Fim da cobrança de bagagem em voo nacional

por | Atualizado em 25 de novembro de 2020 | + Dicas

Eba!!! Foi aprovado no Senado nesta quarta-feira (22 de maio) o fim da cobrança de bagagem despachada em voo nacional. Será liberada gratuitamente uma mala de até 23 quilos por passageiro sem taxa adicional.

Em 2017, quando começaram as cobranças adicionais pelo despacho de bagagem em voos domésticos, as companhias aéreas alegaram que, com a medida, conseguiriam reduzir as tarifas das passagens. Na prática, sabemos que não foi bem assim que aconteceu.

Por isso, fiquei feliz com a notícia do fim da cobrança de bagagem em voos pelos Brasil! Agora, falta só a sanção do presidente Jair Bolsonaro para a regra começar a valer, o que deve acontecer em até 15 dias.

VEJA TAMBÉM: O que fazer no caso de extravio de bagagem

Lembrando então que a regra é clara! Cada passageiro em voo nacional pode despachar uma mala de até 23 quilos em aeronaves acima de 31 assentos, ou uma mala de 18 quilos em aeronaves de 21 até 30 assentos ou uma bagagem de 10 quilos para as aeronaves de até 20 assentos.

Além da questão da bagagem, a medida provisória aprovada no Senado também libera a possibilidade de 100% de capital estrangeiro na composição acionária das companhias aéreas brasileiras.

Sem cobrança de bagagem de mão

cobrança de bagagem

Bagagem de mão de até 10 quilos pode ser levada no avião (Foto: Passaporte Digital)

 

Além de despachar uma mala de até 23 quilos, os passageiros também podem levar uma bagagem de mão que esteja dentro das especificações permitidas.

O tamanho máximo permitido para levar a mala dentro do avião em voos nacionais é de 55 cm de altura, 35 cm de largura e 25 cm de profundidade e ter, no máximo, 10 quilos.

Ah, as rodinhas e alças contam no tamanho sim!

Além da mala com essas medidas, você também pode levar um artigo pessoal, que pode ser:

  • Bolsa
  • Sacola pequena (de Duty Free)
  • Mochila de notebook
  • Bolsa de bebê
  • Casaco ou jaqueta
  • Guarda-chuva sem ponta
  • Binóculos
  • Máquina fotográfica
  • Livro ou revista
  • Alimentação infantil para consumo durante a viagem

Mesmo podendo levar um item a mais como bagagem de mão, eles também precisam seguir as dimensões máximas de 45 cm x 35 cm x 20 cm (altura, largura e comprimento).

Ah, artigos esportivos em geral (prancha de surfe, bicicleta etc.), alguns instrumentos musicais e outros tipos de bagagem especial deverão ser incluídos nas taxas de franquia, da mesma forma que uma bagagem comum, se passarem do tamanho permitido.

Já bengalas, muletas, andadores, cadeiras de rodas, carrinho de bebê e outros equipamentos do gênero podem ser levados na cabine de passageiros, exceto quando as dimensões inviabilizarem o transporte na cabine. Caso os equipamentos precisem ser despachados, serão enviados como “bagagem prioritária”.

Se você precisa levar medicamentos que exigem resfriamento, deverá transportá-los em um recipiente apropriado e mantê-lo sob seu cuidado e responsabilidade ao longo de toda a viagem.

A bagagem de mão é de responsabilidade total do dono. As companhias aéreas não se responsabilizam por perda ou extravio da mala. Portanto, é necessário cuidado e atenção. Já a mala despachada, se extraviada, cabe à companhia resolver a questão.

LEIA MAIS: Bagagem em voos internacionais

 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Alessandra Oggioni, Autora do Passaporte Digital

• Prazer, Alê •

Jornalista e mãe de 2, me sinto completa quando estou pelo mundo. Depois de 10 anos escrevendo para jornais e sites de turismo, trago aqui no blog aquele pitaco certeiro que vai fazer toda a diferença na sua viagem! Bora carimbar seu passaporte comigo? Me segue nas redes sociais para não perder nada!

• Vem Comigo •

• Procure no blog •

• Newsletter •

Deixe seu email e receba dicas de
viagem e promoções

• Meus Guias •

• Reserve no Blog •