Tábua de maré em Porto de Galinhas: como consultar

por | 13/09/2021 | + Dicas

Eu mesma não sabia que a tábua de maré em Porto de Galinhas é ponto tão fundamental para conseguir fazer o passeio até as famosas piscinas naturais.

O fato é que a tábua de maré precisa estar baixa para aproveitar melhor o passeio às piscinas naturais. Quanto mais perto de 0.0 melhor. Até 0.4 é o nível máximo para curtir melhor a experiência em Porto de Galinhas, Pernambuco, e em diversas praias do Nordeste.

Então, você precisa avaliar o dia e o horário que a maré vai estar baixa para fazer o passeio.

 

 

SAIBA TUDO SOBRE O PASSEIO ÀS PISCINAS NATURAIS AQUI

Mas a pergunta que não quer calar: como eu vou saber a tábua de maré? Calma! Vou explicar de forma bem simples.

 

TÁBUA DE MARÉ EM PORTO DE GALINHAS: ONDE ACHAR?

O site da Marinha é um dos lugares que você pode consultar a tábua de maré de Porto de Galinhas com antecedência.

Mas não é tão facinho de entender à primeira vista, pois tem um monte de números bem confusos. Então, fiz um passo a passo bem simples para encontrar a tábua da maré do dia que deseja fazer o passeio e entender qual é o melhor horário. Confira:

1- Entre no site da Marinha. Clique aqui.

tabua-de-mare

 

2- Encontre o Estado desejado. No caso do nosso exemplo é Pernambuco.

tabua-de-mare

3- Encontre o Porto mais próximo. Para ver a tábua de maré de Porto de Galinhas, procure pelo Porto de Suape, que é o mais próximo do local. Clique no ícone de página para abrir o documento.

tabua-de-mare

4- Encontre o mês e a data da viagem.

5- Analise o melhor dia e horário. O horário de maré mais baixa aparece na tábua de maré com 4 números, sem ponto ou sinal h de hora.

 Dica da Alê: Escolha o dia e o horário em que a maré estiver a mais próxima de 0.0. Até 0.4 ainda é possível aproveitar o passeio às piscinas naturais.

6- Veja esse exemplo: se eu vou viajar entre os dias 17 e 19 de outubro, note que o dia 19, às 09h09 é o dia e horário que a maré vai estar mais baixa, com 0.2.

tabua-de-mare

 

ENTENDO A TÁBUA DE MARÉ

As piscinas naturais só se formam na maré baixa. Fato. Isso acontece porque a água do mar fica represas nos recifes, se transformando em piscinas de água salgada. No caso de Porto de Galinhas, geralmente cheia de peixinhos.

Note que, a cada dia, o nível mínimo da maré ocorre entre 30 e 40 minutos mais tarde que no dia anterior. Por isso, é tão importante consultar o site porque quanto mais baixo estiver o nível mínimo da maré, melhor será o seu passeio às piscinas naturais.

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Piscina natural em formato de mapa do Brasil em dia de maré não muito baixa (Foto: Passaporte Digital)

Muitos sites colocam como nível máximo 0,5, mas eu fui em nível 0,4 e achei que já não foi tão bonito quanto da primeira vez que estive lá e peguei um nível mais baixo.

Claro que o sol e a lua também influenciam. Se o dia estiver nublado ou se tiver chovido antes, a água não ficará com aquela cor maravilhosa, bem transparente. Nas luas cheia e nova, as piscinas também ficam melhores por conta do movimento maior da maré, possibilitando as baixas. Nas luas crescente e minguante, a diferença de maré é menor.

 

ATENÇÃO AO HORÁRIO: CHEGUE ANTES

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Escolha o horário mais próximo da maré mais baixa do dia para o passeio de jangada (Foto: Passaporte Digital)

Para fazer o passeio às piscinas naturais de Porto de Galinhas com o nível mais baixo da maré, o ideal é que você esteja lá no mar no melhor horário.

Por isso, se for contratar o passeio de jangada, chegue com duas horas de antecedência para dar tempo de comprar o tíquete e embarcar com tranquilidade.

Você ainda consegue aproveitar bem a experiência até uma hora antes e uma hora depois do horário de pico de maré.

 

MELHOR ÉPOCA PARA CONHECER AS PISCINAS NATURAIS

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Maré ideal em Porto de Galinhas é de até 0.4 (Foto: Passaporte Digital)

De setembro a março é o ideal, pois é o período mais seco. Isso não significa que de abril a agosto você não consiga aproveitar, mas corre-se mais risco de chuva e vento, que deixam a água mais mexida.

Então, a dica é consultar a tábua de maré antes de agendar a data do passeio às piscinas naturais.

Eu mesmo estive em Porto de Galinhas entre julho e agosto de 2021 e peguei dias ótimos, mas tive que fazer o passeio logo no segundo dia da viagem, que era o dia com a maré mais baixa (0.4). Depois disso, nos demais dias da minha estadia, não teria mais a mesma experiência, pois a maré subiu muito.

Vale a pena se organizar, olhar a tábua de maré e escolher o dia certo para ter a melhor experiência. Fica a dica!

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

Mais sobre Porto de Galinhas

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Alessandra Oggioni, Autora do Passaporte Digital

• Prazer, Alê •

Jornalista e mãe de 2, me sinto completa quando estou pelo mundo. Depois de 10 anos escrevendo para jornais e sites de turismo, trago aqui no blog aquele pitaco certeiro que vai fazer toda a diferença na sua viagem! Bora carimbar seu passaporte comigo? Me segue nas redes sociais para não perder nada!

• Vem Comigo •

• Procure no blog •

• Newsletter •

Deixe seu email e receba dicas de
viagem e promoções

• Meus Guias •

• Reserve no Blog •