Escolha uma Página
Dicas de pousadas em Jericoacoara

Dicas de pousadas em Jericoacoara

Não faltam pousadas em Jericoacoara, no Ceará, além de hotéis de todas as categorias e de diversos tipos: desde os mais simples aos mais sofisticados, como o Essenza Hotel, que recebe até artistas famosos e onde cada quarto tem sua sacada com piscina e vista para a praia!

Se você quer dicas certeira de onde ficar em Jericoacoara com conforto e aconchego, a escritora Danielli Kollossoski, que morou na cidade por quatro anos, indica as melhores opções. Confira.

>>> Villa Chic Hostel Pousada
Situada na rua principal, o Villa Chic Hostel Pousada está entre os melhores hostels. Além de ser lindo e ter um ótimo atendimento, os hóspedes usam uma cozinha comunitária, onde conhecem os demais turistas. Com piscina.

>>> Pousada Tamarindo
Localizada na rua das Dunas, a Pousada Tamarindo fica pertinho da praia. Pequena, porém lindíssima, muito bem decorada e estruturada.

>>> Pousada da Renata
A Pousada da Renata existe há 20 anos! Fica na entrada da cidade, para quem gosta de ficar longe do barulho da vila. Dá uns 15 minutos de caminhada até o centro principal. Pousada simples, com uma área com muitos coqueiros e piscina.

>>> Pousada Nova Era
Situada quase em frente ao forró, a pousada Nova Era é simples, porém bem bonita, com piscina e um jardim muito alegre.

Outras opções: Pousada do Norte (rua das dunas) e Pousada do Maurício (situada na rua principal, pertinho da praia).

VEJA TAMBÉM:
Dicas de restaurantes em Jericoacoara
Praia de Jericoacoara e outras atrações


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com
O que fazer em Foz do Iguaçu

O que fazer em Foz do Iguaçu

É claro que quando se pensa em Foz do Iguaçu (PR) logo vem à mente as incríveis cataratas. Mas o que fazer em Foz do Iguaçu além deste passeio maravilhoso? Muitas coisas. Tem museu de cera, atração com réplicas de dinossauros e parque de aves.

Localizada no extremo oeste do Paraná, Foz do Iguaçu é a terceira cidade mais visitada por estrangeiros que vêm ao Brasil por motivo de lazer, segundo o Ministério do Turismo. Três ou quatro dias é um tempo bacana para aproveitar bem o destino.

1. Cataratas do Iguaçu

foz do iguaçu_cataratas-do-iguacu

As Cataratas do Iguaçu é uma das maiores quedas em volume d’água do mundo (Foto: Acervo Cataratas do Iguaçu S.A)

Patrimônio Natural na Humanidade e uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza, as Cataratas do Iguaçu é uma das maiores quedas em volume d’água do mundo. Vale a visita não só do lado brasileiro como também do lado argentino. Funciona assim: na portaria do Parque Nacional do Iguaçu, embarque em um dos ônibus que levam até o início das trilhas. O local ainda tem outras atrações, como o Macuco Safari (para ver as cataratas de barco) e a Trilha do Poço Preto (9 quilômetros a pé, de bike ou carro elétrico).
– Preço: Cataratas – ingresso + transporte por R$ 31,30 (brasileiro/adulto e criança a partir de 12 anos). Menores de 12 anos têm entrada grátis.

Veja mais sobre as cataratas de Iguaçu neste vídeo.

2. Museu de Cera Dreamland

museu de cera_foz do iguaçu

O papa Francisco é uma das personalidades no museu de cera Dreamland de Foz do Iguaçu

O museu de cera Dreamland de Foz do Iguaçu tem como atração estátuas de cera de diversas personalidades mundiais, em tamanho natural e em 16 cenários diferentes. Os visitantes podem ver de perto ídolos da música, como Michael Jackson e Madonna, astros do cinema, como Marlin Monroe e Tom Cruise, e outras personalidades, como o Papa Francisco.
– Preço: ingresso a partir de R$ 40 (inteira)

LEIA MAIS sobre o Museu de Cera de Foz do Iguaçu

3. Vale dos Dinossauros

vale dos dinossauros_foz do iguacu

Os dinossauros se mexem e emitem sons no Vale dos Dinossauros em Foz do Iguaçu (foto: Reprodução)

O Vale dos Dinossauros fica junto ao museu de certa Dreamland e reproduz cenários pré-históricos e 20 espécies de dinossauros, que emitem sons e fazem movimentos.

4. Parque das Aves
Parque das Aves tem mais de 150 espécies voando bem próximas do público, que pode literalmente entrar nos viveiros. Tem até arara-azul que, vira e mexe, vem pousar nos ombros dos turistas.
– Preço: R$ 24 por pessoa (brasileiro)

5. Compras em Ciudad del Este
Na paraguaia Ciudad del Este, do lado de lá da Ponte da Amizade, é bacana comprar roupas, acessórios, perfumes e eletrônicos. Ao lado da aduana paraguaia tem o Shopping Del Leste e, na avenida principal, a San Blás, há duas galerias: a Monalisa e a Alfonso I.

6. Usina Hidrelétrica de Itaipu

itaipu_foz do iguacu

Visitantes embarcam em um ônibus para conhecer o funcionamento da Usina de Itaipu (foto: Reprodução)

Dá para visitar a Usina de Itaipu e ter uma visão ampla da barragem de aproximadamente 8 quilômetros de extensão.
– Preço: R$ 27 (inteira) e R$ 13,50 (meia)

* Preços consultados em junho de 2015 (sujeitos a alteração)

O que fazer em Paraty: 8 passeios imperdíveis

O que fazer em Paraty: 8 passeios imperdíveis

Paraty, no Rio de Janeiroé uma cidade que mistura história e belezas naturais, com praias e cachoeiras. O destino é ideal para quem quer desacelerar, acalmar a rotina. O legal é que dá para visitar Paraty o ano inteiro. Se você gosta de ler, talvez seja bacana ir em julho, quando acontece a Flip (Feira Literária Internacional de Paraty). Em contrapartida, neste período, os hotéis costumam ficar mais cheios. Veja o que vale mais a pena para você.

É bom lembrar que as praias de Paraty ficam mais afastadas da cidade. Portanto, vale mais a pena conhecê-las em um passeio de barco, incluindo as ilhas da região. Veja o que fazer em Paraty, na nossa seleção de 8 passeios imperdíveis.

1. Centro Histórico

paraty_centro historico

O tradicional calçadão de pedra do Centro Histórico de Paraty é passeio obrigatório (Foto: Rodrigo Soldon Flickr)

Entre casarões coloniais e igrejas dos séculos 18 e 19, o Centro Histórico de Paraty com seu tradicional calçadão de pedras é passeio obrigatório. Não deixe de apreciar a igreja de Santa Rita, erguida em 1722, além de curtir os bares, restaurantes e lojinhas de artesanato das redondezas.

2. Praia Antigos e Antiguinhos
São duas praias de águas transparentes separadas por pedras. Em Antiguinhos, o mar é mais calmo e mais apropriado para banho. Acesso a pé a partir da Praia do Sono (30 minutos) ou de barco a partir de Laranjeiras (20 minutos).

3. Praia do Cachadaço

paraty_cachadaco

Praia do Cachadaço fica na Vila de Trindade (Foto: Ana Paula Hirama | Flickr)

Com areia branca e fininha, a praia Cachadaço é uma delícia, especialmente pelas piscinas naturais. Para chegar à praia, que fica na Vila de Trindade, caminhe por 20 minutos a partir da Praia do Meio. De barco, dá cinco minutos.

4. Praia do Sono
Mais rústica e procurada por surfistas, por ter o mar agitado, a praia do Sono fica na estrada para Trindade (entre à esquerda ao lado do Condomínio Laranjeiras). De lá, partem carros que levam os turistas até o ponto de partida dos barcos. De Laranjeiras até o Sono são cerca de dez minutos. Dá para fazer trilha à pé, com mais ou menos 1h30 de caminhada.

5. Praia Ilha dos Cocos
A transparência da água é o principal atrativo da Ilha dos Cocos. Em determinadas épocas do ano é possível ver arraias e tartarugas. O paraíso, no entanto, fica um pouco mais isolado. Acesso por barco a partir do cais de Paraty (1h30).

VEJA TAMBÉM: Praias brasileiras bonitas e baratas para ficar

6. Praia da Lula

paraty_praia da lula

Praia da Lula atrai pelas águas calmas (Foto: LMFernandes – Flickr)

Com águas calmas e claras, a praia da Lula tem cerca de 150 metros de extensão. Acesso por barco a partir do cais de Paraty (uma hora).

7. Praia Vermelha
A praia de águas verde-esmeralda tem esse nome por conta do tom avermelhado da areia. Tem boa infraestrutura, com bares e duchas de água doce. Acesso por barco a partir do cais de Paraty (uma hora).

8. Praia de Paraty Mirim

praia_paraty_mirim

Paraty Mirim fica a 27 quilômetros ao sul do centro de Paraty (Foto: Fred Schinke – Flickr)

A 27 quilômetros ao sul do centro de Paraty, a Paraty Mirim tem águas calmas e cachoeiras. Não deixe de ver a pequena igreja de Nossa Senhora da Conceição, do século 18. Acesso pela rodovia Rio-Santos, rumo a São Paulo, no km 154,5.

LEIA MAIS: O que fazer em Búzios

Programação das festas de São João no Nordeste

Programação das festas de São João no Nordeste

É difícil encontrar alguém que não goste de festa junina, ainda mais se já tiver participado de uma das festas de São João no Nordeste brasileiro. Repletos de muita comida típica, quadrilhas, danças folclóricas, forró e fogueira, os principais festejos já começaram na Paraíba, Pernambuco e Bahia, mas ainda dá tempo de aproveitar os eventos.

Confira um pouco mais de cada São João, as datas dos eventos, principais atrações e shows, como os de Elba Ramalho, Calypso, Alceu Valença e Zezé di Camargo e Luciano.

festa sao joao_paraiba

Festas de São João são tradição no Nordeste (foto: Marina Guimaraes_flickr)

>>> São João de Campina Grande (Paraíba)
Onde acontece:
Parque do Povo
Vai até quando:
até 05 de julho de 2015
Principais atrações:
Shows de Elba Ramalho (23/06), Alceu Valença (20/06), Zé Ramalho (24/06) e Padre Fábio de Melo (30/06), apresentação de quadrilhas e trios de forró

>>> São João de Caruaru (Pernambuco)
Onde acontece:
Pátio de Eventos Luiz Gonzaga
Vai até quando:
até 29 de junho de 2015
Principais atrações:
Shows de Banda Calypso (22/06), Margareth Menezes (24/06), Zezé di Camargo e Luciano (27/06), Aviões do Forró (28/06) e Mastruz com Leite (29/06)

>>> São João de Amargosa (Bahia)
Onde acontece:
Vale do Jiquiriçá
Vai até quando:
até 24 de junho de 2015
Principais atrações:
Shows de Zezé Di Camargo e Luciano, Durval Lelys e Wesley Safadão (datas a confirmar).

LEIA MAIS SOBRE O NORDESTE:
Porto Seguro
Natal
Maceió
Maragogi
Porto de Galinhas
Recife

Qual a melhor época para ir ao Pantanal

Qual a melhor época para ir ao Pantanal

Só de ver as fotos já dá para perceber porque o Pantanal foi declarado pela Unesco como Patrimônio e Reserva da Biosfera Mundial. Maior área alagadiça do planeta, este santuário ecológico é um prato cheio para quem gosta de aventura. Mas para apreciar tudo isso com uma riqueza ainda maior de detalhes, a melhor época para ir ao Pantanal é de maio a setembro.

pantanal_MTUR

Pantanal: a melhor época para ir é de maio a setembro (foto: Ministério do Turismo)

Isso porque neste período as chuvas costumam dar uma trégua, diminuindo o nível das águas, formando lagoas onde centenas de peixes ficam represados. A época também coincide com a florada dos ipês rosas e amarelos – um convite a belas fotos.

Leia também:
Um passeio delicioso em Curitiba
Como aproveitar a Serra Gaúcha

Outro ponto positivo de quem vai ao Pantanal mato-grossense entre maio e setembro é que a temperatura fica um pouco mais amena. Com noites estreladas, fica ainda melhor curtir a paisagem magnífica deste pedaço do Brasil.

Continue lendo:
Veja outros destinos pelo Brasil


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Booking.com