Turismo rural: conheça uma fazenda de café histórica em Campinas

Turismo rural: conheça uma fazenda de café histórica em Campinas

Com a pandemia, o turismo rural ganhou força. Em uma destas nossas andanças pelo interior de São Paulo, encontramos uma fazenda de café cheia de história, com tour cultural, piquenique e um pôr do sol de tirar o fôlego.

A Fazenda Tozan fica localizada em Campinas, a apenas 100 quilômetros da capital paulista. O lugar é lindo, tem uma história bem rica associada à produção de café e agora oferece também um tour cultural com piquenique para visitantes.

São duas opções de passeio que a Fazenda Tozan oferece: café da manhã ou café da tarde. Ambos são em formato piquenique e incluem um roteiro guiado para conhecer a propriedade e visita ao mirante histórico. A duração total da visita é de cerca de 3h30!

turismo-rural

O local do piquenique é todo arborizado e cheio de cantinhos instagramáveis (Foto: Passaporte Digital)

Nós optamos pela visita no período da tarde para pegar o pôr do sol. Foi espetacular! O passeio começou às 15h15 com um tour guiado pela fazenda, onde aprendemos sobre a história do lugar e cultivo do café. Na sequência, seguimos para o piquenique e, depois, fomos de van até o mirante. A vista para os cafezais com o sol se pondo é realmente maravilhosa!

Veja como foi nosso passeio à Fazenda Tozan no vídeo abaixo! Confira mais fotos da nossa experiência no Instagram aqui ou continue lendo o artigo para saber mais sobre preços, atrações e como chegar.

Turismo rural: atrações na Fazenda Tozan

A Fazenda Tozan abre aos finais de semana para o tour cultural com piquenique e, durante a semana, para grupos e escolas. Veja abaixo as principais atrações que o local oferece aos visitantes.

Tour cultural

Como boa parte de todo turismo rural, a Fazenda Tozan tem muita coisa a mostrar. Por isso, nada melhor que um tour guiado que conta a história do lugar, como começou a produção do café por ali, como é a plantação e a colheita.

turismo-rural

Conhecendo os cafezais da fazenda histórica (Foto: Passaporte Digital)

Os visitantes passam pelos cafezais, pelo terreiro de secagem do café, pela casa-sede da fazenda, datada de 1850, e até pela senzala onde viveram mais de 220 escravos. Veja abaixo mais sobre a história do local.

A fazenda é linda, cheia de árvores, e com muita história, contada de um jeito leve e didático pela excelente equipe de guias. Até as crianças curtiram o passeio! Adoraram aprender sobre o plantio do café e comer o fruto direto do pé. Foi bem legal!

turismo-rural

Em pequenos grupos, os visitantes conhecem a propriedade e o cultivo do café (Foto: Passaporte Digital)

 

Piquenique na fazenda

Depois do tour cultural, seguimos para o piquenique com café da tarde. Você pode escolher entre colocar a toalha no chão, como no piquenique tradicional, ou nas mesas.

turismo-rural

Piquenique é uma das atrações na Fazenda Tozan, em Campinas (Foto: Passaporte Digital)

O pessoal da Fazenda Tozan providencia tudo: a toalha, os utensílios, a cesta, os comes e bebes. Aliás, tudo delicioso! A cesta vem com lanche frio, pães de queijo, frutas, cupcake com receita japonesa, suco, água, leite e, claro, o café produzido ali.

Eu amei o café. A dica é experimentar sem açúcar, pois o sabor é realmente diferenciado. Mesmo eu que sempre adoço a bebida, adorei a experiência!

turismo-rural

Fazenda Tozan apostou no turismo rural e oferece tour cultural e piquenique (Foto: Passaporte Digital)

Sem falar do lugar onde o piquenique é feito. Tudo preparado no detalhe, com vários cantinhos instagramáveis, balanços e com uma trilha sonora relaxante. Perfeito para um momento bem gostoso em família ou casal!

 

 

Pôr do sol no mirante

Depois do piquenique, seguimos para a última parte do passeio: a visita ao mirante para ver o pôr do sol. Subimos de van, em cinco minutos, e chegamos ao lugar.

turismo-rural

Mirante de 1928, de onde se tem um belíssimo pôr do sol (Foto: Passaporte Digital)

O mirante, por si só, já é maravilhoso. Datado de 1928, era um lugar para meditação e prática de tai chi chuan. Do alto, você consegue avistar o cafezal e apreciar o pôr do sol. Foi um momento inesquecível!

turismo-rural

Pôr do sol de tirar o fôlego na Fazenda Tozan, em Campinas (Foto: Passaporte Digital)

 

Eu, que amo turismo rural, realmente recomendo a visita à Fazenda Tozan, em Campinas. Se puder, vá no pôr do sol, porque realmente foi a cereja do bolo do passeio! Ficamos encantados!

 

Fazenda Tozan: uma história que começa em 1798

A propriedade onde fica a fazenda existe desde 1798, na época uma sesmaria de 6.400 hectares cedida a um homem chamado Floriano Camargo Penteado. Sempre com grande importância na região de Campinas, o local passou a cultivar café a partir de 1850. Inclusive, chegou a utilizar mão de obra escrava.

turismo-rural

Senzala histórica preservada na Fazenda Tozan, que chegou a ter 220 escravos (Foto: Passaporte Digital)

No local, é possível conhecer esse triste episódio histórico com a preservada senzala onde viveram mais de 220 escravos. O lugar é de arrepiar: uma construção baixa, na época sem janelas e com apenas uma porta de entrada bem pequena, na qual os escravos tinham que se abaixar para passar na contagem diária do capataz.

Avançando um pouco na história, em 1927, parte da fazenda é comprada pela família Iwasaki, fundadora do grupo Mitsubishi, a qual pertence até hoje, já na quarta geração. A partir daí, o local passou a se chamar Fazenda Monte D’Este e, depois, Fazenda Tozan.

turismo-rural

A fazenda foi comprada em 1927 pela família Iwasaki, fundadora do Grupo Mitsubishi (Foto: Passaporte Digital)

Até hoje, a cultura cafeeira é o forte da fazenda. São mais de um milhão e trezentos mil pés em uma boa safra. A qualidade é tão alta, que todo café produzido ali é enviado para exportação. Ah, mas claro que você vai poder experimentar o produto em sua visita! Eu simplesmente amei! Foi um dos melhores cafés que já tomei na vida!

Hoje, além do café, a Fazenda Tozan também produz soja e milho e abriu suas portas para o turismo rural. Você confere fotos e objetos da época na lojinha do local.

 

Fazenda Tozan preço

turismo-rural

A fazenda é histórica, de 1798, e foi comprada pela família atual em 1927 (Foto: Passaporte Digital)

Confira os valores dos roteiros (inclui tour cultural, piquenique e visita ao mirante):

  • Adulto (a partir de 11 anos): R$ 99,50 por pessoa
  • Criança (de 5 a 10 anos): R$ 69,00 por pessoa
  • Grátis para criança até 4 anos acompanhada de adulto pagante

Estacionamento gratuito no local

Reservas: somente com agendamento pelo WhatsApp 19 3257-2269 ou pelo site.

 

Fazenda Tozan: onde fica

turismo-rural

Fazenda Tozan fica a 100 quilômetros de São Paulo (Foto: Passaporte Digital)

A Fazenda Tozan está localizada a 100 quilômetros de São Paulo e a apenas 11 quilômetros do centro da cidade de Campinas. Um lugar pertinho da capital paulista, uma ótima opção para quem curte turismo rural.

Endereço: Rodovia Gov. Dr. Adhemar Pereira de Barros, KM 121,5 – Campinas (SP)

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

Mais passeios com crianças perto de São Paulo

Santuário de Aparecida de um jeito que você nunca viu

Santuário de Aparecida de um jeito que você nunca viu

Mesmo se você não for católico, certamente já ouviu falar do Santuário de Aparecida, a segunda maior catedral do mundo, ficando atrás apenas da Igreja de São Pedro, no Vaticano.

Construído em 1955 para abrigar a imagem de Nossa Senhora Aparecida encontrada no rio Paraíba, em Aparecida (SP), o Santuário é muito mais que um lugar de oração e devoção. Com seus marcantes tijolinhos aparentes, oferece muitos atrativos turísticos e históricos, claro que sempre ligados ao universo religioso.

Com familiares na cidade, eu frequento essa igreja desde pequena, mas desta vez visitei o Santuário de Aparecida de um jeito muito diferente, percorrendo alguns cantinhos que pareciam lugares secretos que eu nunca tinha conhecido – e aproveitei para mostrar para as crianças também!

aparecida

Primeira missa no Santuário de Aparecida aconteceu em 1946 (Foto: Passaporte Digital)

Elas adoraram subir na torre da Basílica, ir até o topo da cúpula e ver tudo de lá de cima, visitar o museu e saber que a imagem da Santa Padroeira do Brasil foi encontrada em um rio, acender uma vela em tamanho gigante…

Você sabia que dá para fazer tudo isso por lá? Acompanhe o nosso passeio e conheça mais sobre as atrações do Santuário de Aparecida, preços, funcionamento e horários das missas.

 

O que fazer em Aparecida do Norte?

Para quem é católico, claro que o principal ponto turístico da cidade é ver a imagem original de Nossa Senhora, que fica em um vidro dentro do Santuário de Aparecida. As pessoas vão passando pela imagem e rezando… Eu acho um lugar mágico, de muita paz e fé. Passar por ali é sentir a verdadeira atmosfera que o turismo religioso representa.

santuario-de-aparecida

Imagem original da santa é protegido por um vidro blindado (Foto: Passaporte Digital)

Além das orações e da missa, aproveitamos nossa visita para conhecer alguns dos diversos pontos turísticos do Santuário de Aparecida, alguns até pouco conhecidos do grande público, como a cúpula da igreja com uma visão sensacional da basílica! Foi emocionante conhecer os bastidores da igreja, tudo muito organizado!

Veja todos os lugares que você pode conhecer em sua visita ao Santuário de Aparecida.

 

Mirante na Torre da Basílica de Aparecida

santuario-de-aparecida

Mirante está a 109 metros de altura (Foto: Passaporte Digital)

Eu acho o máximo ter uma visão da cidade a partir do 16º andar da Torre de Aparecida, a 109 metros de altura.

Todo cercado de vidros, o local de 324 metros quadrados permite avistar o Rio Paraíba, onde a imagem de Nossa Senhora Aparecida foi encontrada, a ponte que liga o Santuário à igreja velha, a rodovia Presidente Dutra, entre outros pontos da cidade.

Em 2007, a torre ganhou um relógio de quatro toneladas, construído em Madri (Espanha). De qualquer lado é possível avistar as horas.

santuario-de-aparecida

Mirante está localizado na torre do relógio da Basílica (Foto: Passaporte Digital)

Horário de Funcionamento do Mirante:

Segunda a sexta: 9h às 17h, sábado: 8h às 18h e domingo: 8h às 17h (bilheteria encerra meia hora antes)

Preço para visitação:
  • Adulto: R$12,00
  • Criança de 6 a 12 anos: R$ 6,00
  • Idoso acima de 60 anos: R$ 6,00
  • Especial Combo – R$ 20,00 (Mirante/Museu + Cúpula)

 

Museu Nossa Senhora Aparecida

Inaugurado em 1956, o Museu Nossa Senhora Aparecida tem exposições permanentes e temporárias sobre diversas temáticas, tendo como plano de fundo a história da Padroeira do Brasil.

Adorei ver curiosidades como as cadeiras especiais feitas para os papas que visitaram a Basílica (a diferença entre elas é gritante), artefatos originais da época, entre outros objetos religiosos.

Infelizmente, não é permitido filmar nem fotografar no museu.

Horário de Funcionamento do Museu:

Segunda a sexta: 9h às 17h, sábado: 8h às 18h e domingo: 8h às 17h (bilheteria encerra meia hora antes)

Preço para visitação:
  • Adulto: R$12,00
  • Criança de 6 a 12 anos: R$ 6,00
  • Idoso acima de 60 anos: R$ 6,00
  • Especial Combo – R$ 20,00 (Mirante/Museu + Cúpula)

 

Cúpula do Santuário de Aparecida

O lugar que eu mais gostei de conhecer foi a Cúpula do Santuário de Aparecida, um dos lugares mais recentes abertos à visitação.

Logo acima do Altar Central, a 52,86 metros do chão, as pessoas podem visitar o espaço, circulando todo o local em meio a 52 painéis que contam a história da obra.

santuario-de-aparecida

Vista do Santuário de Aparecida a partir da cúpula, que pode ser visitada (Foto: Passaporte Digital)

O mais legal é que você vai passando pelos corredores da igreja, nos bastidores mesmo, até chegar à cúpula. Ah, e é totalmente acessível para cadeirantes e pessoas com dificuldade de locomoção.

Horário de Funcionamento da Cúpula:

Segunda a sexta: 9h às 17h, sábado: 8h às 18h e domingo: 8h às 17h (bilheteria encerra meia hora antes)

Preço para visitação:
  • Adulto: R$12,00
  • Criança de 6 a 12 anos: R$ 6,00
  • Idoso acima de 60 anos: R$ 6,00Especial Combo – R$ 20,00 (Mirante/Museu + Cúpula)

 

Bondinho

Além de ser um meio de transporte ao Morro do Cruzeiro, o Bondinho Aéreo de Aparecida é um passeio divertido para fazer com as crianças.

O percurso tem pouco mais de 1 quilômetro a uma altura de 120 metros, chegando à Torre do Mirante com 30 metros, que tem um andar panorâmico. O embarque e desembarque é feito no próprio Santuário Nacional de Aparecida.

Infelizmente, no dia em que fomos (em julho de 2021) estava em manutenção e não pudemos conhecer.

Horário de Funcionamento:

Segunda a sexta: 9h30 às 16h, sábado: 8h às 17h e domingo: 8h às 16h30

Preço:
  • Adulto: R$16,00 (somente ida) ou R$ 30,00 (ida e volta)
  • Criança de 6 a 12 anos: R$ 8,00 (somente ida) ou R$ 15,00 (ida e volta)
  • Idoso acima de 60 anos: R$ 8,00 (somente ida) ou R$ 15,00 (ida e volta)

 

Sala dos Milagres

A icônica Sala dos Milagres, também conhecida como Sala das Promessas, guarda os mais diversos objetos deixados por devotos em homenagem a uma graça alcançada. Só para se ter ideia, são mais de 70 mil fotografias em exposição.

santuario-de-aparecida

Sala dos Milagres tem itens deixados por devotos (Foto: Passaporte Digital)

A sala fica no subsolo do Santuário de Aparecida desde 1974, sendo o segundo lugar mais visitado pelos romeiros. 

Horário de Funcionamento da Sala dos Milagres:

Segunda a sexta: 8h às 17h, sábado e domingo: 7h às 17h

Preço:
  • gratuito

 

Sala das Velas

Próximo a uma das entradas da Basílica está a Sala das Velas, construída na década de 70.

santuario-de-aparecida

Sala das Velas é um dos espaços mais visitados no Santuário de Aparecida (Foto: Passaporte Digital)

Como o nome já diz, é um espaço para acender velas em pedidos ou agradecimento. As crianças ficaram impressionadas com a quantidade de velas ali e, claro, quiseram acender uma também.

Você pode levar sua vela ou comprar na lojinha ao lado. Tem de todos os tamanhos, modelos e cores

santuario-de-aparecida

Lojinha vende os mais diversos tipos e formatos de velas (Foto: Passaporte Digital)

Horário de Funcionamento da Sala das Velas:

Segunda a sexta: 6h às 19h, sábado e domingo: 5h às 20h

Preço:
  • gratuito

 

Passarela da Fé

santuario-de-aparecida

Com quase 400 metros de extensão, Passarela da Fé liga o Santuário à Basílica Velha (Foto: Passaporte Digital)

Passarela da Fé, estrutura que liga o Santuário de Aparecida à Basílica Velha, foi inaugurada em dezembro de 1971.

Com 392 metros de extensão, a 35 metros do chão em sua parte mais alta, é muito utilizado por pessoas que a atravessam de joelhos para pagamento de promessas.

Quem quiser, pode conhecer a Basílica Velha, datada de 1.888.

 

Shopping dos Romeiros

santuario-de-aparecida

O Shopping dos Romeiros tem de lembrancinhas a restaurantes (Foto: Passaporte Digital)

As tradicionais barraquinhas que vendem os mais diferentes produtos continuam nas ruas de Aparecida.

Mas quem preferir, também pode visitar o Shopping dos Romeiros, atrás do Santuário, com cerca de 300 lojinhas de artigos religiosos e lanchonetes.

Horários das missas no Santuário de Aparecida

santuario-de-aparecida

A belíssima Basílica de Aparecida já reabriu para missas (Foto: Passaporte Digital)

 

Segunda a sexta-feira: 6h45 | 9h | 12h | 16h | 18h

Sábado: 6h | 9h | 12h | 14h | 16h | 18h | 20h

Domingo: 5h30 | 8h | 10h | 12h | 14h | 16h | 18h

Na pandemia, há um número máximo de pessoas por missa. Quando eu fui, em julho de 2021, havia aferição de temperatura de todas as pessoas antes de entrar na basílica. Sugiro consultar o site oficial da basílica antes de ir para confirmar os horários de missa e abertura dos pontos turísticos.

 Dica da Alê: prefira ir de dia de semana que está mais vazio e tranquilo para visitação e missas.

 

História do Santuário de Aparecida

santuario-de-aparecida

Primeira missa no Santuário de Aparecida foi celebrada em 1946 (Foto: Passaporte Digital)

Desde quando a imagem da santa foi encontrada, em 1717, nas águas do Rio Paraíba, a cidade de Aparecida passou a receber devotos que iam buscar graças e agradecer as alcançadas na primeira capela de madeira construída em 1745, porém Nossa Senhora Aparecida passou a ser proclamada Padroeira do Brasil, em 16 de julho de 1930, por decreto do Papa Pio XI.

O Santuário de Aparecida teve sua primeira missa celebrada em 11 de setembro de 1946. Desde então, três papas já passaram por lá: João Paulo II, em 1980, Papa Bento XVI, em 2007, e Papa Francisco, em 2013.

 

Quando visitar?

santuario-de-aparecida

Prefira visitar o Santuário de Aparecida em dias de semana (Foto: Passaporte Digital)

O Santuário de Aparecida pode ser visitado o ano todo. Como são muitos atrativos, vá com um calçado confortável e prefira visitar durante a semana.

Durante o mês de outubro, em especial no dia 12, comemora-se o Dia de Nossa Senhora Aparecida. Por isso, se quiser evitar tumulto e aglomeração, prefira outras datas para conhecer o Santuário e suas atrações.

 

Onde fica Aparecida?

santuario-de-aparecida

A cidade de Aparecida fica a 2 horas da capital paulista (Foto: Passaporte Digital)

A cidade de Aparecida, também conhecida erradamente como Aparecida do Norte, fica no caminho entre São Paulo e Rio de Janeiro.

A 170 km da capital paulista, tem fácil acesso pela Rodovia Presidente Dutra e Ayrton Senna.

Para quem vem de outros estados mais distantes, a melhor opção é o Aeroporto de São Paulo (Guarulhos) ou de Campinas, fazendo o restante do percurso de carro ou de ônibus.

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

Conheça outras cidades do interior de São Paulo

Como ir para as piscinas naturais de Porto de Galinhas

Como ir para as piscinas naturais de Porto de Galinhas

As piscinas naturais de Porto de Galinhas são, sem dúvida, um dos principais atrativos para quem vai a Ipojuca, em Pernambuco.

O passeio de jangada para chegar às piscinas naturais que mais se parecem um aquário com tantos peixes em um mar de águas transparentes atrai turistas à Praia de Porto de Galinhas, localizada na cidade de Ipojuca, a uma hora de Recife, em Pernambuco. Realmente, é uma atração obrigatória no roteiro.

As piscinas naturais se formam na maré baixa, quando a água do mar fica represada nos arrecifes por algumas horas. A questão é que a cada dia elas aparecem em um horário diferente.

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Passeio de jangada é o mais tradicional para ver as piscinas naturais de Porto de Galinhas (Foto: Passaporte Digital)

Em Porto de Galinhas, as piscinas naturais mais famosas e visitadas ficam na praia do centrinho.

Confira mais fotos e vídeos da nossa experiência nas piscinas naturais de Porto de Galinhas em nosso Instagram aqui ou veja o vídeo completo abaixo. Continue lendo o artigo para saber mais sobre preços, atrações extras e como chegar.

 

 

COMO IR ÀS PISCINAS NATURAIS DE PORTO DE GALINHAS?

 

O jeito mais utilizado para chegar às piscinas naturais de Porto de Galinhas é pelo tradicional passeio de jangada, embora, em algumas delas, também seja possível chegar caminhando pela água mesmo, dependendo da maré.

Por isso, o ponto de partida para ocorrer o passeio às piscinas naturais é a maré. É necessário que você verifique o dia e horário em que a tábua de maré esteja com nível menor que 0.4. Quanto menor, melhor para a formação das piscinas.

LEIA MAIS: Como consultar a tábua de maré em Porto de Galinhas

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Neste dia, a maré estava no limite de 0.4, o máximo ideal para formação das piscinas naturais (Foto: Passaporte Digital)

Verificando o melhor dia e horário, é só chegar à Praia de Porto de Galinhas com antecedência. Recomendo chegar duas horas antes, para dar tempo de comprar o passeio de jangada até as piscinas naturais com tranquilidade.

O ideal é calcular para chegar à piscina natural no momento em que a maré estiver no ponto mais baixo do dia. Dá para aproveitar bem o passeio entre uma hora e meia antes e uma hora e meia depois do nível mínimo da maré baixa, porque a água ainda estará bem límpida.

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Escolha o horário mais próximo da maré mais baixa do dia para o passeio de jangada (Foto: Passaporte Digital)

Lembrando que o passeio de jangada dura, em média, 40 minutos, passando por algumas piscinas naturais, sendo a mais famosa delas a que tem formato do mapa do Brasil. Você pode comprar o tíquete na Associação de Jangadeiros de Porto de Galinhas. Na praia, também há jangadeiros e empresas de turismo oferecendo o serviço.

Dica da Alê: uma vez em cima dos arrecifes, tome muito cuidado com os pés, porque machuca mesmo. Se possível, vá com aquelas meias emborrachadas ou chinelos.

Vale lembrar que existem alguns pontos de piscinas naturais acessíveis a pé ou nadando. Mas considero a experiência de passear de jangada bem gostosa. Caso decida ir caminhando pela água, recomendo ir com pessoas que conheçam o local, para não se arriscar, ou acessar somente aquelas mais próximas da faixa de areia.

 

QUANTO CUSTA O PASSEIO ÀS PISCINAS NATURAIS?

 

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Passeio de jangada custa R$ 40 por pessoa em Porto de Galinhas (Foto: Passaporte Digital)

Existem pelo menos dois tipos de passeio de jangada. O tradicional é que te leva até as principais piscinas naturais em um passeio de aproximadamente 40 minutos. Geralmente, são três ou quatro pontos de parada, alguns liberados para banho. O local mais famoso é a piscina natural em formato de mapa do Brasil.

A segunda opção de passeio de jangada é o que inclui o mergulho de cilindro. Neste caso, você não visita várias piscinas naturais, mas sim para em um dos pontos de apoio no mar, coloca os equipamentos, recebe as instruções e faz a imersão.

Como já havia feito o passeio tradicional em Porto de Galinhas antes, decidimos fazer a atração que incluía o mergulho. Aliás, foi minha primeira vez na atividade.

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Fiz o combo: passeio de jangada com mergulho de cilindro em Porto de Galinhas (Foto: Passaporte Digital)

Achei que compensou bastante, porque o passeio de jangada tradicional custa R$ 40 por pessoa, e eu paguei R$ 75 no que incluía o mergulho, já com a locação dos equipamentos. Valeu a pena! Foi delicioso e muito diferente.

O ingresso para o passeio de jangada é tabelado e pode ser comprado na Associação dos Jangadeiros, em frente à Praça Central da praia de Porto de Galinhas. Já o tour com mergulho eu comprei na praia mesmo, com uma empresa de turismo local.

 

Preços: passeio de jangada às piscinas naturais de Porto de Galinhas

  • R$ 40 (acima de 13 anos)
  • R$ 20 (criança de 4 a 12 anos)
  • Gratuita para criança até 3 anos
  • Passeio de jangada + mergulho com cilindro: a partir de R$ 75 por pessoa

 

QUAL A MELHOR MARÉ EM PORTO DE GALINHAS?

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Maré ideal em Porto de Galinhas é de até 0.4 (Foto: Passaporte Digital)

Para fazer o passeio às piscinas naturais, o ideal é que a maré esteja abaixo de 0.4 (quanto mais próximo de 0.0, melhor). Da última vez que estive em Porto de Galinhas, peguei 0,4, no limite. Não estava tão visível o mapa do Brasil como na primeira vez que estive lá, mas deu para aproveitar bem.
Dica da Alê: para não correr o risco de pegar maré alta e não ter piscinas naturais, consulte a tábua de maré uns dez dias antes da viagem e verifique o dia em que o tempo estará firme e com maré abaixo de 0.4, para não correr o risco de deixar para o último dia e não ter piscina para curtir.

QUAL A ÉPOCA DE MARÉ BAIXA EM PORTO DE GALINHAS?

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Passeio às piscinas naturais valem muito mais nos dias e horários de maré baixa (Foto: Passaporte Digital)

Nem sempre é possível visitar um ponto turístico em sua melhor época. No caso de Porto de Galinhas, se puder ir de outubro a fevereiro, melhor, porque há pouco risco de chuva e as águas ficam bem mais transparentes.

Eu estive em Porto de Galinhas nas férias das crianças, final de julho, e dei sorte de pegar tempo bom, com dois dias de chuva passageira pela manhã. Nos últimos dias de viagem, já em agosto, notei que começou a ventar mais forte, mas nada que atrapalhasse a viagem.

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Piscina natural em formato de mapa do Brasil em dia de maré não muito baixa (Foto: Passaporte Digital)

Sobre as piscinas naturais, eu peguei somente um dia de maré apropriada, com 0.4. Nos demais dias, a maré estava mais alta. Então, programe seu passeio no dia que a maré estiver a menor possível.

Dica da Alê: caso a maré esteja acima dos 0.4, avalie se vale a pena fazer o passeio ou deixar para um outra ocasião, pois não é a mesma experiência.

 

COMO É O MERGULHO DE CILINDRO NAS PISCINAS NATURAIS?

 

Como eu nunca tinha tido a experiência de mergulhar com cilindro, quis fazer algo novo e aproveitei a visita a Porto de Galinhas quando me ofereceram o pacote casadinho: passeio de jangada e mergulho.

Confesso que tive um pouco de dificuldade com a respiração no início, mas depois me adaptei. O instrutor faz um breve treinamento, e o mergulho é bem superficial para quem está iniciando. O passeio durou cerca de 20 minutos, e eles fornecem o equipamento.

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Valeu a experiência de mergulhar com cilindro nas piscinas naturais de Porto de Galinhas (Foto: Passaporte Digital)

Enquanto parte dos adultos mergulhavam, as crianças ficaram curtindo o mar com snorkel, uma delícia. Depois nadamos até a piscina natural mais próxima e ficamos uns 10 minutos por ali, curtindo os peixes.

Achei que a experiência valeu a pena porque eu já tinha feito o passeio tradicional antes.

 

QUANTO TEMPO DURA O PASSEIO ÀS PISCINAS NATURAIS DE PORTO DE GALINHAS?

 

O trajeto até as piscinas naturais de Porto de Galinhas é bem rápido, pois não é muito distante da faixa de areia. Depois, o tempo médio do passeio é de 30 minutos a 1 hora, dependendo do jangadeiro e do número de turistas.

 

FOTÓGRAFO PISCINAS NATURAIS EM PORTO DE GALINHAS

 

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Você pode contratar fotos para registrar esse momento nas piscinas naturais (Foto: Passaporte Digital)

Eu também aproveitei para fazer umas fotos superlegais nas piscinas naturais de Porto de Galinhas. No meu caso, fiz com o Ricardo Fotograffias (veja o insta dele aqui), que utiliza dome e gopro para dar o efeito meio subaquático. Os preços variam a partir de R$ 100 o pacote.

Alguns jangadeiros e as empresas de mergulho também oferecem a inclusão de fotografias no pacote.

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

 

Mais sobre Porto de Galinhas

Praia dos Carneiros: onde fica e o que fazer?

Praia dos Carneiros: onde fica e o que fazer?

Quando se fala na Praia dos Carneiros logo vem à cabeça aquele lindo coqueiral e a icônica igrejinha à beira-mar. Muito visitada por quem está em Porto de Galinhas e Recife, tem se tornado a “queridinha” do litoral pernambucano.

De águas limpas, em um tom de verde incrível, com muitos atrativos e deliciosas piscinas naturais, a Praia dos Carneiros é um daqueles lugares que tem que colocar no roteiro!

Localizada na cidade de Tamandaré, muita gente quer saber como chegar a Praia dos Carneiros, já que os acessos públicos não estão sinalizados. É mais fácil entrar pelas barracas de praia ou pelos resorts à beira-mar.

praia-dos-carneiros

Piscinas naturais da Praia dos Carneiros com suas águas transparentes (Foto: Passaporte Digital)

Então, se você quer saber onde fica a Praia dos Carneiros, quais as atrações imperdíveis e como chegar, fica aqui comigo neste post para conferir:

Praia dos Carneiros: onde fica
Como acessar a Praia dos Carneiros
Em qual barraca ficar
O que fazer na Praia dos Carneiros
Melhor época para ir

Veja também nosso vídeo sobre a Praia dos Carneiros e confira mais fotos desse lugar delicioso em nosso Instagram.

 

Praia dos Carneiros: onde fica

A Praia dos Carneiros fica em Tamandaré, a cerca de 1 hora para quem está em Porto de Galinhas. O passeio também pode ser aproveitado por quem está em Maragogi, Alagoas, com mais ou menos o mesmo tempo de trajeto.

praia-dos-carneiros

Praia dos Carneiros fica na cidade de Tamandaré, perto de Porto de Galinhas (Foto: Passaporte Digital)

Partindo de Porto de Galinhas, você tem algumas opções para chegar até a Praia dos Carneiros: de transfer, oferecido por empresas de turismo local, táxi (bem mais difícil) ou de carro.

Fomos de carro alugado e foi muito prático. Paramos no estacionamento da barraca Bora Bora, que cobra R$ 20 por adulto para entrada. É só colocar no GPS Bora Bora Carneiros para chegar. A estrada a partir de Porto de Galinhas está em boas condições.

Como acessar a Praia de Carneiros

Como eu disse, o acesso mais fácil à Praia dos Carneiros é via barracas de praia ou pelos resorts à beira-mar, caso esteja hospedado em um deles. Pelo o que pesquisei, até existem alguns acessos públicos (sem ter que passar pelos restaurantes ou hotéis), mas não encontramos nenhuma sinalização pelo caminho que passamos.

praia-dos-carneiros

Bora Bora cobra day use por pessoa (Foto: Passaporte Digital)

Escolhemos a barraca Bora Bora devido à localização, bem de frente para as piscinas naturais e a uns 20 minutos de caminhada até a igrejinha de São Benedito, o cartão-postal do destino. O valor de R$ 20 cobrado por adulto permite que você utilize a estrutura do local: estacionamento, banheiros, ducha e guarda-volumes. Não está inclusa a consumação.

Acabamos não comendo no Bora Bora porque ficamos a maior parte do tempo no passeio de lancha, mas dei aquela espiada no cardápio e vi que é possível encontrar pratos individuais a partir de R$ 50.

 Dica da Alê: Se quiser pegar mesa no Bora Bora, tem que chegar cedo, especialmente na alta temporada, porque lota mesmo.

Qual barraca ficar na Praia dos Carneiros?

Além da Barraca Bora Bora que ficamos, existem outros restaurantes nesse estilo pela Praia dos Carneiros. Veja os preços de cada opção (consultados em julho de 2021 e sujeitos a alteração)

Bora Bora

praia-dos-carneiros

Bora Bora fica em frente às piscinas naturais da Praia dos Carneiros (Foto: Passaporte Digital)

Foi a que ficamos, boa estrutura para famílias, com chuveirão e banheiros. Controle é feito por pulseirinhas.

Preço: R$ 20 por adulto (criança até 12 anos não paga)

 

Mustako Restaurante

É o que fica mais perto da igrejinha. Cobra estacionamento.

Preço: R$ 40 de estacionamento

 

praia-dos-carneiros

Mapa com a localização das barracas na Praia dos Carneiros (Foto: Reprodução Google)

 

Beijupirá Carneiros

Famoso restaurante da região, tem estacionamento e estrutura com duchas e banheiro.

Preço: R$ 20 por adulto (criança até 12 anos não paga)

O que fazer na Praia de Carneiros?

Tirar foto na igrejinha

praia-dos-carneiros

Claro que nós também garantimos nossa foto em frente à igrejinha (Foto: Passaporte Digital)

A igrejinha de São Benedito é o cartão-postal da Praia de Carneiros. Construída no século 18, ela fica imponente na areia, de frente para o mar.

Apesar de ser privada, todo mundo passa lá para tirar foto na frente.

Se for a pé, a partir da barraca Bora Bora dá uns 20 a 30 minutos de caminhada. Se for alugar a lancha privativa, inclua uma parada na frente da igrejinha para uma foto.

Ah, na Praia dos Carneiros vi que existe um serviço de charretes para levar os turistas até a igrejinha  também 🙁

 

Curtir as piscinas naturais

praia-dos-carneiros

Uma piscina com borda infinita feita pela natureza (Foto: Passaporte Digital)

Na frente da barraca Bora Bora tem algumas piscinas naturais acessíveis em uma curta caminhada pela água. O lugar é bem bonito, mas depois de um certo horário tinha muita gente. As crianças adoraram ficar por ali, nadar e ver alguns peixinhos. Tem até um cara que fica vendendo ração para atrair os peixes.

Para conseguir curtir as piscinas naturais, a maré precisa estar baixa (abaixo de 0.4, quanto menor, melhor). Consulte a tábua de marés antes de ir.

 Dica da Alê: cuidado com os corais ao entrar nas piscinas naturais. De preferência, vá de chinelo ou algo no pé e fique de olho nos ouriços.

 

Passeio de catamarã

praia-dos-carneiros

Praia dos Carneiros é o ponto de partida para os passeios de lancha e catamarã (Foto: Passaporte Digital)

Ao chegar na Praia dos Carneiros, ou mesmo em outras praias, você vai receber uma oferta para fazer um passeio de catamarã. Me ofereceram um combo de catamarã com transfer da Praia de Muro Alto para Praia de Carneiros por R$ 140 por pessoa.

O passeio dura em média duas horas e faz três paradas: na praia da argila, no banco de areia da Praia de Guadalupe e nas piscinas naturais. Tem música ao vivo e bebidas à bordo, geralmente com bastante gente.

Não achei que compensa. Optamos pelo passeio em lancha privativa (e saiu até mais barato por pessoa). Veja a próxima dica.

 

Passeio de lancha privativa

praia-dos-carneiros

Passeio de lancha sai, em média, R$ 70 por pessoa (Foto: Passaporte Digital)

O passeio de lancha foi o ponto alto da visita a Praia dos Carneiros. Basicamente, eles fazem o mesmo trajeto que o catamarã, mas com a diferença que você pode coordenar o tempo que quer ficar em cada local. Eu gostei bastante.

Na primeira parada, ainda cedo, ainda conseguimos tirar fotos quase que sozinhos na igrejinha. Foi demais!

Achei que o custo compensou mais que o catamarã. Pagamos R$ 500 por 3 horas de lancha. Dividindo por quatro adultos e três crianças maiores de 7 anos, saiu por volta de R$ 70 por pessoa.

 

Banho de Argila

praia-dos-carneiros

Banho de argila promete rejuvenescimento (Foto: Passaporte Digital)

 

Uma das paradas dos passeios é em um trecho de praia a caminho dos bancos de areia somente acessível de barco.

É uma faixa pequena de areia, onde ficam muitas lanchas paradas, com algumas barracas que vendem bebidas e petiscos, além de um monte de vendedores oferecendo os mais diversos produtos: de cocada a sabonete.

praia-dos-carneiros

O pequeno trecho de praia onde acontece o banho de argila (Foto: Passaporte Digital)

As vendedoras dos produtos a base de argila já ficam na praia recepcionando os turistas e oferecendo o banho de argila gratuitamente, com o argumento de que tem poderes rejuvenescedores. As argilas ficam em baldes e cada cor serve para amenizar um problema: estria, circulação etc.

Segundo as vendedoras, a argila é retirada durante a maré baixa para a confecção dos produtos.

 Dica da Alê: caso faça o passeio de lancha privativa, eu dispensaria a parada para o banho de argila e aproveitaria mais tempo nos bancos de areia da Praia de Guadalupe.

Bancos de areia

praia-dos-carneiros

Bancos de areia da Praia de Guadalupe: vale muito a pena conhecer (Foto: Passaporte Digital)

Já os bancos de areia da Praia de Guadalupe valeu muito a pena conhecer. Lugar lindíssimo! Pena que ficamos pouco tempo porque fomos surpreendidos com uma pancada de chuva bem na hora em que estávamos lá. Mas deu para apreciar um pouco.

 Dica da Alê: se estiver de lancha privativa como nós, peça para o barqueiro parar fora da muvuca, mais afastado das barracas e da parada dos catamarãs.

 

Melhor época para ir

praia-dos-carneiros

Prefira ir fora da alta temporada para pegar a Praia dos Carneiros mais vazia (Foto: Passaporte Digital)

Final de março até maio e setembro a novembro são excelentes para visita a Praia dos Carneiros e toda a região, pois o tempo é bom e você foge da alta temporada, que vai de dezembro até o carnaval.

Entre junho e início de setembro, há mais possibilidades de chuva e ventos fortes. No entanto, fomos no mês de julho e pegamos tempo bom todos os dias, com chuvas isoladas pela manhã em alguns dias.

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

Mais sobre Pernambuco:

Praia de Muro Alto: ideal para crianças em Porto de Galinhas

Praia de Muro Alto: ideal para crianças em Porto de Galinhas

A Praia de Muro Alto é uma das melhores praias na região de Porto de Galinhas, Pernambuco. Tranquila e menos movimentada, é a mais indicada para ir com crianças, por conta das suas águas calmas que mais se parecem uma piscina.

Com quase 3 quilômetros de faixa de areia e um mar ideal para ir com crianças, pois uma barreira de arrecifes forma uma imensa piscina natural de águas bem calminhas. Podemos dizer que é uma piscina de água salgada, e ainda quentinha!

praia-de-muro-alto

O mar piscina da Praia de Muro Alto (Foto: Passaporte Digital)

A praia de Muro Alto é muito bem servida de hotéis e condomínios fechados (vi algumas opções para locar no AirBnb). Nós ficamos no Samoa Beach Resort, pé na areia, de cara para um dos melhores trechos de mar, bem calminho. Se quiser saber mais, contei minha experiência NESTE OUTRO ARTIGO AQUI.

Veja no vídeo um pouco mais sobre a Praia de Muro Alto e confira mais fotos desse lugar delicioso aqui em nosso Instagram.

 

 

 

Onde fica a Praia de Muro Alto?

A gente fala que Muro Alto é em Porto de Galinhas, mas na verdade a a praia fica na cidade de Ipojuca (PE), a 50 minutos de Recife.

A distância de lá para o centrinho de Porto de Galinhas, onde fica a praia principal com aqueles passeios de jangada às piscinas naturais, dá uns 15 minutos de carro (8 km aproximadamente). Um Uber sai em torno de R$ 20 o trecho pelo o que eu pesquisei.

praia-de-muro-alto

Praia de Muro Alto fica a 15 minutos do centro de Porto de Galinhas (Foto:Passaporte Digital)

Dica da Alê: se você tem a intenção de passear pela região de Porto de Galinhas, pode ser uma boa alugar um carro. Nós locamos pela Unidas, através do site Rent a Cars, e valeu muito a pena tanto pelo custo como pela mobilidade com as crianças. 

 

Como é a Praia de Muro Alto

A Praia de Muro Alto tem quase 3 km de extensão. O que chama a atenção é a imensa barreira de arrecife que parece uma espécie de “muro” mesmo, formando piscinas naturais.

praia-de-muro-alto

Praia de Muro Alto tem boa oferta de hotéis e barracas (Foto: Passaporte Digital)

Dica da Alê: antes de ir para passar o dia na Praia de Muro Alto, verifique a tábua de marés e escolha um dia ou horário em que a maré estiver mais baixa (de preferência menor que 0,5), pois caso esteja alta, a faixa de areia fica muito estreita.

Se estiver nos resorts à beira-mar, certamente terá à disposição cadeira e guarda-sol. Caso. não esteja hospedado, barracas e bares oferecem o serviço mediante locação ou consumo.

 

O que fazer na Praia de Muro Alto

praia-de-muro-alto

Caiaque e pula-pula no mar são algumas das atrações da Praia de Muro Alto (Foto: Passaporte Digital)

Além de aproveitar o mar piscina da Praia de Muro Alto, o lugar ainda tem outros atrativos, como mergulhar de snorkel, passeio de jangada (preço médio R$ 30), aluguel de caiaque e stand-up paddle (R$ 30 meia hora), pula-pula inflável na água (R$ 20 por 20 minutos) são alguns deles.

Minha experiência por lá foi dar uma volta de caiaque, que eu adorei! No Samoa Resort, os hóspedes podem reservar um horário para fazer o passeio gratuitamente. Mas tem a opção de locação na praia também.

No trecho de Muro Alto que eu fiquei, vi muitas pessoas alugando caiaque para ir até a parte da barreira de corais observar o outro lado. Os vendedores de praia também disseram que, na maré mais baixa, dá para ir nadando ou a pé.

 

Como acessar a praia

praia-de-muro-alto

A Praia de Muro Alto é acessível pelos hotéis e barracas de praia (Foto: Passaporte Digital)

Muita gente vai à Praia de Muro Alto no passeio de buggy, já que ali é um dos pontos de paradas do passeio chamado Ponta a Ponta, que passa por algumas praias da região.

Mas, se eu puder te dar um conselho, diria para você passar o dia lá! A Praia de Muro Alto é maravilhosa e muito tranquila, ainda mais se estiver com crianças pequenas. Vale a pena!

Mas se você não quiser fazer o passeio de buggy, nem está hospedado nos resorts e condomínios à beira-mar, também é possível acessar a Praia de Muro Alto através de barracas e bares de praia.

O Bar da Praia Muro Alto é o mais famoso por lá, pois tem estrutura com banheiros, ducha e até piscina. Outras opções que pesquisei ali foram a Barraca da Ana e a Barraca do Vero.

Os acessos públicos pela avenida a essa praia são mais escassos, tem pouca vaga pra estacionar. Também é possível chegar pela Praia do Cupe.

 

 

Resorts em Muro Alto

praia-de-muro-alto

Samoa Beach Resort é um dos hotéis pé na areia da Praia de Muro Alto (Foto: Passaporte Digital)

Com uma praia calma dessas, nada melhor do que se hospedar em um dos resorts pé na areia.

Escolhemos o Samoa Beach Resort, que foi excelente (conto minha estadia aqui neste post), mas há outras opções de resorts em Muro Alto, como Nannai e Summerville, que é all inclusive.

samoa-beach-resort

Samoa Beach Resort, localizado na praia de Muro Alto (Foto: Passaporte Digital)

Se preferir ficar em condomínios tipo apartamento, tem o Marulhos e o Oka Beach Residence.

Para opções mais baratas, a dica é procurar pousadas, mas na praia central de Porto de Galinhas.

 

Como chegar em Muro Alto

A Praia de Muro Alto fica em Ipojuca, a 58km de Recife. O Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes é o mais próximo e recebe voos de diversas partes do Brasil e do mundo.

praia-de-muro-alto

A Praia de Muro Alto fica a 50 minutos de Recife (Foto: Passaporte Digital)

Para chegar até a praia, o meio mais fácil e prático é alugar um carro, como nós fizemos. Levamos apenas 55 minutos de trajeto. Também é possível contratar empresas de transfer (ou pegar o transfer do hotel, caso este ofereça o serviço).

A estrada para chegar até Muro Alto é bem tranquila, mas o trecho final tem alguns pontos de terra bem esburacados.

 

Quando ir a Praia de Muro Alto

A temporada mais seca em Pernambuco vai de setembro a março. Essa é a melhor época pra viajar pra região de Porto de Galinhas, já que chove em menor quantidade e a água do mar está mais clarinha.

Fomos no final de julho, no inverno, e pegamos dias bons, com chuva bem de manhãzinha, mas depois parava. Tivemos também alguns dias de vento mais forte, mas nada que atrapalhasse o passeio.

 

Pontos positivos da Praia de Muro Alto

  • Mar tranquilo
  • Excelente para ir com crianças
  • Boa oferta de hotéis, estilo pé na areia
  • Ótima para prática de esportes náuticos

 

Pontos negativos da Praia de Muro Alto

  • Acesso público para a praia é um pouco mais custoso. A maioria chega via barracas de praia (que dispõem de estacionamento), paradas dos passeios de bugue ou pela Praia do Cupe. Quem está hospedado nos resorts ou condomínios beira-mar não tem essa dificuldade.

 

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

 

Mais praias pelo Brasil

Samoa Beach Resort: hotel pé na areia em Porto de Galinhas

Samoa Beach Resort: hotel pé na areia em Porto de Galinhas

Procura um hotel em Porto de Galinhas que seja pé na areia e tenha boa estrutura para crianças? Ficamos no Samoa Beach Resort, uma ótima opção para famílias e casais, de frente para o mar da belíssima praia de Muro Alto.

A localização é realmente um dos pontos altos do hotel. A 15 minutos da vila de Porto de Galinhas e a 50 minutos do Aeroporto de Recife, o Samoa é um resort 4 estrelas que fica um dos trechos mais lindos da praia de Muro Alto. É só descer uma escadinha e, pronto, você já está no mar (que mais se parece uma piscina, de tão calmo).

samoa-beach-resort

Trecho da praia de Muro Alto em frente ao Samoa Beach Resort (Foto: Passaporte Digital)

Como um dos mais novos empreendimentos da região, o resort é lindo, com arquitetura inspirada na Polinésia Francesa, superbem decorado. Logo na entrada, o lobby com pé-direito alto chama a atenção pelas esculturas, vasos gigantes e paisagismo! Um capricho só!

A parte das piscinas também é sensacional, com um brinquedão com escorregadores e baldão que as crianças amaram, além de jacuzzi e bar da piscina!

samoa-beach-resort

O brinquedão preferido das crianças no Samoa Beach Resort (Foto: Passaporte Digital)

 

Destaque positivo também para a alimentação, com café da manhã farto e diversidade de opções no jantar.

Veja aqui no post todos os detalhes da nossa experiência no Samoa Beach Resort. Confira também o vídeo abaixo e veja mais fotos desse lugar delicioso aqui em nosso Instagram.

 

 

 

Estrutura do Samoa Beach Resort

Sabemos que não é fácil escolher hotel em Porto de Galinhas. São muitas opções, em diferentes praias e serviços diversificados.

Como todo mundo, eu procurava um lugar com preço justo, boa estrutura, comida gostosa, excelente atendimento e com atividades para meus filhos curtirem também.

samoa-beach-resort

Com excelente estrutura, hotel está muito bem localizado, de frente para o mar (Foto: Passaporte Digital)

Apesar de não ser all inclusive, o Samoa Beach Resort tem a opção de meia pensão, que já nos atendeu muito bem, até porque fizemos vários passeios e passamos parte do tempo fora do hotel.

Achei o resort bem completo, com um atendimento muito cortês, quartos bastante confortáveis, muita variedade no restaurante, piscina gostosa e, o principal, de frente para o mar lindo e calmo de Muro Alto.

Confira mais da estrutura do hotel.

 

Serviços do Samoa Beach Resort

samoa-beach-resort

Resort tem recreação com monitores durante todo o dia (Foto: Passaporte Digital)

  • Piscinas ao ar livre
  • Kids Club
  • Bar de praia
  • Guarda-sol e cadeira de praia
  • Caiaque e stand-up paddle (gratuito, mediante reserva)
  • Toalha de piscina
  • Recreação com monitores
  • Brinquedoteca
  • Academia
  • Spa
  • Salão de Jogos
  • Frigobar
  • Cofre
  • Ar-condicionado
  • Secador de cabelo
  • Recepção 24h
  • Estacionamento gratuito

Ótima localização, na Praia de Muro Alto

 

samoa-beach-resort

A tranquila e bela Praia de Muro Alto, Porto de Galinhas (Foto: Passaporte Digital)

A Praia de Muro Alto é uma das mais bonitas de Ipojuca, na minha opinião, e a melhor para ir com crianças.

Isso porque o mar forma uma piscina natural protegida pela barreira de corais, com águas calmas e transparentes. Delicioso demais!

O Samoa Beach Resort fica bem de frente para um dos trechos mais calmos, pé na areia mesmo. É só descer a escada e você dá de cara com esse mar maravilhoso.

samoa-beach-resort

A barreira de corais forma uma piscina natural na Praia de Muro Alto (Foto: Passaporte Digital)

 

Os hóspedes têm à disposição cadeiras, guarda-sol e toalha de praia para uso.

Quem quiser aproveitar o dia no caiaque ou stand-up paddle, o Samoa Beach Resort oferece o serviço sem custo adicional, mediante reserva de horário.

samoa-beach-resort

Hóspedes podem agendar gratuitamente o passeio de caiaque e stand-up paddle (Foto: Passaporte Digital)

 

O complexo de piscinas

Quem prefere piscina pode aproveitar o dia no complexo de piscinas interligadas, com diferentes níveis de profundidade, jacuzzi de água mais quentinha e um brinquedão aquático que fez a alegria das crianças, com escorregadores e minitoboágua.

samoa-beach-resort

No complexo de piscinas do Samoa tem jacuzzi, toboágua e serviço de bar (Foto: Passaporte Digital)

Na área da piscina, os hóspedes podem pedir petiscos e drinques no Bar Puka Puka.

No mesmo local, também tem um playground para as crianças e um gramado onde acontecem as brincadeiras da recreação. Ah, os adultos também podem curtir atividades com os monitores, como hidroginástica e zumba.

 

Recreação o dia inteiro

samoa-beach-resort

Recreação na praia: turminha é dividida por faixa etária (Foto: Passaporte Digital)

Seja na praia, na piscina ou, em dia de chuva, na brinquedoteca, tem sempre uma atividade de recreação acontecendo no Samoa Beach Resort.

A equipe de monitores organiza a programação por faixa etária e convida as crianças a participarem de brincadeiras como queimada, caça ao tesouro, desafios, entre outras.

samoa-beach-resort

Samoa Beach Resort tem brinquedoteca para as crianças (Foto: Passaporte Digital)

A recreação acontece o dia todo, de manhã até à noite. As crianças maiores, se autorizadas pelos pais, podem entrar e sair do clubinho quando quiserem.

À noite, sempre após o jantar, ainda tem uma atração especial para a criançada no espaço de eventos. Nos dias em que estivemos lá teve teatro, show de mágica e musical.

samoa-beach-resort

Teatro e outros shows acontecem diariamente no Samoa Beach Resort (Foto: Passaporte Digital)

 

Entretenimento

Para os adultos, a pedida é curtir a noite ao som de música ao vivo.

Todo dia, das 20h às 22h, teve voz e violão ao ar livre. Quem quiser, pode pedir um vinho ou espumante para embalar a noite.

samoa-beach-resort

Uma delícia curtir uma música ao vivo após o jantar (Foto: Passaporte Digital)

 

Gastronomia de qualidade

O Samoa Beach Resort tem duas opções de alimentação: somente café da manhã ou meia pensão, com café e jantar, servidos do Restaurante Tuvalu.

O café da manhã acontece das 7h às 10h, com horário agendado devido à pandemia. Tem opções bastante variadas, com frutas, café (expresso e coado), pães, bolos, croissants e até cuscuz. Eu amei a tapioca e os sucos de frutas típicas do Nordeste.

samoa-beach-resort

Adoramos tomar café da manhã na varanda, de frente para as piscinas e o mar (Foto: Passaporte Digital)

Você pode optar por tomar o café no restaurante, com ar-condicionado, ou na varanda, com vista para as piscinas e o mar.

O jantar é servido em esquema de buffet, com muita variedade de entradas, saladas, acompanhamentos e pratos principais. Todo dia tinha coisa diferente. Ah, também tem estação de pizza e hambúrguer. As bebidas da refeição são cobradas a parte.

 Dica da Alê: Eu peguei a diária com meia pensão e achei que compensou bastante. Embora tenha alguns restaurantes próximos, não dá para ir a pé. Além disso, à noite as crianças já estão cansadas e sair para jantar todo dia é uma dor de cabeça muito grande. 

Vale lembrar que todos os protocolos de higiene estão sendo seguidos no hotel, sendo obrigatório o uso de máscara para se servir, além de luva descartável. Também tem álcool gel em pontos estratégicos.

 

samoa-beach-resort

Jantar é realizado com agendamento, para fazer a distribuição dos hóspedes durante a pandemia (Foto: Passaporte Digital)

Enquanto estiver na piscina, o hóspede pode pedir refeições a la carte, petiscos e bebidas no Bar Puka Puka. Tudo é computado no cartão do quarto e cobrado no check-out. Confira os preços médios das bebidas e petiscos: cervejas (R$ 12), caipirinha (R$ 14), refeição com peixe (R$ 157)

Já na praia, o Samoa Beach Resort tem um serviço de bar que funciona dentro de um barco na areia, das 10h às 16h. Assim, o hóspede não precisa nem sair da areia para comprar um drink ou refeição.

 

 

Como é o quarto do Samoa?

samoa-beach-resort

Inspirado na decoração da Polinésia, quarto do Samoa é bastante confortável (Foto: Passaporte Digital)

Inaugurado no final de 2018, o resort tem algumas opções de acomodação. Ficamos no quarto premium, com vista para as piscinas e lateral para o mar.

O quarto para família acomoda muito bem quatro pessoas, com cama de casal enorme e duas de solteiro. A decoração é super caprichada, inspirada nos bangalôs das Ilhas do Pacífico, com um detalhe muito bonito sobre a cama. A acomodação tem ainda TV, wi-fi, cofre, frigobar, secador de cabelo e ar-condicionado.

Para quem preferir, também há opção de apartamentos para famílias, com dois ou três quartos, de frente para o mar, e até piscina privativa.

 

Samoa Beach Resort é bom? 

samoa-beach-resort

Aprovamos a experiência no Samoa Beach Resort (Foto: Passaporte Digital)

A pergunta que não quer calar: o Samoa Beach Resort é bom?

Simmmm, nós aproveitamos dias incríveis por lá. Recomendo tanto para quem vai com crianças como para casais. Realmente, a estrutura é ótima, a praia é calmíssima, sem contar o bom atendimento, a ótima comida e os quartos muito confortáveis. Adoramos a experiência no Samoa Beach Resort!

 

Samoa Beach Resort: preço

samoa-beach-resort

Valor da diária varia conforme a temporada e tipo de acomodação (Foto: Passaporte Digital)

O valor da diária varia bastante, conforme a temporada, tipo de acomodação e número de hóspedes.

Na baixa temporada, é possível encontrar opções de diária a partir de R$ 600,00.

 

Samoa Beach Resort: onde fica?

samoa-beach-resort

Localização é um dos grandes diferenciais do hotel (Foto: Passaporte Digital)

O Samoa Beach Resort fica a 50 km do Aeroporto de Recife, a 10 km da Praia de Porto de Galinhas e a 14 km da Praia de Maracaípe.

Endereço: Rua MA 1 S/N Lote 1 A – Nossa Sra. do Ó, Ipojuca – PE

Mais informações e reservas no site do Samoa Beach Resort

Como chegar ao Samoa Beach Resort?

samoa-beach-resort

O resort é uma ótima opção para famílias com crianças (Foto: Passaporte Digital)

A partir do Aeroporto de Recife, são 50 minutos para chegar ao Samoa Beach Resort. O acesso é feito por estrada asfaltada com trecho final com estrada de terra (um pouco esburacada). Fizemos de carro alugado pela Unidas, através da RentsCar. VEJA PREÇOS AQUI.

Dica da Alê: Eu recomendo alugar um carro, caso você queira fazer alguns passeios pela região e visitar outras praias próximas. Achei que valeu mais a pena, em custo-benefício, do que pagar transfer ou Uber.

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

Mais hotéis testados e aprovados