330 até Campinas, pegue a  Rodovia Gov. Dr. Ademar Pereira de Barros e SP-342 até BR-267 e siga a Rod. Geraldo Martins Costa até a BR-146.

Partindo de Campinas (SP) para Poços de Caldas: Siga pela  Rodovia Gov. Dr. Ademar Pereira de Barros e SP-342 até BR-267 e pegue a Rod. Geraldo Martins Costa até BR-146.

Partindo do Rio de Janeiro (RJ) para Poços de Caldas: Pegue a Via Expressa Pres. João Goulart/Linha Vermelha, BR-116, Rodovia Juscelino Kubitscheck de Oliveira, MG-350 e BR-459 até Rua Corrêa Netto em Poços de Caldas

Partindo de Belo Horizonte (MG) para Poços de Caldas: Acesso pela Av. General David Sarnoff até BR-262/BR-381, em Contagem, siga a BR-381 e BR-491 até MG-453, depois vá pela MG-453 até a BR-267.

MAIS SOBRE POÇOS DE CALDAS:

Hotel all inclusive em Poços de Caldas
Um dia no Parque Walter World em Poços de Caldas

 

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com