Inhotim: um dia no museu mais diferente que você já viu

Inhotim: um dia no museu mais diferente que você já viu

Inhotim. Taí um lugar que sempre ouvia maravilhas e ficava pensando: será que é tudo isso mesmo?

Minha resposta depois de visitar: simmmm! E olha que nem sou das mais fanáticas por arte, mas o Inhotim vale muito a visita!

O maior museu a céu aberto do mundo é um imenso jardim com obras de arte contemporânea por todos os lados! Tem instalações, esculturas, fotografias e gravuras de mais de 60 artistas, de 38 nacionalidades. Realmente lindo e inspirador!

Inhotim

Instalação do escultor Robert Irwin, no ponto mais alto do Inhotim (Foto: Passaporte Digital)

 

O Instituto Inhotim fica a aproximadamente 1h30 de Belo Horizonte, na cidade de Brumadinho, em Minas Gerais. Fizemos um bate-volta de carro e foi bem tranquilo. Inclusive o estacionamento é gratuito.

Veja no vídeo como foi nosso dia em Inhotim, ou leia todas as dicas abaixo.

 

 

O QUE VOCÊ VAI VER EM INHOTIM

Um dia pode não ser suficiente para ver tudo que o Inhotim oferece. O local é imenso. São 140 hectares de área verde divididos em zonas por cores, com mais de 700 obras, de 60 artistas de 38 países. Tenho certeza que você vai se impressionar!

Para organizar sua visita, pegue seu mapa na entrada e priorize as áreas que quer visitar primeiro.

Inhotim

Pegue o mapa na entrada e trace sua rota para aproveitar melhor o dia em Inhotim (Foto: Passaporte Digital)

 

Dica da Alê: compre o bilhete do transporte interno para conseguir otimizar seu tempo e ver o máximo de obras possível. Assim, você pode circular entre as áreas em carrinho de golfe, sempre que desejar. Isso foi uma mão na roda no nosso passeio, porque fica muito difícil caminhar a pé em todo o museu.

A cada obra, você tem plaquinhas com o nome do artista e um pouco mais sobre aquele trabalho. Assim, a visita é auto-guiada, embora você tenha opção de fazer tours guiados com educadores do Inhotim.

Inhotim

A obra Linda do Rosário, de Adriana Varejão, em referência ao desabamento de um hotel no RJ (Foto: Passaporte Digital)

 

A maior parte das obras fica ao ar livre, quase que se integrando ao ambiente. Alguns trabalhos porém ficam em galerias internas, e também vale a pena conhecer.

Destaco a galeria da brasileira Adriana Varejão com obras muito sensíveis, como a Linda do Rosário, que traz uma parede com vísceras pintadas, uma referência ao desabamento do Hotel Linda do Rosário, no centro do Rio de Janeiro, em 2002, e o mistério idealizado sobre dois hóspedes, um possível casal de amantes, que mesmo avisados do perigo teriam escolhido permanecer no quarto. Intrigante, né?

 

MINHAS OBRAS FAVORITAS

Um dia apenas pode ser pouco tempo para ver tudo que o Inhotim tem a oferecer. Mas se tiver pouco tempo, sugiro dar uma pesquisada antes no site do museu para privilegiar algumas obras. Vou citar aqui as que eu mais gostei.

 

Rodoviária de Brumadinho, de John Ahearn & Rigoberto Torres

inhotim

A obra retrata os costumes e as tradições de comunidades próximas ao Instituto Inhotim (Foto: Passaporte Digital)

 

Sem título, de Robert Irwin

inhotim

Instalação onde o artista brinca com luz, espaço e sombra (Foto: Passaporte Digital)

 

Beam Drop, de Cris Burden 

inhotim

Obra de Chris Burden feita com 71 vigas vindas de ferros-velhos da região, que foram içadas por um guindaste a 45 metros de altura (Foto: Passaporte Digital)

 

True Rouge, de Tunga 

Inhotim

Obra True Rouge, de Tunga, um dos destaques do Inhotim (Foto: Passaporte Digital)

Celacanto Provoca Maremoto, de Adriana Varejão

inhotim

A obra de Adriana Varejão traz 184 azulejões montados de maneira desordenada (Foto: Passaporte Digital)

 

Invenção da Cor, Penetrável Magic Square #5, de Hélio Oiticica

inhotim

Uma das obras mais icônicas do Inhotim feita pelo pintor brasileiro Hélio Oiticica (Foto: Passaporte Digital)

Narcisus Garden, Yayoi Kusama

Inhotim

A obra faz referência ao mito de Narciso, que se encanta pela própria imagem refletida na água (Foto: Passaporte Digital)

 

JARDINS E LAGOS DO INHOTIM

Além das obras de arte contemporânea, o jardim botânico de Inhotim é um espetáculo a parte. São diversos jardins temáticos, plantas e espécies raras, totalizando mais de 4 mil espécies nativas brasileiras e exóticas de outras partes do mundo.

No total, são mais de 140 hectares de área de visitação, além de uma extensão de 250 hectares de Reserva Particular de Patrimônio Natural Inhotim (RPPN). Apenas se deixei levar pelos caminhos verdes, e lindos, de Inhotim.

inhotim

Inhotim é repleto de lagos e áreas verdes (Foto: Passaporte Digital)

 

ONDE COMER EM INHOTIM

O Inhotim tem total infraestrutura com banheiros, bebedouros de água espalhados pelo parque (leve sua garrafinha) e também restaurantes e cafés.

São dois restaurantes excelentes. Comemos no Restaurante Oiticica, um buffet por quilo com comida brasileira, a R$ 89,90 o quilo. Estava uma delícia!

Quem preferir, também tem o Restaurante Tamboril, por R$ 130 por pessoa, com sobremesa inclusa.

inhotim

Restaurante de comida por quilo é ótima opção no Inhotim (Foto: Passaporte Digital)

 

 

O QUE É E ONDE FICA INHOTIM

O Instituto Inhotim fica em Brumadinho, cidade mineira a 60 km de Belo Horizonte e a 90 km do aeroporto de Confins.

Criado em 2004 para abrigar a coleção particular de arte modernista do empresário Bernardo Paz, foi aberto ao público em 2006. Hoje é considerado o maior museu a céu aberto do mundo, com diversas exposições e galerias, em constante renovação.

inhotim

Inhotim foi aberto ao público em 2006 (Foto: Passaporte Digital)

 

Localização: Rua B, 20 – Inhotim, Brumadinho – Minas Gerais

 

COMO CHEGAR A INHOTIM

Alugamos um carro por R$ 240 e seguimos para Brumadinho a partir de Belo Horizonte. Foi, sem dúvida, o meio mais prático.

Também é possível ir de Uber (talvez o retorno a BH seja mais complicado para conseguir motorista) ou de empresas de turismo locais (veja com seu hotel alguma indicação).

inhotim

Instituto Inhotim fica a 1h30 de Belo Horizonte (Foto: Passaporte Digital)

 

QUANDO IR?

O Inhotim pode ser visitado o ano todo, mas fique atento somente à previsão de chuva, que pode prejudicar a sua experiência, já que estamos falando de um museu a céu aberto.

Se puder, prefira visitar durante a semana que costuma ser mais tranquilo que aos finais de semana e feriados.

 

QUANTO TEMPO FICAR?

inhotim

Apenas um dia pode não ser suficiente para ver todo o museu (Foto: Passaporte Digital)

 

O Inhotim é enoooorme mesmo. Por isso, recomendo que chegue cedo, logo que abrir, para poder conhecer o máximo possível do museu – e ainda pode não ser suficiente.

Nós ficamos apenas um dia e conseguimos conhecer praticamente tudo (o uso do transporte interno é essencial).

No entanto, caso seja um apreciador mais assíduo de arte e quiser conferir as obras mais detalhadamente, sugiro pegar o combo de dois dias e se hospedar em Brumadinho.

 

INHOTIM INGRESSOS

Ingressos:
– Inteira: R$ 50 (1 dia), R$ 88 (2 dias) e R$ 120 (3 dias)
– Meia entrada para crianças e adoslescentes de 6 a 18 anos, idosos com mais de 60 e pessoas com deficiência e seu acompanhante
– Gratuito para crianças de 0 a 5 anos e na última sexta de cada mês (excetos feriados), mediante retirada prévia pelo Sympla

Transporte interno (opcional): R$ 35 por pessoa/dia

DICA DA ALÊ: Entrada é gratuita na última sexta-feira de cada mês (exceto feriados)

– Estacionamento gratuito

*Valores considerados em outubro de 2022, sujeitos a alteração. Para informações, clique no site do Inhotim antes da sua visita.

 

INHOTIM HORÁRIOS

– De quarta a sexta, das 9h30 às 16h30
– Sábados, domingos e feriados, das 09h30 às 17h30

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | TikTok | Facebook | Pinterest

Mais destinos em Minas Gerais

Holambra: Expoflora 2022 já começou na Cidade das Flores

Holambra: Expoflora 2022 já começou na Cidade das Flores

Já visitou Holambra? Se a resposta é não, aproveite para conhecer a cidade e também a Expoflora 2022, a maior exposição de flores e plantas ornamentais da América Latina, que acontece até o dia 25 de setembro.

Conhecida como a Cidade das Flores, Holambra está localizada a 130km de São Paulo. É perfeita para um bate-volta.

O mês de setembro é a época ideal para visitar Holambra, por conta da Expoflora. Este ano, a mostra tem novidades, como a chuva de pétalas e mais 18 ambientes de paisagismo, além da tradicional feira das flores, comidas e danças típicas e até um parquinho de diversões para a criançada.

holambra-expoflora

Expoflora 2022 acontece até o dia 25 em Holambra (Foto: Passaporte Digital)

 

São mais de 250 mil m2 de parque, com estacionamento para até 5 mil veículos e estrutura com lanchonetes, restaurantes e banheiros.

Fui visitar a 39a edição da Expoflora 2022 no primeiro dia de abertura e te conto tudo o que vi por lá.

 

O que tem na Expoflora 2022?

 

Exposição de arranjos florais e plantas

Claro que na maior exposição do setor não poderia faltar plantas e flores dos mais diversos tipos e cores.

holambra-expoflora

Expoflora conta com mais de 200 mil flores e plantas (Foto: Passaporte Digital)

São mais de 200 mil hastes de flores de corte e plantas, além de 75 mil vasos espalhados pelo local. Sem contar os lançamentos de plantas ornamentais cultivadas por mais de 450 produtores e cooperativas. Lindo mesmo!

 

Chuva de pétalas

holambra-expoflora

Chuva de pétala: o momento mais esperado na Expoflora 2022 (Foto: Passaporte Digital)

A chuva de pétalas é um dos momentos mais esperados. Sempre às 16h30, 150 quilos de pétalas coloridas são jogadas nos visitantes através de um duto. Para mim, foi o ponto mais legal do dia. Vale a pena esperar o espetáculo.

 

Mostra de paisagismo 

Paisagistas, arquitetos, decoradores e engenheiros agrônomos, criaram os 18 ambientes que compõem a Mostra de Paisagismo e Decoração, uma das muitas atrações da Expoflora 2022.

holambra-expoflora

Um dos ambientes da mostra de paisagismo, criado pela engenheira agrônoma Iemiria Rezende (Foto: Passaporte Digital)

O tema deste ano é a conexão do homem com a natureza, criando ambientes que purificam o ar e contribuem para a sensação de bem-estar.

 

Parada das flores com carros alegóricos

As 16h, três carros alegóricos decorados com muitas flores conduzem o público até o local onde acontece a chuva de pétalas. Como no dia que fui era a apresentação para a imprensa, não teve essa parte, mas imagino que seja bem bacana.

holambra-expoflora

Em todos os espaços, você vê flores na Expoflora (Foto: Passaporte Digital)

 

Apresentação de danças típicas holandesas

Sempre a partir das 14h30, grupos de dança típica se apresentam em um dos cinco palcos do evento. De colonização holandesa, Holambra traz forte essa tradição cultural.

 

Gastronomia

holambra-expoflora

Provando o waffle típico holandês na Expoflora 2022 (Foto: Passaporte Digital)

Além de toda estrutura de lanchonetes e restaurantes, os visitantes também podem provar delícias da culinária holandesa, como a bolacha stroopwafel (waffle recheado com caramelo) ou o doce batizado de Bloem Pot (flor no pote), que tem até flor comestível. Provei e aprovei!

 

City tour e passeio turístico

holambra-expoflora

Um dos espaços instagramáveis do Magic Garden, em Holambra (Foto: Passaporte Digital)

Quem quiser conhecer um pouco mais da cidade de Holambra pode fazer o city tour (opcional, com custo de R$ 40 por pessoa), que inclui uma visita ao novo Magic Garden.

A 6 km do Parque da Expoflora, o local reúne jardins instagramáveis e um campo de girassóis maravilhoso para fotos.

 

Expoflora 2022 

holambra-expoflora

Maior exposição de flores da América Latina vai até o dia 25 de setembro, em Holambra (Foto: Passaporte Digital)

📍 ONDE: Holambra – SP
Parque da Expoflora – entrada pelo estacionamento em frete ao Moinho dos Povos

📆 QUANDO: de 2 a 25 de setembro, de sexta-feira a domingo, e nos dias 7 e 8 de setembro (quarta e quinta-feira)

⏰ HORÁRIO: das 9h às 19h

💰 INGRESSO: R$ 40,00 (meia-entrada) e R$ 80,00 (inteira)

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

Passeios com crianças perto de São Paulo

Torre de Belém: visita, preço e tour pelos arredores

Torre de Belém: visita, preço e tour pelos arredores

Entre os pontos turísticos de Lisboa, certamente a Torre de Belém é um dos mais famosos e imperdíveis! Tem que ter no roteiro!

Localizada no bairro de Belém, às margens do rio Tejo, a construção tem de mais de 500 anos e foi feita para proteger Lisboa de ataques inimigos, especialmente de possíveis invasões ao Mosteiro dos Jerónimos, que fica ali bem pertinho.

A gente foi conhecer a Torre de Belém e descobrimos que é possível visitá-la inclusive por dentro (o lugar tem uma história incrível).

Também fiz um roteiro bem legal para aproveitar o dia e conhecer as atrações do bairro de Belém que ficam ali bem pertinho desse monumento histórico.

Confira a seguir como foi nossa visita a Torre de Belém.

 

 

O QUE VER NA TORRE DE BELÉM?

Por fora, a Torre de Belém já é magnífica! Não é a toa que é um dos símbolos mais marcantes de Portugal e considerada Patrimônio Mundial pela Unesco.

Com 35 metros de altura, a Torre de Belém fica às margens do rio Tejo, cercada de um gramado lindo, onde artistas de rua se apresentam para os visitantes. Foi emocionante chegar até lá e ouvir um violinista tocando!

torre-de-belem

Cercada de verde, a Torre de Belém é um dos cartões-postais de Lisboa (Foto: Passaporte Digital)

 

Para quem tem tempo no roteiro, vale a pena visitar a Torre de Belém por dentro para conhecer mais profundamente a história desse monumento tão importante na história de Portugal.

Claro que nós fizemos o tour pelo interior da Torre de Belém. A entrada por uma ponte suspensa já é demais!

torre-de-belem

A ponte na entrada da Torre de Belém: paga-se para visitá-la por dentro (Foto: Passaporte Digital)

 

São quatro andares para conhecer, além do subsolo. O acesso aos pavimentos superiores é feito por uma escada estreita em espiral. No primeiro andar, se encontra o quarto do capitão. Depois, você ainda pode ver o espaço onde seria a capela, a sala do governador, a sala das audiências e um terraço com vista linda para o Rio Tejo!

Uma das coisas mais interessantes que vi são as passagens estreitas que, possivelmente, eram esconderijos de atiradores. Achei bem legal para quem gosta de história.

torre-de-belem

No terraço da torre se tem uma vista linda para o rio Tejo (Foto: Passaporte Digital)

 

A visita dura por volta de uma hora, pois você tem que esperar um grupo descer para conseguir subir, devido às escadas estreitas aos andares superiores.

Para conhecer somente a parte externa da Torre de Belém é gratuito.

 

TORRE DE BELÉM: O QUE COMBINAR NO SEU ROTEIRO?

O bairro de Belém tem muitas atrações. Como ele é mais afastado do centro, sugiro você já combinar vários pontos turísticos legais no entorno no mesmo dia, para aproveitar seu tempo e dinheiro.

Minha sugestão de roteiro no bairro de Belém:

  • Torre de Belém
  • Padrão dos Descobrimentos
  • Mosteiro dos Jerónimos
  • Pastéis de Belém

VEJA ROTEIRO COMPLETO DE 3 DIAS EM LISBOA, BEM PRÁTICO E COM PREÇOS. PARA LER, CLIQUE AQUI.

 

Roteiro pelo bairro de Belém – parada 1: Torre de Belém

Fomos de transporte público (ônibus 15E) até a parada Torre de Belém, caminhamos por cinco minutos e já chegamos. Compramos o bilhete para visita ao interior no próprio local.

 

Roteiro pelo bairro de Belém – parada 2: Padrão dos Descobrimentos

TORRE-DE-BELEM

O Padrão dos Descobrimentos fica bem próximo a Torre de Belém (Foto: Passaporte Digital)

Saindo de lá, fomos caminhando (cerca de 1 quilômetro e meio) até o Padrão dos Descobrimentos, uma obra de 56 metros de altura, em formato de caravela, feita em homenagem a grandes nomes da história de Portugal.

De 1940, o monumento tem exposição e um mirante que pode ser visitado (6 €).

lisboa portugal

O Padrão dos Descobrimentos exalta o passado de glórias da navegação portuguesa (Foto: Passaporte Digital)

 

Na frente dele, há uma linda rosa dos ventos de 50 metros de diâmetro que mostra as grandes conquistas dos navegadores portugueses pelo mundo, inclusive o Brasil. Inaugurada em 1960, a obra foi um presente da África do Sul.

Roteiro pelo bairro de Belém – parada 3: Mosteiro dos Jerónimos

A partir do Padrão dos Descobrimentos, você passa a pé por uma passagem subterrânea embaixo da avenida e sai na cara do belíssimo e impressionante Mosteiro dos Jerónimos.

TORRE-DE-BELEM

O Mosteiro dos Jerónimos tem uma arquitetura riquíssima: vale a visita (Foto: Passaporte Digital)

 

Ele começou a ser construído em 1502 e demorou mais de 100 anos para ficar pronto. A entrada custa 10 €.

Dica da Alê: Reserve pelo menos duas horas para visitar o Mosteiro dos Jerónimos. Dica 2: compre ingresso pela internet, pois costuma ter muita fila e a bilheteria fica do outro lado da entrada de visita (tem que andar muito).

O lugar é enorme e vale muito a visita ao seu interior. Lá dentro, você vai ver diversas esculturas e monumentos importantes, como o túmulo do poeta Fernando Pessoa. Antes de ir embora, passe na catedral do Mosteiro (entrada gratuita). Além de linda, tem o túmulo do grande escritor português Luís de Camões.

 

Roteiro pelo bairro de Belém – parada 4: Pastéis de Belém

torre-de-belem

A tradicional confeitaria Pastéis de Belém, desde 1837 (Foto: Passaporte Digital)

A 200 metros do Mosteiro dos Jerónimos fica a tradicional confeitaria portuguesa Pastéis de Belém, que existe desde 1837.

Ela a única no mundo que comercializa os originais pastéis de Belém, um doce de nata que segue a receita criada pelos monges do próprio Mosteiro dos Jerónimos. Delicioso, você pode comer no local ou levar para viagem. Vale cada centavo!

 

HISTÓRIA DA TORRE DE BELÉM

A torre foi construída entre os anos de 1514 e 1519 pelo arquiteto militar Francisco de Arruda. Com detalhes lindos, é decorada com ornamentos e esculturas típicas do estilo manuelino (em referência ao rei D. Manuel I).

Em 1580, quando Lisboa foi invadida por tropas espanholas na luta pelo trono português, a torre foi usada principalmente como uma prisão com celas subterrâneas eram frequentemente inundadas. Dá para conhecer essa parte na visita ao interior da torre.

torre-de-belem

A Torre de Belém já foi forte, prisão e alfândega (Foto: Passaporte Digital)

Ao longo do tempo, o local foi usado como forte, alfândega e até farol. Na década de 1840, a Torre de Belém foi restaurada pelo rei Fernando II de Portugal.

Em 1907, foi classificada como Monumento Nacional e, em 1983, foi considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco.

Construída entre 1514 e 1519, na parte de cima você tem uma vista privilegiada para o rio Tejo. Subindo os andares, você tem acesso aos pavimentos onde ficavam o quarto do capitão, a sala do governador, a sala de audiências e até uma capela.

 

QUANTO CUSTA PARA ENTRAR NA TORRE DE BELÉM?

torre-de-belem

A Torre de Belém vista por dentro, com o cenário do Rio Tejo ao fundo (Foto: Passaporte Digital)

💰 Visita ao interior da Torre de Belém: 6€
– Meia entrada para idosos a partir de 65 anos
– Grátis para crianças até 12 anos

💰 Visita externa: gratuita

 

COMO CHEGAR A TORRE DE BELÉM?

É bem fácil chegar à Torre de Belém de transporte público. Nós fomos de ônibus e foi muito tranquilo.

Como chegar: Elétrico 15E, ônibus 728, 201, 714, 727, 729 e 751.

Também há bastante oferta de táxi e aplicativo, caso prefira.

TORRE DE BELÉM – HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

⏰ Horário de funcionamento: diariamente, das 9h30 às 18h

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

Mais dicas de Portugal

Hot Beach Olímpia: valores e atrações do parque aquático

Hot Beach Olímpia: valores e atrações do parque aquático

O Hot Beach Olímpia é mais uma opção bacana de parque aquático na cidade. Neste artigo você vai saber os valores de ingresso, as atrações mais legais e um pouco sobre a estrutura do local.

Localizado em Olímpia, a 430 km de São Paulo, o Hot Beach tem águas naturais quentinhas, que variam entre 28 e 32 graus, em todas as piscinas, por isso é bem gostoso para ir inclusive no inverno.

O parque aquático tem piscinas e ofurôs para relaxar, áreas para bebês e crianças pequenas, “praia” artificial com ondas, toboáguas e alguns brinquedos mais radicais.

Veja no vídeo como foi nossa experiência no Hot Beach Olímpia.

 

HOT BEACH OLÍMPIA: ATRAÇÕES

O legal do Hot Beach Olímpia é que o parque tem piscinas relaxantes quentinhas, atrações moderadas e áreas infantis para crianças menores de 10 anos e espaços para bebês também. Ou seja, atende diversas idades e interesses.

Achei os espaços bem bonitos, com uma decoração caprichada, e mais tranquilo de visitar. Tem uma atração radical, o Hot Pipe, e dois toboáguas maiores, onde você desce de boia. Meus filhos curtiram bastante.

Vou listar agora as principais atrações do parque aquático para você conferir um pouco mais do Hot Beach Olímpia.

hot-beach-olimpia

Hot Pipe: o brinquedo mais radical do Hot Beach Olímpia (Foto: Passaporte Digital)


Hot Pipe

Uma descida em boia dupla em uma descida em formato de U. Esse é para quem gosta de algo mais radical.

 

Irado

Uma torre com toboáguas e quatro opções de descida.

hot-beach-olimpia

Em um dos toboáguas do Irado você desce de boia (Foto: Passaporte Digital)

 

Ebaaa River

Um rio com correnteza onde você pode ir relaxando, de boia, ou sem. As águas são quentinhas e naturais, demos várias voltas por ele. Uma delícia!

Splash Show

Uma área infantil bem completa, com um baldão que vai enchendo e derruba água para todos os lados, em uma piscina rasa com toboáguas para as crianças.

hot-beach-olimpia

Área infantil do Hot Beach cheia de atividades para as crianças (Foto: Passaporte Digital)

Área baby

Achei superbonitinha essa área Drops Kids, feita para bebês, com água quentinha e bem rasinha e alguns brinquedos que molham.

 

Miniriver

Um minirio para as crianças menores e bebês, com escorregas adequados para a idade deles. Super fofo!

 

Slider Kids

Escorregadores de diferentes estilos para crianças até 12 anos.

hot-beach-olimpia

Tem várias atrações para bebês e crianças pequenas (Foto: Passaporte Digital)

 

Bar molhado

Uma piscina com hidromassagem e um bar molhado, perfeita para quem quer relaxar.

 

Praia artificial

Uma área com areia, simulando uma praia mesmo, com piscina que imita o mar e, de vez em quando, tem ondas.

 

hot-beach-olimpia

Praia artificial com ondas do Hot Beach (Foto: Divulgação)

 

Ofurôs

Alguns ofurôs para aproveitar em família. Este eu não consegui usar, pois são poucos e muito disputados.

 

 

HOT BEACH ESTRUTURA

O parque aquático tem diversas cadeiras e mesas disponíveis para uso.

 DICA DA ALÊ: Chegue cedo para escolher o melhor lugar de cadeiras, mesas e espreguiçadeiras para sua família. Ficamos perto do brinquedão kids.

Se quiser mais privacidade, o visitante também pode locar uma tenda privativa, que inclui um espaço com colchonete e almofadas, alguns drinques e petiscos.

hot-beach-olimpia

No Hot Beach você tem a opção de locar um espaço privativo (Foto: Divulgação)

 

A parte de consumo do Hot Beach também é bem prática. Na entrada, você recebe uma pulseira para cadastrar tudo o que comprar dentro do parque. O pagamento é feito somente na saída.

Na parte de alimentação também achei bem completo, com várias opções de comida e bebidas. Tem restaurante com sistema tipo buffet e vários quiosques espalhados pelo parque com comidinhas variadas, como hambúrguer, milho, sanduíches, petiscos, além de diversas bebidas e drinques.

hot-beach-olimpia

O parque aquático tem vários quiosques e restaurantes, com diferentes opções de comida (Foto: Passaporte Digital)

 

Você também pode locar toalhas e armários para colocar suas coisas, caso queira. Se precisar, há banheiros com vestiários e chuveiros para banho. Tudo muito novinho e bem decorado. Achei linda a estrutura do parque.

 

HOT BEACH NOVIDADES

No parque Hot Beach Olímpia, a atração mais recente é a área Oásis, um novo complexo de piscinas. Quando fomos, no final de junho, ainda não estava inaugurada, infelizmente.

A nova área tem três piscinas, cinco bangalôs, bar molhado, cascata, 22 jatos interativos em estilo fervedouro. O cenário se completa com uma cascata que desagua entre outras duas piscinas, formando uma borda infinita.

hot-beach-olimpia

Oásis, nova área do Hot Beach Olímpia (Foto: Divulgação)

 

Outra novidade do parque aquático Hot Beach Olímpia é a Vila Guarani, um espaço de entretenimento para o final de tarde e noite para os hóspedes do Hot Beach Resorts. O local conta com opções de gastronomia e lazer com choperia, pizzaria, empório de vinhos, gelateria e lojinhas.

Ao lado da Vila Guarani, os hóspedes também têm o novo Viiiixi, um circuito interativo construído na copa das árvores. A aventura é chegar de uma torre à outra utilizando passarelas com obstáculos de diferentes graus de dificuldade a uma altura que atinge 15 metros.

 

HOT BEACH OLÍMPIA VALORES

O valor do ingresso para day use varia conforme a temporada e o dia da semana. Então, é legal confirmar no site do Hot Beach de acordo com a data da sua visita.
hot-beach-olimpia

Hot Beach Olímpia: ingressos podem ser comprados com antecedência (Foto: Passaporte Digital)

Preço do ingresso day use Hot Beach Olímpia:

Baixa temporada
– Inteira: a partir de R$ 100 (de segunda a sexta) e R$ 120 (fim de semana)
– Meia: a partir de R$ 50 (de segunda a sexta) e R$ 60 (fim de semana)
– Infantil (criança de 0 a 6 anos): a partir de R$ 20 (ganha 1 par de boia de braço)
Alta temporada
– Inteira: a partir de R$ 120 (de segunda a sexta) e R$ 150 (fim de semana)
– Meia: a partir de R$ 60 (de segunda a sexta) e R$ 75 (fim de semana)
– Infantil (criança de 0 a 6 anos): a partir de R$ 20 (ganha 1 par de boia de braço)
Estacionamento: R$ 25 a diária

Vale lembrar que a entrada é gratuita para quem estiver hospedado em um dos hotéis da rede Hot Beach Resorts durante o período de estadia.

 

HOT BEACH OLÍMPIA HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

O Hot Beach Olímpia funciona de terça a domingo, das 9h às 17h

Endereço: Av. Governador Adhemar Pereira de Barros, nº 1700

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

 

Mais dicas de Olímpia

Hotel em Olímpia com entrada para o parque aquático

Hotel em Olímpia com entrada para o parque aquático

Se você procura um hotel em Olímpia, interior de São Paulo (SP), vou mostrar uma opção com ótimo custo-benefício na cidade e, para completar, tem entrada exclusiva para o parque aquático Thermas dos Laranjais, o mais visitado da América Latina.

Ficamos hospedados no Whyndam Olímpia Royal Hotels, o maior hotel em número de quartos do Brasil e o primeiro de bandeira internacional na cidade de Olímpia.

hotel-em-olimpia

Thermas dos Laranjais visto a partir do hotel Wyndham, em Olímpia (Foto: Passaporte Digital)

 

O hotel é enorme, parece uma pequena cidade, com 960 apartamentos no total. A estrutura inclui 11 piscinas, oito ofurôs, três quadras esportivas, quatro salas de jogos, duas brinquedotecas, duas saunas, dois spas, duas academias, além de bar molhado, restaurantes, lanchonetes, cafeterias, sorveterias, lojinhas e farmácia.

VEJA TAMBÉM: AS PRINCIPAIS ATRAÇÕES DE OLÍMPIA

Uma das coisas que mais gostei no Whyndam foi a facilidade para entrar e sair do Thermas dos Laranjais, já que eles disponibilizam uma portaria de acesso ao parque exclusiva para hóspedes.

hotel-em-olimpia

Acesso exclusivo dos hóspedes do Wyndham para o Thermas dos Laranjais (Foto: Passaporte Digital)

 

Como nos hospedamos com pensão completa, com o ingresso do dia (não incluso na diária) você pode entrar e sair quantas vezes quiser do parque. Então, aproveitamos para almoçar no hotel e voltar para o Thermas na sequência. Achei uma supervantagem, pois não precisa pegar carro para ir ao parque, e ainda pode voltar ao quarto para pegar alguma coisa ou fazer a refeição.

Quer saber mais detalhes deste hotel em Olímpia? Confira abaixo o vídeo ou leia a matéria completa!

 

 

O que achamos do Wyndham

  • Ótimo localização, ao lado (quase dentro) do parque aquático Thermas dos Laranjais, com entrada exclusiva para hóspedes (ingresso a parte)
  • Tem muitas piscinas, inclusive cobertas e aquecidas, ótimo para aproveitar também nos dias de inverno
  • Bom custo-benefício
  • Tem diversas atrações para crianças: piscinas infantis, quadras, brinquedoteca, sala de jogos, fliperama
  • Tem recreação com monitores por faixa etária, até às 22 horas, diariamente
  • Restaurantes com comida boa e variada
  • Bebidas não-alcóolicas inclusas nas refeições

 

Área de lazer completa

hotel-em-olimpia

Ofurô com água quentinha é uma das atrações do Wyndham (Foto: Passaporte Digital)

 

A área de lazer é, sem dúvida, um dos principais atrativos do Whyndam. São 11 piscinas, de vários tipos, algumas delas quentinhas, além de quadras esportivas, salões de jogos e brinquedotecas.

Atividade não falta. Tem hidro na piscina, bar molhado, redes para descanso, ofurôs com hidromassagem com água bem quentinha. Ah, se estiver chovendo, também tem piscina aquecida coberta.

 

Entrada exclusiva para o Thermas dos Laranjais

hotel-em-olimpia

Acesso exclusivo dos hóspedes do Wyndham para o Thermas dos Laranjais (Foto: Passaporte Digital)

 

Outro diferencial do Wyndham é que ele tem uma entrada exclusiva para o parque aquático Thermas dos Laranjais. Isso facilita muito, especialmente para quem vai com criança pequena ou bebê, pois pode entrar e sair quantas vezes quiser com o mesmo ingresso.

 

hotel-em-olimpia

Após o almoço no Wyndham, fomos direto para o zoológico do Thermas dos Laranjais (Foto: Passaporte Digital)

Pra gente foi uma facilidade também, já que pegamos pensão completa (todas as refeições) e voltamos ao hotel para almoçar. Em seguida, voltamos ao parque e já saímos pertinho da fazendinha do Thermas (sim, tem um minizoológico lá), perfeito para fazer a digestão antes de voltar para as piscinas.

Dica da Alê: para curtir o Thermas dos Laranjais com maior conforto, esta é a melhor opção de hotel em Olímpia, pois você não precisa nem de carro e ainda tem um acesso exclusivo para o parque, podendo entrar e sair quantas vezes quiser como ticket do dia.

 

Recreação e atividades para crianças

Para as crianças, a piscina com escorregas e um balde que derruba água é uma das principais atrações.

hotel-em-olimpia

Uma das piscinas infantis com escorrega e balde que cai água (Foto: Passaporte Digital)

 

Além disso, tem um pequeno playground, duas brinquedotecas, quadras esportivas, sala de fliperama (com fichas pagas a parte) e monitores para recreação até às 22 horas. No dia que eu estive lá, ainda tinha brinquedos infláveis e shows musicais à noite.

hotel-em-olimpia

Brinquedoteca para crianças menores e bebês (Foto: Passaporte Digital)

 

Quartos do Wyndham

Fomos em quatro pessoas (dois adultos e duas crianças) e ficamos no quarto Super Luxo Thermas. A suíte tem 40m² dividida em 2 ambientes: um quarto com cama queen e um sofá-cama na sala para as crianças, além de sacada com vista para área das piscinas.

Minha mãe ficou em uma suíte igualzinha, mas de frente para o parque aquático Thermas dos Laranjais.

hotel-em-olimpia

Quarto do Wyndham em Olímpia

 

Todas as suítes são equipadas com TV a cabo (tanto no quarto como na sala), ar condicionado, secador de cabelos, frigobar, cofre digital e amenities. No meu quarto, o chuveiro era elétrico e tinha shampoo e sabonete líquido para uso à vontade.

Outra coisa que achei bem legal foi a disponibilidade de um varal de chão, para secar as roupas de banho na varanda. Achei muito usual!

hotel-em-olimpia

Sala da suíte do Wyndham com sofá-cama que atendeu às crianças (Foto: Passaporte Digital)

 

Caso precise, em todos os corredores tem a Copa Baby, com micro-ondas, liquidificar e uma pia, para aquecer mamadeiras e papinhas dos bebês. Uma mão na roda!

 

Gastronomia

Além da estrutura, preciso falar que aprovamos a comida do Wyndham! São dois restaurantes bem amplos (e eles ainda abrem mais um pavimento superior nos dias de maior movimento) para servir café da manhã, almoço e jantar.

hotel-em-olimpia

Um dos restaurantes do Wyndham, em Olímpia (Foto: Passaporte Digital)

 

Neste hotel em Olímpia, o regime de alimentação é opcional. Nós pegamos a pensão completa e foi ótimo, porque a comida é realmente muito boa e variada.

Tem carnes, peixes, massas, saladas, sobremesas, além do básico arroz e feijão. Você se serve à vontade e ainda tem bebida (água, suco e refrigerante) durante as refeições inclusa.

hotel-em-olimpia

Sobremesas e bebidas não-alcóolicas estão inclusas nas refeições do Wyndham (Foto: Passaporte Digital)

Ah, eles também fazem um menu kids com comidinhas que geralmente a criançada curte: nuggets, batata frita, macarrão, coxinha e outras delícias.

Quem quiser comer mais saudável, tem muita opção de salada e frutas. Eu também adorei que tinha muitos frios e queijinhos para degustar. Teve uma noite que pegamos petiscos e pedimos um vinho a parte (preço justo).

hotel-em-olimpia

Queijos e frios bem caprichados nos jantares do Wyndham (Foto: Passaporte Digital)

Se o hóspede preferir pegar meia pensão ou somente café da manhã, também é possível.

A estrutura do hotel também tem diversas lanchonetes, cafés, sorveterias e até uma cantina para matar a fome, com valores a parte, claro!

Na área da piscina, o bar molhado atende quem quiser pedir uma cerveja ou drink, com valores a parte.

 

Hotel em Olímpia: preço

hotel-em-olimpia

Hidro na piscina: fim de tarde animado no Wyndham (Foto: Passaporte Digital)

O preço da diária no Wyndham varia bastante, dependendo da temporada, do número de pessoas por apartamento e do regime de pensão escolhido.

Para fazer uma cotação, basta acessar este link para ver o valor da diária no período escolhido e reservar.

Dica da Alê: Seguidores do Passaporte Digital no Instagram tem 10% de desconto usando o cupom PASSAPORTE10 nas reservas de hospedagem no Wyndham Olímpia Royal Hotel.

*Promoção por tempo limitado, com encerramento sem prévio aviso

 

Onde fica o Wyndham Olímpia Royal Hotel

 

hotel-em-olimpia

Maior hotel em Olímpia: com mais de 900 quartos (Foto: Passaporte Digital)

O Wyndham é o primeiro hotel de bandeira internacional a chegar em Olímpia, com mais de 9 mil hotéis em quase 95 países e em seis continentes.

Achamos o hotel com ótima estrutura para famílias, com muitas atividades legais e de recreação, extensa área de piscinas e boa gastronomia. Sem contar a facilidade do acesso ao parque aquático Thermas dos Laranjais.

Endereço: Rua Guarani, 01 – Parque das Águas – Olímpia – SP

Estacionamento gratuito para hóspedes

 


Mais sobre Olímpia

Olímpia fica a 430km da capital paulista, e é conhecida pelos seus parques aquáticos: o Thermas dos Laranjais e o Hot Beach.

hotel-em-olimpia

Olímpia: destino bom o ano inteiro (Foto: Passaporte Digital)

Localizada a noroeste do estado de São Paulo, Olímpia tem tempo bom o ano inteiro, uma delícia até para ir no inverno!

A cidade fica a 50 minutos do aeroporto de São José do Rio Preto, com fácil acesso rodoviário também para os estados de Minas Gerais (Uberaba a 180km), Paraná (Londrina a 440km), Mato Grosso do Sul (Campo Grande a 670km) e Goiás (Goiânia a 520km).

Nós viemos de São Paulo, com estradas excelentes: via Bandeirantes, Washington Luís e depois, no final, trechos de rodovias locais. De pedágio, a partir de São Paulo capital, pagamos cerca de R$ 90.

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest

Mais passeios com crianças perto de São Paulo

Hotel em Lisboa: encontramos um bom, bonito e barato

Hotel em Lisboa: encontramos um bom, bonito e barato

Sim! Achamos um hotel em Lisboa bom, bonito e barato! E ainda com ótima localização e um atendimento nota dez!

Depois de muito pesquisar, com tantas opções na capital portuguesa, fechei três diárias no hotel My Story Ouro, em Lisboa. A hospedagem fica a cinco minutos a pé da famosa Praça do Comércio e a dois minutos da Estação Baixa-Chiado do metrô. Sensacional a localização! Fizemos praticamente tudo a pé!

Os quartos são bem compactos, é verdade, mas nos atendeu muito bem. A cama é bastante confortável, o chuveiro é bom, com roupa de cama nova e cheirosa, e um atendimento muito gentil e prestativo.

Conheça mais sobre o hotel em Lisboa que ficamos neste vídeo. Confira mais fotos da nossa experiência em Portugal no Instagram aqui.

 

HOTEL EM LISBOA COM LOCALIZAÇÃO ESTRATÉGICA

A localização foi, sem dúvida, um fator decisivo na escolha do hotel em Lisboa. O My Story tem outras unidades na cidade, mas achei o My Story Ouro a melhor opção.

O hotel três estrelas fica na rua Áurea (antiga Rua do Ouro, por isso o nome), a cinco minutos da Praça do Comércio, um dos principais cartões-postais de Lisboa.

hotel-lisboa

Hotel fica a 5 minutos da Praça do Comércio, um dos pontos turísticos mais visitados de Lisboa (Foto: Passaporte Digital)

 

Ali muito próximo fica ainda o Elevador Santa Justa e a Praça do Rossio. Para quem quer usar transporte público, a estação de metrô Baixa-Chiado fica a apenas dois minutos a pé!

Fora que o bairro tem tudo: restaurantes, cafés, padaria, lojas, livrarias, enfim, localização perfeita!

 

ESTRUTURA DO HOTEL

hotel-lisboa

Quartos são compactos, mas bem confortáveis (Foto: Passaporte Digital)

 

O hotel fica em um edifício do século 18, na Baixa Lisboa, com estrutura renovada. São 51 quartos disponíveis. O que ficamos era bem compacto (12 metros quadrados), mas confortáveis e com uma decoração bem bacaninha, cara de Europa 🙂

Apesar de estar em um bairro movimentado, o isolamento acústico deixa o quarto bem silencioso. Não tivemos nenhum problema com isso!

Ah, a estrutura tem ainda:

  • Frigobar
  • Cofre
  • Ar-condicionado
  • Televisão
  • Secador de cabelo
  • Amenidades no banheiro (shampoo e sabonete líquido)

 

O QUE MY STORY OURO INCLUI

Nossa diária não incluía o café da manhã, que custa 10 euros por pessoa, caso queira contratar na hora.

Dica da Alê: Ao lado do hotel My Story Ouro tem uma padaria A Portuguesa, excelente, onde tomamos nossa café bem caprichado por cerca de 4 euros por pessoa.
hotel-lisboa

Optamos pelo café da manhã na Padaria A Portuguesa, que fica ao lado do hotel em Lisboa (Foto: Passaporte Digital)

 

HOTEL EM LISBOA – PREÇO

O valor da diária varia de acordo com o tipo de quarto e época do ano, mas pagamos uma média de 60 euros por diária para o casal no quarto convencional.

Achei excelente o custo-benefício, pois economizamos bastante com transporte, já que fizemos a maioria dos passeios a pé.

 

ONDE FICA

O Hotel My Story Ouro fica na Rua Áurea, 100 – Baixa Lisboa – Portugal

Informações no site do hotel AQUI.

 

Espero que você tenha gostado da minha dica de hoje. Acompanhe também nossas viagens pelas redes sociais e até a próxima!

Instagram | YouTube | Facebook | Pinterest