Escolha uma Página

High Line: guia completo do parque suspenso de Nova York

por jul 18, 2019Destinos Internacionais, Estados Unidos, Nova York0 Comentários

Você já deve ter ouvido falar no High Line, em Nova York! Eu adorei conhecer esse parque suspenso de 2,5 quilômetros construído sobre uma antiga linha de trem, no lado oeste de Manhattan.

O lugar é superdescolado! Fica realmente “suspenso” a 8 metros de altura e atravessa 19 quarteirões. É uma delícia passar algumas horas da manhã ou da tarde caminhando por ali e observando pontos diferentes daquela Nova York enlouquecida, cheia de barulho de sirenes e buzinas de automóveis.

No High Line, apesar de estar rodeado de prédios residenciais e industriais, você alcança até uma certa calmaria, um ponto de certa tranquilidade para nova iorquinos e turistas.

LEIA MAIS SOBRE A TIMES SQUARE AQUI.

high-line

Uma das obras do High Line Park, que valoriza os artistas locais (Foto: Divulgação)

Na verdade, o High Line, apesar de ser um parque, está mais para uma passarela suspensa. Tem jardins, bancos, instalações e esculturas, uma espécie de galerias de arte ao ar livre. 

No parque, você encontra obras de artistas locais, como o relógio (Silent Agitator), de Ruth Ewan, o mural de Dorothy Iannone com o desenho de três Estátuas da Liberdade coloridas e letreiros com as palavras Love e Amor (sim, em português). 

Um dos pontos que mais gostei dentro do High Line é a vista das escadas acima da 10th Avenue. Construído como um auditório ao ar livre de madeira, você tem uma vista do movimento da cidade, pode avistar o rio Hudson e ainda ver (de longe) a Estátua da Liberdade. Um descanso estratégico!

VEJA TAMBÉM: Como fazer um passeio gratuito para a Estátua da Liberdade

Quem quiser comer, tem um restaurante e barraquinhas entre as ruas 15th e 16th.

 

O que fazer no High Line Park

Para percorrer o High Line de ponta a ponta, você vai levar aproximadamente uma hora. Mas não precisa pressa. Reserve três horas da sua manhã ou tarde para apreciar a paisagem ou simplesmente descansar.

A verdade é que o High Line é um ótimo passeio para combinar com outros pontos turístico. Eu, por exemplo, fui após minha visita ao The Vessel, uma escultura interativa ao ar livre que é novidade em Nova York. É bem pertinho, dá para ir caminhando. 

VEJA MAIS SOBRE O THE VESSEL AQUI

Depois de percorrer o parque praticamente inteiro, eu desci na altura do Chelsea Market, que é imperdível! Vale a pena!

Para facilitar, fiz um roteiro para um dia de visita na região do High Line.


Roteiro combinado com o High Line e atrações no entorno

 

🕘 Manhã: The Vessel + High Line

Comece seu roteiro do dia com uma visita ao The Vessel, no complexo Hudson Yards. De lá, vá caminhando (5 minutos) até a entrada do High Line na rua 30th.

Dica da Alê: Chegue cedo, às 9h, pois depois disso fica muito cheio, e a entrada ao The Vessel é por ordem de chegada.

SAIBA MAIS SOBRE O THE VESSEL NESTE POST.

the-vessel

Dá para combinar a visita ao The Vessel com o High Line (Foto: Passaporte Digital)

 

🕛 Tarde: High Line + Chelsea Market + Whitney Museum

Depois de caminhar pelo High Line, observar as ruas, as obras e descansar um pouco nessa área verde, é hora de almoçar! O melhor lugar para fazer isso é no Chelsea Market. Para isso, você precisa descer na 16th St.

O lugar é repleto de restaurantes, mercadinhos, lojas de queijo, vinho e muito mais. Adorei o passeio por lá.

VEJA MAIS SOBRE O CHELSEA MARKET AQUI.

Se depois de caminhar pelo Chelsea Market ainda sobre um gás, dá para visitar o Whitney Museum, um prato cheio para quem gosta de arte moderna americana (fica na 99 Gansevoort Street). 

 

Onde comer no High Line

Próximo à entrada da 14th Street, logo após o The Standard Hotel, você encontra uma cafeteria e um restaurante em uma das poucas áreas cobertas do High Line.

Ali, também fica uma espécie de feirinha de artesanato, com lembrancinhas lindas e obras de artistas locais, tudo devidamente protegido da chuva e da neve – já que o parque também é aberto durante o inverno.

high-line-nova-york

Vista para o rio Hudson a partir do HIgh Line Park (Foto: Passaporte Digital)

 

História do High Line

O local onde o High Line foi construído era uma antiga linha de trem construída em meados dos anos 1800 (sim!!!). Vagões de carga eram usados para transportar comida para os moradores de Manhattan.

Porém, a linha férrea era tão perigosa que o trecho próximo à 10th Avenue ficou conhecido como a Avenida da Morte. Em 1910, 540 pessoas já tinham sido mortas em acidentes com os trens.

Com alguns melhorias, anos mais tarde, por volta de 1934, milhões de toneladas de carne, laticínios e outros produtos eram transportados por ali. As linhas cortavam diretamente alguns edifícios, criando fácil acesso para fábricas como a National Biscuit Company (também conhecida como Nabisco), que agora é a sede do Chelsea Market.e que funcionou até os anos 1980.

Depois disso, o local foi ficando deteriorado e ficou abandonado desde 1983. 

Condenado à demolição, moradores se uniram para restaurar o local. Em 2009, o High Line foi entregue ao público nesse novo formato, transformando um espaço inativo em um ponto turístico de lazer e arte. 

high-line-historia

Antes de virar parque, o High Line ficou abandonado por muitos anos (Foto: Divulgação)

 

Como chegar ao High Line

Há vários pontos de acesso para “subir” ao High Line. 

No entanto, se não estiver com muito tempo livre no roteiro, recomendo entrar pelo acesso da Gansevoort St, pertinho do Whitney Museum (estação 14th street x 8th Ave, linhas A, C, E ou L) ou na rua 30 com 10ª Avenida (Penn Station).

O High Line fica na Gansevoort Street, entre a Washington St. e a 11 Ave. É possível acessar o parque nas seguintes ruas:

– Gansevoort Street (com elevador)
– 14th Street (com elevador)
– 16th Street (com elevador)
– 17th Street
– 20th Street
– 23rd Street
– 26th Street
– 28th Street
– 30th Street (com elevador)
– 34th Street (entrada com rampa acessível)

Banheiros estão disponíveis próximo às entradas da Gansevoort St, 16th St e 30th St.

high-line-at-night

O High Line fica aberto até às 23 horas no verão (Foto: Divulgação)

 

Horário de funcionamento The High Line

O High Line é aberto ao público diariamente. Confira os horários de acordo com a época do ano.

De Dezembro a Março: das 7h às 19h
De Abril a Maio: das 7h às 22h
De Junho a Setembro: das 7h às 23h
De Outubro a Novembro: das 7h às 22h

A entrada é gratuita.

Se você gostou das nossas dicas e quer acompanhar novidades sobre viagens, siga-nos nas redes sociais: Facebook, Instagram e YouTube.


Alessandra Oggioni

Alessandra Oggioni

Jornalista, mãe e apaixonada por viagens. Seu passatempo preferido é desenhar roteiros e dar pitacos na viagem dos amigos. Depois de passar por mais de 12 países e mais de 30 cidades pelo mundo, criou o blog Passaporte Digital, para reunir dicas de viagem para os melhores destinos no Brasil e no exterior.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Booking.com