Como ir para as piscinas naturais de Porto de Galinhas

Como ir para as piscinas naturais de Porto de Galinhas

As piscinas naturais de Porto de Galinhas são, sem dúvida, um dos principais atrativos para quem vai a Ipojuca, em Pernambuco.

O passeio de jangada para chegar às piscinas naturais que mais se parecem um aquário com tantos peixes em um mar de águas transparentes atrai turistas à Praia de Porto de Galinhas, localizada na cidade de Ipojuca, a uma hora de Recife, em Pernambuco. Realmente, é uma atração obrigatória no roteiro.

As piscinas naturais se formam na maré baixa, quando a água do mar fica represada nos arrecifes por algumas horas. A questão é que a cada dia elas aparecem em um horário diferente.

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Passeio de jangada é o mais tradicional para ver as piscinas naturais de Porto de Galinhas (Foto: Passaporte Digital)

Em Porto de Galinhas, as piscinas naturais mais famosas e visitadas ficam na praia do centrinho.

Confira mais fotos e vídeos da nossa experiência nas piscinas naturais de Porto de Galinhas em nosso Instagram aqui ou veja o vídeo completo abaixo. Continue lendo o artigo para saber mais sobre preços, atrações extras e como chegar.

 

 

COMO IR ÀS PISCINAS NATURAIS DE PORTO DE GALINHAS?

 

O jeito mais utilizado para chegar às piscinas naturais de Porto de Galinhas é pelo tradicional passeio de jangada, embora, em algumas delas, também seja possível chegar caminhando pela água mesmo, dependendo da maré.

Por isso, o ponto de partida para ocorrer o passeio às piscinas naturais é a maré. É necessário que você verifique o dia e horário em que a tábua de maré esteja com nível menor que 0.4. Quanto menor, melhor para a formação das piscinas.

LEIA MAIS: Como consultar a tábua de maré em Porto de Galinhas

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Neste dia, a maré estava no limite de 0.4, o máximo ideal para formação das piscinas naturais (Foto: Passaporte Digital)

Verificando o melhor dia e horário, é só chegar à Praia de Porto de Galinhas com antecedência. Recomendo chegar duas horas antes, para dar tempo de comprar o passeio de jangada até as piscinas naturais com tranquilidade.

O ideal é calcular para chegar à piscina natural no momento em que a maré estiver no ponto mais baixo do dia. Dá para aproveitar bem o passeio entre uma hora e meia antes e uma hora e meia depois do nível mínimo da maré baixa, porque a água ainda estará bem límpida.

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Escolha o horário mais próximo da maré mais baixa do dia para o passeio de jangada (Foto: Passaporte Digital)

Lembrando que o passeio de jangada dura, em média, 40 minutos, passando por algumas piscinas naturais, sendo a mais famosa delas a que tem formato do mapa do Brasil. Você pode comprar o tíquete na Associação de Jangadeiros de Porto de Galinhas. Na praia, também há jangadeiros e empresas de turismo oferecendo o serviço.

Dica da Alê: uma vez em cima dos arrecifes, tome muito cuidado com os pés, porque machuca mesmo. Se possível, vá com aquelas meias emborrachadas ou chinelos.

Vale lembrar que existem alguns pontos de piscinas naturais acessíveis a pé ou nadando. Mas considero a experiência de passear de jangada bem gostosa. Caso decida ir caminhando pela água, recomendo ir com pessoas que conheçam o local, para não se arriscar, ou acessar somente aquelas mais próximas da faixa de areia.

 

QUANTO CUSTA O PASSEIO ÀS PISCINAS NATURAIS?

 

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Passeio de jangada custa R$ 40 por pessoa em Porto de Galinhas (Foto: Passaporte Digital)

Existem pelo menos dois tipos de passeio de jangada. O tradicional é que te leva até as principais piscinas naturais em um passeio de aproximadamente 40 minutos. Geralmente, são três ou quatro pontos de parada, alguns liberados para banho. O local mais famoso é a piscina natural em formato de mapa do Brasil.

A segunda opção de passeio de jangada é o que inclui o mergulho de cilindro. Neste caso, você não visita várias piscinas naturais, mas sim para em um dos pontos de apoio no mar, coloca os equipamentos, recebe as instruções e faz a imersão.

Como já havia feito o passeio tradicional em Porto de Galinhas antes, decidimos fazer a atração que incluía o mergulho. Aliás, foi minha primeira vez na atividade.

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Fiz o combo: passeio de jangada com mergulho de cilindro em Porto de Galinhas (Foto: Passaporte Digital)

Achei que compensou bastante, porque o passeio de jangada tradicional custa R$ 40 por pessoa, e eu paguei R$ 75 no que incluía o mergulho, já com a locação dos equipamentos. Valeu a pena! Foi delicioso e muito diferente.

O ingresso para o passeio de jangada é tabelado e pode ser comprado na Associação dos Jangadeiros, em frente à Praça Central da praia de Porto de Galinhas. Já o tour com mergulho eu comprei na praia mesmo, com uma empresa de turismo local.

 

Preços: passeio de jangada às piscinas naturais de Porto de Galinhas

  • R$ 40 (acima de 13 anos)
  • R$ 20 (criança de 4 a 12 anos)
  • Gratuita para criança até 3 anos
  • Passeio de jangada + mergulho com cilindro: a partir de R$ 75 por pessoa

 

QUAL A MELHOR MARÉ EM PORTO DE GALINHAS?

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Maré ideal em Porto de Galinhas é de até 0.4 (Foto: Passaporte Digital)

Para fazer o passeio às piscinas naturais, o ideal é que a maré esteja abaixo de 0.4 (quanto mais próximo de 0.0, melhor). Da última vez que estive em Porto de Galinhas, peguei 0,4, no limite. Não estava tão visível o mapa do Brasil como na primeira vez que estive lá, mas deu para aproveitar bem.
Dica da Alê: para não correr o risco de pegar maré alta e não ter piscinas naturais, consulte a tábua de maré uns dez dias antes da viagem e verifique o dia em que o tempo estará firme e com maré abaixo de 0.4, para não correr o risco de deixar para o último dia e não ter piscina para curtir.

QUAL A ÉPOCA DE MARÉ BAIXA EM PORTO DE GALINHAS?

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Passeio às piscinas naturais valem muito mais nos dias e horários de maré baixa (Foto: Passaporte Digital)

Nem sempre é possível visitar um ponto turístico em sua melhor época. No caso de Porto de Galinhas, se puder ir de outubro a fevereiro, melhor, porque há pouco risco de chuva e as águas ficam bem mais transparentes.

Eu estive em Porto de Galinhas nas férias das crianças, final de julho, e dei sorte de pegar tempo bom, com dois dias de chuva passageira pela manhã. Nos últimos dias de viagem, já em agosto, notei que começou a ventar mais forte, mas nada que atrapalhasse a viagem.

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Piscina natural em formato de mapa do Brasil em dia de maré não muito baixa (Foto: Passaporte Digital)

Sobre as piscinas naturais, eu peguei somente um dia de maré apropriada, com 0.4. Nos demais dias, a maré estava mais alta. Então, programe seu passeio no dia que a maré estiver a menor possível.

Dica da Alê: caso a maré esteja acima dos 0.4, avalie se vale a pena fazer o passeio ou deixar para um outra ocasião, pois não é a mesma experiência.

 

COMO É O MERGULHO DE CILINDRO NAS PISCINAS NATURAIS?

 

Como eu nunca tinha tido a experiência de mergulhar com cilindro, quis fazer algo novo e aproveitei a visita a Porto de Galinhas quando me ofereceram o pacote casadinho: passeio de jangada e mergulho.

Confesso que tive um pouco de dificuldade com a respiração no início, mas depois me adaptei. O instrutor faz um breve treinamento, e o mergulho é bem superficial para quem está iniciando. O passeio durou cerca de 20 minutos, e eles fornecem o equipamento.

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Valeu a experiência de mergulhar com cilindro nas piscinas naturais de Porto de Galinhas (Foto: Passaporte Digital)

Enquanto parte dos adultos mergulhavam, as crianças ficaram curtindo o mar com snorkel, uma delícia. Depois nadamos até a piscina natural mais próxima e ficamos uns 10 minutos por ali, curtindo os peixes.

Achei que a experiência valeu a pena porque eu já tinha feito o passeio tradicional antes.

 

QUANTO TEMPO DURA O PASSEIO ÀS PISCINAS NATURAIS DE PORTO DE GALINHAS?

 

O trajeto até as piscinas naturais de Porto de Galinhas é bem rápido, pois não é muito distante da faixa de areia. Depois, o tempo médio do passeio é de 30 minutos a 1 hora, dependendo do jangadeiro e do número de turistas.

 

FOTÓGRAFO PISCINAS NATURAIS EM PORTO DE GALINHAS

 

piscinas-naturais-porto-de-galinhas

Você pode contratar fotos para registrar esse momento nas piscinas naturais (Foto: Passaporte Digital)

Eu também aproveitei para fazer umas fotos superlegais nas piscinas naturais de Porto de Galinhas. No meu caso, fiz com o Ricardo Fotograffias (veja o insta dele aqui), que utiliza dome e gopro para dar o efeito meio subaquático. Os preços variam a partir de R$ 100 o pacote.

Alguns jangadeiros e as empresas de mergulho também oferecem a inclusão de fotografias no pacote.

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

 

Mais sobre Porto de Galinhas

Praia dos Carneiros: onde fica e o que fazer?

Praia dos Carneiros: onde fica e o que fazer?

Quando se fala na Praia dos Carneiros logo vem à cabeça aquele lindo coqueiral e a icônica igrejinha à beira-mar. Muito visitada por quem está em Porto de Galinhas e Recife, tem se tornado a “queridinha” do litoral pernambucano.

De águas limpas, em um tom de verde incrível, com muitos atrativos e deliciosas piscinas naturais, a Praia dos Carneiros é um daqueles lugares que tem que colocar no roteiro!

Localizada na cidade de Tamandaré, muita gente quer saber como chegar a Praia dos Carneiros, já que os acessos públicos não estão sinalizados. É mais fácil entrar pelas barracas de praia ou pelos resorts à beira-mar.

praia-dos-carneiros

Piscinas naturais da Praia dos Carneiros com suas águas transparentes (Foto: Passaporte Digital)

Então, se você quer saber onde fica a Praia dos Carneiros, quais as atrações imperdíveis e como chegar, fica aqui comigo neste post para conferir:

Praia dos Carneiros: onde fica
Como acessar a Praia dos Carneiros
Em qual barraca ficar
O que fazer na Praia dos Carneiros
Melhor época para ir

Veja também nosso vídeo sobre a Praia dos Carneiros e confira mais fotos desse lugar delicioso em nosso Instagram.

 

Praia dos Carneiros: onde fica

A Praia dos Carneiros fica em Tamandaré, a cerca de 1 hora para quem está em Porto de Galinhas. O passeio também pode ser aproveitado por quem está em Maragogi, Alagoas, com mais ou menos o mesmo tempo de trajeto.

praia-dos-carneiros

Praia dos Carneiros fica na cidade de Tamandaré, perto de Porto de Galinhas (Foto: Passaporte Digital)

Partindo de Porto de Galinhas, você tem algumas opções para chegar até a Praia dos Carneiros: de transfer, oferecido por empresas de turismo local, táxi (bem mais difícil) ou de carro.

Fomos de carro alugado e foi muito prático. Paramos no estacionamento da barraca Bora Bora, que cobra R$ 20 por adulto para entrada. É só colocar no GPS Bora Bora Carneiros para chegar. A estrada a partir de Porto de Galinhas está em boas condições.

Como acessar a Praia de Carneiros

Como eu disse, o acesso mais fácil à Praia dos Carneiros é via barracas de praia ou pelos resorts à beira-mar, caso esteja hospedado em um deles. Pelo o que pesquisei, até existem alguns acessos públicos (sem ter que passar pelos restaurantes ou hotéis), mas não encontramos nenhuma sinalização pelo caminho que passamos.

praia-dos-carneiros

Bora Bora cobra day use por pessoa (Foto: Passaporte Digital)

Escolhemos a barraca Bora Bora devido à localização, bem de frente para as piscinas naturais e a uns 20 minutos de caminhada até a igrejinha de São Benedito, o cartão-postal do destino. O valor de R$ 20 cobrado por adulto permite que você utilize a estrutura do local: estacionamento, banheiros, ducha e guarda-volumes. Não está inclusa a consumação.

Acabamos não comendo no Bora Bora porque ficamos a maior parte do tempo no passeio de lancha, mas dei aquela espiada no cardápio e vi que é possível encontrar pratos individuais a partir de R$ 50.

 Dica da Alê: Se quiser pegar mesa no Bora Bora, tem que chegar cedo, especialmente na alta temporada, porque lota mesmo.

Qual barraca ficar na Praia dos Carneiros?

Além da Barraca Bora Bora que ficamos, existem outros restaurantes nesse estilo pela Praia dos Carneiros. Veja os preços de cada opção (consultados em julho de 2021 e sujeitos a alteração)

Bora Bora

praia-dos-carneiros

Bora Bora fica em frente às piscinas naturais da Praia dos Carneiros (Foto: Passaporte Digital)

Foi a que ficamos, boa estrutura para famílias, com chuveirão e banheiros. Controle é feito por pulseirinhas.

Preço: R$ 20 por adulto (criança até 12 anos não paga)

 

Mustako Restaurante

É o que fica mais perto da igrejinha. Cobra estacionamento.

Preço: R$ 40 de estacionamento

 

praia-dos-carneiros

Mapa com a localização das barracas na Praia dos Carneiros (Foto: Reprodução Google)

 

Beijupirá Carneiros

Famoso restaurante da região, tem estacionamento e estrutura com duchas e banheiro.

Preço: R$ 20 por adulto (criança até 12 anos não paga)

O que fazer na Praia de Carneiros?

Tirar foto na igrejinha

praia-dos-carneiros

Claro que nós também garantimos nossa foto em frente à igrejinha (Foto: Passaporte Digital)

A igrejinha de São Benedito é o cartão-postal da Praia de Carneiros. Construída no século 18, ela fica imponente na areia, de frente para o mar.

Apesar de ser privada, todo mundo passa lá para tirar foto na frente.

Se for a pé, a partir da barraca Bora Bora dá uns 20 a 30 minutos de caminhada. Se for alugar a lancha privativa, inclua uma parada na frente da igrejinha para uma foto.

Ah, na Praia dos Carneiros vi que existe um serviço de charretes para levar os turistas até a igrejinha  também 🙁

 

Curtir as piscinas naturais

praia-dos-carneiros

Uma piscina com borda infinita feita pela natureza (Foto: Passaporte Digital)

Na frente da barraca Bora Bora tem algumas piscinas naturais acessíveis em uma curta caminhada pela água. O lugar é bem bonito, mas depois de um certo horário tinha muita gente. As crianças adoraram ficar por ali, nadar e ver alguns peixinhos. Tem até um cara que fica vendendo ração para atrair os peixes.

Para conseguir curtir as piscinas naturais, a maré precisa estar baixa (abaixo de 0.4, quanto menor, melhor). Consulte a tábua de marés antes de ir.

 Dica da Alê: cuidado com os corais ao entrar nas piscinas naturais. De preferência, vá de chinelo ou algo no pé e fique de olho nos ouriços.

 

Passeio de catamarã

praia-dos-carneiros

Praia dos Carneiros é o ponto de partida para os passeios de lancha e catamarã (Foto: Passaporte Digital)

Ao chegar na Praia dos Carneiros, ou mesmo em outras praias, você vai receber uma oferta para fazer um passeio de catamarã. Me ofereceram um combo de catamarã com transfer da Praia de Muro Alto para Praia de Carneiros por R$ 140 por pessoa.

O passeio dura em média duas horas e faz três paradas: na praia da argila, no banco de areia da Praia de Guadalupe e nas piscinas naturais. Tem música ao vivo e bebidas à bordo, geralmente com bastante gente.

Não achei que compensa. Optamos pelo passeio em lancha privativa (e saiu até mais barato por pessoa). Veja a próxima dica.

 

Passeio de lancha privativa

praia-dos-carneiros

Passeio de lancha sai, em média, R$ 70 por pessoa (Foto: Passaporte Digital)

O passeio de lancha foi o ponto alto da visita a Praia dos Carneiros. Basicamente, eles fazem o mesmo trajeto que o catamarã, mas com a diferença que você pode coordenar o tempo que quer ficar em cada local. Eu gostei bastante.

Na primeira parada, ainda cedo, ainda conseguimos tirar fotos quase que sozinhos na igrejinha. Foi demais!

Achei que o custo compensou mais que o catamarã. Pagamos R$ 500 por 3 horas de lancha. Dividindo por quatro adultos e três crianças maiores de 7 anos, saiu por volta de R$ 70 por pessoa.

 

Banho de Argila

praia-dos-carneiros

Banho de argila promete rejuvenescimento (Foto: Passaporte Digital)

 

Uma das paradas dos passeios é em um trecho de praia a caminho dos bancos de areia somente acessível de barco.

É uma faixa pequena de areia, onde ficam muitas lanchas paradas, com algumas barracas que vendem bebidas e petiscos, além de um monte de vendedores oferecendo os mais diversos produtos: de cocada a sabonete.

praia-dos-carneiros

O pequeno trecho de praia onde acontece o banho de argila (Foto: Passaporte Digital)

As vendedoras dos produtos a base de argila já ficam na praia recepcionando os turistas e oferecendo o banho de argila gratuitamente, com o argumento de que tem poderes rejuvenescedores. As argilas ficam em baldes e cada cor serve para amenizar um problema: estria, circulação etc.

Segundo as vendedoras, a argila é retirada durante a maré baixa para a confecção dos produtos.

 Dica da Alê: caso faça o passeio de lancha privativa, eu dispensaria a parada para o banho de argila e aproveitaria mais tempo nos bancos de areia da Praia de Guadalupe.

Bancos de areia

praia-dos-carneiros

Bancos de areia da Praia de Guadalupe: vale muito a pena conhecer (Foto: Passaporte Digital)

Já os bancos de areia da Praia de Guadalupe valeu muito a pena conhecer. Lugar lindíssimo! Pena que ficamos pouco tempo porque fomos surpreendidos com uma pancada de chuva bem na hora em que estávamos lá. Mas deu para apreciar um pouco.

 Dica da Alê: se estiver de lancha privativa como nós, peça para o barqueiro parar fora da muvuca, mais afastado das barracas e da parada dos catamarãs.

 

Melhor época para ir

praia-dos-carneiros

Prefira ir fora da alta temporada para pegar a Praia dos Carneiros mais vazia (Foto: Passaporte Digital)

Final de março até maio e setembro a novembro são excelentes para visita a Praia dos Carneiros e toda a região, pois o tempo é bom e você foge da alta temporada, que vai de dezembro até o carnaval.

Entre junho e início de setembro, há mais possibilidades de chuva e ventos fortes. No entanto, fomos no mês de julho e pegamos tempo bom todos os dias, com chuvas isoladas pela manhã em alguns dias.

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

Mais sobre Pernambuco:

Praia de Muro Alto: ideal para crianças em Porto de Galinhas

Praia de Muro Alto: ideal para crianças em Porto de Galinhas

A Praia de Muro Alto é uma das melhores praias na região de Porto de Galinhas, Pernambuco. Tranquila e menos movimentada, é a mais indicada para ir com crianças, por conta das suas águas calmas que mais se parecem uma piscina.

Com quase 3 quilômetros de faixa de areia e um mar ideal para ir com crianças, pois uma barreira de arrecifes forma uma imensa piscina natural de águas bem calminhas. Podemos dizer que é uma piscina de água salgada, e ainda quentinha!

praia-de-muro-alto

O mar piscina da Praia de Muro Alto (Foto: Passaporte Digital)

A praia de Muro Alto é muito bem servida de hotéis e condomínios fechados (vi algumas opções para locar no AirBnb). Nós ficamos no Samoa Beach Resort, pé na areia, de cara para um dos melhores trechos de mar, bem calminho. Se quiser saber mais, contei minha experiência NESTE OUTRO ARTIGO AQUI.

Veja no vídeo um pouco mais sobre a Praia de Muro Alto e confira mais fotos desse lugar delicioso aqui em nosso Instagram.

 

 

 

Onde fica a Praia de Muro Alto?

A gente fala que Muro Alto é em Porto de Galinhas, mas na verdade a a praia fica na cidade de Ipojuca (PE), a 50 minutos de Recife.

A distância de lá para o centrinho de Porto de Galinhas, onde fica a praia principal com aqueles passeios de jangada às piscinas naturais, dá uns 15 minutos de carro (8 km aproximadamente). Um Uber sai em torno de R$ 20 o trecho pelo o que eu pesquisei.

praia-de-muro-alto

Praia de Muro Alto fica a 15 minutos do centro de Porto de Galinhas (Foto:Passaporte Digital)

Dica da Alê: se você tem a intenção de passear pela região de Porto de Galinhas, pode ser uma boa alugar um carro. Nós locamos pela Unidas, através do site Rent a Cars, e valeu muito a pena tanto pelo custo como pela mobilidade com as crianças. 

 

Como é a Praia de Muro Alto

A Praia de Muro Alto tem quase 3 km de extensão. O que chama a atenção é a imensa barreira de arrecife que parece uma espécie de “muro” mesmo, formando piscinas naturais.

praia-de-muro-alto

Praia de Muro Alto tem boa oferta de hotéis e barracas (Foto: Passaporte Digital)

Dica da Alê: antes de ir para passar o dia na Praia de Muro Alto, verifique a tábua de marés e escolha um dia ou horário em que a maré estiver mais baixa (de preferência menor que 0,5), pois caso esteja alta, a faixa de areia fica muito estreita.

Se estiver nos resorts à beira-mar, certamente terá à disposição cadeira e guarda-sol. Caso. não esteja hospedado, barracas e bares oferecem o serviço mediante locação ou consumo.

 

O que fazer na Praia de Muro Alto

praia-de-muro-alto

Caiaque e pula-pula no mar são algumas das atrações da Praia de Muro Alto (Foto: Passaporte Digital)

Além de aproveitar o mar piscina da Praia de Muro Alto, o lugar ainda tem outros atrativos, como mergulhar de snorkel, passeio de jangada (preço médio R$ 30), aluguel de caiaque e stand-up paddle (R$ 30 meia hora), pula-pula inflável na água (R$ 20 por 20 minutos) são alguns deles.

Minha experiência por lá foi dar uma volta de caiaque, que eu adorei! No Samoa Resort, os hóspedes podem reservar um horário para fazer o passeio gratuitamente. Mas tem a opção de locação na praia também.

No trecho de Muro Alto que eu fiquei, vi muitas pessoas alugando caiaque para ir até a parte da barreira de corais observar o outro lado. Os vendedores de praia também disseram que, na maré mais baixa, dá para ir nadando ou a pé.

 

Como acessar a praia

praia-de-muro-alto

A Praia de Muro Alto é acessível pelos hotéis e barracas de praia (Foto: Passaporte Digital)

Muita gente vai à Praia de Muro Alto no passeio de buggy, já que ali é um dos pontos de paradas do passeio chamado Ponta a Ponta, que passa por algumas praias da região.

Mas, se eu puder te dar um conselho, diria para você passar o dia lá! A Praia de Muro Alto é maravilhosa e muito tranquila, ainda mais se estiver com crianças pequenas. Vale a pena!

Mas se você não quiser fazer o passeio de buggy, nem está hospedado nos resorts e condomínios à beira-mar, também é possível acessar a Praia de Muro Alto através de barracas e bares de praia.

O Bar da Praia Muro Alto é o mais famoso por lá, pois tem estrutura com banheiros, ducha e até piscina. Outras opções que pesquisei ali foram a Barraca da Ana e a Barraca do Vero.

Os acessos públicos pela avenida a essa praia são mais escassos, tem pouca vaga pra estacionar. Também é possível chegar pela Praia do Cupe.

 

 

Resorts em Muro Alto

praia-de-muro-alto

Samoa Beach Resort é um dos hotéis pé na areia da Praia de Muro Alto (Foto: Passaporte Digital)

Com uma praia calma dessas, nada melhor do que se hospedar em um dos resorts pé na areia.

Escolhemos o Samoa Beach Resort, que foi excelente (conto minha estadia aqui neste post), mas há outras opções de resorts em Muro Alto, como Nannai e Summerville, que é all inclusive.

samoa-beach-resort

Samoa Beach Resort, localizado na praia de Muro Alto (Foto: Passaporte Digital)

Se preferir ficar em condomínios tipo apartamento, tem o Marulhos e o Oka Beach Residence.

Para opções mais baratas, a dica é procurar pousadas, mas na praia central de Porto de Galinhas.

 

Como chegar em Muro Alto

A Praia de Muro Alto fica em Ipojuca, a 58km de Recife. O Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes é o mais próximo e recebe voos de diversas partes do Brasil e do mundo.

praia-de-muro-alto

A Praia de Muro Alto fica a 50 minutos de Recife (Foto: Passaporte Digital)

Para chegar até a praia, o meio mais fácil e prático é alugar um carro, como nós fizemos. Levamos apenas 55 minutos de trajeto. Também é possível contratar empresas de transfer (ou pegar o transfer do hotel, caso este ofereça o serviço).

A estrada para chegar até Muro Alto é bem tranquila, mas o trecho final tem alguns pontos de terra bem esburacados.

 

Quando ir a Praia de Muro Alto

A temporada mais seca em Pernambuco vai de setembro a março. Essa é a melhor época pra viajar pra região de Porto de Galinhas, já que chove em menor quantidade e a água do mar está mais clarinha.

Fomos no final de julho, no inverno, e pegamos dias bons, com chuva bem de manhãzinha, mas depois parava. Tivemos também alguns dias de vento mais forte, mas nada que atrapalhasse o passeio.

 

Pontos positivos da Praia de Muro Alto

  • Mar tranquilo
  • Excelente para ir com crianças
  • Boa oferta de hotéis, estilo pé na areia
  • Ótima para prática de esportes náuticos

 

Pontos negativos da Praia de Muro Alto

  • Acesso público para a praia é um pouco mais custoso. A maioria chega via barracas de praia (que dispõem de estacionamento), paradas dos passeios de bugue ou pela Praia do Cupe. Quem está hospedado nos resorts ou condomínios beira-mar não tem essa dificuldade.

 

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

 

Mais praias pelo Brasil

Restaurante Fazenda Tucunduva: comida top a 1h30 de SP

Restaurante Fazenda Tucunduva: comida top a 1h30 de SP

Sabe quando você procura algo especial para fazer no fim de semana, para fugir da rotina e ter um dia gostoso? O restaurante Fazenda Tucunduva é um daqueles lugares que você volta encantada, ideal para curtir um almoço de primeira linha, cercado de muito verde, um bom vinho e, ainda, com o bônus de ter recreação para as crianças. Os pais amam, né?

O Restaurante Fazenda Tucunduva estava na minha listinha de passeios pelo interior de São Paulo há tempos. Localizado na cidade de Cabreúva, a 1h30 da capital, a fazenda centenária abriga um lindo espaço com mesas ao ar livre em frente a um lago, com atendimento muito gentil e uma comida muuuito saborosa.

restaurante-fazenda

Além do almoço, é possível visitar a sede da Fazenda Tucunduva (Foto: Passaporte Digital)

Também há um espaço com mesas coberto, mas o ideal é ficar ao ar livre mesmo, curtindo o ambiente. Não demora, você pode encontrar um pato ou uma arara vindo perto da sua mesa para fazer uma visita. É realmente um lugar lindo!

De cozinha contemporânea, liderada pelo chef Bruno Arruda, a comida é primorosa. Há opções diversas, de frutos do mar a carnes, todas a la carte. Os pratos são individuais e vão de R$ 52 a R$ 128.

restaurante-fazenda

Pratos refinados no Restaurante Fazenda Tucunduva (Foto: Passaporte Digital)

 

Além de curtir o restaurante, quem quiser também pode ficar hospedado em um dos poucos chalés disponíveis para hóspedes. Nós aproveitamos para ficar na casa Bartira, uma graça, com toda estrutura para promover uma noite confortável.

Confira mais detalhes da nossa experiência no Restaurante Fazenda Tucunduva no vídeo abaixo ou veja mais fotos desse lugar delicioso aqui em nosso Instagram aqui. Continue lendo o artigo para saber mais sobre preços, horário de funcionamento e como chegar.

 

 

Restaurante Fazenda Tucunduva: estrutura

Com mesas ao ar livre ou na área coberta, o Restaurante Fazenda Tucunduva é um lugar agradável para ter um almoço especial.

Em um espaço aberto lindo, margeado pelo lago, você come muito bem, toma um bom vinho, enquanto as crianças brincam na recreação. É para degustar mesmo, sem pressa.

restaurante-fazenda

Restaurante fica em fazenda centenária com mesas ao ar livre (Foto: Passaporte Digital)

 

Além do restaurante, os clientes podem também dar uma volta pela fazenda histórica, construída em 1846. A casa-sede de 1918 é linda, com vários objetos históricos e móveis antigos. Você pode pedir para visitar por dentro.

restaurante-fazenda

A casa-sede da fazenda que foi fundada em 1846 (Foto: Passaporte Digital)

 

Cardápio do restaurante

Já fazia tempo que acompanhava o Restaurante Fazenda Tucunduva pelo Instagram e vi que o cardápio era bem refinado.

Comandado pelo chef Bruno Silveira Arruda e pelo souschef Max Sbrocca, o menu vai de carnes a massas e frutos do mar, com entradas e sobremesas. Ah, também tem uma carta de vinhos muito boa. Degustamos o vinho branco chileno Loma Negra!

restaurante-fazenda

Risoto Terra e Mar do Restaurante Fazenda Tucunduva: camarão, cogumelos e carne de porco (Foto: Passaporte Digital)

De entrada, pedimos um ceviche de peixe branco (R$ 46) e uma burrata artesanal de búfala (R$ 52) que estavam deliciosos. Como prato principal, fui de risoto Terra e Mar, com camarão, cogumelos e carne de porco (R$ 88), que estava incrível!

Fã de carne, o marido pediu ojo de bife, um corte argentino com purê de batatas rústico e brócolis na manteiga (R$ 94). Ele também gostou muito e recomenda.

restaurante-fazenda

Ojo de bife com purê rústico e brócolis: mais uma especialidade do menu da Fazenda Tucunduva (Foto: Passaporte Digital)

Já as crianças foram de menu kids: massa pomodoro com proteína do dia (R$ 52). Tem também opção sem a carne e outra com arroz e feijão. Meus filhos optaram pelo macarrão com molho vermelho e frango grelhado. Devoraram o prato!

restaurante-fazenda

Restaurante Fazenda Tucunduva tem opção de pratos para crianças (Foto: Passaporte Digital)

As sobremesas são um capítulo a parte. Como queríamos experimentar todas, comemos somente um sorvete de goiaba com gengibre (R$ 16) após a refeição, que estava muito bom, e trouxemos outras para comer em casa. Experimentamos a famosa torta Black Rock, com recheio de chocolate meio amargo coberta com caramelo e flor de sal (R$ 38), o pudim de café (R$ 28) e o pudim de leite (R$ 28). Todas elas deliciosas, mas o pudim de café ganhou meu coração!

Ah, não se esqueça de fazer reserva com antecedência. Por conta da pandemia, os lugares são limitados.

Dica da Alê: O restaurante é pet friendly. Quem quiser, pode levar animais de pequeno porte 😉

 

Espaço com recreação para crianças

restaurante-fazenda

Restaurante conta com monitores fazem oficinas e atividades com as crianças (Foto: Passaporte Digital)

Quem é pai e mãe sabe o valor de ter um lugar para almoçar com recreação. Assim, as crianças se divertem e os adultos podem comer e conversar com mais tranquilidade.

No Restaurante Fazenda Tucunduva, aos finais de semana tem atividades com monitores, que fazem oficinas de arte, esculturas de balões e brincadeiras como corrida de saco, entre outras.

 

Hospedagem em chalé aconchegante

restaurante-fazenda

Chalés da Fazenda Tucunduva oferecem conforto e comodidade (Foto: Passaporte Digital)

Quem quiser aproveitar o espaço lindo da Fazenda Tucunduva por mais tempo, pode até ficar hospedado. São dois chalés disponíveis para locação, com total estrutura, muito aconchegante.

Ficamos no chalé Bartira, com dois quartos, sala e minicozinha. O espaço dispõe de wi-fi, Netflix, frigobar, fogãozinho e até fogão à lenha e churrasqueira.

restaurante-fazenda

O chalé é uma graça, com dois quartos, sala e cozinha (Foto: Passaporte Digital)

 

A diária sai a partir de R$ 500,00, com café da manhã servido no próprio chalé. Eles também dispõem de roupa de cama e banho.

Pela manhã, no horário desejado, eles entregam uma cesta linda com pães de queijo quentinhos, pães, bolo, iogurte, frios, suco, café, entre outros itens. Ah, sem contar o atendimento da equipe, que é muita atenciosa desde o primeiro contato.

restaurante-fazenda

Café da manhã é servido no chalé, no horário marcado (Foto: Passaporte Digital)

 

Depois do café, aproveitamos para passear pela Fazenda Tucunduva. O lugar é lindo, super bem cuidado, com muita área verde e ar puro. As crianças adoraram o balanço na árvore.

Além da visita à casa-sede, onde conhecemos a história do lugar, os objetos antigos e curiosidades da fazenda, a propriedade tem ainda uma capela linda, que pode ser locada para casamentos e batizados.

restaurante-fazenda

As crianças adoraram ver como eram os objetos antigos (Foto: Passaporte Digital)

 

Não há animais ou fazendinha para as crianças, nem passeio a cavalo. Mas na nossa caminhada, encontramos cavalos soltos no pasto, patinhos perto do lago e araras no viveiro.

Ah, se o dia estiver quente, os hóspedes também podem curtir a piscina da fazenda.

restaurante-fazenda

Fazenda Tucunduva também conta com piscina e muita área verde (Foto: Passaporte Digital)

Restaurante Fazenda Tucunduva: onde fica?

A apenas uma hora e meia da capital paulista, o Restaurante Fazenda Tucunduva fica em Cabreúva.

Para chegar, o acesso pela rodovia é bem fácil, com trecho pequeno de estrada de terra.

Endereço: Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto km 92,5 Pedregulho, Cabreúva – SP, 13315-000

 

Restaurante Fazenda Tucunduva: horário de funcionamento

restaurante-fazenda

Restaurante Fazenda Tucunduva funciona aos finais de semana com reserva (Foto: Passaporte Digital)

O restaurante funciona aos finais de semana e feriados, no horário de almoço. É necessário fazer reserva com antecedência.

Contato e informações no site da Fazenda Tucunduva ou pelo WhatsApp: 11 99485-0000.

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

Mais restaurantes no interior de SP

Piquete SP: conhecemos 3 cachoeiras em um dia

Piquete SP: conhecemos 3 cachoeiras em um dia

Elas estão a apenas 2 horas e meia de São Paulo! Conhecemos três cachoeiras ótimas para banho na cidade de Piquete SP, localizada no Vale do Paraíba, em um único dia!

A Cachoeira das Andorinhas, a Cachoeira dos Desejos e a Esquichoeira ficam dentro da Fazenda Mundo Novo 1, uma propriedade privada aberta à visitação em sistema de day use ou com hospedagem. Muito prático para visitar, especialmente para quem vai com crianças, como eu.

piquete-sp

Trilha para a Cachoeira das Andorinhas, na Fazenda Mundo Novo 1, em Piquete SP (Foto: Passaporte Digital)

As trilhas são de fácil acesso, até as crianças conseguiram ir de boa. A Cachoeira das Andorinhas é a mais bonita delas e também a mais longa, a 40 minutos de caminhada, com algumas subidas, mas nada que não dê para encarar. Meus filhos de 7 e 9 anos foram sem reclamar, e ainda se divertiram muito pelo caminho. Não esqueça a água, vá com um tênis confortável e siga as placas!

As outras duas cachoeiras ficam bem próximas à sede da fazenda, em menos de 10 minutos de caminhada. Elas têm quedas menores, como se fossem uma espécie de piscina natural.

Em todas elas, é possível nadar e passar o dia. Para visitar, é necessário pagar a entrada (day use) na Fazenda Mundo Novo 1, que oferece também café da manhã e almoço para os visitantes.

piquete-sp

Café da manhã da Fazenda Mundo Novo 1, com pães caseiros, bolos e frutas (Foto: Passaporte Digital)

Confira no vídeo um pouco mais sobre nosso passeio e, para conferir mais fotos desse lugar delicioso, acesse nosso Instagram aqui. Continue lendo o artigo para conferir mais sobre as atrações, o preço e como chegar.

 

 

Cachoeira das Andorinhas – Piquete SP

 

A Cachoeira das Andorinhas é a mais bonita das três cachoeiras da Fazenda Mundo Novo 1. Ela tem duas quedas d´água que chegam a 15 metros de altura. Porém, como fomos no inverno, época de estiagem das chuvas, havia somente uma queda.

piquete-sp

A Cachoeira das Andorinhas tem queda de 15 metros (Foto: Passaporte Digital)

O lugar cercado de pedras deixa o lugar ainda mais bonito. A água é cristalina, ótima para banho, embora a gente não tenha conseguido entrar por conta do frio. Queremos voltar no verão para aproveitar melhor. Inclusive, vi fotos de visitantes que conseguem ir na pedra que fica atrás da queda. Deve ser uma sensação deliciosa!

A trilha para chegar até lá dura 40 minutos, em uma estrada larga de terra, bem fácil, mas com muitas subidas.

piquete-sp

Depois de 40 minutos de trilha, enfim encontramos a placa da chegada (Foto: Passaporte Digital)

As crianças foram acompanhando as placas que vão mostrando o avanço do percurso e quanto falta para chegar. Até que finalmente encontramos a última placa da chegada!

Meus filhos de 7 e 9 anos não reclamaram em nenhum momento durante a trilha. Fomos curtindo a caminhada, passando por plantas, árvores e bichinhos que íamos apreciando no percurso.

 Dica da Alê: se você for somente para passar o dia, sugiro começar por esta cachoeira e tomar o café da manhã da Fazenda Mundo Novo 1 antes de seguir para a trilha.

 

Esquichoeira

piquete-sp

A Esquichoeira é a cachoeira mais próxima à sede da fazenda (Foto: Passaporte Digital)

Bem pertinho da seda da Fazenda Mundo Novo 1 e a mais fácil de chegar, esta cachoeira é mais “aberta”, então imagino que seja a menos fria para banho! Por conta do inverno, não conseguimos entrar, porque a água estava beeeeem gelada!

Tem uma queda de aproximadamente 2 a 3 metros, e uma outra queda em um espaço construído com pedras. Rodeado por árvores, adoramos ficar ali apreciando a natureza e curtindo a vibe do lugar.

 

Cachoeira dos Desejos

piquete-sp

Cachoeira dos Desejos é ótima para banho (Foto: Passaporte Digital)

Também de fácil acesso, a Cachoeira dos Desejos tem uma trilha curta, de 10 minutos. Apesar de alguns pontos de descida e subida mais punks, eles colocaram umas cordinhas para ajudar. Ainda assim, é bem simples de chegar.

O visual dela é lindo, com uma água transparente, belíssima! Com uma pequena queda d´água, forma uma boa piscina natural. Não conseguimos entrar por conta do frio, mas quero voltar em um dia de verão.

 

Cachoeira do Jacaratiá

piquete-sp

Cachoeira do Jaracatiá, na estrada do bairro dos Marins (Foto: Passaporte Digital)

Eu sei que eu falei ali no começo da matéria sobre três cachoeiras, mas tem uma delas que “passou” despretensiosamente em nosso caminho em Piquete e não posso deixar de registrar. Imponente e magnífica, ela aparece na estrada à caminho da Fazenda Mundo Novo 1. É a Cachoeira do Jaracatiá.

Vale a paradinha na estrada para registrar essa maravilha da natureza. Não deu tempo de conhecê-la de perto, nem sei se é acessível por trilha. Mas só de apreciá-la de longe já vale a pena.

 

Nossa hospedagem na Fazenda Mundo Novo 1

As três cachoeiras ficam dentro da Fazenda Mundo Novo 1, que fica a 17 km do centro de Piquete SP. Você chega até lá pela estrada do bairro dos Marins, bem preservada com trechos de asfalto e de terra.

Chegando lá, você pode escolher se quer apenas visitar as cachoeiras ou pode se hospedar lá, caso prefira.

piquete-sp

As cachoeiras ficam na Fazenda Mundo Novo 1, que também oferece day use ou hospedagem (Foto: Passaporte Digital)

A fazenda é cercada de muito verde, sendo metade da área preservada pelo Parque Nacional de Itatiaia. O lugar é ideal para quem busca simplicidade com acolhimento. Os visitantes e hóspedes são recebidos como amigos e com um cafezinho feito no fogão a lenha. Uma delícia!

O local também tem cavalos vacas, bezerros, carneiros e porquinhos para visitação. As crianças também deram uma voltinha guiada a cavalo pela propriedade.

 

Day use

piquete-sp

Na fazenda há alguns animais para interação com as crianças (Foto: Passaporte Digital)

O day use funciona assim: você paga uma taxa para visitação das cachoeiras e pode aproveitar as áreas de descanso da fazenda. Eles também oferecem café da manhã e almoço (pagos a parte), caso o visitante queira comer por lá.

Preço do day use na Fazenda Mundo Novo 1:

Day use: R$ 20 (adulto) e R$ 10 (criança)
Day use + café da manhã: R$ 45 (adulto) e R$ 22,50 (criança)
Day use + almoço: R$ 55 (adulto) e R$ 30 (criança)
Day use + café + almoço: R$ 85 (adulto) e R$ 45 (criança)

O café da manhã funciona aos finais de semana e feriados, das 8h às 10h, e o almoço é servido a partir do meio-dia. Bebidas a parte.

 

Hospedagem

piquete-sp

Local tem piscina para hóspedes e animais da fazenda (Foto: Passaporte Digital)

 

Quem optar por passar a noite na Fazenda Mundo Novo 1, tem à disposição suítes e casas para hospedagem, que acomodam de 2 a 13 pessoas.

Nós ficamos na suíte para 4 pessoas, com cama de casal e uma bicama, e uma minicozinha com geladeira, microondas e TV. Nessa acomodação eles fornecem roupa de cama e banho!

 Dica da Alê: aproveite sua estadia na fazenda para se desconectar. O sinal de telefone não pega, e a internet tem sinal fraco. 

O local também dispõe de algumas áreas e atividades para os hóspedes:

  • Piscina aberta
  • Campo de futebol
  • Mesa de pingue-pongue
  • Parquinho
  • Salão de jogos (em reforma)
  • Cavalos

 

piquete-sp

As crianças aproveitaram para jogar futebol com o papai (Foto: Passaporte Digital)

 

Preço:

Diárias de R$ 140 a R$ 600, dependendo do tipo de acomodação. Refeições e bebidas pagas a parte.

 

Conheça a cidade de Piquete SP

A cidade de Piquete ainda é pouco explorada no quesito turismo. Ao pé da Serra da Mantiqueira, próxima a Aparecida e Itajubá (MG), ela atrai principalmente pessoas que gostam de trilhas, mountain bike e até voo livre.

piquete-sp

A bela cidade de Piquete SP, na Serra da Mantiqueira (Foto: Passaporte Digital)

Aliás a trilha/escalada ao Pico dos Marins é uma das principais atividades. Com 2.420 metros de altura, é um dos mais altos do Estado de São Paulo. Tanto é que a escalada dura quatro horas e só deve ser feita por quem é experiente ou acompanhado de guia.

 

Como chegar a Piquete SP

Estrada dos Marins, Piquete SP. A partir da entrada principal da cidade, seguir em direção ao bairro dos Marins por cerca de 17 km, entre estradas de terra e asfalto.

Saindo de SP: via BR 116, trajeto de 208 km
Saindo do RJ: via BR 116, trajeto de 261 km

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

Passeios com crianças no interior de SP

Onde ver baleia jubarte no Brasil

Onde ver baleia jubarte no Brasil

Já imaginou viajar para um lugar lindo e, de quebra, ver de pertinho uma baleia jubarte em seu habitat natural? Sim, isso é possível e aqui mesmo no Brasil!

A cidade de Prado, na Bahia, se prepara para a temporada desses gigantes do mar, que acontece entre junho e novembro! É uma viagem que ainda quero muito fazer!

As praias de Prado estão localizadas no litoral baiano em uma região conhecida por Costa das Baleias. Este nome se dá por conta da migração de baleias jubartes na região.

Medindo de 12 a 16 metros e peso que varia de 35 a 40 toneladas, a baleia jubarte é uma das maiores espécies de baleias conhecidas.
Os animais descem das águas polares até a costa brasileira para acasalarem nas águas quentes do Oceano Atlântico. E a cidade de Prado é um dos melhores pontos de observação do mundo que atrai milhares de turistas ansiosos por esse espetáculo em alto mar todos os anos.

Como fazer os passeios para ver as baleias jubartes?

baleias_costabahia_abrolhos

Na Bahia, baleia jubarte costuma ficar em águas rasas para proteger os filhotes de predadores (foto: Divulgação 13Sul)

Os passeios para ver as baleias partem de Prado, Cumuruxatiba ou Corumbau. Os valores variam de acordo com o local e a temporada.

Com um movimento calmo e tranquilo durante todo o ano, Prado se torna um refúgio de belezas naturais. A riqueza vegetal preservada na cidade, grandes falésias de areia, vários coqueiros e as tradicionais canoas e jangadas coloridas, utilizadas para a pesca artesanal, são adicionais à paisagem da orla marítima e seus 84 km de extensão.

O município baiano tem diversão para agradar a todos os tipos de turistas. Toda a infraestrutura e charme da cidade proporcionam momentos tranquilos e inesquecíveis para quem decide se aventurar pela região.

VEJA TAMBÉM: Temporada de baleias em Abrolhos