Escolha uma Página
Roteiro de 4 dias: O que fazer em Istambul

Roteiro de 4 dias: O que fazer em Istambul

Única cidade no mundo dividida por dois continentes, Istambul reúne mesquitas, palácios, mercados e monumentos históricos magníficos. Entre as principais atrações estão a Mesquita Azul, com seis belos mirantes, o Palácio Topkapi, antigo centro político do Império Otomano, o Aya Sofya, que já foi o maior templo cristão do mundo, e o Grand Bazaar, com os mais diversos produtos, de tapetes a condimentos. Neste artigo, mostramos o que fazer em Istambul, em um roteiro de quatro dias.

O melhor jeito de explorar Istambul é dividi-la por bairros, para otimizar o tempo e facilitar a locomoção. Na região de Sultanahmet fica a parte histórica de Istambul e a maioria dos pontos turísticos. Localizada ao sul do Chifre de Ouro (braço de mar naturalmente curvo), reúne mesquitas, bazares, palácios e marcos históricos.

istambul-bosforo

Vista noturna de Bósforo, a partir do alto do bairro Beyoglu (Foto: Moyan Brenn)

Com muitas riquezas históricas e um toque de modernidade, Istambul tem um povo amigável e simpático, que adora receber turistas. Claro que quatro dias ainda é pouco tempo para visitar esta cidade, mas é o mínimo recomendado. Se puder ficar pelo menos uma semana para conhecer os arredores, melhor ainda!

Ah, vale lembrar que, ao entrar nas mesquitas, os turcos pedem aos visitantes que tirem os sapatos e, às mulheres, que tapem os cabelos.

O que fazer em Istambul

ROTEIRO DIA 1
ROTEIRO DIA 2
ROTEIRO DIA 3
ROTEIRO DIA 4

Antes de seguir para o roteiro, veja algumas dicas abaixo.

TRANSPORTE EM ISTAMBUL: Para se locomover em Istambul, o táxi é boa opção em Istambul, pois são bastante baratos. Uma corrida até Sultanahmet (centro histórico) sai em média por 15 dólares. Quem quiser economizar, pode pegar o metrô até a estação Aksaray, de onde partem ônibus e trens para outros locais da cidade.

MELHOR ÉPOCA PARA IR A ISTAMBUL: Para programar sua viagem, leve em conta que em Istambul o verão costuma ser quente e úmido, com pouca chuva. Já o inverno é frio, embora não tão acentuado quanto em outras regiões da Turquia. Portanto, as melhores épocas para visitar a cidade são a primavera (especialmente abril e maio) e o outono (preferencialmente entre setembro e outubro), quando as temperaturas estão mais agradáveis.

mesquita-azul-istambul

Interior da Mesquita Azul, um dos pontos mais visitados de Istambul (Foto: Pedro Szekely)

ONDE FICAR EM ISTAMBUL: Grande parte dos hotéis em Istambul fica na região de Sultanahmet, a parte histórica da cidade. Se quiser opções de hospedagem mais luxuosas vá para a região de em Beyoglu, próximo à movimentada rua Istiklal Caddesi, ótima para passear e fazer compras.

LEIA MAIS:
City tour de graça em Istambul


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Roteiro Istambul dia 1: Mesquita Azul, Aya Sofia e mais

Roteiro Istambul dia 1: Mesquita Azul, Aya Sofia e mais

Istambul, na Turquia, tem inúmeras atrações bacanas para aproveitar. No primeiro dia do roteiro a dica é ir logo de cara a um dos mais famosos cartões-postais da cidade: o Aya Sofia, antiga mesquita que hoje abriga um museu. Ali na região, curta também a encantadora Mesquita Azul e seus seis miranetes, além da impressionante Cisterna da Basílica. Veja os detalhes com preços, horário de funcionamento e localização.

Aya Sofya (Santa Sofia)

Aya Sofya já foi igreja e mesquita e, desde 1935, é um importante museu. Concluído em 537 pelo imperador Justiniano, foi até o século 16 o maior templo cristão do mundo. Com um bonito interior, com teto abobadado, tem mosaicos de ouro e afrescos que mostram toda essa mistura de religiões.

Onde fica: Sultanahmet
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 9h às 17h (até às 19h30 no verão)
Preço: 40 TL. Criança até 12 anos é grátis
Como chegar: bonde Sultanahmet

Mesquita Azul

mesquita-azul-istambul

A Mesquita Azul com belíssimos miranetes (Foto: Henrik Berger Jørgensen)

A Mesquita Azul, segunda atração mais impressionante de Istambul, é a mais impressionante de Istambul.

Apesar do nome, você pode estranhar pelo fato de ela não ser azul.

A cor se refere ao seu interior, onde o azul predomina em seus mais de 20.000 azulejos! É lindo demais!

Por fora, a Mesquita Azul conta com seis miranetes (torres) e um enorme pátio revestido de azulejos azuis, claro.

Coberta com um tapete vermelho, é necessário tirar os calçados para entrar na Mesquita Azul. As mulheres devem, ainda, cobrir os cabelos. Evite vestidos, saias, shorts e bermudas quando for fazer esse passeio!

LEIA MAIS: City tour de graça em Instambul

Antes de conhecer esse monumento tão importante, é bacana saber um pouco da sua história. A Mesquita Azul, também conhecida como Mesquita do Sultão Ahmed, é uma mesquita otomana construída entre 1609 e 1616. Ela fica no bairro de Eminönü, no distrito de Fatih, em frente à Basílica de Santa Sofia.

Ah, a entrada é grátis!

Veja neste vídeo um pouco mais da beleza da Mesquita Azul e seu entorno.

Onde fica: Sultanahmet
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 19h (até às 21h no verão). Fechado nos horários de oração
Preço: Entrada gratuita
Como chegar: bonde Sultanahmet

Cisterna da Basílica

Cisterna de Yerebatan-istambul

A Cisterna da Basílica foi construída em 542, para armazenar água nas épocas de seca (Foto: Andrés Suárez García)

A Cisterna da Basílica foi construída pelo imperador bizantino Justiniano, em 542, para armazenar água nas épocas de seca. Com suas imponentes 336 colunas de mármore em uma área de 9800 m2, é comumente chamada de “Palácio Submerso”.

Onde fica: Yerebatan Caddesi 13
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 17h30 (no verão até às 18h30)
Preço: 20 TL
Como chegar: ônibus Sultanahmet Durağı

CONTINUE LENDO:
ROTEIRO DIA 2
ROTEIRO DIA 3
ROTEIRO DIA 4

VOLTAR À MATÉRIA INICIAL


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
Roteiro Istambul dia 2: Palácio Topkapi, Grand Bazaar e mais

Roteiro Istambul dia 2: Palácio Topkapi, Grand Bazaar e mais

O segundo dia do roteiro Istambul, na Turquia, tem uma das atrações mais esperadas, o belíssimo Palácio Topkapi, antigo centro do império otomano que hoje funciona como museu. Além disso, tem também o imperdível passeio ao Grand Bazaar, o Museu Arqueológico de Istambul e até um banho turco no Cemberlitas Hamami. Confira.

Palácio Topkapi

Construído entre 1460 e 1478 pelo sultão Mehmet II, o Palácio Topkapi foi o centro político do Império Otomano entre os séculos 15 e 19. Desde 1924, o local transformou-se em museu, onde são exibidos trajes, objetos, pinturas e móveis da época, além das relíquias sagradas do profeta Maomé. Não deixe de conhecer o harém. De abril a outubro, costuma ter ficar lotado. Por isso, reserve uma manhã ou tarde inteira para visitação.

topkapi-harem-istambul

Harém do Palácio Topkapi, um dos pontos mais visitados de Istambul (Foto: Carmen Alonso Suarez)

Onde fica: Bab-i Humayun Caddesi
Horário de funcionamento: diariamente (exceto às terças), das 9h às 17h (no verão até às 19h)
Preço: 40 TL (museu) e 25 TL (harém)
Como chegar: bonde Gülhane ou Sultanahmet

Museu Arqueológico de Istambul

O Museu Arqueológico de Istambul destaca-se por sua coleção de sarcófagos, entre eles o do imperador Alexandre, O Grande. O local inclui ainda Museu do Antigo Oriente, com objetos das primeiras civilizações da Mesopotâmia e Egito, e o Cinili Kosk, com peças de cerâmica turca.

Onde fica: Osman Hamdi Bey Yokusu
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h00 às 19h00
Preço: 20TL
Como chegar: bonde Gülhane

Grand Bazaar

grandbazaar-istambul

O Grand Bazaar é o mais antigo mercado fechado do mundo (Foto: David Leo Veksler)

O Grand Bazaar é o maior e mais antigo mercado fechado do mundo, com mais de 4 mil lojas, espalhadas em 65 ruas.Com cúpulas e restos de muralha do século 15, vende de tudo um pouco: calçados, tecidos, joias, tapetes. A dica é negociar.

Onde fica: Çarsikapi Caddesi
Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 8h30 às 19h (fechado aos domingos)
Preço: entrada gratuita
Como chegar: bonde Beyazıt ou Çemberlitaş

Cemberlitas Hamami

oquefazeremistambul-banhoturco

Uma das tradições locais é o hamman, ou banho turco, como o que é oferecido pelo Cemberlitas Hamami (Foto: Divulgação)

Quem quiser mergulhar nas tradições locais deve fazer o famoso hamman, o banho turco, como o que é oferecido pelo Cemberlitas Hamami. Com alas masculinas e femininas, são diversas opções de banho: com esfoliação, massagem etc. Primeiro, a pessoa deve se despir, colocar um tecido de algodão e deitar-se sobre um mármore, numa espécie de sauna e, em seguida, vem o banho.

Onde fica: Vezirhan Cad. 8
Horário de funcionamento: diariamente, das 6h às 00h
Preço: varia conforme o tratamento
Como chegar: bonde T1

CONTINUE LENDO:
ROTEIRO DIA 3
ROTEIRO DIA 4
ROTEIRO DIA 1

VOLTAR À MATÉRIA INICIAL

Roteiro Istambul dia 3: Palácio de Dolmabahçe, Torre Gálata e mais

Roteiro Istambul dia 3: Palácio de Dolmabahçe, Torre Gálata e mais

Para aproveitar ao máximo o roteiro Istambul, na Turquia, selecionamos passeios imperdíveis nesta cidade que é dividida por dois continentes. No terceiro dia de viagem, recomendamos visitar o Palácio de Dolmabahçe, Torre Gálata e a rua Istiklal Caddesi, repleta de bares, restaurantes e lojas bacanas. Confira o que fazer em Istambul.

Palácio de Dolmabahçe

palacio-dolmabahçe-istambul

Um dos ambientes luxuosos do Palácio de Dolmabahçe (Foto: Damian Entwistle)

O Palácio de Dolmabahçe é uma espécie de “Versailles Turco”. Construído no século 19, tem dois portões monumentais, 285 quartos e 43 salas, cuja decoração permanece quase totalmente mantida. Entre os destaques está a sala do trono, os jardins em estilo francês, os quartos do sultão e o harém.  É possível fazer visitas guiadas.

Onde fica: Dolmabahçe Caddesi
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 16h (exceto às segundas e quintas)
Preço: 30 TL e 20 TL (harém)
Como chegar: ônibus DT2, T4, 22E, 28, 40, 56 ou 256 ou bonde Kabataş

Torre Gálata

torre-galata-istambul

É possível subir na Torre Gálata e ter uma bela vista de Istambul (Foto: Harold Litwiler)

A Torre Gálata foi construída pelos genoveses, em 1348, para se defender dos conflitos com Constantinopla. Em seu topo, acessível por um elevador instalado em 1967, é possível ter uma bela visão da cidade. O roteiro Istambul recomenda.

Onde fica: Büyük Hendek Caddesi
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 18h
Preço: 9 TL
Como chegar: ônibus DT2, T4, 22E, 28, 40, 56 ou 256 ou bonde Kabataş

Istiklal Caddesi

istambul-ruaIstiklal Caddesi

No bairro de Beyoglu, a rua Istiklal Caddesi tem cafés turcos, lojas e restaurantes bacanas (Foto: FaceMePLS)

No bairro de Beyoglu, a rua Istiklal Caddesi é uma passagem fechada para pedestres que começa na praça Taksim Square. Cheia de atrações, a via tem cafés turcos, lojas e restaurantes bacanas.

Como chegar: metrô Taksim

CONTINUE LENDO:
ROTEIRO DIA 4
ROTEIRO DIA 2
ROTEIRO DIA 1 

VOLTAR À MATÉRIA INICIAL

Roteiro Istambul dia 4: Estreito de Bósforo, Mercado de Especiarias e mais

Roteiro Istambul dia 4: Estreito de Bósforo, Mercado de Especiarias e mais

Para aproveitar ao máximo o melhor que Istambul, na Turquia, pode oferecer, preparamos um roteiro de quatro dias nesta cidade que é dividida por dois continentes. No quarto dia de viagem, recomendamos visitar o Estreito de Bósforo, o Mercado de Especiarias e a Mesquita de Suleymaniye. Confira o que fazer em Istambul.

Mercado de Especiarias

O Mercado de Especiarias é o segundo maior de Istambul. Como o nome diz, o local é ótimo para comprar gengibre, pimenta, orégano, açafrão e uma grande diversidade de condimentos, além de chás, azeitonas, pistache e doces típicos.

mercado-especiarias-istambul

O Mercado de Especiarias é ótimo passeio para experimentar diferentes sabores (Foto: William Neuheisel/Flickr)

Onde fica: Yeni Camii Maydan
Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 9h às 19h
Preço: entrada gratuita
Como chegar: bonde Eminönü

Estreito de Bósforo

istambul-bosforo

Vista noturna de Bósforo, a partir do alto do bairro Beyoglu (Foto: Moyan Brenn)

A viagem a Istambul não será completa se você não fizer o passeio de barco pelo Estreito de Istambul, que separa os continentes europeu e asiático. O embarque acontece no porto de Eminonu e pode ser feito em embarcações de transporte público ou de empresas privadas. O passeio, que pode durar de duas a cinco horas, você avista palácios, casarões e paisagens da cidade.

Onde fica: Eminonu
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 18h
Preço: cerca de 40 dólares
Como chegar: ferryboat Eminonu

 

Mesquita de Suleymaniye

Mesquita de Süleymaniye-istambul

O interior riquíssimo da Mesquita de Süleymaniye (Foto: Ernie R)

Esta grandiosa mesquita foi construída entre 1550 e 1557 pelo poderoso sultão otomano Suleyman I. Com estrutura ampla e imponente, tem uma enorme cúpula central e quatro minaretes, além de cinco escolas, cozinha, refeitório, estábulos, hospital e até cemitério.

Onde fica: Prof Sıddık Sami Onar Caddesi
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h30 às 17h30 (fechada nos horários de oração)
Preço: entrada gratuita
Como chegar: bonde Beyazit

CONTINUE LENDO:
ROTEIRO DIA 3
ROTEIRO DIA 2
ROTEIRO DIA 1
VOLTAR À MATÉRIA INICIAL

Dicas de Munique: Roteiro de 3 dias

Dicas de Munique: Roteiro de 3 dias

Gosta de cerveja? Vá para Munique. Curte história e arte? Vá para Munique. Quer comer bem? Vá para Munique. E tem muito mais nesta cidade encantadora ao sul da Alemanha. Famosa pela Oktoberfest, maior festival de cerveja do mundo que acontece entre setembro e outubro, Munique atrai também pelos famosos pontos turísticos, como a praça Marienplatz e o palácio de Nymphenburg. Para você não perder nada, reunimos dicas de Munique para um roteiro de 3 dias – menos que isso vai ficar faltando alguma coisa para ver. Aliás, se conseguir reserve pelo menos cinco dias inteiros para curtir o destino.

Mas antes de ver as dicas do nosso ROTEIRO (links logo abaixo), vale ressaltar algumas informações importantes sobre a cidade.

 

ROTEIRO DIA 1: Marienplatz, Igreja Frauenkirche e mais
ROTEIRO DIA 2: Palácio de Nymphenburg, Parque Olímpico e mais
ROTEIRO DIA 3: Residenz, parque Englischer Garten e mais

 

DICAS DE MUNIQUE: CLIMA

oktoberfest-munique Tendas oferecem cerveja e comidinhas na tradicional Oktoberfest de Munique (Foto: Divulgação)[/caption]

O clima em Munique é moderado para os padrões europeus, sem temperaturas extremas, tanto no inverno como no verão. Entre maio e setembro fica ainda mais gostoso visitar Munique, pois o clima é mais quente (embora ocorram mais chuvas) e o sol se põe às 10 da noite, ideal para passeios ao ar livre. Ah, e não se esqueça que fim de setembro e outubro geralmente ocorre a Oktoberfest, o maior fetival de cerveja do mundo, período em que a cidade fica bem mais lotada.

 

DICAS DE MUNIQUE: ONDE FICAR

Para facilitar a locomoção, a dica é se hospedar no centro histórico de Munique. Assim, você fica pertinho dos principais pontos turísticos e históricos – dá até para ir a pé – e contará com estações de metrô bem próximas.

 

DICAS DE MUNIQUE: GASTRONOMIA

Se quiser provar uma refeição típica de Munique, experimente o famosa “Weisswurst”: um prato típico da região da Baviera feito com salsicha branca à base de vitela e ervas, acompanhado de mostarda adocicada. Também não deixe de comer o “Brezn”, uma espécie de pão trançado. Para beber, claro, um “Maß” (leia-se “maas”), cerveja servida em canecos de um litro.

 

IR PARA ROTEIRO DIA 1
IR PARA ROTEIRO DIA 2
IR PARA ROTEIRO DIA 3


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com