Deserto do Atacama tem vulcões, salar e paisagens exóticas

por | Atualizado em 8 de junho de 2016 | Pelo Mundo

Se você sempre se imaginou em uma paisagem desértica, mas só de pensar no calor já desiste da ideia, agora pode ser a hora de fazer esta tão esperada viagem. É que as temperaturas de inverno que variam entre 4º e 22º graus são um convite a mais para visitar o deserto do Atacama, no Chile, nesta época do ano. Localizado na região norte do país (até a fronteira com o Peru), o destino tem paisagens exóticas, com gêiseres fumegantes, vulcões, lagoas coloridas e até salar.

Considerado o deserto mais alto e mais árido do mundo, pois quase não chove na região, o Atacama é muito procurado por turistas que curtem trekking, montanhismo, off-road e mountain bike.

Quem vai para o deserto do Atacama costuma ficar hospedado na vila de São Pedro de Atacama, que tem pouco mais de 3 mil habitantes e está a 2.400 metros de altitude. Para chegar até lá, o trajeto mais comum é pegar um voo de Santiago a Calama. De lá, são cerca de 100 quilômetros de estrada até São Pedro.

>>> Principais passeios no deserto do Atacama

Há diversas atrações em todo a região do deserto do Atacama, de nível fácil (para quem não tem um excelente preparo físico) até passeios mais hards, para os aventureiros de plantão.

El Tatio_deserto_do_atacama

Os gêiseres de El Tatio jorram água fervente (Foto: Tierra Hotels)

Entre as principais atrações estão os gêiseres de El Tatio. A 4.300 metros de altitude, as nascentes jorram colunas de 12 metros de água fervente. Na volta, os turistas podem conhecer o povoado de Machuca, famoso por suas casas com tetos de cacto e pelos exóticos espetinhos de lhama (eu não tenho coragem de experimentar!).

Outro passeio incrível é o Salar do Atacama, uma imensa lagoa de sal localizada a 50 quilômetros de San Pedro, com muitos flamingos e outras aves. Já a lagoa Cejar encanta com suas águas azul-esverdeadas e margens brancas de sal petrificado.

Vulcao_atacama_chile

Outro passeio em Atacama é fazer uma escalada ao topo dos vulcões Toco e Láscar (foto: Tierra Hotels)

Para quem tiver um pouco mais de fôlego, a pedida é fazer um trekking aos topos de vulcões da região, como Toco e Láscar, este último o mais ativo do Chile. Diversas empresas de turismo e hotéis da região, como o Tierra Hotels, organizam excursões até os vulcões. É aconselhável agendar antecipadamente.

Para terminar o dia, a dica é visitar os vales de La Luna e de La Muerte para ver o por-do-sol.

VEJA TAMBÉM: Férias de inverno no Chile

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Alessandra Oggioni, Autora do Passaporte Digital

• Prazer, Alê •

Jornalista e mãe de 2, me sinto completa quando estou pelo mundo. Depois de 10 anos escrevendo para jornais e sites de turismo, trago aqui no blog aquele pitaco certeiro que vai fazer toda a diferença na sua viagem! Bora carimbar seu passaporte comigo? Me segue nas redes sociais para não perder nada!

• Vem Comigo •

• Procure no blog •

• Newsletter •

Deixe seu email e receba dicas de
viagem e promoções

• Meus Guias •

• Reserve no Blog •