Escolha uma Página

O MoMa é um passeio obrigatório no roteiro de quem vai a Nova York, sendo o Museu de Arte Moderna mais importante do mundo!

A gente fala obrigatório, mas é claro que isso depende muito do perfil de cada viajante. Mesmo que você não seja fã de arte, eu recomendo ir, sim! É um espaço cultural riquíssimo que vale a pena visitar pelo menos uma vez na vida!

VEJA TAMBÉM: GUIA COMPLETO DE NOVA YORK

É no MoMa New York que estão concentradas obras de artistas famosos da nossa história: Van Gogh, Pablo Picasso, Salvador Dalí, Mondrian, Andy Warhol, entre outros. Só isso já vale a visita, né? Pelo menos eu adorei ver de perto trabalhos que eu só conhecia em livros ou pela TV!

 

Neste post, eu conto um pouco de como foi minha experiência no MoMa New York e dou dicas para aproveitar melhor a visita por lá!

 

O que ver no MoMa?

São tantas obras importantes reunidas no MoMa que você precisa, de fato, se organizar para aproveitar melhor a sua visita. 

O MoMa é um museu bem grande e ficou ainda maior depois da reforma concluída em outubro de 2019. Eu estive lá antes da reabertura e já foi difícil ver tudo em detalhes.

moma-ny

Vá com tempo para apreciar todas as obras do MoMa (Foto: Passaporte Digital)

Então, recomendo reservar no mínimo duas horas para visitar pelo menos as principais obras do MoMa. Se for um amante de artes, sugiro reservar um período completo para aproveitar melhor o tour!

Mas se quiser só dar aquela passadinha básica, vá direto para o quarto e o quinto andar, onde ficam os quadros mais famosos. 

moma-monet

Obra A Ponte Japonesa, de Claude Monet, no MoMa, em Nova York (Foto: Passaporte Digital)

 

A galeria 503 é uma das mais visitadas, com obras do Pablo Picasso, e a famosa tela Noite Estrelada, de Vincent Van Gogh. Tem também pinturas e esculturas de muitos outros artistas importantes, como Joan Miró, Frida Kahlo, Andy Warhol, Eduard Munch, Henry Matisse, entre outros. 

💁 Dica da Alê: Pegue o mapa do museu em português na recepção do MoMa, vai facilitar bastante a locomoção e a organização da visita, para não perder tempo.

Para quem não quer perder nenhum detalhe, o MoMa dispõe de audioguias (tem em português) para adultos e crianças. É só baixar no seu celular. Veja como aqui no site do museu.

moma-free-audio

MoMa disponibiliza guias de áudio gratuitos, e tem em português (Foto: Passaporte Digital)

O museu tem ainda livraria, loja de souvenirs, restaurantes e cafés.

 

Quando o MoMa é de graça?

O MoMa é gratuito às sextas-feiras, das 16h às 20h.

É óbvio que, por ser de graça, o MoMa fica bem mais cheio neste dia e horário. Mas eu fui e não atrapalhou em nada a minha visita.

💁 Dica da Alê: Se for aproveitar o dia gratuito, chegue um pouco antes das 16h para retirar o seu ingresso gratuito.

 

MoMa como chegar?

moma-nova-york

MoMa tem fácil acesso de metrô em Nova York (Foto: Passaporte Digital)

Metrô: Fifth Avenue/53 Street, linhas E e V.
Ônibus: linhas M1, M2, M3, M4 e M5.

 

Onde fica o MoMa em NY?

📍 Localização: A entrada principal fica na West 53rd Street, entre a Quinta e a Sexta Avenida. Você também pode entrar pela West 54th Street.

⏰ Horário de funcionamento: De sábado à quinta-feira, das 10h às 17h30. Às sextas e na primeira quinta-feira do mês, das 10h30 às 21h. 

moma-museu-de-arte-moderna

Instalação interativa no MoMa, em Nova York (Foto: Passaporte Digital)

 

Preço Entrada MoMa

Se não puder ir no dia gratuito, você pode visitar o MoMa comprando o ingresso avulso (preços abaixo) ou dentro dos combos com outras atrações.     

💰 Ingresso Adulto: US$ 25
💰 Ingresso Estudantes: US$ 14
💰 Ingresso 65 anos ou mais: US$ 18

Grátis para menores de 16 anos e às sextas-feiras, das 16h às 20h.

 

MAIS SOBRE NOVA YORK:

Roteiro completo de Nova York
Conheça o High Line, o parque suspenso de Nova York
Um passeio gastronômico pelo Chelsea Market

Espero ter ajudado você com este artigo aqui do blog! Aproveite para curtir nosso InstagramFacebook e YouTube e acompanhe nossas dicas de viagem. Até a próxima!

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Booking.com