Escolha uma Página
Abrolhos: temporada de observação de baleias jubarte na Bahia

Abrolhos: temporada de observação de baleias jubarte na Bahia

Ver uma baleia de perto é uma experiência e tanto. Há quem viaje somente para observar o animal. Se você é um que sonha com este momento, eis o destino ideal: a costa da Bahia, mais especificamente uma visita ao Parque Nacional dos Abrolhos. Para chegar a este paraíso da vida marinha, a porta de entrada é pelo município de Caravelas. De lá, partem embarcações para o local, em um trajeto que leva cerca de três horas.

A época ideal de visita para observar as baleias jubarte na costa da Bahia é de julho a novembro. Neste período, cerca de 15 mil desses mamíferos marinhos vêm da Antártida para o litoral brasileiro. O animal, que pode chegar a 16 metros de comprimento e 40 toneladas, costuma ficar em águas rasas para proteger os filhotes de predadores. Por isso, é mais fácil avistá-lo na temporada.

abrolhos_baleia

O Parque Nacional dos Abrolhos é um dos lugares ideais para observar as baleias jubarte (Foto: Ministério do Turismo)

Depois de pegar o barco em Caravelas, o desembarque acontece na ilha Siriba, onde também é possível fazer trilha e observar aves. Empresas especializadas oferecem o passeio. Ah, por questões de preservação, o tempo máximo de permanência próximo às baleias é de 30 minutos.

INFORMAÇÕES ÚTEIS

>>> Como chegar
Via Marítima: as embarcações partem da cidade de Caravelas (BA) e demoram cerca de três horas para chegar ao arquipélago.

>>> Onde ficar
Há diversas opções de pousada e hotéis nos municípios baianos do entorno do Parque, como Caravelas, Alcobaça, Prado, Nova Viçosa e Mucuri. Também dá para ficar hospedado na bela Península de Maraú e agendar passeios de observação de baleias com empresas locais, como a Pousada Taipu de Fora, que realiza a excursão em parceria com a escola de mergulho 13 Sul, por R$ 135 (com guia e lanche).

>>> Preço dos ingressos
Para o Parque dos Abrolhos, brasileiros pagam R$ 32,50 e estrangeiros R$ 65. Os ingressos são adquiridos com as operadoras de turismo locais, sendo necessária a formação de um grupo mínimo para que os barcos saiam.

VEJA TAMBÉM: Mergulho em Fernando de Noronha

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com