Escolha uma Página
Parque Nacional do Iguaçu: confira preços, como e quando ir

Parque Nacional do Iguaçu: confira preços, como e quando ir

O Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, sim, aquele onde você visita as famosas cataratas está com novo preço do ingresso.

O valor foi reajustado em 3,5% desde o dia 1º de novembro de 2019. Agora, para visitar o Parque Nacional do Iguaçu os brasileiros pagam R$ 43,00 (adulto), que inclui ingresso, transporte da entrada até as cataratas e o fundo de preservação. 

Já as crianças de 2 a 11 anos e idosos a partir de 60 anos pagam apenas R$ 11,00 para conhecer o Parque Nacional do Iguaçu.

CONFIRA MAIS PASSEIOS EM FOZ DO IGUAÇU ALÉM DAS CATARATAS

parque-nacional-do-iguaçu-preços

Confira os novos preços do Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu (Fonte: Parque Nacional do Iguaçu)

 

Como e quando visitar o Parque Nacional do Iguaçu

Parque Nacional do Iguaçu

Entrada para o Parque Nacional do Iguaçu tem novos preços a partir de novembro (Foto: Passaporte Digital)

Patrimônio Natural na Humanidade e uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza, as Cataratas do Iguaçu ficam dentro do Parque Nacional do Iguaçu. Logo na entrada, os visitantes embarcam em um dos ônibus que levam até o início das trilhas. O local ainda tem outras atrações, como o Macuco Safari (para ver as cataratas de barco) e a Trilha do Poço Preto (9 quilômetros a pé, de bike ou carro elétrico).

Mas o que mais encanta os visitantes do parque é, sem dúvida, as maravilhosas quedas d´água. Caminhando por toda a extensão das trilhas, há vários pontos de parada, com vários ângulos diferentes das cataratas. Um mais lindo que o outro.

💁 Dica da Alê: Chegando nas Cataratas, você já vai dar de cara com muitos quatis. Eles são fofos, mas tenha cuidado, porque eles costumam “roubar” a comida de visitantes. Meus filhos até ficaram com um pouco de medo, mas é só manter uma certa distância que não tem problema.

O percurso todo tem cerca de 1.200 metros de extensão. Mas é praticamente só descida, super fácil de fazer, até mesmo com crianças. Recomendo levar protetor solar (embora a trilha seja quase toda coberta pelas árvores) e repelente.

No final desta trilha, tem um acesso para a chamada Garganta do Diabo, uma espécie de “ponte” que fica bem de frente para as cataratas. É incrível! Você acaba se molhando um pouco, mas foi até bom porque estava bem calor. Eu não achei necessário comprar capa de chuva, que aliás vendedores ambulantes tentam te empurrar logo na entrada.

 

Parque Nacional do Iguaçu: valor do ingresso

A entrada para o Parque Nacional do Iguaçu tem valores diferentes para brasileiros, sul americanos e estrangeiros.

Confira todos os valores para o Parque Nacional do Iguaçu

ENTRADA BRASILEIROS
💰 Preço: R$ 43,00 (adulto) e R$ 11,00 (criança de 2 a 11 anos) e idosos (acima de 60)

ENTRADA MERCOSUL (Argentinos, Paraguaios, Uruguaios e Venezuelanos)
💰 Preço: R$ 57,00 (adulto) e R$ 11,00 (criança de 2 a 11 anos) e idosos (acima de 60) 

ENTRADA ESTRANGEIROS
💰 Preço: R$ 72,00 (adulto) e R$ 11,00 (criança de 2 a 11 anos) e idosos (acima de 60)

💰 Estacionamento: R$ 24,00

📍 Localização: Av das Cataratas, km 18 – Foz do iguaçu

Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 17h

LEIA MAIS SOBRE AS CATARATAS DO IGUAÇU AQUI

 

Os ingressos dos parques nacionais são reajustados anualmente, obedecendo ao Índice de Preços ao Consumidor (IPCA), com vistas a repor as perdas da inflação.  

Os novos valores podem ser conferidos na Portaria nº 547, de 27 de setembro de 2019, disponível em: https://bit.ly/32hMcpn

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Conheça Joanópolis: Cachoeira dos Pretos e outros pontos turísticos

Conheça Joanópolis: Cachoeira dos Pretos e outros pontos turísticos

Você já conhece Joanópolis, cidade localizada no interior de São Paulo? Mais conhecida como a Capital do Lobisomem, é famosa por suas cachoeiras e por ser um refúgio na deliciosa Serra da Mantiqueira.

Joanópolis fica a 120 km de São Paulo, a aproximadamente 2 horas de viagem, com fácil acesso pela Fernão Dias e pela Dom Pedro I, quase na divisa com Minas Gerais.

joanopolis

Joanópolis, com sua paisagem deliciosa na Serra da Mantiqueira. (Foto: Caio Buni/Prefeitura de Joanópolis)

 

Sabe aquelas cidadezinhas de interior bem típicas, onde tudo acontece na praça da Matriz? Então, Joanópolis é assim, beeemm tranquila.

Por onde você anda, você encontra um boneco de Lobisomem para tirar uma foto. Conta a lenda, que ele costuma aparecer pelas noites de lua cheia na cidade. O fato é que o personagem já virou símbolo local e está por toda a parte, no centro, na lojinha que vende queijos, nos pontos turísticos, sempre tem um “lobisomem” para não te deixar esquecer a lenda mais intrigante de Joanópolis.

joanopolis sp

Junto com o Lobisomem, personagem lendário em Joanópolis (Foto: Passaporte Digital)

 

Entre as atrações mais famosas de Joanópolis estão a Cachoeira dos Pretos e a Cachoeira Escondida. Tem também diversas lojas de queijos, doces e artesanatos, para quem quiser levar uma lembrança do local.

Se for na época de Festa Junina, há muitos eventos gostosos na praça da Matriz, com barraquinhas e shows.

Veja algumas dicas de lugares legais para visitar em Joanópolis.

 

1- Cachoeira dos Pretos Joanópolis

joanopolis-cachoeira-dos-pretos

A mais famosa atração turística de Joanópolis: a Cachoeira dos Pretos (Foto: Divulgação/Prefeitura)

 

A Cachoeira dos Pretos é, sem dúvida, a mais famosa atração turística da cidade. Com sua queda de 154 metros, tem um volume de água que impressiona.

Se você visitar as outras cachoeiras, vai notar que esta é a que tem melhor estrutura turística, com restaurante, lanchonete, banheiros, loja de artesanato e estacionamento (R$ 10,00). Ah, não é permitido entrar com bebidas.

💁 Dica da Alê: Por ter essa infraestrutura, a Cachoeira dos Preto é também a atração mais movimentada da cidade, cheia de turistas aos finais de semana. Por isso, a minha dica é chegar cedo para aproveitar melhor o local.

Além da vista e do contato com a natureza, a Cachoeira dos Pretos também oferece algumas atividades para os visitantes (pagas a parte). Confira.

 

Principais atividades na Cachoeira dos Pretos

  • Tirolesa – R$ 15,00 por pessoa;
  • Passeio de jipe ao topo da Cachoeira – R$ 10,00 por pessoa;
  • Boia Cross – R$ 15,00 por pessoa;
  • Passeio a Cavalo – R$ 15,00;
  • Pedalinho – R$ 10,00 por pessoa;
  • Pista de MotoCross (para crianças) – R$ 10,00 por pessoa;

Preços sujeitos a alteração.

📍 Localização: Acesso pela estrada para São Francisco Xavier, no Bairro dos Pretos, Joanópolis (siga as placas a partir do centro da cidade, fácil acesso)
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 17h
💰 Preço: R$ 10,00 por adulto por carro

 

2- Cachoeira Escondida

joanopolis--cachoeira-escondida

Boa para banho, Cachoeira Escondida fica a 10 km do centro de Joanópolis (Foto: Passaporte Digital)

 

Essa é a minha cachoeira preferida em Joanópolis. Tranquila e ótima para banho, a Cachoeira Escondida está localizada a 10 km do centro da cidade, no Bairro dos Alves.

O acesso é bem fácil, com um trecho de 4 km por estrada de terra em boas condições. Ao chegar, não precisa fazer trilha ou caminhar muito. A cachoeira com suas lindas quedas d´água já estão a poucos metros do estacionamento.

Como fica em uma propriedade privada, paga-se R$ 5,00 por adulto para entrar. Conhecemos o sr. Djair, que é o dono das terras, uma simpatia. Não paga nada para estacionar.

 

Eu curti mais a Cachoeira Escondida do que a mais famosa, a Cachoeira dos Pretos, por ser mais sossegada e, principalmente, por ter uma piscina natural rasinha, excelente para as crianças.

Outra coisa legal é que dá para sentar em algumas pedras e sentir a queda d´água no corpo. Uma injeção de energia! Uma delícia!

joanopolis-cachoeira-escondida

Boa para banho, cachoeira Escondida é boa opção para adultos e crianças (Foto: Passaporte Digital)

A infraestrutura da Cachoeira Escondida ainda está em obra, mas já conta com banheiros e uma lanchonete. 

💁 Dica da Alê: Pode-se levar bebida e comida para consumo no local (não se esqueça de recolher o lixo na saída).

📍 Localização: Estrada bairro dos Alves, Joanópolis (siga as placas da Cachoeira Escondida a partir do centro, não tem erro)
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 17h
💰 Preço: R$ 5,00 por adulto. Estacionamento grátis.

 

3- Cachoeira dos Pires

joanopolis cachoeira dos pires

Cachoeira dos Pires é menor e sem infraestrutura (Foto: Passaporte Digital)

 

A Cachoeira dos Pires está localizada a 3,7 km do centro da cidade, no Bairro dos Pires, e tem livre visitação.

Não espere uma grande cachoeira ou uma estrutura turística. O local é mais “rústico” e simples que as outras duas cachoeiras da cidade.

Tem uma queda d´água maior e uma parte que dá para fazer um esquibunda e cair em uma pequena piscina natural. As pedras deixam a aventura mais “lisa”. Tem que se tomar um pouco mais de cuidado para não escorregar.

💁 Dica da Alê: Acho que a Cachoeira dos Pires só vale a visita se você estiver passando pela estrada local. Se for para tomar banho, prefira a Cachoeira Escondida. Se for para se divertir ou apreciar as quedas d´água, vá até a Cachoeira dos Pretos.

📍 Localização: Estrada bairro dos Pires, Joanópolis (só seguir as placas)

 

4- Empório Cachoeira

joanopolis sp emporio cachoeira

As delícias do Empório Cachoeira, no centro de Joanópolis (Foto: Passaporte Digital)

Sabe aquela conversa boa de interior? Assim foi minha visita ao Empório Cachoeira. O local vende de tudo, de queijos a lembrancinhas, com um atendimento muito gentil.

Conhecemos o dono da loja, o sr. Brás, que fez questão de explicar sobre a qualidade e origem dos produtos que vende. Gente, uma coisa mais gostosa que a outra. Queijos maturados, queijos da serra da canastra, doces artesanais, cachaças, vinhos e antepastos incríveis feitos pelo próprio sr. Brás. 

💁 Dica da Alê: Não deixe de provar a sardela e o tomate seco do Empório Cachoeira: os melhores que eu já provei.

Enfim, um lugar delicioso para fazer comprinhas e provar aquelas delícias de interior.

📍 Localização: Rua Cel. Alípio Cardoso, Joanópolis SP
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 18h

 

Onde fica Joanópolis

joanopolis cachoeira dos pretos

Cachoeira dos Pretos, principal atração turística em Joanópolis (Foto: Passaporte Digital)

Joanópolis é um município tranquilo, localizado na divisa entre o Estado de São Paulo e Minas Gerais (ao lado da cidade e Extrema).

Com um clima gostoso da Serra da Mantiqueira, a Capital do Lobisomem tem cerca de 12 mil habitantes, aquela gostosa comida caseira e a cultura da roça.

Município produtor de água conta com a maior porção de mata atlântica preservada da região, tem cachoeiras, picos e belas paisagens para apreciar.

 

Como chegar a Joanópolis SP

Partindo de São Paulo, siga pela Fernão Dias até Bragança Paulista. Entre no acesso à Joanópolis e siga por mais 18 km. A cidade de Joanópolis fica a cerca de 120 km da capital paulista.

 

MAIS CACHOEIRAS EM SÃO PAULO:

Conheça a Cachoeira Cassorova, em Brotas
O que fazer em Brotas em um fim de semana

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
O que fazer em Poços de Caldas

O que fazer em Poços de Caldas

O que fazer em Poços de Caldas? Quem quer visitar essa pequena e charmosa cidade no sul de Minas Gerais vai encontrar pontos turísticos bem conhecidos e tradicionais, como o Palace Hotel, que já foi um luxuoso cassino na década de 1930, e o teleférico que dá acesso ao Cristo Redentor.

Localizada a 280 km de São Paulo, Poços de Caldas é uma excelente opção para passar um fim de semana ou feriado prolongado, recomendada tanto para famílias com crianças, como casais e grupos de terceira idade.

VEJA TAMBÉM: Um dia no Parque Walter World em Poços de Caldas

Conhecida como a “cidade da lua de mel” (o caso dos meus pais), é muito procurada por conta de suas águas sulfurosas, bem alcalinas e quentinhas, que podem ser encontradas em algumas fontes. Apesar do forte odor, me disseram que a água é limpa e possui características terapêuticas.

💁 Dica da Alê: Sinceramente, eu não bebi a água nem fiz a imersão. Mas quem quiser ter essa experiência pode procurar a Fonte Pedro Botelho ou a Fonte dos Macacos – recomendo verificar se a água é mesmo potável, ok? Já para o banho, o lugar indicado é a famosa Thermas Antônio Carlos. Esse eu queria fazer, mas não deu tempo.

Mas, afinal, o que fazer em Poços de Caldas? Reuni aqui algumas dicas, mas já posso adiantar que tem de tudo um pouco: pracinhas agradáveis, passeio de teleférico, cachoeira, tour de sabores pelo mercado municipal, parque de diversões das antigas e contato com a natureza.

A maioria dos pontos turísticos fica concentrada no centro de Poços de Caldas, a começar pela charmosa Praça Pedro Sanches. É tudo tão pertinho que dá pra conhecer a pé ou de charrete.

Alguns passeios, como a cachoeira Véu das Noivas e o Parque Walter World, já ficam um pouco mais afastados do centro. O ideal é visitá-los em outro dia do seu roteiro. Veja as dicas.

 

O que fazer em Poços de Caldas

 

1- Praça Pedro Sanches

o-que-fazer-em-poços-de-caldas

É claro que tiramos a clássica foto na pracinha de Poços de Caldas (Foto: Passaporte Digital)

 

Toda cidade de interior tem um praça. Em Poços de Caldas não é diferente. Com o famoso Palace Hotel de fundo, a praça Pedro Sanches é realmente uma gracinha.

Tem coreto, letreiro com o nome da cidade e, algumas vezes, rola shows de música e dança por ali. As crianças gostaram mesmo de ficar correndo pela praça e foram direto para o vendedor de sorvetes. Daqueles passeios simples, mas deliciosos de fazer.

📍 Localização: Praça Pedro Sanches, Centro – Poços de Caldas MG

 

2- Palace Hotel Poços de Caldas

o-que-fazer-em-poços-de-caldas-palace-hotel

Fachada do Hotel Palace, frequentado no passado por políticos e celebridades (Foto: Passaporte Digital)

 

Conhecida por suas águas termais, Poços de Caldas também ganhou fama na década de 1930 por conta do Palace Hotel, que naquela época recebia pessoas importantes da sociedade e da política brasileira, incluindo até o ex-presidente Getúlio Vargas.

Tendo até mesmo funcionado como um cassino em seu complexo arquitetônico, em 1946, com a proibição dos jogos, atraía casais em lua de mel.

Em 1989, o Palace Hotel foi tombado pela Constituição do Estado de Minas Gerais, sendo reconhecido como Patrimônio Histórico e Arquitetônico de Poços de Caldas.

📍 Localização: Praça Pedro Sanches, s/nº, Centro – Poços de Caldas – MG

 

3- Thermas Antônio Carlos

Thermas-Antonio-Carlos-Poços-de-Caldas

O Thermas Antonio Carlos oferece banho de águas termais (Foto: MG-7-IPTC Photo)

 

Poços de Caldas ficou famosa no Brasil inteiro por conta de suas águas sulfurosas, atividade que ainda acontece na cidade. E um dos lugares mais famosos e tradicionais para encontrar essas águas é o Thermas Antônio Carlos, em sua belíssima construção de 1931.

As águas das Thermas Antônio Carlos são alcalinas, bicarbonatadas e com predominância de enxofre em sua composição, o que significa que proporcionam banhos revigorantes e com propriedades terapêuticas.

Essas águas nascem do solo a uma temperatura de 45º C e chegam às banheiras, ofurôs e piscinas ainda bem quentes. Que tal experimentar? Eu fiquei com muita vontade, mas não consegui encaixar no roteiro, quem sabe na próxima né?

📍 Localização: Rua Junqueiras, s/nº, Centro, Poços de Caldas – MG
Horário de funcionamento: Terça a domingo, das 9h às 20h

 

4- Parque José Affonso Junqueira

o-que-fazer-em-poços-de-caldas-parque

Delícia caminhar pelo Parque José Affonso Junqueira, no centro de Poços de Caldas (Foto: Passaporte Digital)

 

Ao lado das Thermas Antônio Carlos fica o delicioso Parque José Affonso Junqueira. Com árvores centenárias, o lugar tem um Monumento à Bandeira, um parquinho infantil e a Fonte Luminosa.

É por ali que está também o famoso Calendário Floral, feito por flores e plantas que marcam a data e a estação do ano, com atualização diária.

📍 Localização: Av. Francisco Salles, s/nº – Centro, Poços de Caldas – MG
Horário de funcionamento: diariamente, 24h

 

5- Teleférico e Cristo Redentor de Poços de Caldas

Um dos passeios mais esperados da nossa lista de o que fazer em Poços de Caldas foi, sem dúvida, o teleférico.

É verdade que é um teleférico antigo, em uma cabine fechada para quatro pessoas, que corta a cidade em meio às casas e prédios.

O teleférico leva à Serra de São Domingos, em um percurso de 1.500 metros. No alto da montanha fica o monumento ao Cristo Redentor, a 1.600 metros de altitude. Sem contar a vista, que é linda!

💁 Dica da Alê: Leve uma blusa ou agasalho se for subir no teleférico. Fui no fim de tarde e passei bastante frio. Estava um dia lindo lá embaixo, mas no topo da montanha esfriou bem (sorte que tinha levado um moletom para as crianças).

📍 Localização: Av. Francisco Salles, s/nº – Centro, Poços de Caldas – MG
Horário de funcionamento: diariamente, das 12h30 às 17h (aos finais de semana, aberto a partir das 9h)
💰
Preço: R$25 (ida e volta)

 

6- Mercado Municipal

A visita ao Mercado Municipal é atração obrigatória em seu roteiro em Poços de Caldas.

São tantas banquinhas de queijos, doces e delícias que não dá para pular do roteiro.

Além de fazer a festa comprando tudo quanto é tipo de queijo, a gente ainda teve a grata surpresa de conhecer um café gourmet no segundo andar no mercado. Vale a pena conhecer.

📍 Localização: Rua Pernambuco, s/nº – Centro, Poços de Caldas – MG
Horário de funcionamento: diariamente, das 7h às 18h (aos domingos, fecha ao meio-dia)
💰 Preço: entrada gratuita, estacionamento pago (zona azul)

 

7- Fonte Dos Amores

A Fonte dos Amores é um daqueles passeios bem tradicionais em Poços de Caldas. O lugar tem esse nome por conta da estátua de mármore de dois jovens se abraçando.

Muitos visitantes vão até lá para interagir com os macaquinhos que pegam frutas dos visitantes. No meu roteiro, não deu tempo de ir, mas como é um lugar muito famoso, coloquei aqui para você anotar, caso queira conhecer.

📍 Localização: Rua Piauí, 1 – Centro, Poços de Caldas – MG
Horário de funcionamento: diariamente, das 8h30 às 17h30
💰 Preço: entrada gratuita

 

8- Parque Walter World

Sabe aqueles parques das antigas? Então, o Parque Walter World é daqueles lugares que parecem fazer você voltar ao passado.

O parque é uma graça. Tem carrossel, carrinho de bate-bate, splash, roda-gigante, montanha-russa, entre outras atrações deliciosas para ir com crianças. Meus filhos de 5 e 7 anos amaram.

O legal é que a entrada ao parque é gratuita para quem está hospedado em um dos hotéis da rede Inn. Eu estava no Vilage Inn e fui duas vezes ao parque (que fica praticamente na frente do hotel, dá para ir a pé).

LEIA MAIS SOBRE MINHA HOSPEDAGEM EM POÇOS DE CALDAS AQUI

📍 Localização: Av. Ver. Edmundo Cardilo, 3131 – Jardim Del Rey, Poços de Caldas – MG
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 17h30
💰 Preço: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia entrada). Menores de 3 anos entrada grátis

 

9- Cachoeira Véu das Noivas

A Cachoeira Véu das Noivas fica um pouquinho longe do centro da cidade. Por isso, o ideal é ir antes ou no final da viagem, para otimizar o roteiro.

Vindo de São Paulo, o ideal é fazer uma pausa antes de seguir viagem para o centro de Poços.

A cachoeira é bem bonita, mas não dá para nadar. Só para admirar mesmo.

A estrutura do local é boa e oferece estacionamento gratuito, quiosques com vendas de lances rápidos e bebidas, uma feira de artesanato (ótima para comprar lembrancinhas) e um passeio de trenzinho. As crianças curtiram bastante.

📍 Localização: Av. João Pinheiro (Parque Véu das Noivas), Poços de Caldas – MG
Horário de funcionamento: diariamente, das 8h às 17h30 (sábados, domingos e feriados, fecha às 18h)
💰 Preço: Entrada e estacionamento grátis

 

Compras em Poços de Caldas

o-que-fazer-em-poços-de-caldas-artesanato

Peças de artesanato nas lojinhas da Cachoeira Véu das Noivas (Foto: Passaporte Digital)

 

Quem vai a Poços de Caldas, com certeza vai ver em algum lugar lindos trabalhos de peças decorativas em vidro.

As fábricas/lojas de cristais São Marcos e Cá d’oro são as mais famosas por lá, e ficam no centro da cidade. Eles utilizam técnicas da cidade italiana de Murano para fabricar os cristais.

💁 Dica da Alê: Se quiser uma peça mais simples, no espaço de artesanato da Cachoeira Véu das Noivas tem trabalhos de artesãos locais bem bonitos (não resisti e comprei algumas peças).

Se estiver na cidade no domingo, vale uma visita à Fearpo, Feira de Artesanato de Poços de Caldas que acontece na Praça dos Macacos.

Para comprar queijos, recomendo o Mercado Municipal de Poços de Caldas, no centro. Lá você encontra também outros produtos típicos mineiros como doces, bebidas, manteigas, além de frutas, cereais e artesanato local.

 

Previsão do tempo Poços de Caldas

A cidade mineira de Poços de Caldas está localizada entre as montanhas a 1.200 metros de altitude, com temperatura média de 17º C ao longo do ano.

Fomos no final de julho, mês de inverno, e pegamos um solzinho ameno durante o dia (por volta dos 22 graus) e frio à noite.

 

Quando ir a Poços de Caldas

Poços de Caldas é uma cidade ótima para visitar aos finais de semana e feriados prolongados, em qualquer época do ano.

O inverno também é uma estação seca, onde quase não chove. O verão, embora faça bastante calor, ainda é mais fresco que em muitos lugares, principalmente pela localização montanhosa.

 

Onde ficar em Poços de Caldas

Um destino já bastante conhecido entre turistas brasileiros, especialmente os paulistas, Poços de Caldas tem mais de 50 hotéis, pousadas, chalés e hostels.

As tarifas mais econômicas você consegue no período de baixa temporada ou durante a semana. No inverno, os preços das diários costumam ficar mais salgados.

O centro é a região preferida pela maioria dos viajantes, principalmente para quem visita a cidade pela primeira vez. Quando estive lá, optei por um hotel all inclusive um pouco mais distante do centro e adorei a experiência no Vilage Inn (LEIA AQUI COMO FOI).

 

Onde comer em Poços de Caldas

 

Confesso que como eu fiquei em um hotel all inclusive, não experimentei muito a gastronomia de Poços de Caldas.

No entanto, no restaurante que conheci simplesmente amei a experiência. Próximo ao teleférico, o Becco Gastronomia é uma ótima pedida para quem quer comer bem, com pratos deliciosos. Comi um salmão com arroz negro que estava divino!

📍 Localização: R. Pernambuco, 431 – Centro, Poços de Caldas – MG

 

Como chegar a Poços de Caldas

Se você quiser passar um final de semana ou feriado em Poços de Caldas, veja quais os melhores caminhos para você chegar.

De São Paulo para Poços de Caldas: acesso pela Rodovia dos Bandeirantes/SP-348, BR-050/SP-330 até Campinas, pegue a  Rodovia Gov. Dr. Ademar Pereira de Barros e SP-342 até BR-267 e siga a Rod. Geraldo Martins Costa até a BR-146.

Partindo de Campinas (SP) para Poços de Caldas: Siga pela  Rodovia Gov. Dr. Ademar Pereira de Barros e SP-342 até BR-267 e pegue a Rod. Geraldo Martins Costa até BR-146.

Partindo do Rio de Janeiro (RJ) para Poços de Caldas: Pegue a Via Expressa Pres. João Goulart/Linha Vermelha, BR-116, Rodovia Juscelino Kubitscheck de Oliveira, MG-350 e BR-459 até Rua Corrêa Netto em Poços de Caldas

Partindo de Belo Horizonte (MG) para Poços de Caldas: Acesso pela Av. General David Sarnoff até BR-262/BR-381, em Contagem, siga a BR-381 e BR-491 até MG-453, depois vá pela MG-453 até a BR-267.

MAIS SOBRE POÇOS DE CALDAS:

Hotel all inclusive em Poços de Caldas
Um dia no Parque Walter World em Poços de Caldas

 

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Hotel em Poços de Caldas all inclusive

Hotel em Poços de Caldas all inclusive

Se você está procurando um hotel em Poços de Caldas, acho que as informações que vou compartilhar aqui ajude na escolha da sua estadia.

Diversão, comida excelente e dias de relax. Assim podemos resumir nossa estadia de quatro dias no Hotel Vilage Inn Poços de Caldas, um hotel all inclusive simples, confortável e com muita atividade para crianças no sul de Minas Gerais. 

O primeiro ponto é que o hotel Vilage Inn Poços de Caldas All Inclusive é ideal para viajar em família com crianças. Tem um complexo de piscinas externas, com toboágua, além de piscina aquecida (interna), sauna, parquinho, sala de jogos, quadras e atividades de recreação com monitores.

VEJA TAMBÉM: O QUE FAZER EM POÇOS DE CALDAS

Apesar de ter bastante atividade para os pequenos, o que mais me atraiu neste hotel em Poços de Caldas foi, sem dúvida, a comida. Sabe aquele sabor mineiro delicioso, que você come até se esbaldar? Então, lá é assim! E com o sistema all inclusive fica muito bom comer e beber à vontade dentro do hotel sem se preocupar com a conta.

Confira no vídeo um pouco mais sobre este hotel em Poços de Caldas.

 

Atividades de lazer do Vilage Inn Poços de Caldas

Localizado entre as montanhas do sul de Minas Gerais, este hotel em Poços de Caldas tem a estrutura ideal para proporcionar momentos de descanso para os pais e diversão para as crianças.

Com uma programação diferente a cada dia, a equipe de recreação do Vilage Inn tem monitores bem atenciosos e divertidos, com atividades de lazer, jogos e oficinas para adultos e crianças a partir de 4 anos de idade.

VEJA MAIS: UM DIA NO PARQUE WALTER WORLD, EM POÇOS DE CALDAS

Nos quatro dias que ficamos no hotel, meus filhos de 5 e 7 anos participaram de caça ao tesouro, culinária maluca, dia do penteado, brinquedos infláveis, contação de história, entre outras atividades. 

Para os adultos, tem shows com música ao vivo que animam as noites dos hóspedes, especialmente aos finais de semana. Eu gostei bastante da banda que se apresentou durante a minha estadia (infelizmente, esqueci o nome).

hotel-em-poços-de-caldas-parque

Quem se hospeda no Vilage Inn tem acesso gratuito ao Parque Walter World (Foto: Passaporte Digital)

 

Outra coisa importante dentro das atividades de lazer é que os hóspedes do Vilage Inn têm acesso gratuito ao parque temático Walter World, que fica a poucos metros do local (dá para ir a pé). Nós fomos dois dias diferentes, já que o parque tem bastante atração. Só verifique os dias de funcionamento do parque, especialmente fora da temporada para programar melhor seu roteiro.

Se o tempo esfriar, a piscina aquecida dá conta do recado. Também aproveitei bastante a sauna, que é bem forte.

 

Confira um pouco da estrutura do hotel Vilage Inn

hotel poços de caldas

Estrutura para crianças tem piscinas externas, toboágua e parquinho (ao fundo) – Foto: Passaporte Digital

 

  • 3 piscinas externas
  • Toboágua de 75 metros
  • Piscina coberta
  • Sauna
  • Sala de jogos
  • Playground
  • Quadra de vôlei de “praia”
  • Quadra poliesportiva
  • Academia
  • Estacionamento
  • Restaurante
  • Acesso gratuito ao Parque Walter World

 

A melhor parte: a comida do Vilage Inn

Com uma parte de lazer bem bacana para as crianças, aos adultos restam comer! rs… A comida era algo de grande expectativa quando estava procurando por um hotel em Poços de Caldas. E, para mim, este foi o grande atrativo do hotel, especialmente por ser all inclusive, ou seja, tudo à vontade, sem custo extra.

O café da manhã é excelente, com muita variedade de pães, bolos e frutas. O almoço e o jantar sempre têm algo diferente, comida de excelente qualidade, com aquele tempero mineiro que a gente ama.

 

Todos os dias tinha macarrão colorido (as crianças amaram), arroz, feijão, saladas, comida mineira, peixes, carnes e sopas. Aliás, as sopas estavam divinas! Se for no período de inverno, não deixe de experimentar.

Já no bar da piscina, sempre tem petiscos para degustar se bater aquela fome entre uma refeição e outra: coxinha, batata frita, queijos, azeitonas e outras coisinhas para beliscar. Sem falar do picolé à vontade para as crianças.

A parte de bebidas também é bem completa, com cerveja, chope artesanal, vinho, caipirinhas, margueritas etc. Eu adorei os rótulos de vinho disponíveis e a caipirinha de abacaxi e vodca é feita no capricho (aliás, o atendimento é muito educado e prestativo em todo o hotel). 

hotel em poços de caldas mg

Adoramos as bebidas, e especialmente os vinhos, do hotel Vilage Inn (Foto: Passaporte Digital

 

Escolhendo o quarto

O Hotel Vilage Inn tem três andares com acesso por rampas. São 208 apartamentos com ou sem varanda, TV a cabo LCD, cama-box, ar-condicionado, frigobar e secador.

Ficamos no quarto com varanda, achei bem mais arejado que o outro e com uma vista bonita para as árvores. 

Apesar de ser simples e ter uma decoração um pouco antiga, é verdade, o quarto atendeu bem às nossas necessidades. Não tivemos nenhum problema com a cama ou o chuveiro. A parte da limpeza também estava super ok.

hotel-em-poços-de-caldas

Quarto simples e confortável no hotel Vilage Inn em Poços de Caldas (Foto: Passaporte Digital)

 

Preço Hotel em Poços de Caldas

💰 Valor médio da diária: R$ 500,00 no sistema all inclusive (inclui bebidas alcoólicas), para acomodação com varanda para dois adultos e duas crianças.

⏰ Check in: a partir das 16h
⏰ Checkout: até às 14h

 

Como chegar ao Hotel Vilage Inn

Parte do grupo Nacional Inn, o Hotel Vilage Inn Poços de Caldas fica localizado a cinco minutos do centro da cidade, quase em frente ao Parque Walter World.

hotel em poços de caldas vilage inn

Hotel fica a 5 minutos do centro de Poços de Caldas (Foto: Passaporte Digital)

📍 Localização: Avenida Vereador Edmundo Cardillo, 3500, Jardim Del Rey – Poços de Caldas

📅 Reservas e informações: (35) 2101-9800

 

MAIS SOBRE POÇOS DE CALDAS:

Parque Walter World, em Poços de Caldas
Principais pontos turísticos de Poços de Caldas

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
GUIA PRÁTICO das cachoeiras em Brotas

GUIA PRÁTICO das cachoeiras em Brotas

As cachoeiras em Brotas são realmente incríveis, um verdadeiro convite para contemplar a natureza e tomar um belo banho para renovar as energias. Eu adoro!

Acho que Brotas é um dos lugares no interior de São Paulo com mais cachoeiras para visitação. Para facilitar sua escolha, listo aqui 12 cachoeiras maravilhosas para visitar quando você for a esta cidade linda do interior de São Paulo, localizada a 250 quilômetros da capital.

VEJA TAMBÉM: Fim de semana em Brotas

cachoeiras-em-brotas

Passeio de quadriciclo para conhecer uma das cachoeiras em Brotas, esta fica no Recanto das Cachoeiras (Foto: Passaporte Digital)

 

Quando se fala em cachoeiras em Brotas, não se discute que são lindas! Mas talvez o único “problema” é que a maioria delas fica em áreas particulares e, por isso, é preciso pagar uma taxa para visitá-las. Apesar disso, acho que vale muito a pena programar um passeio para conhecer pelo menos uma delas.

Entre as cachoeiras em Brotas que eu visitei, destaco a Cachoeira Cassorova, a Cachoeira Santo Antonio, a Cachoeira da Roseira e a Cachoeira do Parque dos Saltos, uma das únicas com acesso gratuito.

cachoeiras-em-brotas

Cachoeira do Parque dos Saltos é uma das poucas cachoeiras em Brotas com acesso gratuito (Foto: Passaporte Digital)

 

Cada uma tem a sua beleza e suas características. Em algumas é possível entrar para tomar banho, em outras vale a pena apenas para contemplar. Como a maioria está em áreas privadas, geralmente em parques de aventura ou hotéis, você também pode aproveitar o dia para fazer muitas outras atividades, geralmente no esquema de day use.

Para facilitar sua escolha, selecionei algumas cachoeiras em Brotas para você escolher a sua!

 

13 cachoeiras em Brotas que você tem que conhecer

 

1- Cachoeira Cassorova e Cachoeira dos Quatis

cachoeira cassorova

Cachoeira Cassorova, um paraíso em Brotas

 

Para mim, a Cachoeira Cassorova está entre as mais bonitas de Brotas, com uma queda d´água de 60 metros de altura. Com certeza está no topo da minha lista das mais incríveis e impactantes que já conheci.

A cachoeira Cassorova fica dentro do EcoParque Cassorova, que tem diversas atividades de lazer. Para chegar até ela, é preciso fazer uma trilha curta de 200 metros, toda calçada e com corrimão.

cachoeiras-em-brotas

Contemplando uma das belas cachoeiras em Brotas, a Cachoeira Cassorova (Foto: Passaporte Digital)

O mais legal é que dá para entrar na cachoeira e ter aquela deliciosa sensação de “lavar a alma”. O parque fez uma espécie de ponte onde você caminha facilmente para debaixo da queda. Dá até para deitar nela e fazer uma “hidromassagem” natural.

LEIA MAIS SOBRE A CACHOEIRA CASSOROVA AQUI

Se quiser algo mais radical, o parque também oferece uma tirolesa onde é possível contemplar as águas da belíssima cachoeira Cassorova bem de frente! Um espetáculo! Até eu tomei coragem e fui. Veja o vídeo da minha aventura.

 

 

💁 Dica da Alê: Além da exuberante Cachoeira Cassorova, o EcoParque tem uma outra atração natural, a Cachoeira dos Quatis, que também é linda, com 46 metros de queda livre e em meio à Mata Atlântica superpreservada. Vale a pena conhecer e nadar em sua piscina natural 😉

💰 Preço para entrada:
– Adultos: R$ 70,00 (dias de semana) a R$ 90,00 (fim de semana e feriado)
– Crianças de 6 a 10 anos: R$ 35 a R$ 45
Horário de funcionamento: das 9h às 17h
📍 Localização: Ecoparque Cassorova – Patrimônio de São Sebastião da Serra, s/nº, Brotas 

 

2- Cachoeira Parque dos Saltos

 

 

A Cachoeira do Parque dos Saltos é uma das únicas com acesso gratuito em Brotas. Ela é linda e fica bem no centro da cidade, com fácil acesso.

À primeira vista, a cachoeira não parece tão bonita, mas é só andar um pouco mais pelo Parque dos Saltos para ver a queda mais forte e a beleza das águas do rio Jacaré Pepira, que corta toda a cidade de Brotas.

O Parque dos Saltos também tem uma ponte pencil e uma antiga casa de máquinas, da época em que o local foi usado como uma pequena hidrelétrica.

Vale a pena fazer a trilha em meio à natureza e ver de pertinho a Cachoeira do Parque dos Santos.

💁 Dica da Alê: Leve repelente para visitar a Cachoeira do Parque dos Santos. Esquecemos de passar e levamos várias picadas de borrachudos. 

💰 Preço para entrada:
Entrada gratuita.
Horário de funcionamento: das 9h às 17h
📍 Localização: Rua Alfredo Mangilli, s/nº, Centro de Brotas 

 

3- Cachoeira Figueira, Cachoeira da Nascente e Andorinha

cachoeiras-em-brotas-figueira

A imponente Cachoeira da Figueira, com seus 47 metros de altura (Foto: Divulgação)

A Cachoeira Figueira, de 47 metros de altura, faz parte do Eco Parque Cachoeira 3 Quedas, que inclui também a Cachoeira da Nascente e a Cachoeira Andorinha.

Assim como quase todas as cachoeiras em Brotas, estas também ficam em propriedade privada do hotel Cachoeira 3 Quedas.

Para chegar à Cachoeira Figueira, a maior das três quedas, é preciso fazer uma trilha média fácil de aproximadamente 15 minutos.

💁 Dica da Alê: O Sítio 3 Quedas permite day use para conhecer a cachoeira ou, se preferir, oferece hospedagem, com atividades de lazer, fazendinha e pesca.

💰 Preço para entrada:
Day use a partir de R$ 60,00 por pessoa
Horário de funcionamento: das 9h às 17h
📍 Localização: Rodovia Luiz Benedito Pinto dos Santos (BR-040), 17 – Brotas

 

4- Cachoeira Santo Antonio e Cachoeira da Roseira

cachoeiras-em-brotas-roseira

Cachoeira Roseira, com mais de 55 metros, é a mais bonita do Recanto das Cachoeiras (Foto: Passaporte Digital)

 

A Cachoeira Santo Antonio e a Cachoeira da Roseira ficam dentro do delicioso Parque Recanto das Cachoeiras, um lugar que vale muito a pena passar o dia todo por conta das diversas atividades de lazer.

A Cachoeira Santo Antonio é a mais exuberante, com uma queda de 20 metros totalmente acessível para banho, inclusive para cadeirantes. Tem um corrimão de madeira que dá aquela ajuda básica para a gente não levar um tombo nas pedras mais lisas. Eu não resisti e tomei um belo banho nas águas da cachoeira.

O lugar é lindo, com uma infraestrutura de qualidade e comida boa. Vale a pena conhecer.

💰 Preço para entrada:
– Adultos: R$ 70,00 (dias de semana) a R$ 90,00 (fim de semana e feriado)
– Crianças de 6 a 10 anos: R$ 35 a R$ 45
Horário de funcionamento: das 9h às 17h
📍 Localização: Estrada do Patrimônio, s/nº, Brotas

 

5- Cachoeira do Martello e Cachoeira da Primavera

cachoeiras-em-brotas-cachoeira-do-martello

Cachoeira do Martello fica na Fazenda Pinheirinho, em Brotas (Foto: Divulgação)

 

A Cachoeira do Martello está entre as mais bonitas das cachoeiras em Brotas. Localizada dentro da Fazenda Pinheirinho, ela tem 55 metros de queda e desagua em um poço onde dá para tomar banho.

Com mais 15 minutos de caminhada, você chega à Cachoeira da Primavera, menor, com 25 metros.

A Fazenda Pinheirinho também conta com lanchonete, parquinho, vestiário e piscina.

💰 Preço para entrada:
– Adultos: R$ 40
– Crianças a partir de 10 anos: R$ 20. Grátis para menores de 10 anos.
Horário de funcionamento: das 9h às 17h
📍 Localização: Estrada do Patrimônio, s/nº, Brotas

 

6- Cachoeira do Astor e Cachoeira Speranza

cachoeiras-em-brotas-cachoeira-do-astor

Cachoeira do Astor também é uma das mais visitadas de Brotas (Foto: Divulgação)

A Cachoeira do Astor com sua queda de 28 metros fica em um sítio turístico com estacionamento, lanchonete e trilhas.

A queda d´água fica a mais ou menos 400 metros da sede da fazenda, com acesso por trilha com degraus e rampas com corrimão de madeira e cabos de aço.

Além da Cachoeira do Astor, também é possível conhecer a Cachoeira Speranza. O local é ótimo para banho. Eu ainda não conheci esta cachoeira ao vivo, mas a foto mostra que vale a pena em uma próxima visita.

💰 Preço para entrada:
– R$ 40 (em dinheiro)
Horário de funcionamento: das 10h às 17h
📍 Localização: Acesso pela Estrada do Patrimônio, a aproximadamente 30 km do centro de Brotas

 

7- Cachoeira Santa Eulália

cachoeiras-em-brotas

Cachoeira Santa Eulália fica dentro do Parque Viva Brotas (Foto: Divulgação)

A Cachoeira Santa Eulália é bastante procura por quem quer fazer rapel em cachoeira. Com 47 metros de altura, ela tem trechos muito apropriados para a prática do esporte.

A cachoeira fica no parque Viva Brotas, que tem também outras atividades de aventura e instrutores para orientar a prática do rapel. Se este for o caso, já com tênis ou calçado apropriado para poder realizar a atividade.

💰 Preço para entrada:
– Varia conforme o pacote de atividades contratado
– Cachoeirismo: a partir de 99,00 por pessoa, criança até 10 anos paga meia (consulte preços no site)
Horário de funcionamento: das 9h às 17h
📍 Localização: Acesso pela Estrada do Patrimônio, a aproximadamente 30 km do centro de Brotas

 

MAIS SOBRE BROTAS:
Conheça a Cachoeira Cassorova, em Brotas
Visite a nascente Areia que Canta, em Brotas
O que fazer em Brotas em um fim de semana

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Conheça o hotel fazenda Areia que Canta, em Brotas

Conheça o hotel fazenda Areia que Canta, em Brotas

O Hotel Fazenda Areia que Canta, em Brotas, interior de São Paulo, é famoso por conta de uma das atrações naturais mais procuradas da cidade: a nascente Areia que Canta, que inclusive deu o nome ao local.

Mas o que pouca gente sabe é que, além do paraíso natural que se localiza dentro da área da fazenda, o hotel é lindo, aconchegante e cheio de atividades divertidas para crianças e adultos. Tem balanço na árvore, ordenha de vaquinha, passeio ao laranjal, tirolesa no lago, colheita de frutas direto do pomar, entre muitas outras coisas.

 

Localizado em uma área rural, há 10 quilômetros do centro de Brotas, o hotel fazenda Areia que Canta tem tantas atrações que não tem como cair na rotina. Diariamente, você pode conferir a programação em cartazes expostos na entrada do restaurante. As atividades são divididas em grupos para crianças a partir de 4 anos, adolescentes e adultos. Algumas delas, envolvem toda a família, proporcionando momentos de integração juntinhos.

Outras atividades dentro do hotel são livres e podem ser feitas pelo hóspede a qualquer momento do dia. Pedalinho, pesca, stand-up paddle, caiaque, minitirolesa, salão de jogos, minigolfe e visita à fazendinha são algumas das atrações que ficam disponíveis o tempo todo. Sem contar as piscinas (uma delas aquecida) e o spa com sauna, que eu particularmente amei.

hotel-fazenda

Spa do Hotel Fazenda Areia que Canta: delicioso também para os pais (Foto: Passaporte Digital)

 

Se não quiser fazer nada, também não tem problema. O hotel fazenda Areia que Canta fica em uma área de 300 hectares, tudo é rodeado de por árvores, lagos, pomares e cantinhos verdes que convidam a sentar numa rede e descansar. Aliás, tem várias redes espalhadas por todo o hotel. Procure a sua e faça um momento de relax ou simplesmente aproveite a vista!

 

Atividades de lazer do hotel fazenda

São tantas opções de lazer que o hotel fazenda oferece que agrada tanto quem quer descansar em meio à natureza como quem prefere se divertir na piscina, com a equipe de recreação ou praticar atividades esportivas.

Meus filhos amaram a minitirolesa e as atividades da fazendinha, especialmente a experiência de tirar leite da vaquinha, alimentar um boi e passear a cavalo. Foi muito legal!

hotel-fazenda-areia-que-canta

Alimentar o boi é uma das atividades da fazendinha no Areia que Canta (Foto: Passaporte Digital)

 

Principais atividades para crianças

  • Brinquedoteca
  • Fazendinha
  • Minitirolesa
  • Escorregador no lago
  • Passeio de charrete

 

hotel-fazenda-brotas

Hotel Fazenda Areia que Canta tem duas piscinas externas e uma aquecida (Foto: Passaporte Digital)

 

Principais atividades para adultos

  • Sauna
  • Spa
  • Salão de Jogos

 

Atividades para família toda

  • Piscinas externas e aquecida
  • Tirolesa no lago (com opção de queda no lago)
  • Passeio a cavalo
  • Tour ao laranjal
  • Pesca
  • Caiaque
  • Pedalinho
  • Stand-up paddle
  • Bicicletas
  • Triciclo
  • Sala de jogos com pebolim, sinuca, pingue-pongue
  • Museu Casa da Fazenda

 

A comida do hotel

hotel-fazenda-brotas

Café da manhã do hotel é bem farto e variado (Foto: Passaporte Digital)

 

A comida é um dos pontos altos do hotel fazenda Areia que Canta. Realmente, deliciosa. Muita variedade no café da manhã, pratos muito gostosos com sabor de fazenda no almoço e muito caprichado também no jantar. Sem contar as sobremesas, que são maravilhosas! Tinha uma torta crocante que era divina!

Se bater uma fominha entre uma refeição e outra (difícil rs) ainda tem o café da tarde, com bolos, pães, frutas, suco e cereais. 

💁 Dica da Alê: Não se preocupe se estiver viajando com bebês. Eles têm uma copinha para as mamães e papais que precisam esquentar papinhas ou o leitinho do bebê.

Todas as refeições são servidas no restaurante principal, com pratos preparados com diversos ingredientes cultivados na própria fazenda do hotel. Tudo fresquinho! Aquela comida caseira, com tempero gostoso!

Vale lembrar que, mesmo quem não é hóspede, pode almoçar no restaurante do hotel fazenda Areia que Canta. Então, se for fazer o passeio à nascente mas não estiver hospedado, vale (muito) almoçar no local, porque a comida é muito gostosa!

hotel-fazenda-areia-que-canta-brotas

As crianças conhecem a horta do hotel fazenda Areia que Canta, de onde sai boa parte dos ingredientes do restaurante (Foto: Passaporte Digital)

 

Passeio imperdível à nascente Areia que Canta

A nascente Areia que Canta é, sem dúvida, o passeio mais esperado. É um daqueles lugares que ficam na memória da gente de tão lindo! Sem contar que é um dos principais cartões-postais de Brotas.

LEIA MAIS SOBRE O PASSEIO A AREIA QUE CANTA AQUI

 

As águas cristalinas brotam do chão de areia fininha e formam uma piscina natural que impressiona pela beleza e preservação.

O passeio dura aproximadamente 3 horas e é todo acompanhado pelos monitores do hotel. No total, são 4 quilômetros de percurso, com trilha de nível fácil.

💁 Dica da Alê: Quem quiser visitar a nascente Areia que Canta, mas sem se hospedar, também pode. É só contratar o passeio avulso na recepção do hotel (se for fim de semana ou alta temporada, é bom reservar com antecedência). Nesse caso, recomendo fazer o day use, para passar o dia no hotel e aproveitar a estrutura deliciosa do lugar! 😉

 

Como funciona o hotel Areia que Canta?

O Hotel Fazenda Areia que Canta funciona no regime de pensão completa, ou seja, inclui café da manhã, almoço, café da tarde e jantar. As bebidas não estão inclusas no valor da diária, mas eles sempre deixam água e pelo menos um tipo de suco no horário das refeições como cortesia aos hóspedes.

hotel-fazenda-tirolesa

Tirolesa no lago é uma das atividades do hotel fazenda Areia que Canta (Foto: Passaporte Digital)

 

Você também pode utilizar o frigobar do quarto para levar bebidas que queira tomar. Porém, eu achei os valores das bebidas bastante justos. Eu amei a caipirinha com cachaça da fazenda que eles servem no bar da piscina. Maravilhosa!

Praticamente todas as atividades do hotel estão inclusas no valor da diária. Tem de tudo, desde atrações mais radicais como tirolesa no lago (pode ser com queda na água ou não) até passeios mais tranquilos, como pedalinho e pescaria.

hotel-fazenda-brotas

Triciclo é uma ótima opção para se divertir com as crianças e percorrer os cantinhos do hotel (Foto: Passaporte Digital)

 

Escolhendo o quarto

hotel-fazenda-areia-que-canta-quarto

Quartos com clima de fazenda e muito aconchegantes no Areia que Canta (Foto: Passaporte Digital)

 

Todos os tipos de acomodação do hotel fazenda Areia que Canta são bastante espaçosos e confortáveis. Alguns deles têm varanda e banheira de hidromassagem.

Os hóspedes podem escolher entre 5 opções de quartos: Cabreúva, Jatobá. Cedro, Flamboyant e Ipê. O apartamento Cabreúva, por exemplo, é um dos mais amplos com vista para os laranjais. Já o Jatobá e o Cedro ficam próximos às piscinas. O Flamboyant possui vista privilegiada para o lago. E, por último, o Ipê que são os apartamentos duplex, próprio para famílias grandes.

Eu fiquei na ala Ipê, um quarto duplex muito lindinho, que tem porta de fazenda e rede na varanda. Uma delícia! O bom é que essa acomodação oferece mais privacidade, já que é dividido em dois cômodos, um quarto para as crianças e outro para o casal.

Achei tudo bem confortável, cama excelente, chuveiro com aquecimento central, com roupa de cama e banho muito macia e cheirosa. Todos os quartos possuem ar condicionado, cofre, frigobar, TV e wi-fi.

 

Preço Hotel Fazenda Areia que Canta

hotel-fazenda-pesca

Hotel fazenda tem atividades tranquilas para a família toda (Foto: Passaporte Digital)

 

💰 Valor médio da diária: R$ 584,00 casal com pensão completa
É cobrada taxa de serviço no valor de 5% sobre o total da hospedagem.

⏰ Check in: a partir das 18h
⏰ Checkout: até às 15h

🐕 Hotel pet friendly: Animais de pequeno porte são aceitos nos apartamentos da Ala Cabreúva e Jatobá com varanda individual. Valor por animal R$ 80,00 a diária.

 

Como chegar ao Hotel Fazenda Areia que Canta

O Hotel Fazenda Areia que Canta fica em Brotas, próximo às regiões de Ribeirão Preto, Piracicaba, Bauru e Jaú. O acesso é bem simples, o hotel fica na rodovia SP225, no Km 124,5. O trecho final de 3 quilômetros é em estrada de terra em boas condições.

📍 Localização: Rodovia Eng. Paulo Nilo Romano (SP 225), Km 124,5 – Brotas

📅 Reservas e informações: (14) 3653-1382

 

MAIS SOBRE BROTAS:

Conheça a Cachoeira Cassorova, em Brotas
Visite a nascente Areia que Canta, em Brotas
O que fazer em Brotas em um fim de semana

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!

 

*Viajamos a convite do Hotel Fazenda Areia que Canta. As opiniões e impressões aqui relatadas são livres e pessoais. Consulte os valores de hospedagem e atividades antes da viagem.


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com