Escolha uma Página
Parque Beto Carrero: boa opção para ir com crianças

Parque Beto Carrero: boa opção para ir com crianças

Fui ao parque Beto Carrero há quase 20 anos. Era solteira, sem filhos e o local estava ainda no início das atividades – e contava com poucas atrações. Agora, quase duas décadas depois, resolvi levar meus filhos pequenos, de 2 e 4 anos, para conhecer o maior parque de diversões da América Latina, localizado na cidade de Penha, em Santa Catarina. E me surpreendi positivamente: achei uma ótima opção para as crianças!

Além dos meus filhos bem pequenos, ainda fomos com amigos que levaram mais duas crianças um pouco maiores, de 6 e 8 anos. E posso dizer que todas elas aproveitaram bastante.

Logo na entrada, as crianças têm a altura medida e recebem uma pulseirinha com a permissão para ir em determinadas atrações, para que não precisem ficar passando pela medição em todo brinquedo.

VEJA MAIS: Os melhores shows do Beto Carrero World

parque-beto-carrero-mediçao

As crianças são medidas na entrada do parque para saber se a altura permite ir aos brinquedos (Foto: Passaporte Digital)

Crianças pequenas no parque Beto Carrero

O legal do Parque Beto Carrero é que mesmo as crianças menores de 1,20 conseguem aproveitar bem as atrações. Tem uma área logo à esquerda da entrada do parque, a Triplikland, que foi feita especialmente para os pequenos. Na verdade, mais parece um parque à moda antiga, com roda-gigante, carrinho de bate-bate, elefantinho que “voa”, pedalinho, xícara maluca, carrossel.

parque-beto-carrero-parque-tematico

Baby Elefante, que sobe e desce, é um brinquedo que agrada a crianças de várias idades (Foto: Passaporte Digital)

Além disso, tem um outro setor do parque Beto Carrero, dos Piratas, que as crianças adoraram. Lá tem vários cenários para tirar fotos divertidas, como por exemplo na boca de um tubarão, e uma casa com espelhos que deixam o corpo esquisito (mais alto, superbaixinho, magro, gordinho). Para chegar até esse ponto do parque é preciso passar por uma ponte pênsil que balança muito. Tem que se segurar para não cair!

LEIA TAMBÉM: 5 dicas essenciais para programar sua viagem ao Beto Carrero

parque-beto-carrero-tubarao

As crianças adoraram tirar fotos com o tubarão e outros cenários na área dos Piratas (Foto: Passaporte Digital)

Outros brinquedos que meus filhos pequenos adoraram foi o Raskapuska, uma espécie da antiga montanha encantada, que tinha no Playcenter. É um barquinho que você anda por dentro de um túnel e vê brinquedos e cenários com bonecas, bichos de pelúcia etc. Para os adultos é bem chatinho, mas minha filha de 4 anos amou!

A Vila de Madagascar, com os personagens do desenho, também foi outro ponto de total interesse das crianças menores, principalmente para tirar fotos com o leão Alex, com a hipopótama Gloria e os pinguins, claro!

parque-beto-carrero-madagascar

Adoramos tirar fotos com os personagens do Madagascar (Foto: Passaporte Digital)

Bichos são outra coisa que sempre atraem a atenção dos pequenos. Pois é, lá no Parque Beto Carrero tem um zoológico bem bacana, com macacos, leão, tigre, girafa, elefante e muitos outros animais. Vale a pena ir até lá para observar de perto os animais.

parque-beto-carrero-zoo

A área do zoológico é bem grande, com macacos, girafas, elefante e muitos outros animais (Foto: Passaporte Digital)

Também não deixe de levar as crianças para um passeio no teleférico. É um percurso curto, mas é bem bonito olhar o parque Beto Carrero de cima.

Crianças maiores de 1,20m no parque Beto Carrero

Para as crianças um pouco maiores, acima de 1,20, também tem atrações legais. A começar pelo Velho Oeste, acredito que seja o setor mais antigo do parque, com cenários de aldeia indígena, o chapéu e o letreiro de Beto Carrero e uma réplica do cavalo Faísca, onde as crianças podem colocar a cabeça e simular ser o próprio Beto Carrero.

parque-beto-carrero-letreiro

O letreiro com o nome de Beto Carrero é ponto obrigatório para foto (Foto: Passaporte Digital)

Para as crianças mais “aventureiras”, também tem montanha-russa. A Tigor Mountain é permitida para crianças a partir de 1,10 metro. E elas adoraram, foram duas vezes!

Na parte do Mundo Animal, os bichos são um encantamento para todas as idades, mas confesso que as crianças ficaram fascinados com a área de serpentes. Tinha uma cobra imensa, que parecia ter acabado de almoçar (pelo tamanho de sua “barriga”). Foi bem interessante.

Na área do Madagascar, o Crazy River é bem divertido. A gente não foi por conta do frio, porque o brinquedo molha muito mesmo! Então, como a temperatura estava baixa não arriscamos.

Ah, se as crianças curtem dinossauros também vão amar a DinoMagic. É um trecho todo percorrido por um trenzinho que dá uma grande volta pelos “fundos” do parque Beto Carrero. Em uma parte do passeio, um ator interpreta o Beto Carrero e salva o nosso trem dos bandidos armados que tentavam assaltar os passageiros. Bem legal! Depois, a gente entra em um túnel e cai no parque dos dinossauros, com luzes e réplicas dos animais.

VEJA TAMBÉM: Onde ficar no Beto Carrero

Parque Beto Carrero para adultos

Se você quer aproveitar as atrações mais “adultos” do parque Beto Carrero, vá direto para a área Aventura Radical. É lá que estão as duas montanhas-russas do parque e a famosa Big Tower, aquela torre de queda vertical. Ela tem 100 metros de altura, o equivalente a um prédio de 30 andares, e despenca a uma velocidade de 120 km/hora!

parque-beto-carrero-torre

Com 100 metros de altura, só um de nós teve coragem de encarar a torre (Foto: Passaporte Digital)

Eu curti bastante a montanha-russa FireWhip, que tem os trilhos na parte de cima e muitos (mas muitos) loopings. Fomos também na StarMountain, mas eu não curti muito porque chacoalha demais!

Outro brinquedo legal para os adultos é o FreeFall, um “elevador” que despenca a 90 km/hora!

Para dar um descanso, a Vila Germânica é uma graça, ideal para uma pausa para um almoço ou um chopinho.

parque-beto-carrero-vila-germanica

A Vila Germânica é o lugar ideal para uma pausa para um chope (Foto: Passaporte Digital)

Se quiser mais detalhes para planejar o dia no parque do Beto Carrero, segue o mapa com todas as atrações (que você retira gratuitamente na entrada).

mapa-parque-beto-carrero


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com

Os 10 melhores parques aquáticos e de diversões da América do Sul

Bons para ir em um final de semana ou para curtir uma semana (ou mais) de férias, os parques aquáticos e de diversões brasileiros fizeram bonito no ranking do site Trip Advisor, que classificou os melhores empreendimentos deste tipo na América do Sul. O parque do Beto Carrero World, em Penha (SC), ficou em primeiro lugar. Mais sete parques nacionais entraram na lista, na avaliação dos próprios usuários. Confira a classificação sul-americana:

beto carrero

Parque Beto Carrero World, em Santa Catarina, é o primeiro entre os da América do Sul (Foto: Divulgação)

1- Beto Carrero World, Penha (SC)
2- Beach Park, Aquiraz (CE)
3- Hot Park, Rio Quente (GO)
4- Thermas dos Laranjais, Olímpia (SP)
5- Eco Parque Arraial D’Ajuda, Arraial D’Ajuda (BA)
6- DiRoma Acqua Park, Caldas Novas (GO)
7- Alpen Park, Canela (RS)
8- Parque Nacional del Café, Montenegro (Colômbia)
9- Mirabilandia Parque de Diversões, Recife (PE)
10- Parque El Agua Isla de Margarita, Porlamar (Venezuela)

Ranking Mundial

beach park

Beach Park, no Ceará, está entre os destaques na categoria de parques aquáticos

Na premiação mundial, o Beach Park, no Ceará, ficou em segundo lugar na categoria “aquáticos”, somente atrás do Siam Park, na Espanha. Já na categoria “diversão”, o Beto Carrero World, em Santa Catarina, ficou com a sexta posição geral. O campeão mundial foi o parque Discovery Cove, de Orlando.

VEJA TAMBÉM: Discovery Cove, em Orlando, tem nado com golfinho