Escolha uma Página
Latam e Azul vão compartilhar voos

Latam e Azul vão compartilhar voos

Para enfrentar a crise causada pela pandemia do novo coronavírus, a Latam e a Azul fizeram um acordo esta semana para compartilhar voos no Brasil, o chamado codeshare

Mas o que isso significa na prática?

Isso significa que as duas companhias aéreas vão conectar rotas em suas respectivas malhas domésticas no País. Traduzindo: você poderá comprar passagem com a Azul e viajar em um avião da Latam, e vice-versa.

VEJA MAIS: 6 DICAS PARA GARANTIR O MELHOR LUGAR NO AVIÃO

Penso que esse acordo é necessário para enfrentar a crise, mas para o consumidor a diminuição da concorrência nunca é positiva né?  

O acordo de codeshare também inclui os programas de fidelidade Tudo Azul e Latam Pass: seus membros poderão acumular pontos no programa de sua escolha.

 

Quais voos fazem parte do codeshare

Antes da crise da covid-19, a Azul e a Latam Airlines Brasil atendiam um total de 137 destinos no Brasil, com 298 rotas e 1.632 partidas diárias.

O codeshare inclui inicialmente 50 rotas domésticas:

  • Brasília (BSB)
  • Belo Horizonte (CNF)
  • Recife (REC)
  • Porto Alegre (POA)
  • Campinas (VCP)
  • Curitiba (CWB)
  • São Paulo (GRU)

O acordo ainda não tem data definida para começar a operar. As companhias aéreas Latam e Azul devem anunciar o período de validade do codeshare nos próximos dias.

CONTINUE LENDO:

Especial aeroporto: bagagem, atrasos e mais
O que fazer no caso de extravio de bagagem

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Coronavírus: precisa cancelar ou remarcar viagem? Veja dicas

Coronavírus: precisa cancelar ou remarcar viagem? Veja dicas

Muita gente vem me perguntando o que fazer em tempos de coronavírus: cancelar ou remarcar a viagem?

Esta não é uma pergunta fácil de responder. As autoridades de saúde ainda não sabem ao certo até quando o distanciamento social vai ser necessário. Por isso, fica tão difícil decidir entre o cancelamento ou o reagendamento da viagem: neste último caso, para quando devo remarcar?

Alguns especialistas já falam em segundo semestre, mas eu, pessoalmente, acho mais seguro remarcar para 2021, se possível. Acredito que essa é uma solução menos ruim para todas as partes: para o turista que vai viajar em algum momento, mesmo que demore; e para o setor de turismo, que não será ainda mais prejudicado neste momento difícil.

Eu mesma estou tentando remarcar uma viagem ao Rio que faria no final deste mês, mas o Viajanet, site onde comprei a viagem, diz que está priorizando o atendimento aos clientes com embarque marcado em até cinco dias. Vou aguardar até lá então, e espero não ter nenhum imprevisto.

Se você tiver qualquer problema para cancelar ou remarcar a viagem ou, ainda, se a companhia aérea ou o hotel cobrarem alguma multa para remarcação, você pode acionar o Procon da sua cidade. 

 

Em quanto tempo vou ser reembolsado?

aeroporto-guarulhos

Empresas de turismo e companhias aéreas terão que reembolsar clientes que cancelarem viagem durante a pandemia (Foto: Passaporte Digital)

Normalmente, o consumidor tem direito a ressarcimento total da viagem apenas quando o cancelamento é feito pelo prestador de serviço, conforme está na Resolução 400 da Anac, para a aviação.

No entanto, diante de uma situação mundial atípica de saúde como esta, o Ministério do Turismo está atuando com a Medida Provisória 925/2020, que permitirá que as empresas do setor reembolsem os clientes ou prestem os serviços contratados em até 12 meses após o fim da pandemia do novo coronavírus, sem cobrança de multa.

A medida visa beneficiar empresas de hospedagem, agências de turismo, parques temáticos, organizadoras de eventos, transportadoras de turismo, além de empresas de shows e eventos culturais. Veja o texto da MP aqui.

A maioria das companhias aéreas, hotéis e sites de pacotes de viagem já está adotando uma política de cancelamento e reagendamento flexível, sem custo adicional. Porém, caso tenha algum problema mais sério, vale acionar o Procon da sua cidade.

Fiz aqui um resumo das políticas adotadas pelas principais companhias aéreas, sites e empresas de turismo. Confira.

 

Aviação

A Latam informa que os passageiros podem remarcar os bilhetes até 31 de dezembro ou pedir reembolso sem custo. Eles fizeram um vídeo explicando como fazer o processo no site. Veja abaixo.

 

Na Gol, passagens nacionais e internacionais de voos com embarque até 30 de setembro de 2020 podem ser remarcadas ou canceladas sem custo,  independentemente da data de compra. Mais detalhes nesta página aqui.

A Azul informou até agora no site que os voos nacionais e internacionais de abril pode ser alterados uma única vez sem cobrança de taxa de alteração, para voar até um ano da data da emissão. Se o cliente quiser cancelar, pode deixar o valor como crédito para compras futuras em até um ano ou solicitar o reembolso, mediante a aplicação de eventuais taxas contratuais, e o valor residual será reembolsado em até 12 meses, a contar da data da solicitação.

A Delta estendeu a possibilidade de remarcar viagens impactadas pelo coronavírus por até dois anos. A medida, porém, não vale para novos bilhetes comprados entre 1º de março e 31 de maio de 2020.

 

Sites de viagem e hospedagem

O Airbnb permite que qualquer reserva feita pela plataforma até o dia 14 de março possa ser cancelada sem custos, com devolução integral do valor. Veja mais detalhes aqui.

No Booking, um aviso no site informa que o viajante deve entrar em contato com a acomodação da reserva ou na Central de Ajuda para receber orientação.

remarcar-viagem

Aviso para remarcação de viagem no site da Booking (Reprodução feita no dia 07 de abril de 2020)

A Decolar também não deixa claro no site as políticas de cancelamento (veja aqui), mas recomenda que o viajante altere a reserva na sessão Minhas Vaigens e confira as opções de cancelamento.

💁 Dica da Alê: Tenha paciência ao realizar esses cancelamentos, pois as operações de sites e companhias aéreas estão bem lentos, devido à alta demanda. Outra dica é analisar bem as linhas miúdas antes de remarcar a viagem, caso decida assim, para não ser pego de surpresa depois.

MAIS SOBRE VIAGEM:

6 Dicas para viajar com bebês no avião
Quando fazer o seguro viagem internacional
Onde ir em cada mês do ano

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Como obter grátis o bilhete de viagem do idoso

Como obter grátis o bilhete de viagem do idoso

Você sabia que todo brasileiro com mais de 60 anos e renda de até dois salários mínimos têm direito a viajar de ônibus gratuitamente pelo Brasil? Trata-se do bilhete de viagem do idoso, previsto no no Decreto 5.934, de 2006. Veja na matéria abaixo como fazer para conseguir a passagem rodoviária sem custo.

Como obter grátis o bilhete de viagem do idoso?

Para conseguir o benefício, o idoso precisa comparecer ao guichê da empresa com antecedência de pelo menos três horas para o embarque. As empresas de ônibus devem reservar dois assentos para idosos gratuitos. Caso as duas vagas já estejam reservadas, a empresa deve conceder a este usuário um desconto de 50% na passagem.

No momento da emissão da passagem, o idoso já pode solicitar a emissão do bilhete de viagem de retorno.

Outras informações importantes:

  • Para ter direito ao desconto, o bilhete de passagem deverá ser adquirido obedecendo aos seguintes prazos: com, no máximo, seis horas de antecedência para viagens com distância de até 500km e, no máximo, 12 horas de antecedência para viagens com distância acima de 500km, segundo o Ministério do Turismo.
  • Se o usuário do benefício não tiver como comprovar renda individual igual ou inferior a dois salários mínimos, ele deve solicitar uma “Carteira do Idoso” na secretaria municipal de sua cidade. A carteirinha tem validade de dois anos, contados a partir da data de expedição, em todo território nacional.
  • As pessoas que têm como comprovar renda não necessitam da Carteira do Idoso para ter acesso às passagens interestaduais gratuitas ou ao desconto. Basta apresentar o comprovante de renda e o documento de identidade.

Dicas para uma viagem tranquila:

  • Caminhar– Uma dica geral, válida para todas as pessoas que viajam de ônibus ou de carro, é utilizar as paradas regulares para fazer pequenas caminhadas.
  • Sono– Evite doses excessivas de medicação para dormir no ônibus, pois terá os reflexos e a habilidade cognitiva reduzidos, o que pode levar a acidentes.
  • Alimentação– Evite os excessos, as comidas gordurosas e a ingestão de alimentos os quais não está acostumado.

VEJA MAIS: 5 aplicativos grátis e úteis para quem vai viajar

Passagens aéreas para o Nordeste: Gol tem novas rotas

Passagens aéreas para o Nordeste: Gol tem novas rotas

Quem procura passagens aéreas para o Nordeste e para o Norte, partindo de São Paulo, agora terá mais opções para voar. É que a Gol Linhas Aéreas inaugura novas rotas com saídas do aeroporto de Congonhas. A partir de maio, haverá voos diretos, sem escala, para Fortaleza (CE), Natal (RN), Maceió (AL), Aracaju (SE), João Pessoa (PB), Palmas (TO) e Belém (PA).

As novas operações da Gol são mais práticas para quem prefere embarcar ou desembarcar na região central de São Paulo. “Constantemente revisamos nossa malha para oferecer aos clientes as melhores opções de voos e horários. Por isso, diversificamos os destinos atendidos, partindo do aeroporto de Congonhas, para proporcionar ainda mais conveniência a todos que viajam conosco”, explica o gerente-executivo de planejamento da Gol, Eduardo Wakami.

VEJA TAMBÉM: O que fazer em caso de atraso no voo

Com os novos voos, a Gol passará a atender com voos diretos dois destinos na região Norte, e nove cidades no Nordeste. As novas passagens aéreas complementam as operações da companhia de e para o Nordeste neste terminal, que já conta com voos para Recife – iniciados em fevereiro deste ano – além de Salvador, Porto Seguro e Ilhéus, na Bahia.

Hoje, a Gol disponibiliza decolagens diretas do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, para mais de 30 destinos no país.

As novas rotas começam a operar em 1º de maio de 2016, mas os bilhetes já estão disponíveis para venda.

Passagens aéreas

Vale lembrar que, o quanto antes você conseguir comprar suas passagens aéreas, maiores as possibilidade de conseguir tarifas menores de voo.

Outra dica legal é ficar de olho nas promoções das companhias aéreas. Muitas delas lançam ofertas-relâmpago pelas redes sociais ou possuem aplicativos para celulares, como a Tam, no qual é possível ser avisado sobre passagens aéreas promocionais para os destinos que você selecionar.

LEIA MAIS: Como escolher o melhor lugar no avião

Programe-se para viajar: feriados de 2016

Programe-se para viajar: feriados de 2016

Para economizar e pagar menos em hospedagens e passagens aéreas, quanto antes começar a se programar, melhor. Então, confira os feriados de 2016 e planeje suas folgas com antecedência.

 FEVEREIRO:
– 9 de fevereiro (terça-feira): Carnaval

 MARÇO:
– 25 de março (sexta): Paixão de Cristo

 ABRIL:
– 21 de abril (quinta): Tiradentes 

 MAIO:
– 1º de maio (domingo): Dia Mundial do Trabalho
– 26 de maio (quinta): Corpus Christi

 SETEMBRO:
– 7 de setembro (quarta): Independência do Brasil 

 OUTUBRO:
– 12 de outubro (quarta): Nossa Senhora Aparecida
– 28 de outubro (sexta): Dia do Servidor Público (ponto facultativo)

 NOVEMBRO:
– 2 de novembro (quarta): Finados
– 15 de novembro (terça): Proclamação da República
– 20 de novembro (domingo): Dia da Consciência Negra (em alguns Estados) 

 DEZEMBRO:
– 25 de dezembro (domingo): Natal

LEIA MAIS: Dicas de viagem

Seguro viagem internacional: quando é preciso fazer?

Seguro viagem internacional: quando é preciso fazer?

Imagina só. Estava minha família e eu em uma viagem incrível pela Califórnia, Estados Unidos, quando minha filha, de menos de um ano de idade, teve febre de quase 40 graus. O que fazer? Minha sorte é que eu tinha contratado um seguro viagem internacional, que foi uma mão na roda para agilizar o atendimento e, claro, sem dor de cabeça com relação às despesas médicas e hospitalares.

Gente, o atendimento foi incrível. Um pediatra de Santa Monica excelente nos atendeu e não poupava esforços para saber o que a minha filha tinha, a ponto de ligar no celular do meu marido (ligação internacional) para perguntar como ela estava passando. Sem contar que não tiramos do bolso um centavo sequer. Utilizamos os serviços da rede credenciada indicada pelo seguro e tudo foi coberto por ele: exames, consultas e até uma mini-internação de um dia.

seguro_viagem

Minha filha e eu no consultório credenciado pelo seguro viagem, em Santa Monica, Califórnia (foto: Passaporte Digital)

Bom, diante disso, eu sou uma das maiores defensoras de contratar um seguro ou assistência viagem nos destinos internacionais. Aliás, existe diferença entre seguro viagem e assistência viagem (clique aqui para saber qual é).

Além dos problemas de saúde, o seguro viagem internacional também inclui problemas com extravio de bagagens, despesas com medicamentos (com receita médica) e também problemas odontológicos durante o período contratado.

Seguro viagem obrigatório na Europa

Comigo, o problema aconteceu em uma viagem aos Estados Unidos, mas quem vai a Europa deve saber que os 27 países que integram o Tratado de Schengen exigem que o turista tenha uma cobertura mínima de 30 mil euros para despesas médico-hospitalares. São eles: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Irlanda, Islândia, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Romênia, Suécia e Suíça

Um dos seguros mais baratos que eu encontrei (e com o qual tive a experiência de usar) foi o seguro da Coris. Mas existem muitas outras opções no mercado. Essa eu usei e fui muito bem atendida.

Ah, uma coisa, quando for contratar este tipo de serviço, avalie o tipo de cobertura (valores máximos de reembolso ou cobertura) que pode variar bastante entre uma seguradora e outra.

VEJA MAIS: Seguro de carro no exterior – o que é necessário contratar?