Hotel em Foz do Iguaçu excelente para famílias

Hotel em Foz do Iguaçu excelente para famílias

Está procurando um bom hotel em Foz do Iguaçu? A bela cidade das cataratas tem muitas opções de hospedagem. Escolhemos o Rafain Palace Hotel, com excelente custo-benefício, muito conforto, boa comida e ótima estrutura para crianças.

O hotel é lindo e bem grande. Ao todo são 270 apartamentos e 63 mil m2 de área de lazer, com três piscinas, brinquedoteca, recreação, salão de jogos, quadras, campo de futebol, playground, jacuzzi, academia e espaço para eventos.

hotel-foz-do-iguacu

Brinquedoteca do Rafain Palace Hotel é maravilhosa (Foto: Passaporte Digital)

Localizado a 6 km do centro de Foz do Iguaçu, tem fácil acesso a diversos pontos turísticos. Quem for de carro, tem estacionamento cortesia para os hóspedes.

Veja no vídeo como foi nossa estadia no Rafain Palace Hotel. Continue lendo para obter todas as informações sobre a estrutura do hotel e preço das diárias.

 

Hotel em Foz do Iguaçu: estrutura

hotel-foz-do-iguacu

Hotel em Foz do Iguaçu: bonito e confortável (Foto: Passaporte Digital)

 

  • 3 piscinas externas
  • Academia
  • Sauna
  • Jacuzzi
  • Parquinho
  • Espaço kids coberto
  • Quadra de tênis
  • Campo de futebol
  • Salão de jogos
  • Recreação com monitores
  • Estacionamento gratuito para hóspedes

 

Quartos confortáveis

hotel-foz-do-iguacu

Acomodação apartamento premium, do hotel Rafain em Foz do iguaçu (Foto: Passaporte Digital)

 

São diversos tipos de acomodação disponíveis no Rafain Palace Hotel.

Ficamos no apartamento premium! Lindo, todo renovado, com uma decoração muito aconchegante e confortável, com cama king size e duas camas de solteiro.

Os quartos possuem ar-condicionado, frigobar, secador de cabelo, TV e cofre.

 

Áreas de lazer

Adoramos a área da piscina, bem ampla, com guarda-sol, cadeiras e espreguiçadeiras. O bar da piscina também é ótimo (com preços justos e drinques deliciosos), perfeito para quem quer descansar e relaxar. Só para você ter uma ideia, a caipirinha custa R$ 12 e a porção de batata frita sai por R$ 15. Tudo gostoso.

Tudo o que você consumir fica registrado no cartão do quarto. Você só paga na hora do check-out. Bem prático.

hotel-foz-do-iguacu

Parquinho do Rafain Palace Hotel (Foto: Passaporte Digital)

 

Achei que este é um hotel em Foz do Iguaçu perfeito para as crianças. Tem muita opção mesmo: parquinho, campo de futebol, sala de jogos e uma brinquedoteca incrível, chamada Mundo Encantado. O espaço fechado e coberto conta com diversos ambientes, piscina de bolinhas, brinquedão, sala de games e cineminha. Aproveitamos bastante este espaço, especialmente em um dia de chuva (acontece!).

hotel-foz-do-iguacu

Brinquedoteca Mundo Encantado do Rafain (Foto: Passaporte Digital)

 

Outro ponto bem legal do hotel é a recreação. São diversos monitores que dividem as crianças por faixa etária. Achei ótimo para adequar as brincadeiras por idade. Você faz o registro da crianças e coloca uma pulseira, cuja cor indica se a criança pode entrar e sair da recreação sem o monitor ou somente acompanhada.

hotel-foz-do-iguacu

Recreação com monitores”diversão garantida no Rafain (Foto: Passaporte Digital)

 

Gastronomia 

Pegamos a diária com meia pensão no Rafain, que dá direito ao café da manhã e jantar. Foi ótimo, superprático pois chegávamos dos passeios cansados e tínhamos uma refeição nos esperando.

A comida é ótima, com bastante variedade, e diversas sobremesas. As bebidas são cobradas a parte.

hotel-foz-do-iguacu

Café da manhã bem variado (Foto: Passaporte Digital)

O café da manhã foi um ponto alto. Adorei a diversidade de pães, frutas, sucos e bolos. Aliás, quem não gosta de café da manhã de hotel né?

 

Hotel em Foz do Iguaçu: diária

Os valores das diárias no Rafain Palace Hotel variam conforme a temporada e o tipo de quarto, com acomodações a partir de R$ 300.

O check-in a partir das 14h e o check-out é até às 12h.

* Consulte disponibilidade e preços antes da viagem. Os valores podem variar sem prévio aviso.

 

Localização

hotel-foz-do-iguacu

Rafain Palace Hotel fica na região central de Foz do Iguaçu (Foto: Passaporte Digital)

 

O Rafain Palace Hotel fica na Avenida Olímpio Rafagnin, 2357 – Parque Imperatriz, Foz do Iguaçu – Paraná

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | TikTok | Facebook | Pinterest

 

Mais passeios em Foz do Iguaçu

O que tem no Museu da Língua Portuguesa em São Paulo?

O que tem no Museu da Língua Portuguesa em São Paulo?

Saba aquele passeio que te surpreende? Comigo foi assim ao visitar o Museu da Língua Portuguesa, localizado no centro de São Paulo. E o melhor: a entrada é gratuita aos sábados!

E não pense que o lugar tem só livros ou telas que explicam regras do nosso idioma. Não é nada disso. O Museu da Língua Portuguesa tem diversas partes interativas, com muitas informações interessantes e curiosidades que vão chamar a sua atenção.

museu-da-lingua-portuguesa

Museu da Língua Portuguesa traz exposições ficas e temporárias (Foto: Passaporte Digital)

 

Inaugurado em 2006, o Museu da Língua Portuguesa passou por uma grande reforma depois do incêndio ocorrido em 2015. Somente em 2021 foi reaberto ao público com três andares, que abrigam uma ampla coleção de objetos relacionados à história da língua portuguesa, além de atividades interativas, como jogos e simulações, que permitem aos visitantes experimentar de maneira lúdica a evolução da língua.

Veja no vídeo como foi nossa experiência no Museu da Língua Portuguesa em São Paulo. Continue lendo para mais informações sobre preço, horários e atrações.

 

Museu da Língua Portuguesa: exposições

O Museu da Língua Portuguesa tem diversas exposições fixas e algumas temporárias, que ficam no primeiro andar.

Para mim, a parte mais legal foi o “Beco das Palavras”, uma parte interativa, onde você tem que juntar as sílabas projetadas na mesa para formar a palavra e saber mais sobre o significado e origem dela.

museu-da-lingua-portuguesa

Na mesa, você junta as sílabas e descobre curiosidades sobre palavras (Foto: Passaporte Digital)

 

Outra instalação que me chamou a atenção foi “Palavras Cruzadas”. Trata-se de totens com palavras em português que se derivam de outros idiomas. Achei bem interessante saber que butique, chalé e crachá vieram do francês, por exemplo.

Já a exposição Língua Viva traz os diferentes sotaques dentro do próprio país. É muito gostoso ouvir uma mesma palavra dita com sonoridades tão distintas, gírias típicas de cada região, uma delícia. Fiquei uns bons minutos ali escutando.

museu-da-lingua-portuguesa

Escutando os diferentes sotaques da língua portuguesa no museu (Foto: Passaporte Digital)

 

Na seção intitulada “Língua: uma viagem através do tempo” a gente confere a história da língua portuguesa desde suas raízes até a sua globalização, inclusive se pode ouvir palavras de diversos idiomas e ver como elas se relacionam com o português.

Já na parte “Línguas do Mundo”, o visitante pode escutar 23 línguas diferentes através de fones de ouvido. Tem até idiomas de povos indígenas.

museu-da-lingua-portuguesa

O imenso painel Rua da Língua, no Museu da Língua Portuguesa (Foto: Passaporte Digital)

 

Ao chegar no segundo andar, uma tela de 106 metros de extensão chama a atenção de adultos e crianças. Chamada de “Rua da Língua” as palavras vão percorrendo todo o painel mostrando a linguagem do português do cotidiano.

Outra parte que gostei foi o Planetário das Palavras, um cineminha seguido de uma apresentação visual com poemas e músicas brasileiras, com letras projetadas nas paredes. Bem bacana! Ao final da visita, você ainda pode conhecer o terraço da Torre do Relógio.

museu-da-lingua-portuguesa

No terraço do museu você avista a Torre do Relógio (Foto: Passaporte Digital)

 

E tem muito mais coisas para ver e aprender. O museu está lindo, bem interativo e com muita informação e curiosidades sobre o nosso idioma. Reserve umas duas horas para sua visita, ou mais, se quiser ver tudo nos detalhes.

DICA DA ALÊ: Como o museu fica no centro de SP, você pode combinar esse passeio com: – Pinacoteca – Mercadão – Museu Catavento – Farol Santander

museu-da-lingua-portuguesa

O Museu da Língua Portuguesa fica no centro de São Paulo (Foto: Passaporte Digital)

 

Museu da Língua Portuguesa: onde fica

Endereço: Praça da Luz, s/n – Centro de São Paulo

 

Museu da Língua Portuguesa: como chegar

museu-da-lingua-portuguesa

O acesso ao museu pode ser feito por dentro da estação da Luz (Foto: Passaporte Digital)

É muito prático ir para o Museu da Língua Portuguesa de transporte público. É só descer na estação da Luz (metrô ou trem) que tem entrada direto para o Museu da Língua Portuguesa, nem precisa sair para a rua.

 

Museu da Língua Portuguesa: preço

Gratuito aos sábados
De terça a sexta: R$ 20 (inteira)

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | TikTok | Facebook | Pinterest

 

Mais passeios em São Paulo

Farol Santander: como funciona a visita

Farol Santander: como funciona a visita

O Farol Santander é, sem dúvida, um dos prédios mais icônicos de São Paulo. Conhecido como antigo edifício do Banespa (Banco do Estado de São Paulo), o local se tornou um centro de arte, cultura e gastronomia, com diversas exposições fixas e temporárias.

Ebook Guia completo de passeios com crianças

São diversos andares com diferentes galerias e exposições, além de um memorial do banco, mirante, cafés e até pista de skate.

Veja no vídeo o que encontramos na nossa visita ao Farol Santander em São Paulo. E continue lendo para saber todos os detalhes, informações das exposições e horário de funcionamento.

 

Mirante: 26º andar

Quando você chega ao Farol Santander, eles te dão um mapinha com o que vai encontrar em cada andar e recomendam que você comece pelo 26º, onde você encontra o Mirante.

Confesso que não era “o mirante” que eu esperava, mas considerando que é um prédio antigo, está valendo… rs.

farol santander

Mirante do Farol Santander com vista para o centro histórico de São Paulo (Foto: Passaporte Digital)

 

São dois lados de paisagem, onde você consegue ver diversos pontos turísticos e edifícios famosos no centro de São Paulo, como o Mercadão, o Viaduto Santa Ifigênia, o Palácio das Indústrias, onde hoje funciona o Museu Catavento, entre outros.

 

Exposições do Farol Santander: do 19º ao 24º andar

Pode ser que no momento que você esteja lendo esta matéria, as exposições temporárias já sejam outras. Mas a curadoria é sempre bacana e traz coisas bastante interessantes e lindas para quem gosta de arte.

Visitei o Farol Santander no final de janeiro de 2023 e acabei participando da inauguração da exposição “TeamLab: Impermanente Flores Flutuando em Um Mar Eterno”. Foi muito legal!

 

TeamLab: Impermanente Flores Flutuando em Um Mar Eterno

farol santander

Exposição sobre o ciclo da vida é destaque no Farol Santander (Foto: Passaporte Digital)

 

Bastante interativa e com a temática das flores, a exposição ocupa o 22º e 23º andares do Farol Santander e mistura tecnologia, arte e natureza. Criada por um coletivo de arte internacional chamado TeamLab, a mostra traz como mote o ciclo da vida e a continuidade do tempo de maneira bastante sensível e criativa.

As projeções mostram o ciclo de vida das flores em cada estação do ano e também a junção de todos os mares, mostrando a continuidade do tempo e da natureza. É bem bonito.

Em uma das instalações você consegue pintar sua própria flor e depois projetá-la na obra, além de interagir com ela, vendo-a nascer, crescer e morrer, completando todo o ciclo de vida.

farol santander

A flor que eu pintei agora projetada na obra da exposição (Foto: Passaporte Digital)

 

Essa exposição fica no Farol Santander até o dia 21/05/23.

 

Vinicius de Moraes: Por Toda a Minha Vida

Outra exposição que vi no Farol Santander foi sobre o grande poeta e compositor brasileiro, Vinicius de Moraes. Esta é bem documental, com vários objetos, letras de canções escritas por ele, fotografias, capas de discos, enfim, tudo sobre a vida e obra deste artista tão importante para o Brasil.

Tem até uma parte que mostra a principal obra de Moraes voltada para as crianças: o disco A Arca de Nóe, que traz uma das canções infantis mais famosas: A Casa, aquela lá: “ERa uma casa, muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada…” Legal, né?

farol santander

Exposição sobre Vinicius de Moraes fica até o final de fevereiro no Farol Santander (Foto: Passaporte Digital)

 

Essa exposição fica no Farol Santander até o dia 26/02/23.

 

Exposição Vista 360º, de Vik Muniz

Essa é uma exposição permanente, e vale muito dar uma passada para conhecer a obra do artista plástico paulistano Vik Muniz, que faz um trabalho lindo a partir de materiais inusitados, como reciclados, lixo, açúcar, chocolate. É muito interessante.

Para compor a obra Vista 360º, Muniz utilizou materiais encontrados na própria reforma do edifício, formando a paisagem do prédio e arredores com capacetes, pneus, fios, tijolos, madeira. Sério, passa lá pra ver que é demais!

farol santander

Exposição permanente de Vik Muniz no Farol Santander (Foto: Passaporte Digital)

No site do Farol Santander tem um vídeo que mostra como ele criou a obra. É sensacional. CLICA AQUI PRA VER.

Vale lembrar que o ingresso de entrada ao Farol Santander dá acesso a todas as exposições, memorial e espaços de lazer e restaurantes.

 

Memorial do banco: 2º ao 5º andar

Outra parte que achei bem curiosa foi a parte do Memorial do Banco. São quatro andares que mostram um pouco da história do banco e da rotina do sistema bancária na década de 1950.

Em uma das exposições, você consegue ver toda a galeria de fotos de todos os presidentes que passaram pelo Santander, antigo Banespa, desde o primeiro até o atual, além de conhecer a sala da diretoria, presidência e reuniões, ainda com móveis originais da época.

farol santander

Sala da presidência do antigo Banespa, com os móveis originais (Foto: Passaporte Digital)

Também gostei do andar que mostra a construção do edifício, que aconteceu em 1947, inspirado pelo Empire State Building, em Nova York. O prédio tem 162 metros de altura e foi construído para abrigar a sede do antigo Banespa (Banco do Estado de São Paulo).

 

Pista de Skate

Outra curiosidade é o que Farol Santander tem até pista de skate! Achei bem curioso e não esperava por essa.

farol santander

Pista de skate fica no 21 andar do Farol Santander (Foto: Passaporte Digital)

A pista pode ser utilizada através de locação (a partir de R$ 40 por 45 minutos) e eles também oferecem aulas particulares e em grupo, além de equipamentos de segurança.

 

Restaurantes e bares

Como opção para comer, o Farol Santander tem uma cafeteria no térreo e outra no andar do Mirante. Quem preferir refeição, pode ir até o Boteco do 28, com opções de pratos e petiscos.

farol santander

Boteco do 28: uma das opções de alimentação do Farol Santander (Foto: Passaporte Digital)

Também queria ter conhecido o Bar do Cofre, que fica no subsolo e parece ser bem diferente, pois funciona onde ficava o cofre antigo do banco. Mas, infelizmente, o bar só abre de quarta a domingo, e eu fui em uma terça… vai ficar pra próxima.

Dica da Alê: caso você esteja no centro e queira ir comer no boteco, pode pedir um acesso na bilheteria sem ter que pagar a entrada, porém não terá direito a visitar os demais locais do prédio.
 

 

Farol Santander: preço

INGRESSO: R$ 35 (inteira)
Estudantes, crianças e idosos pagam meia. Clientes do Banco Santander também têm desconto na entrada.

 

 

Farol Santander: horário de funcionamento

De terça a domingo, das 9h às 20h

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | TikTok | Facebook | Pinterest

 

Mais passeios em São Paulo

Skyglass Canela: preço e atrações

Skyglass Canela: preço e atrações

Já conhece o Skyglass Canela? Esta é uma das mais recentes atrações da Serra Gaúcha, e nós fomos conferir se vale a pena fazer esse passeio.

Localizado na cidade de Canela, do ladinho de Gramado, o Skyglass tem duas principais atrações. A primeira é uma passarela de vidro a 360 metros de altura. A segunda é o Abusado, um monotrilho suspenso com uma vista incrível para o Vale da Ferradura.

skyglass canela preço

Plataforma de vidro fica a 360 metros de altura (Foto: Passaporte Digital)

 

LEIA MAIS: ROTEIRO COMPLETO DE 3 DIAS EM GRAMADO

 

A estrutura do parque conta ainda com praça de alimentação, loja de souvenir, parquinho ao ar livre e um Memorial do Ferro de Passar.

A seguir, vou contar em detalhes um pouco mais de cada atração do Skyglass Canela. Ou veja no vídeo como foi nossa experiência por lá.

 

Skyglass Canela: preço e atrações

O Skyglass Canela é uma plataforma de aço e vidro, estaiada por cabos de aço, que avança 35 metros sobre o Vale da Ferradura, oferecendo, além de uma vista incrível e panorâmica a 360 metros do Rio Caí.

Confesso que dá um certo medo, uma sensação diferente caminhar sobre o vidro! Mas a vista realmente compensa!

skyglass canela preço

A vista da plataforma de vidro do Skyglass é incrível (Foto: Passaporte Digital)

 

O ingresso dá direito a percorrer a passarela de vidro e permanecer lá pelo tempo que desejar. Mas se quiser ver a natureza de outra forma, pode pagar o ticket completo, que inclui o Abusado, um monotrilho que faz uma volta completa por baixo da plataforma de vidro.

Ele vai bem devagar, para contemplar a beleza do lugar mesmo! Dá um certo medo ficar com os pés suspensos, mas eu encarei! A sensação é de flutuar sobre o vale.

skyglass canela preço

O Abusado tem 10 lugares em um monotrilho suspenso (Foto: Passaporte Digital)

 

Recentemente (quando eu fui ainda não tinha), foi finalizado um deck de madeira, perfeito para curtir o pôr-do-sol ou para tirar fotos do Abusado. O deck tem 200 m² de largura, 16 mesas, 10 bancos e comporta 110  pessoas sentadas.

skyglass canela preço

Novo deck do Skyglass é ótimo para ver o pôr do sol (Foto: Divulgação)

 

O acesso ao parque Skyglass ainda inclui visitação gratuita a uma exposição no Memorial do Ferro de Passar, com mais de 520 exemplares de todo o mundo.

Também há uma praça de alimentação, loja de lembrancinhas e playground. O parquinho tem gangorra, gira-gira e balanço.

skyglass canela preço

Playground do Skyglass em Canela (Foto: Passaporte Digital)

 

 

Skyglass Canela Preço

Ingresso do Skyglass Canela: há duas modalidades a sua escolha:

Entrada para Passarela de Vidro: a partir de R$ 110
Entrada para Passarela de Vidro + Abusado: a partir de R$ 170

Criança de 6 a 12 anos e 60 anos ou mais pagam meia entrada

Preços de baixa temporada, com compra antecipada no site oficial

O tempo de permanência na Plataforma é livre. Já no Abusado, é válido para 01 volta.

– Estacionamento: R$ 20 por 3 horas, depois R$ 10 cada hora adicional

 

Horário de funcionamento Skyglass Canela:

skyglass canela preço

Skyglass fica a 14 quilômetros do centro de Canela (Foto: Divulgação)

 

O Skyglass Canela funciona diariamente, das 9h as 18h.

 

Skyglass Canela: onde fica

O Skyglass Canela fica em uma área de preservação ambiental, a aproximadamente 14 quilômetros do centro de Canela.

Localização: Estrada Municipal CNL 350, Zona Rural – Canela (RS)

 

O que mais visitar em Canela?

Canela tem muitos atrativos para visitar. Você pode combinar sua visita ao Skyglass com outros pontos turísticos da região, como o Parque do Caracol e os Bondinhos Aéreos, ambos com vista incrível para a Cascata Caracol. Desta vez nos não fomos, mas é um lugar maravilhoso que vale muita a pena visitar.

canela_serra gaucha

Cachoeira do Caracol, em Canela, é um dos atrativos da Serra Gaúcha (Foto: Passaporte Digital)

 

Outro ponto turístico perto do Skyglass é o Castelinho Caracol, uma construção histórica de Canela que oferece a tradicional torta de maça alemã, o apfelstrudel.

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | TikTok | Facebook | Pinterest

 

Mais passeios em Gramado e Canela

Inhotim: um dia no museu mais diferente que você já viu

Inhotim: um dia no museu mais diferente que você já viu

Inhotim. Taí um lugar que sempre ouvia maravilhas e ficava pensando: será que é tudo isso mesmo?

Minha resposta depois de visitar: simmmm! E olha que nem sou das mais fanáticas por arte, mas o Inhotim vale muito a visita!

O maior museu a céu aberto do mundo é um imenso jardim com obras de arte contemporânea por todos os lados! Tem instalações, esculturas, fotografias e gravuras de mais de 60 artistas, de 38 nacionalidades. Realmente lindo e inspirador!

Inhotim

Instalação do escultor Robert Irwin, no ponto mais alto do Inhotim (Foto: Passaporte Digital)

 

O Instituto Inhotim fica a aproximadamente 1h30 de Belo Horizonte, na cidade de Brumadinho, em Minas Gerais. Fizemos um bate-volta de carro e foi bem tranquilo. Inclusive o estacionamento é gratuito.

Veja no vídeo como foi nosso dia em Inhotim, ou leia todas as dicas abaixo.

 

 

O QUE VOCÊ VAI VER EM INHOTIM

Um dia pode não ser suficiente para ver tudo que o Inhotim oferece. O local é imenso. São 140 hectares de área verde divididos em zonas por cores, com mais de 700 obras, de 60 artistas de 38 países. Tenho certeza que você vai se impressionar!

Para organizar sua visita, pegue seu mapa na entrada e priorize as áreas que quer visitar primeiro.

Inhotim

Pegue o mapa na entrada e trace sua rota para aproveitar melhor o dia em Inhotim (Foto: Passaporte Digital)

 

Dica da Alê: compre o bilhete do transporte interno para conseguir otimizar seu tempo e ver o máximo de obras possível. Assim, você pode circular entre as áreas em carrinho de golfe, sempre que desejar. Isso foi uma mão na roda no nosso passeio, porque fica muito difícil caminhar a pé em todo o museu.

A cada obra, você tem plaquinhas com o nome do artista e um pouco mais sobre aquele trabalho. Assim, a visita é auto-guiada, embora você tenha opção de fazer tours guiados com educadores do Inhotim.

Inhotim

A obra Linda do Rosário, de Adriana Varejão, em referência ao desabamento de um hotel no RJ (Foto: Passaporte Digital)

 

A maior parte das obras fica ao ar livre, quase que se integrando ao ambiente. Alguns trabalhos porém ficam em galerias internas, e também vale a pena conhecer.

Destaco a galeria da brasileira Adriana Varejão com obras muito sensíveis, como a Linda do Rosário, que traz uma parede com vísceras pintadas, uma referência ao desabamento do Hotel Linda do Rosário, no centro do Rio de Janeiro, em 2002, e o mistério idealizado sobre dois hóspedes, um possível casal de amantes, que mesmo avisados do perigo teriam escolhido permanecer no quarto. Intrigante, né?

 

MINHAS OBRAS FAVORITAS

Um dia apenas pode ser pouco tempo para ver tudo que o Inhotim tem a oferecer. Mas se tiver pouco tempo, sugiro dar uma pesquisada antes no site do museu para privilegiar algumas obras. Vou citar aqui as que eu mais gostei.

 

Rodoviária de Brumadinho, de John Ahearn & Rigoberto Torres

inhotim

A obra retrata os costumes e as tradições de comunidades próximas ao Instituto Inhotim (Foto: Passaporte Digital)

 

Sem título, de Robert Irwin

inhotim

Instalação onde o artista brinca com luz, espaço e sombra (Foto: Passaporte Digital)

 

Beam Drop, de Cris Burden 

inhotim

Obra de Chris Burden feita com 71 vigas vindas de ferros-velhos da região, que foram içadas por um guindaste a 45 metros de altura (Foto: Passaporte Digital)

 

True Rouge, de Tunga 

Inhotim

Obra True Rouge, de Tunga, um dos destaques do Inhotim (Foto: Passaporte Digital)

Celacanto Provoca Maremoto, de Adriana Varejão

inhotim

A obra de Adriana Varejão traz 184 azulejões montados de maneira desordenada (Foto: Passaporte Digital)

 

Invenção da Cor, Penetrável Magic Square #5, de Hélio Oiticica

inhotim

Uma das obras mais icônicas do Inhotim feita pelo pintor brasileiro Hélio Oiticica (Foto: Passaporte Digital)

Narcisus Garden, Yayoi Kusama

Inhotim

A obra faz referência ao mito de Narciso, que se encanta pela própria imagem refletida na água (Foto: Passaporte Digital)

 

JARDINS E LAGOS DO INHOTIM

Além das obras de arte contemporânea, o jardim botânico de Inhotim é um espetáculo a parte. São diversos jardins temáticos, plantas e espécies raras, totalizando mais de 4 mil espécies nativas brasileiras e exóticas de outras partes do mundo.

No total, são mais de 140 hectares de área de visitação, além de uma extensão de 250 hectares de Reserva Particular de Patrimônio Natural Inhotim (RPPN). Apenas se deixei levar pelos caminhos verdes, e lindos, de Inhotim.

inhotim

Inhotim é repleto de lagos e áreas verdes (Foto: Passaporte Digital)

 

ONDE COMER EM INHOTIM

O Inhotim tem total infraestrutura com banheiros, bebedouros de água espalhados pelo parque (leve sua garrafinha) e também restaurantes e cafés.

São dois restaurantes excelentes. Comemos no Restaurante Oiticica, um buffet por quilo com comida brasileira, a R$ 89,90 o quilo. Estava uma delícia!

Quem preferir, também tem o Restaurante Tamboril, por R$ 130 por pessoa, com sobremesa inclusa.

inhotim

Restaurante de comida por quilo é ótima opção no Inhotim (Foto: Passaporte Digital)

 

 

O QUE É E ONDE FICA INHOTIM

O Instituto Inhotim fica em Brumadinho, cidade mineira a 60 km de Belo Horizonte e a 90 km do aeroporto de Confins.

Criado em 2004 para abrigar a coleção particular de arte modernista do empresário Bernardo Paz, foi aberto ao público em 2006. Hoje é considerado o maior museu a céu aberto do mundo, com diversas exposições e galerias, em constante renovação.

inhotim

Inhotim foi aberto ao público em 2006 (Foto: Passaporte Digital)

 

Localização: Rua B, 20 – Inhotim, Brumadinho – Minas Gerais

 

COMO CHEGAR A INHOTIM

Alugamos um carro por R$ 240 e seguimos para Brumadinho a partir de Belo Horizonte. Foi, sem dúvida, o meio mais prático.

Também é possível ir de Uber (talvez o retorno a BH seja mais complicado para conseguir motorista) ou de empresas de turismo locais (veja com seu hotel alguma indicação).

inhotim

Instituto Inhotim fica a 1h30 de Belo Horizonte (Foto: Passaporte Digital)

 

QUANDO IR?

O Inhotim pode ser visitado o ano todo, mas fique atento somente à previsão de chuva, que pode prejudicar a sua experiência, já que estamos falando de um museu a céu aberto.

Se puder, prefira visitar durante a semana que costuma ser mais tranquilo que aos finais de semana e feriados.

 

QUANTO TEMPO FICAR?

inhotim

Apenas um dia pode não ser suficiente para ver todo o museu (Foto: Passaporte Digital)

 

O Inhotim é enoooorme mesmo. Por isso, recomendo que chegue cedo, logo que abrir, para poder conhecer o máximo possível do museu – e ainda pode não ser suficiente.

Nós ficamos apenas um dia e conseguimos conhecer praticamente tudo (o uso do transporte interno é essencial).

No entanto, caso seja um apreciador mais assíduo de arte e quiser conferir as obras mais detalhadamente, sugiro pegar o combo de dois dias e se hospedar em Brumadinho.

 

INHOTIM INGRESSOS

Ingressos:
– Inteira: R$ 50 (1 dia), R$ 88 (2 dias) e R$ 120 (3 dias)
– Meia entrada para crianças e adoslescentes de 6 a 18 anos, idosos com mais de 60 e pessoas com deficiência e seu acompanhante
– Gratuito para crianças de 0 a 5 anos e na última sexta de cada mês (excetos feriados), mediante retirada prévia pelo Sympla

Transporte interno (opcional): R$ 35 por pessoa/dia

DICA DA ALÊ: Entrada é gratuita na última sexta-feira de cada mês (exceto feriados)

– Estacionamento gratuito

*Valores considerados em outubro de 2022, sujeitos a alteração. Para informações, clique no site do Inhotim antes da sua visita.

 

INHOTIM HORÁRIOS

– De quarta a sexta, das 9h30 às 16h30
– Sábados, domingos e feriados, das 09h30 às 17h30

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | TikTok | Facebook | Pinterest

Mais destinos em Minas Gerais

Holambra: Expoflora 2022 já começou na Cidade das Flores

Holambra: Expoflora 2022 já começou na Cidade das Flores

Já visitou Holambra? Se a resposta é não, aproveite para conhecer a cidade e também a Expoflora 2022, a maior exposição de flores e plantas ornamentais da América Latina, que acontece até o dia 25 de setembro.

Conhecida como a Cidade das Flores, Holambra está localizada a 130km de São Paulo. É perfeita para um bate-volta.

O mês de setembro é a época ideal para visitar Holambra, por conta da Expoflora. Este ano, a mostra tem novidades, como a chuva de pétalas e mais 18 ambientes de paisagismo, além da tradicional feira das flores, comidas e danças típicas e até um parquinho de diversões para a criançada.

holambra-expoflora

Expoflora 2022 acontece até o dia 25 em Holambra (Foto: Passaporte Digital)

 

São mais de 250 mil m2 de parque, com estacionamento para até 5 mil veículos e estrutura com lanchonetes, restaurantes e banheiros.

Fui visitar a 39a edição da Expoflora 2022 no primeiro dia de abertura e te conto tudo o que vi por lá.

 

O que tem na Expoflora 2022?

 

Exposição de arranjos florais e plantas

Claro que na maior exposição do setor não poderia faltar plantas e flores dos mais diversos tipos e cores.

holambra-expoflora

Expoflora conta com mais de 200 mil flores e plantas (Foto: Passaporte Digital)

São mais de 200 mil hastes de flores de corte e plantas, além de 75 mil vasos espalhados pelo local. Sem contar os lançamentos de plantas ornamentais cultivadas por mais de 450 produtores e cooperativas. Lindo mesmo!

 

Chuva de pétalas

holambra-expoflora

Chuva de pétala: o momento mais esperado na Expoflora 2022 (Foto: Passaporte Digital)

A chuva de pétalas é um dos momentos mais esperados. Sempre às 16h30, 150 quilos de pétalas coloridas são jogadas nos visitantes através de um duto. Para mim, foi o ponto mais legal do dia. Vale a pena esperar o espetáculo.

 

Mostra de paisagismo 

Paisagistas, arquitetos, decoradores e engenheiros agrônomos, criaram os 18 ambientes que compõem a Mostra de Paisagismo e Decoração, uma das muitas atrações da Expoflora 2022.

holambra-expoflora

Um dos ambientes da mostra de paisagismo, criado pela engenheira agrônoma Iemiria Rezende (Foto: Passaporte Digital)

O tema deste ano é a conexão do homem com a natureza, criando ambientes que purificam o ar e contribuem para a sensação de bem-estar.

 

Parada das flores com carros alegóricos

As 16h, três carros alegóricos decorados com muitas flores conduzem o público até o local onde acontece a chuva de pétalas. Como no dia que fui era a apresentação para a imprensa, não teve essa parte, mas imagino que seja bem bacana.

holambra-expoflora

Em todos os espaços, você vê flores na Expoflora (Foto: Passaporte Digital)

 

Apresentação de danças típicas holandesas

Sempre a partir das 14h30, grupos de dança típica se apresentam em um dos cinco palcos do evento. De colonização holandesa, Holambra traz forte essa tradição cultural.

 

Gastronomia

holambra-expoflora

Provando o waffle típico holandês na Expoflora 2022 (Foto: Passaporte Digital)

Além de toda estrutura de lanchonetes e restaurantes, os visitantes também podem provar delícias da culinária holandesa, como a bolacha stroopwafel (waffle recheado com caramelo) ou o doce batizado de Bloem Pot (flor no pote), que tem até flor comestível. Provei e aprovei!

 

City tour e passeio turístico

holambra-expoflora

Um dos espaços instagramáveis do Magic Garden, em Holambra (Foto: Passaporte Digital)

Quem quiser conhecer um pouco mais da cidade de Holambra pode fazer o city tour (opcional, com custo de R$ 40 por pessoa), que inclui uma visita ao novo Magic Garden.

A 6 km do Parque da Expoflora, o local reúne jardins instagramáveis e um campo de girassóis maravilhoso para fotos.

 

Expoflora 2022 

holambra-expoflora

Maior exposição de flores da América Latina vai até o dia 25 de setembro, em Holambra (Foto: Passaporte Digital)

📍 ONDE: Holambra – SP
Parque da Expoflora – entrada pelo estacionamento em frete ao Moinho dos Povos

📆 QUANDO: de 2 a 25 de setembro, de sexta-feira a domingo, e nos dias 7 e 8 de setembro (quarta e quinta-feira)

⏰ HORÁRIO: das 9h às 19h

💰 INGRESSO: R$ 40,00 (meia-entrada) e R$ 80,00 (inteira)

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

Passeios com crianças perto de São Paulo