Escolha uma Página
Canadá oferece bolsas de estudo para brasileiros

Canadá oferece bolsas de estudo para brasileiros

Chegou a hora de estudar fora do Brasil e, melhor ainda, de graça! É que o Programa de Bolsas de Estudo Canadá/Brasil oferece 10 bolsas para brasileiros estudarem inglês e francês no país. Serão 16 meses de intercâmbio em instituições canadenses, de setembro de 2016 a dezembro de 2017.

Ao todo, serão ofertadas 10 bolsas exclusivas para alunos de cursos superiores de tecnologia da rede federal, sendo sete para estudos em inglês e três para estudos de francês, por meio do CONIF (Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica), em parceria com o CICan (Colleges and Institutes Canada). Mas corra, as inscrições vão até o dia 15 de junho de 2016. 

LEIA TAMBÉM: 5 passeios em Toronto, no Canadá

Além de subsídio mensal e seguro-saúde, a bolsa cobrirá despesas com testes de idiomas, mensalidades e viagem. O estudante também receberá auxílio financeiro para se instalar no país e para aquisição de material.

Durante a experiência o aluno selecionado participará de curso de línguas (quatro meses), dois semestres acadêmicos (oito meses) e estágio/inserção na área de estudo ou projeto de pesquisa (dois a três meses).

Para se candidatar é preciso ter cursado dois semestres consecutivos do curso de formação, sem reprovações; comprovar nota média geral igual ou superior a sete pontos; possuir proficiência em língua inglesa ou francesa e, no retorno ao Brasil, ter, no mínimo, um semestre letivo para ser concluído.

VEJA AINDA: A verdade sobre o visto canadense

Para inscrição são necessários: documento de identidade, histórico escolar traduzido (inglês ou francês), descrição de cursos e disciplinas traduzida (inglês ou francês), currículo traduzido (inglês ou francês), comprovante de proficiência em língua inglesa ou francesa, carta de intenções, Termo de Compromisso e Formulário de Consentimento e Liberação de Informações Pessoais.

O resultado final será divulgado em 30 de junho. No mês seguinte, o Conif e o CICan definirão a instituição de destino de cada estudante.

Aqui segue o formulário de inscrição em inglês.

Aqui segue o formulário de inscrição em francês.

VEJA TAMBÉM: Cataratas de Niágara, no Canadá


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Intercâmbio na Irlanda vale a pena?

Intercâmbio na Irlanda vale a pena?

São tantas opções para aprender a falar inglês no exterior que muitas pessoas ficam perdidas em qual destino escolher. Um dos países que vem chamando a atenção é a Irlanda. Estima-se que ao menos 10 mil brasileiros viajem anualmente a este país europeu para estudar. Mas será que o intercâmbio na Irlanda vale a pena?

A resposta é sim, se o estudante busca um ensino de qualidade a um custo menor que em outros destinos europeus mais badalados, como Londres, além de ter mais facilidade para trabalhar e renovar o visto.

VEJA TAMBÉM: 6 destinos bacanas para aprender inglês

Para quem tem pouca grana, a Irlanda é uma boa opção porque o governo irlandês permite que o estudante estrangeiro trabalhe até 20 horas semanais durante o período de aulas, que pode ser estendido para até 40 horas nas férias.

Visto e outras facilidades

Além disso, o visto inicial de oito meses pode ser renovado até três vezes e, no caso de curso superior, estudantes universitários podem permanecer no país um ano após completarem os estudos em busca de trabalho na área profissional.

LEIA MAIS: Faça um intercâmbio de graça na Austrália

O intercâmbio na Irlanda vale a pena também para os estudantes que querem integrar estudos e turismo. Isso porque o tamanho da Irlanda facilita a locomoção. Com apenas 84.421 km², é possível ir de norte a sul, aproveitando cidades do interior ou do litoral, inclusive a rota de viagem pelas praias do Atlântico conhecida como “Wild Atlantic Way”.

Ah, também é possível ir à Irlanda do Norte, por exemplo, e aproveitar a gastronomia repleta de peixes, frutos do mar, queijo e uísque.

Onde ficar

dublin-irlanda

Dublin é a cidade mais procurada para intercâmbio na Irlanda

Dentre as opções de cidade para fazer o intercâmbio, a mais procurada é Dublin, especialmente por jovens. Inclusive, Dublin foi eleita por duas

vezes a Cidade Mais Amigável na Europa pelo TripAdvisor.

No destino, os estudantes costumam dar uma pausa das aulas indo tomar ar fresco nas margens do rio Liffey. Isso sem falar da riqueza arquitetônica como a do moderno Centro de Congressos de Dublin, e das construções medievais, a exemplo do Castelo de Dublin. Acho que um intercâmbio na Irlanda vale a pena porque mistura aprendizado, cultura e diversão.

OUTROS DESTINOS NA EUROPA:
Londres
Amsterdã
Barcelona
Roma
Viena

Faça um intercâmbio de graça na Austrália

Faça um intercâmbio de graça na Austrália

A Embaixada da Austrália está oferecendo intercâmbio de graça para brasileiros para um período de dois meses de estudos em instituições de pesquisa e ensino australianas. O programa Australia Brazil PhD Exchange Program dará passagens aéreas e ajuda de custo de 5.400 dólares australianos aos selecionados.

O intercâmbio financiado pelo Departamento de Educação e Treinamento da Austrália é direcionado a estudantes de doutorado que tenham fluência em inglês. As inscrições vão até o dia 30 de novembro de 2015.

VEJA TAMBÉM: 6 destinos certeiros para fazer intercâmbio

Para se candidatar, o estudante deve encaminhar o formulário de inscrição preenchido e os documentos requeridos conforme instruções contidas neste link. Os selecionados farão a viagem no período de 4 de abril a 27 maio de 2016.

LEIA MAIS: Roteiro de Melbourne, na Austrália

O principal objetivo do programa é apresentar aos alunos brasileiros o sistema de pesquisa científica da Austrália, com acesso a laboratórios e interação com cientistas do país.

 

6 destinos para fazer intercâmbio e estudar inglês

6 destinos para fazer intercâmbio e estudar inglês

Quase todo mundo que quer dar um up na carreira tem como meta aprimorar o inglês. Muitos não querem ficar anos em um curso tradicional e preferem fazer um intercâmbio para pegar fluência no idioma mais rápido e, de quebra, ainda ter uma vivência no exterior. Se este é o seu caso, veja seis destinos excelentes para atingir este objetivo. Tem opções na América, Europa, Oceania e África. 

1. Toronto, Canadá

cn tower

CN Tower, com seus mais de 400 metros de altura, é atração imperdível em Toronto

Primeiro país na preferência dos brasileiros que desejam fazer um curso de inglês, o Canadá atrai os estudantes pelo preço acessível e custo de vida mais barato, em comparação com os Estados Unidos. A indicação principal acaba sendo Toronto, uma metrópole incrível, cheia de atrações. Mas se preferir uma cidade com praia, Vancouver é boa opção também.

VEJA MAIS: Cinco atrações imperdíveis em Toronto

2. Nova York, EUA

times square

Nova York é um destino caro, mas também tem passeios gratuitos (Foto: Pixabay)

Nova York é uma das cidades mais incríveis do mundo. Estudar lá significa aprender muito mais que o inglês, é uma experiência de vida. No entanto, tudo tem seu preço. O custo para se manter na cidade e os cursos costumam ser mais altos que em outros destinos. Uma opção mais em conta nos Estados Unidos para estudar inglês é Seatle.

LEIA MAIS: 5 dicas de atrações em Nova York

3. Sydney, Austrália

sydney_australia

Sydney Opera House é um dos cartões-postais do destino mais famoso da Austrália

O clima tropical e um câmbio menor que o dólar americano são os principais atrativos para escolher a Austrália como destino de intercâmbio. Neste caso, o lugar mais procurado é Sydney, mas Melbourne também é bem bacana. Vale uma pesquisa de preço para ver as vantagens de cada local.

LEIA TAMBÉM: 10 atrações imperdíveis em Melbourne

4. Londres, Inglaterra

big-ben-londres

A sede do governo de Londres emoldurada pelo rio Tâmisa (foto: Oli Mohd)

Londres é sempre Londres, né? Um país multicultural e sensacional. O ponto negativo é que as libras valem mais que o euro, então, a viagem costuma ser mais cara. Se você tem uma grana para investir, eu diria que vale muito a pena.

VEJA MAIS: Roteiro completo de 5 dias em Londres

5. Dublin, Irlanda

dublin_irlanda

A charmosa Dublin é boa opção de intercâmbio na Europa (Foto: Dmitry/Flickr)

Uma das vantagens de estudar em Dublin é que até três meses de estadia no destino, não é necessário providenciar visto no Brasil. Outra parte boa é que tem menos brasileiros, se compararmos a Londres.

6. Cidade do Cabo, África do Sul

cape_town_africa do sul

As praias de areia branca e águas claras, como a de Muizenberg, são um dos principais atrativos da Cidade do Cabo, na África do Sul (Foto: Nick Holdstock)

A escolha da África do Sul como destino para aprender inglês pode parecer exótica, mas o país já está entre as principais rotas educacionais. Sem contar que Cidade do Cabo é linda, com muitas atrações e praias de areia branca e águas claras – uma delícia!

LEIA MAIS:
Passo a passo de como tirar o passaporte
Aeroportos: tudo o que você precisa saber antes de embarcar