Escolha uma Página
Black Friday: quanto levar para gastar em compras no exterior

Black Friday: quanto levar para gastar em compras no exterior

Fazer compras pode ser uma das atrações mais prazerosas em uma viagem, especialmente se você vai aos Estados Unidos e a outros países nos quais os valores de roupas e acessórios de algumas marcas são bem mais em conta – se comparados com os mesmos artigos vendidos em terras brasileiras. Se estiver na época da Black Friday então (aquela superpromoção que acontece no fim de novembro, após o feriado de Ação de Graças), prepare os bolsos, porque as lojas baixam os preços mesmo!

outlet_sxc

Outlet na Black Friday pode ser uma verdadeira tentação para o bolso (foto: iStock)

Mas quanto reservar para as compras no exterior? Já fui a alguns outlets nos Estados Unidos (Orlando, Miami, Las Vegas e Camarillo/Los Angeles) e selecionei alguns itens com seus devidos preços, para você ter uma ideia mais clara de quanto custa um óculos de sol da Fossil ou uma blusinha da Tommy Hilfiger e, assim, planejar melhor os gastos.

LEIA TAMBÉM: Como se dar bem nos outlets

Vale lembrar que é preciso acrescentar o valor do imposto ao preço aqui mostrado. A taxa geralmente varia entre 7,5% e 9%, dependendo do lugar que você estiver. No entanto, se você for durante a Black Friday (final de novembro) ou retirar cupons de desconto no próprio outlet, ainda pode economizar mais um pouco. Confira quanto custa cada item.

– Calça jeans feminina DKNY: US$ 35,99
– Tênis Nyke Lunar feminino: US$ 59,97
– Bolsa Guess: US$ 55
– Camiseta feminina Zara: US$ 16,90
– Tênis Vans: US$ 39,97
– Calça de lycra de ginástica Puma: US$ 17
– Óculos de sol Fossil: US$ 59,99
– Blusinha Tommy Hilfiger: US$ 21
– Camisa polo masculina Polo Rauph Lauren: US$ 39,99
– Jaqueta North Face infantil: US$ 26,99
– Casaco de lã Ann Taylor: US$ 29,99
– Conjunto de body de bebê com 5 peças Carters: US$ 12,48
– Lenços umedecidos Huggies com 500 unidades: US$ 5,97

LEIA MAIS:
Vale a pena fazer o enxoval do bebê no exterior?
Guia de compras em Miami
Os melhores outlets de Orlando

Dica de hotel-fazenda em Águas de Lindóia, interior de São Paulo

Dica de hotel-fazenda em Águas de Lindóia, interior de São Paulo

Está a fim de levar as crianças para um hotel-fazenda bacana, pertinho da capital paulista? A dica aqui é o hotel-fazenda Morro Pelado, em Águas de Lindóia, interior de São Paulo, quase na divisa com Minas Gerais.

O lugar é muito bonito e tem diversas atrações para as crianças e, por que não, para os pais. Entram na lista de diversão lagos para pescaria, pedalinhos, trenzinho para subir o famoso Morro Pelado, vaquinhas (que as crianças podem tirar leite) e passeio a cavalo. Ah, para os mais “aventureiros” o hotel-fazenda Morro Pelado tem também tirolesa, arvorismo e paintball. Quem preferir, pode desfrutar da piscina também.

VEJA TAMBÉM: O que fazer em Campos do Jordão

O que mais chama a atenção das crianças são, sem dúvida, os animais soltos passeando pertinho da gente. Vira e mexe você dá de cara com um avestruz ou um carneirinho pelo caminho (isso quando eles não estão na porta do seu quarto!).

hotel fazenda morro pelado

Crianças têm contato com animais em toda extensão do hotel-fazenda (foto: Passaporte Digital)

As acomodações são simples. Na verdade, os quartos e os banheiros dos chalés são um pouco antigos, mas nada que atrapalhe o fim de semana de diversão.

O atendimento é bastante cortês, e a comida é deliciosa, tanto do restaurante principal quanto da lanchonete perto do lago. Comemos um PF de peixe delicioso lá!

hotel fazenda morro pelado

Passeio de pedalinho, tirolesa e pescaria são atrações do hotel-fazenda (foto: Passaporte Digital)

Estão inclusos na diária o café da manhã (bem farto, com tapioca, pães, bolos e frutas) e também o jantar à mineira, com torresmo, carne de porco, farofa e companhia! O preço médio é de R$ 500 o pacote de sexta a domingo para dois adultos e duas crianças com meia-pensão. Eu fui com minha família e recomendo!

LEIA MAIS: Viagem romântica em Santo Antônio do Pinhal, interior de SP

Viajar barato: 3 países em conta para visitar

Viajar barato: 3 países em conta para visitar

Se você ainda não tem destino certo para a próxima viagem e está com orçamento apertado, não se preocupe. A dica aqui são três países para viajar barato, gastando até 50 dólares por dia, incluindo hospedagem e refeição. Entre os lugares indicados estão Peru, Bulgária e Guatemala. Conheça um pouco mais sobre cada um.

>>> Peru

machu picchu

Dá para conhecer Machu Picchu sem gastar muito

No Peru, um dos destinos mais populares (pelo menos entre os brasileiros) é Machu Picchu, com suas incríveis ruínas incas. No entanto, o país tem outros locais bacanas para visitar. Lima, por exemplo, tem bons restaurantes e museus. Cusco é recheada de história. E Pisac, também localizada no Vale Sagrado, atrai visitantes por seu conhecido complexo arqueológico. Os preços? Há muitos hostels por US$ 25. Também é fácil encontrar refeições na rua por cerca de US$ 5. Faça as contas e programe sua viagem!

LEIA TAMBÉM: Machu Picchu com conforto e mordomia

>>> Bulgária

Sófia

A catedral Alexander Nevski é uma das atrações na capital da Bulgária, Sófia (Foto: iStock)

Bulgária, na Europa Oriental, é um dos destinos mais em conta do continente. Tirando a passagem aérea, que pode ter um custo um pouco mais elevado, dá para ficar por lá com um certo conforto sem pagar muito (cerca de US$ 40 por dia). Só para se ter ideia, você pode ficar em um hostel e pagar US$ 15 a diária ou tomar uma cerveja por US$ 1,50. Entre as cidades, Sófia, a capital do país, não é das mais bonitas, mas atrai por seus lugares históricos. Outros pontos bacanas são as montanhas de Bansko e Pomporovo (ótimas para praticar esqui no inverno) e as praias do Mar Negro (no verão), em cidades como Sozopol, Santa Helena Kostantinos, Athopol ou Balgarevo Balchik. É o charme do Velho Continente por um valor justo.

>>> Guatemala

Guatemala

Vulcões ainda ativos são atração na Guatemala (Foto: Pixabay)

Outro lugar barato na América Latina é a Guatemala, que conquista visitantes por seus sítios arqueológicos, mas também tem praias e vulcões ativos. Entre os locais de destaque estão Verapaces, com seus rios de águas cristalinas, Izabal, com suas belas praias, e Petén, que abriga grande parte dos tesouros da civilização maia. Já a capital, Cidade da Guatemala, é um pouco mais moderna. Perto de Antigua está um dos vulcões mais famosos do país, o Pacaya, que dá para visitar com guias especializados. Tudo isso com preços convidativos: hospedagem por US$ 15 e refeições a módicos US$ 3. Sim, isto é possível!

LEIA MAIS:
Como procurar hotel pela internet
Hospede-se em lugares luxuosos sem pagar muito 

Paris: roteiro de sete dias na capital da França e arredores

Paris: roteiro de sete dias na capital da França e arredores

Paris é um daqueles lugares no mundo que quem vai uma vez quer voltar sempre – e cada viagem certamente encontrará algo diferente: um café delicioso, um bistrô incrível ou um museu que ainda não tinha sido explorado devidamente. Mas se você está indo à “Cidade Luz” pela primeira vez, montei um roteiro de sete dias na capital da França e arredores que vai ajudar a aproveitar melhor o tempo por lá.

Paris

Rio Sena com a Torre Eiffel ao fundo: paisagem de Paris que encanta os olhos (Foto: Passaporte Digital)

Entre as atrações, claro que não pode faltar a Torre Eiffel, o Arco do Triunfo, a Champs Elysée, a Catedral de Notre Dame e o Museu do Louvre. Se você tem pouco tempo em Paris, priorize esses locais. Mas se tem a sorte de ter pelo menos sete dias, pode se basear nesse roteiro tranquilamente.

torre eiffel

Torre Eiffel, ícone de Paris, pode ser vista de vários ângulos (Foto: Passaporte Digital)

Para facilitar, tive a preocupação de colocar as atrações de maneira geográfica, para otimizar o tempo. Além disso, pesquisei os endereços, horários de funcionamento, como chegar e os preços de entradas e ingressos, para você ter uma ideia melhor de quanto vai gastar na viagem.

Outro ponto importante. Ao andar de transporte público, guarde o bilhete usado com você até o fim da viagem. Caso o fiscal passe e solicite o bilhete, é preciso mostrar, se não pode levar multa que varia de 30 a 50 euros. Dado o recado, agora é aproveitar o roteiro. Vamos lá?

Roteiro Primeiro Dia
Roteiro Segundo Dia
Roteiro Terceiro Dia
Roteiro Quarto Dia
Roteiro Quinto Dia
Roteiro Sexto Dia
Roteiro Sétimo Dia

 


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


Porto de Galinhas: destino para todas as idades em Pernambuco

Porto de Galinhas: destino para todas as idades em Pernambuco

Porto de Galinhas, localizada em Ipojuca, a 70 quilômetros de Recife, é um verdadeiro oásis do litoral de Pernambuco. Eu considero um destino eclético, que atende a todos os perfis: famílias com crianças, jovens, casais, idosos. Isso porque tem praias calmas, lindas piscinas naturais, passeios de jangada, águas boas para surfe e infraestrutura excelente.

porto de galinhas

Porto de Galinhas é destino eclético em Pernambuco (Foto: Turismo PE)

O centrinho de Porto de Galinhas também é uma graça. Vira e mexe você encontra uma galinha – seja de cerâmica, de barro ou qualquer outro material -, símbolo do local, espalhada pelos cantos. A gastronomia é outro ponto forte, com muitos bares e restaurantes charmosos especializados na cozinha regional e em frutos do mar.

porto de galinhas

Passeio de jangada pelas piscinas naturais é obrigatório para quem vai a Porto de Galinhas (Foto: Turismo PE)

No entanto, na minha opinião, as praias são realmente o principal atrativo. E é da praia central que partem as famosas jangadas coloridas para levar os turistas às piscinas naturais na maré baixa. Você pode até descer do barco e mergulhar. Quem quiser também pode dar ração aos peixinhos. Um passeio imperdível.

Outra coisa que adorei fazer em Porto de Galinhas foi um passeio de barco pelo mangue, para ver a preservação do cavalo-marinho. De Pontal de Maracaípe saem os barcos do projeto Hippocampus, de proteção à espécie. Muito bacana mesmo!

Já a praia de Maracaípe é outra parada obrigatória, especialmente para quem gosta de surfe, já que tem ondas mais fortes. Isso sem contar a areia branquinha, o belo coqueiral e os cajueiros.

Leia também: Roteiro de praias em Porto Seguro

porto de galinhas

Praia de Muro Alto é ótima para ir com crianças (Foto: Passaporte Digital)

Já a praia de Muro Alto é ideal para quem está com crianças. Uma espécie de “muro” feito pelos arrecifes forma uma piscina natural de mais de dois quilômetros com águas quentinhas. Uma delícia.

>>> Hotel
Apesar de Porto de Galinhas ter resorts e hotéis bem bacanas, eu fiquei hospedada em uma pousada mais simples, porém confortável, chamada Cores do Mar. Tem uma piscina gostosinha para se refrescar no fim da tarde e um quarto limpinho. Para quem não exige grandes luxos, é uma opção boa e mais em conta.

Leia também: Como pesquisar hotéis na internet


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.