Escolha uma Página
Reichstag: como visitar o famoso parlamento alemão

Reichstag: como visitar o famoso parlamento alemão

Reichstag: como visitar o famoso parlamento alemão

O Reichstag, famoso prédio do parlamento alemão em Berlim, é um daqueles passeios gratuitos que valem super a pena!

Por fora, a construção é tradicional e antiga (foi erguido em 1884-1894). Por dentro, sua cúpula toda de ferro e vidro exala modernidade. E é exatamente assim que vi Berlim: uma mistura de história com novidade, uma cidade cheia de atrações culturais e muito divertida!

Pertinho do Portão de Brandenburgo, você pode combinar o passeio ao Reichstag no mesmo dia em que for conhecer o cartão-postal de Berlim. Só não se esqueça de agendar antes a sua visita pelo site do local AQUI.

reichstag-berlim

A moderna cúpula do Reichstag, o famoso parlamento alemão (Foto: Passaporte Digital)

 

 

 

Como visitar o Reichstag

Ao chegar ao Reichstag, você já se impressiona com o belíssimo prédio do parlamento alemão, construído lá no final do século 19.

Projetado pelo arquiteto Paul Wallot, o prédio também conhecido como Bundestag já passou por maus momentos ao longo de sua história: como um incêndio culposo em 1933, além de bombardeios na ocasião da Segunda Guerra Mundial.

reichstag

Edifício histórico do Parlamento Alemão, que já foi até incendiado (Foto: Passaporte Digital)

 

No interior do edifício histórico, o que mais impressiona é a visita ao moderno terraço e cúpula do Reichstag, construída toda em ferro e vidro pelo famoso arquiteto inglês Norman Foster. Você também pode ir para a parte externa, no terraço, e curtir a vista da cidade de Berlim.

💁 Dica da Alê: O local está aberto à visitação diariamente, de graça. Porém é necessário fazer um agendamento prévio pelo site com pelo menos dois dias de antecedência. Para entrar no local, você precisa levar o comprovante da reserva e o passaporte.

reichstag

A parte interna da cúpula do Reichstag, construída toda em ferro e vidro (Foto: Passaporte Digital)

 

Ah, e se quiser saber mais sobre a história do Reichstag e os pontos turísticos ao redor, você pode retirar um áudio guide em português para ouvir durante a visita! Que facilidade!

VEJA ROTEIRO COMPLETO DE BERLIM

 

REICHSTAG – PREÇO E HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

 

💰 Preço: entrada gratuita mediante reserva. Veja dias e horários disponíveis AQUI.

Horário de funcionamento: Diariamente das 18h30 às 21h45 (horário especial em período pós-pandemia. Consulte o site antes da visita). Entrada a cada quinze minutos

O terraço e a cúpula ficam fechados o dia todo em 24 de dezembro e a partir das 16h em 31 de dezembro.

 

 

 

Como chegar ao Reichstag

reichstag

Moderno e inconfundível, o Reichstag tem que estar no roteiro (Foto: Passaporte Digital)

 

📍 Localização: Platz der Republik 1 – Tiergarten, 11011 Berlim

🚆 S-Bahn: Linhas S1, S2, S25, estação S+U Brandenburger Tor; Linhas S5, S7, estação Hauptbahnhof
🚆 U-Bahn: Linha U55, estação  Bundestag
🚌 Ônibus: Linha 100, parada Reichstag/Bundestag

📅 Reservas: É necessário agendar a visita pelo site.

 

MAIS SOBRE EUROPA:

Roteiro de Barcelona
Roteiro de Roma
Roteiro de Amsterdã

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!

 

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Dicas de Munique: Roteiro de 3 dias

Dicas de Munique: Roteiro de 3 dias

Dicas de Munique: Roteiro de 3 dias

Gosta de cerveja? Vá para Munique. Curte história e arte? Vá para Munique. Quer comer bem? Vá para Munique. E tem muito mais nesta cidade encantadora ao sul da Alemanha. Famosa pela Oktoberfest, maior festival de cerveja do mundo que acontece entre setembro e outubro, Munique atrai também pelos famosos pontos turísticos, como a praça Marienplatz e o palácio de Nymphenburg. Para você não perder nada, reunimos dicas de Munique para um roteiro de 3 dias – menos que isso vai ficar faltando alguma coisa para ver. Aliás, se conseguir reserve pelo menos cinco dias inteiros para curtir o destino.

Mas antes de ver as dicas do nosso ROTEIRO (links logo abaixo), vale ressaltar algumas informações importantes sobre a cidade.

 

ROTEIRO DIA 1: Marienplatz, Igreja Frauenkirche e mais
ROTEIRO DIA 2: Palácio de Nymphenburg, Parque Olímpico e mais
ROTEIRO DIA 3: Residenz, parque Englischer Garten e mais

 

DICAS DE MUNIQUE: CLIMA

oktoberfest-munique Tendas oferecem cerveja e comidinhas na tradicional Oktoberfest de Munique (Foto: Divulgação)[/caption]

O clima em Munique é moderado para os padrões europeus, sem temperaturas extremas, tanto no inverno como no verão. Entre maio e setembro fica ainda mais gostoso visitar Munique, pois o clima é mais quente (embora ocorram mais chuvas) e o sol se põe às 10 da noite, ideal para passeios ao ar livre. Ah, e não se esqueça que fim de setembro e outubro geralmente ocorre a Oktoberfest, o maior fetival de cerveja do mundo, período em que a cidade fica bem mais lotada.

 

DICAS DE MUNIQUE: ONDE FICAR

Para facilitar a locomoção, a dica é se hospedar no centro histórico de Munique. Assim, você fica pertinho dos principais pontos turísticos e históricos – dá até para ir a pé – e contará com estações de metrô bem próximas.

 

DICAS DE MUNIQUE: GASTRONOMIA

Se quiser provar uma refeição típica de Munique, experimente o famosa “Weisswurst”: um prato típico da região da Baviera feito com salsicha branca à base de vitela e ervas, acompanhado de mostarda adocicada. Também não deixe de comer o “Brezn”, uma espécie de pão trançado. Para beber, claro, um “Maß” (leia-se “maas”), cerveja servida em canecos de um litro.

 

IR PARA ROTEIRO DIA 1
IR PARA ROTEIRO DIA 2
IR PARA ROTEIRO DIA 3


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Dicas de Munique | Roteiro dia 1: Marienplatz, museus e cervejaria

Dicas de Munique | Roteiro dia 1: Marienplatz, museus e cervejaria

Dicas de Munique | Roteiro dia 1: Marienplatz, museus e cervejaria

Conhecida pela tradicional festa da cerveja, a Oktoberfest, Munique é uma cidade que consegue reunir patrimônio histórico, povo hospitaleiro e boa gastronomia. Neste roteiro de 3 dias, reunimos dicas de Munique para você aproveitar ao máximo o seu tempo por lá.

No primeiro dia do roteiro de Munique tem as atrações mais famosas do destino: como a Praça Marienplatz, a Igreja Frauenkirche e o mercado municipal a céu aberto com suas comidas deliciosas. Confira.

 

1. Praça Marienplatz

Munique-Marientplatz

Um dos cartões-postais de Munique, a praça Marientplatz

A praça Marienplatz é o coração de Munique. O local, que já foi usado para torneios na Idade Média, abriga prédios históricos, como o da prefeitura (Neue Rathaus), construído em estilo gótico, e o famoso relógio de bonequinhos dançantes, que toca todos os dias às 11h da manhã e atrai uma multidão de turistas. Veja no vídeo abaixo:

 

2. Igreja Frauenkirche

dicas-de-munique

Da belíssima Igreja Frauenkirche, em Munique, é possível avistar os Alpes Bávaros (foto: Viator)

Frauenkirche é a Igreja de Nossa Senhora, construída entre 1468 e 1488. O que mais chama a atenção nela são as duas torres de 99 metros de altura. Do alto, dá para ter uma vista linda de Munique e até dos Alpes próximos dali.

 

IR PARA O ROTEIRO DIA 2

 

3. Mercado Viktualienmarkt

munique-mercado

Que tal uma pausa para o almoço no mercado municipal de Munique? (Foto: Marcus Brown)

Se a fome apertar, dê uma parada no Viktualienmarkt, o mercado municipal a céu aberto de Munique que existe há mais de 200 anos. Ali, você encontra queijos, salsichas, frutas, pães, peixes e muito mais.

 

4. Kunstareal

munique-Museu Brandhorst

O Museu Brandhorst é dos muitos de Munique que valem a pena conhecer

Munique tem uma grande variedade de museus, e Kunstareal é considerado o espaço das artes de Munique, com 16 dele. Destaque para o Museu Brandhorst, que apresenta arte moderna.

 

5. Cervejaria Hofbräuhaus

Hofbräuhaus uma cervejaria fantástica

Fundada em 1589, a Hofbräuhaus foi aberta ao público em geral apenas em 1830.

 

Para finalizar o primeiro dia de roteiro, esta é uma cervejaria que vale a visita. Fundada em 1589, a Hofbräuhaus foi aberta ao público em geral apenas em 1830. Além de degustar a tradicional bebida alemã, você assiste a apresentações de bandas de música típica do país.
Onde fica: Platz 9
Horário de funcionamento: diariamente das 9h às 23h30

 

VEJA OUTRAS DICAS DE MUNIQUE:

ROTEIRO DIA 2
ROTEIRO DIA 3

VOLTAR AO ROTEIRO COMPLETO

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Dicas de Munique | Roteiro dia 2: Palácio de Nymphenburg, Mundo BMW e mais

Dicas de Munique | Roteiro dia 2: Palácio de Nymphenburg, Mundo BMW e mais

Dicas de Munique | Roteiro dia 2: Palácio de Nymphenburg, Mundo BMW e mais

Conhecida pela tradicional festa da cerveja, a Oktoberfest, Munique é uma cidade que consegue reunir patrimônio histórico, povo hospitaleiro e boa gastronomia. Neste roteiro de 3 dias, reunimos dicas de Munique para você aproveitar ao máximo o seu tempo por lá.

No segundo dia do roteiro, você vai conferir o luxuoso palácio Nymphenburg. Tem também museu de carro e estádio de futebol, como o do time da cidade Bayern de Munique. Confira.

 

1. Palácio de Nymphenburg

Munique e o palácio de Nymphenburg

Era no luxuoso Palácio de Nymphenburg que os antigos reis da Baviera passavam o verão (Foto: Magnus Hagdorn/Flickr)

Para começar o dia com encantamento total, a dica é ir ao Palácio de Nymphenburg. Esse imponente castelo barroco de 1675 era a casa de veraneio de reis da Baviera, e hoje funciona como museu. No interior dele, você confere diversos artigos da luxuosa decoração do palácio e também o belo jardim botânico, com um lago onde é possível até andar de gôndola (a partir de € 15).

Onde fica: Schloss Nymphenburg, 80638
Horário de funcionamento: diariamente, das 10h às 16h (horário ampliado no verão)
Preço: a partir de € 6

 

IR PARA O ROTEIRO DIA 3

 

2. Parque Olímpico


O Olympiapark, ou Parque Olímpico, foi construído para as Olimpíadas de 1972. Lá tem lagos, pistas de ciclismo e restaurantes. Quem for um pouco mais radical, pode fazer as atividades de aventura, como por exemplo escalar o teto do estádio (a partir de € 43). Se estiver por lá em agosto, aproveite para curtir o Festival de Verão.

Onde fica: Spiridon-Louis-Ring 21

 

VEJA O VÍDEO DO PARQUE OLÍMPICO DE MUNIQUE 

 


3. Mundo BMW

O prédio futurista do BMW Welt, conhecido como Mundo BMW, reúne a fábrica e o museu da marca de automóveis. No local, os turistas conferem desde os modelos de carros mais antigos até os mais recentes lançamentos.

Uma das dicas de Munique é o Mundo BMW

O prédio futurista da fábrica e museu da BMW em Munique (foto: Divulgação)

Onde fica: Am Olympiapark 1
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 1oh às 18h (fechado às segundas)
Preço: € 8 (adulto)

 

4. O Allianz Arena é uma das dicas de Munique

O Allianz Arena fica aos arredores de Munique

O imponente estádio do Bayern de Munique vale a visita (Foto: Jim Trodel)

Quem curte futebol vai adorar dar uma passadinha pela casa do Bayern de Munique. No Allianz Arena dá para fazer um tour guiado pelo estádio (em alemão ou inglês) e comprar lembrancinhas do time da casa. Essa é uma das dicas de Munique imperdíveis, ainda mais se você tiver a sorte de visitar o estádio em dia de jogo.

Onde fica: Werner-Heisenberg-Allee 25
Preço: tour € 10 (adulto), € 11 (criança de 6 a 13 anos)

 

VEJA OUTRAS DICAS DE MUNIQUE:

ROTEIRO DIA 1
ROTEIRO DIA 3

VOLTAR AO ROTEIRO COMPLETO


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Dicas de Munique | Roteiro dia 3: Englischer Garten, Residenz e mais

Dicas de Munique | Roteiro dia 3: Englischer Garten, Residenz e mais

Dicas de Munique | Roteiro dia 3: Englischer Garten, Residenz e mais

Conhecida pela tradicional festa da cerveja, a Oktoberfest, Munique é uma cidade que consegue reunir patrimônio histórico, povo hospitaleiro e boa gastronomia. Neste roteiro de 3 dias, reunimos dicas de Munique para você aproveitar ao máximo o seu tempo por lá.

No último dia do roteiro, você vai conferir um dos maiores parques urbanos do mundo, o Englischer Garten, onde é possível até surfar. Tem, ainda, palácio real, compras e cervejaria, afinal, ninguém é de ferro. Confira.

 

1. Residenz

munique-residenz

Residenz é considerado um dos palácios urbanos mais bonitos da Europa (foto: Divulgação)

A Residenz, ou Residência Real, é formada por um conjunto de prédios com 10 pátios internos e centenas de cômodos. Construído há mais de 400 anos, é considerado um dos palácios urbanos mais bonitos da Europa.
Onde fica: Residenzstraße
Horário de funcionamento: diariamente, das 10h às 17h (horário ampliado no verão)
Preço: a partir de 7 euros

 

2. Englischer Garten e Rio Isar

Você vai se surpreender no Englischer Garten, um dos maiores parques urbanos do mundo, que tem até “praias” improvisadas no verão. Ah, não se assuste se encontrar um pessoal tomando sol totalmente sem roupa por lá. Também tem um lugar que forma ondas pela pressão da água, daí o pessoal aproveita para surfar. Veja no vídeo abaixo.

 

VEJA O VÍDEO DO ENGLISCHER GARTEN:

Neste local, é possível também conhecer o maior Biergarten de Munique, com 6 mil lugares – fica perto da torre chinesa (Chinesischer Turm). Só um parenteses importante: Biergarten, ou “jardim da cerveja”, são grandes mesas onde locais e turistas se sentam para tomar cerveja e comer. Já em um dos canais do Rio Isar, surfistas fazem fila para praticar o esporte ali mesmo, já que se formam ondas com a pressão da água. É bem divertido.

 

3. Neuhauser Strasse e Kaufinger Strasse

munique-karlsplatz

Karlsplatz, praça tranquila no centro de Munique (foto: Divulgação)

No centro da cidade, as ruas fechadas para pedestres ligam a praça Karlsplatz à famosa Marienplatz, passando pelo Karlstor, o portão medieval da cidade. Com construções imponentes, reúne as principais lojas de Munique, além de restaurantes, livrarias e cafés.

 

4. Augustiner

munique-augustiner

No fim do dia, a pedida pode ser ir a uma das mais famosas cervejarias de Munique (foto: Divulgação)

Se quiser terminar o dia bebendo, a dica é o famoso restaurante da Augustiner, uma das cervejarias típicas de Munique.
Onde fica: Landsberger Straße 31-35

 

VEJA OUTRAS DICAS DE MUNIQUE:

ROTEIRO DIA 1
ROTEIRO DIA 2

VOLTAR AO ROTEIRO COMPLETO

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Passeios bacanas em Dusseldorf, na Alemanha

Passeios bacanas em Dusseldorf, na Alemanha

Dusseldorf, na Alemanha, é bastante conhecida por suas feiras e eventos e até mesmo pelo seu carnaval, que acontece sempre em fevereiro. Moderna, cosmopolita e festeira, é também um importante centro econômico repleto de atrações legais, como a torre Rheinturm, a praça Marktplatz e o palácio Benrath. Sabe aquela cidade gostosa, animada, boa para sentar numa mesa em um fim de tarde e tomar uma boa cerveja? É ali mesmo.

LEIA TAMBÉM: Roteiro completo de Berlim

O calçadão às margens do rio Reno é um dos pontos de encontro mais populares de Dusseldorf. De lá, a dica é seguir até o MedienHafen com edifícios projetados por arquitetos internacionalmente famosos, como Frank O. Gehry, sem contar que tem vários bares, bistrôs e restaurantes.

dusseldorf_KoBogen

Kö-Bogen é um complexo bastante moderno, projetado pelo arquiteto Daniel Libeskind (foto: Wojtek Gurak)

Falando em modernidade, também não poderia deixar de citar o Kö-Bogen, um complexo de lojas e escritórios composto por dois edifícios interligados, projetados pelo arquiteto polonês naturalizado norte-americano Daniel Libeskind. É lindo.

Outro ponto turístico bacana é a praça Marktplatz, no coração da Altstadt, a chamada “cidade velha”. O local também é repleto de bares e cervejarias. Vale a pena aproveitar para pedir uma cerveja – em Dusseldorf a mais tradicional é a Alt Bier, de cor escura e de alta fermentação.

Quem quiser ver a cidade de cima, pode subir a torre Rheinturm e apreciar a vista a 234 metros de altura.

Artes e compras em Dusseldorf

A Königsallee, carinhosamente chamada de “Kö”, é uma das ruas de compras mais luxuosas da Europa. Tem lojas de grifes como Dior, Cartier, Bulgari, Gucci e Zegna. Perto dali, estão também museus e salas de exposições. Os principais são o Museum Kunst Palast, com lindas pinturas dos séculos XVI-XX, o Goethemuseum, localizado no Hofgarten do Schloss Jägerhof (1752), e o Kunstsammlung Nordrhein-Westfalen, onde se encontra o acervo de arte do estado.

dusseldorf_benrath

O Palácio Benrath, com seu belos jardins, é ótima opção de passeio em Dusseldorf (Foto: Nick Murphy)

Também não deixe de conferir o Palácio Benrath, a casa de teatro Schauspielhaus e a ópera Deutsche Oper am Rhein.

Quem estiver em Dusseldorf pode dar um pulinho em Colônia, que fica a 40 quilômetros de distância.

VEJA MAIS: Tudo sobre o Museu da Porsche na Alemanha